Tour pela Europa: dicas de ouro e sugestão de roteiro

Viajar pela Europa  / 

O Velho Continente é repleto de destinos interessantes e maravilhosos, sendo até difícil escolher quais países visitar durante uma mesma viagem. Leia nossas dicas e planeje sua tour pela Europa sem maiores dores de cabeça!

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Como fazer uma tour pela Europa

A palavra mais importante é: planejamento! A distância entre alguns países torna as viagens de avião, trem e até carro mais fáceis, o que pode confundir a cabeça dos turistas de primeira viagem.

Esse planejamento começa, evidentemente, decidindo quais países visitar. Os países que integram o Espaço Schengen não exigem visto para viagens até 90 dias; já o Reino Unido, que não integra o acordo, concede visto no momento de entrada no país, com validade de 180 dias.

Leia mais sobre o Espaço Schengen.

A vantagem de viajar pelos países que integram o Espaço Schengen é que a circulação de pessoas entre eles é livre – ou seja, você não vai precisar passar pela imigração ou conseguir um visto diferente para cada país que visitar.

Documentos necessários

O visto não é necessário, mas ainda assim é preciso viajar com documentação específica para não ser confundido com imigrante ilegal.  Você deverá portar:

  • Passaporte;
  • Documentos de identidade;
  • Dinheiro (cartão de crédito internacional e uma quantia em espécie);
  • Passagem aérea de volta;
  • Comprovante de reserva ou carta de convite;
  • Seguro viagem Europa (no mínimo, 30.000€ de cobertura).

De viagem marcada? Contrate sem online e sem burocracia o seguro de viagem!

Passagens aéreas

Escolhido os destinos, hora de comprar as passagens aéreas. A jornalista Ana Carolina Brunelli, 22, viaja sempre com a noiva e é apaixonada pela Europa. Ela frisa que pesquisar com antecedência é o melhor caminho para conseguir bons preços e planejar os melhores roteiros.

“Oito meses antes da viagem é o ideal, pois dá para parcelar os custos e pesquisar passagens aéreas em horários diferentes e acompanhar alterações no valor”, diz.

Listamos os melhores sites de passagens aéreas.

Hospedagem

Em relação a hospedagem, ela lembra que hostels e AirBnb são boas opções para economizar. “Assim é possível economizar nas refeições, pois dá para comprar em mercados e preparar a própria comida”.

Ana, inclusive, lembra que adaptações são necessárias se quiser fazer uma viagem de baixo custo. “Focamos sempre em conhecer a cidade, então vamos para fora e comemos fast food para ter dinheiro para as atrações pagas”, diz. “Também procuramos mercados, onde tem comida boa por preço justo”.

Veja dicas de como encontrar hotel barato na Europa.

A localização do hotel faz a diferença

Ana dá a dica para a escolha da acomodação. “Escolher uma hospedagem próxima a uma estação de metrô ou aeroporto facilita muito para conhecer os pontos turísticos”. E nunca, em hipótese alguma, deixe para montar o roteiro quando já estiver na cidade; isso vai te fazer perder tempo e pode até oferecer riscos à sua segurança.

Pesquise como se locomover pela cidade e já saia do aeroporto ou estação sabendo qual ônibus, trem ou táxi pegará para chegar ao seu hotel. Ande com o roteiro pronto, seja impresso ou no celular, e vá com algumas perguntas na ponta da língua no idioma local para o caso de ter dúvidas ou se perder.

Confira nossas dicas do que nunca esquecer numa viagem à Europa.

Como escolher os países?

Você vai organizar sua tour pela Europa de acordo com suas preferências. O Velho Continente é um verdadeiro caldeirão cultural, com opções para todos os gostos, bolsos e idades. Vou dar alguns exemplos de países para visitar!

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

 
 

Roteiros tradicionais

Os roteiros mais tradicionais incluem Inglaterra, França e Itália. São também os países mais caros de se visitar.

Confira dicas sobre os melhores destinos da Europa.

Roteiros populares na Europa

Outras opções populares são Espanha, Irlanda, Portugal e Suíça. Nesses países você encontrará um pouco de tudo: cultura, badalação, história, romance e boa gastronomia.

Conheça Basileia, na Suíça: guia de viagem completo.

Aos amantes de uma boa cerveja europeia

A rota da cerveja é bem conhecida entre os boêmios e inclui Alemanha, Holanda, Irlanda, República Tcheca e Bélgica. A tour pela Europa romântica deve incluir França, Itália, Croácia e Alemanha, destinos populares entre os pombinhos.

Veja onde encontrar a melhor cerveja na Europa.

Roteiros fora da curva

Não tão convencionais, mas queridinhos pela cultura viking e pelo frio intenso, os países nórdicos – Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia – não são baratos, mas em compensação você pode desfrutar da Aurora Boreal.

Veja qual a melhor época para ver a Aurora Boreal.

Quanto tempo ficar em cada país?

O ideal é que sua tour pela Europa dure entre 15 e 20 dias e inclua entre dois e quatro destinos. Aqui vale a regra do menos é mais: não adianta incluir vários países para “abrir mapa” e não ter tempo para aproveitar nenhum deles!

O Velho Continente merece ser desfrutado ao máximo, seja visitando os pequenos vilarejos, desfrutando da boa comida de restaurantes e cafés ou conhecendo os museus, monumentos e atrações únicas.

Considere que os dias de chegada e partida de cada cidade são perdidos. Atrasos, trânsito, check-in, jet lag, imprevistos e cansaço vão acontecer, e quanto mais trocas de cidade ocorrerem menos você vai aproveitar a viagem.

Aplicativos para jet lag: evite o desconforto de mudar de fuso horário

Depende do roteiro

Cidades grandes e capitais, como Roma, Londres, Paris e Berlim, precisam de pelo menos cinco dias cada – sem contar os dias de deslocamento!

Mesmo que você tenha o roteiro na ponta da língua lembre-se que pode encontrar dificuldades durante a viagem, como falta de informações, locais fechados e clima ruim.

Já cidades médias, como Lisboa, Madri, Barcelona, Budapeste, Viena e Amsterdam, podem ser visitadas sem correria entre três e quatro dias.

Cidades menores, como Milão, Porto, Veneza, Munique, Cracóvia e Atenas, podem ser visitadas em dois dias. Cidades pequenas e vilarejos no interior podem ser conhecidos em um dia ou até no esquema bate-volta.

Não deixe de conhecer nosso roteiro Europa completo para 7, 15 ou 30 dias.

Sugestões de roteiros para tour na Europa

Paris

Um dos destinos mais famosos do mundo e queridinho dos turistas, Paris é uma cidade charmosa e repleta de atrações belíssimas.

  • Uma boa dica para começar é fazer o passeio de barco pelo rio Sena. Os ingressos podem ser adquiridos no Get Your Guide a partir de 17€  ou na hora mesmo e a viagem passa pelos principais monumentos e pontos turísticos da cidade. Também dá pra fazer o passeio de noite e curtir o romantismo típico de Paris;
  • Após conhecer o principal ponto turístico parisiense – a Torre Eiffel – desfrute do Champ de Mars, uma das maiores áreas verdes da França, que fica entre a Torre e a Escola Militar;

 

  • O Jardin des Tuileries fica na margem direita do rio Sena, entre a Praça da Concórdia e o Arco do Triunfo. É o mais antigo, central e belo jardim da cidade, e dá para caminhar por ele até chegar ao Museu do Louvre e ao Museu d’Orsay;

 

  • A Catedral de Notre Dame e o Jardim de Luxemburgo ficam pertinho um do outro e podem ser visitados em um dia;
  • Tire um dia inteiro para conhecer o bairro de Montmartre em Paris, um dos mais charmosos da cidade! Lá você encontra a Basílica de Sacré Cœur, o Café des Deux Moulins (onde ocorrem cenas do filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain), Le mur des je t’aime (ou “Muro do Eu Te Amo”, onde está escrito “eu te amo” em diferentes idiomas) e a Praça das Artes;

 

  • Saindo de Montmartre parta para o Boulevard de Clichy, a pé mesmo. É lá que você encontra o famoso Moulin Rouge.

Londres

Agora, se você optar por começar o tour pela Europa por Londres, aqui vão algumas dicas:

  • Comece pela London Eye, a roda gigante londrina da qual é possível ver o Parlamento Britânico, o Palácio de Buckingham e a St. Paul’s Cathedral and the Houses;
  • Tente subir nas cápsulas ao fim da tarde para ver o anoitecer do alto e apreciar as luzes da cidade. No Get Your Guide há diversas opções de ingressos e pacotes para a roda gigante londrina;
  • Entre os pontos tradicionais e imperdíveis estão o Palácio de Buckingham, St. Jame’s Park (ao lado do palácio), Palácio de Westminster, o Big Ben e a London Bridge;

 

  • Se quiser visitar os parques, os mais belos são St. James Park (ao lado do Palácio de Buckingham), o Hyde Park e Kensington Gardens (no centro de Londres) e o Regent’s Park (com parquinhos, quadra de esportes, teatro ao ar livre e zoológico London Zoo);
  • O bairro Nothing Hill te lembra algo? É lá que é ambientado o filme “Um lugar chamado Nothing Hill” e onde ocorre o Portobello Market todos os sábados, uma feira onde você encontra roupas, objetos, antiguidades e restaurantes;
  • O bairro de Camden Town é marcado pela diversidade e por ser o local onde morava a cantora Amy Winehouse. Bem alternativo, cheio de mercados de artesanatos, lojas de roupas e pubs, é perfeito para um passeio durante a tarde;

 

  • Se quiser fazer compras, vá para Picadilly Circus, famosa pelos painéis publicitários gigantes e a estátua de Eros totalmente construída com alumínio. Lá estão algumas das maiores lojas de marcas do mundo;
  • Por fim, encerre a viagem no Museu de História Natural de Londres, onde estão expostas mais de 70 milhões de espécimes, desde micro organismos até esqueletos de dinossauros.

 

Quanto custa?

Pergunta difícil, pois depende de quantos dias você passará fazendo a tour pela Europa, onde ficará hospedado, quais meios de transporte utilizará – além, é claro, dos países escolhidos.

Se for viajar de mochilão, se hospedando em hostels, preferindo ônibus, trens e caronas e comendo os pratos mais baratos, poderá gastar entre R$ 5 mil e R$ 7 mil; já uma viagem com mais conforto sairá a partir de R$ 8 mil.

Confira como é e quanto custa se hospedar em hostel.

Opções para todos os bolsos

Os países mais caros, como os nórdicos, Irlanda e Inglaterra, dificilmente te farão gastar menos que R$ 10 mil – até R$ 15 mil, portanto, prepare o bolso!

Pode optar por comprar pacotes de viagem para Europa, mas vale frisar que uma tour pela Europa pode sair mais cara se for feita através de uma agência de turismo. É mais prático e fácil contratar os serviços de terceiros, mas tem seu preço.

Se quiser economizar na Europa, planeje a viagem por conta própria, mesmo que dê mais trabalho.

Saiba se é possível viajar pela Europa por mais de 90 dias e como fazer.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Clara é natural do interior de São Paulo e tem muito orgulho do sotaque caipira. Jornalista que adora gatos, tatuagens e livros, vê o mundo de cabeça para baixo e tem como vícios memes da internet e soltar piadas inesperadas no meio de uma conversa.