Visitar Paris

Bate e volta de Paris: 11 cidades imperdíveis para seu roteiro

A Cidade Luz é o seu próximo destino? Já pensou em fazer um bate e volta de Paris para sair do óbvio e conhecer lugares diferentes e igualmente encantadores? Se já visitou os principais pontos turísticos de Paris, vá explorar cidades nos arredores! É uma ótima maneira de enriquecer sua viagem e aproveitar o tempo ao máximo.

Quer saber quais são as possibilidades? Continue lendo o artigo e descubra o que conhecer perto de Paris!

Precisa alugar um carro na Europa?

Na DiscoverCars você encontra as principais locadoras com os melhores preços. É muito fácil e seguro utilizar!

Alugar Agora →

Melhores cidades próximas a Paris para um bate e volta

A capital francesa é incrível, e há muito o que fazer em Paris, mas para quem já conhece a cidade ou vai passar um período mais longo de férias, conhecer as cidades ao redor pode se uma boa alternativa para o roteiro.

1. Vincennes

O município faz parte do departamento de Vale do Marne, nos arredores de Paris, e é bem fácil de chegar em Vincennes.

Muita gente não imagina que existe um castelo bem pertinho do centro de Paris. Localizado no subúrbio, o Château de Vincennes, do século XII, é um dos castelos medievais mais bem preservados da França.

Castelo de Vincennes foi uma antiga fortaleza e residência real. Imagem: Denise

Um dos destaques é sua torre de 52 metros de altura, que faz com que o castelo seja o mais alto da Europa.

O monumento serviu de residência real desde o século XII e, mais tarde, foi usado como prisão, onde personalidades como Fouquet, o Marquês de Sade, e Mirabeau estiveram detidos. A fortaleza também protegeu Paris durante as invasões do século XIX.

No complexo merece ainda uma visita a Saint-Chapelle, a capela real com vitrais coloridos inaugurada em 1379, cuja construção foi inspirada na Saint-Chapelle de Paris.

O ingresso para o Castelo de Vincennes custa a partir de 9,50€ por pessoa e vale a pena comprar com antecedência para aproveitar melhor a viagem.

Como ir de Paris para Vincennes?

É possível chegar em Vincennes de carro, basta seguir pela Av. Daumesnil. Ou de transporte público, para isso, pegue o metrô M1 (linha amarela) e desça no ponto Château de Vincennes. Depois, caminhe cerca de 9 minutos até o castelo.

  • Distância de Paris: 9 km;
  • Duração média da viagem: 27 minutos de carro e 9 minutos de metrô (a partir da estação Gare de Lyon).

2. Versalhes

Versalhes fica na região de Île de France e foi sede do poder político francês. Este é, com certeza, um bate e volta de Paris imperdível para qualquer turista.

A cidade fica bem perto da capital e é mundialmente conhecida pelo Palácio de Versalhes, um dos monumentos mais famosos do mundo e Patrimônio da Humanidade. Sua história começa no século XVII, foi residência dos reis da França até a Revolução Francesa e, no século XIX, tornou-se o Museu de História da França.

O passeio é praticamente obrigatório para quem vai a Paris e pretende ficar mais de três dias na cidade. Símbolo de riqueza e poder, o Palácio de Versalhes é um dos lugares mais visitados do mundo.

Lar da monarquia francesa, Versalhes conta com luxuoso palácio e um dos maiores jardins do mundo

O imenso complexo de 800 hectares conta com o palácio com 2.300 quartos, além de jardins, parque e a propriedade Trianon, com os palácios Grand e Petit Trianon, lugares de privacidade dos reis.

Evitar despesas inesperadas na viagem é simples

Que o seguro viagem Europa é obrigatório você já sabe, mas sabia que ele cobre custos inesperados durante a viagem? Desde as despesas com a mala extraviada, até emergências médicas. Encontre no Seguros Promo, planos de seguro viagem com o melhor preço e coberturas completas.

Na visita você poderá ver toda a riqueza artística e arquitetônica do local. É possível conhecer, entre outros ambientes, os aposentos do rei e da rainha, a Capela Real e o magnífico Salão dos Espelhos e seus 357 espelhos, onde foi assinado o Tratado de Versalhes, em 1919, encerrando assim a Primeira Guerra Mundial.

Do lado externo, o jardim é um verdadeiro museu ao ar livre, com 220 esculturas e 55 fontes e lagoas. Para conhecer tudo, programe-se para fazer um tour guiado pelo Palácio de Versalhes, o ingresso custa a partir de 55€ por pessoa.

Como ir de Paris para Versalhes?

De carro basta seguir pela estrada A13. Também é possível chegar de transporte público, pegue o trem RER C no ponto Musée d’Orsay e desça em Versailles Château Rive Gauche. Caminhe cerca de 13 minutos até chegar ao Palácio.

  • Distância de Paris: aproximadamente 24 km;
  • Duração média da viagem: 57 minutos de carro e 49 minutos de trem.

3. Chantilly

Gosta de castelo? Esse é outra opção de bate e volta de Paris para conhecer um castelo francês.

A principal atração da cidade próxima de Paris é o magnífico Castelo de Chantilly, outro exemplar completamente conservado. O local também se destaca por ter a segunda maior coleção de pinturas antigas da França, só perdendo para o Louvre.

Na visita ao castelo você poderá ver as grandes suítes, ricamente decoradas e utilizadas em recepções, os aposentos do rei e da rainha e a biblioteca, com coleção de livros e manuscritos. Em todos os ambientes há um valioso acervo de móveis, objetos de arte e esculturas.

Castelo de Chantilly tem uma decoração magnífica. Imagem: Denise

Do lado de fora, caminhe pelo jardim de 115 hectares, e admire as fontes, estátuas e espelhos d’água que refletem o céu. Também faz parte do complexo o Museu do Cavalo, ocupando o lugar onde estava o maior estábulo da Europa.

Quer uma experiência diferente? Almoce no castelo e prove a verdadeira receita do chantilly! Há duas opções de restaurantes: o sofisticado Le Capitainerie fica no interior do castelo, no ambiente do século XVII. Está aberto durante as férias de inverno, de 11 de fevereiro a 31 de março; e o Le Hameau, localizado no parque, aberto de 11 de março a 12 de novembro de 2023.

Não esqueça de comprar seu ingresso para a visita ao castelo antecipadamente, o valor é a partir de 17€ por pessoa.

Como ir de Paris para Chantilly?

Você pode chegar a cidade de carro, pela estrada A1. Também é possível usar o transporte público, pegue o trem TER na Gare do Nord e desça em Gare de Chantilly Gouvieux.

  • Distância de Paris: aproximadamente 48 km;
  • Duração média da viagem: 1h23 de carro e 24 minutos de trem

4. Fontainebleau

Mais um castelo está a sua espera nesta cidade! Com 800 anos de história, o Château de Fontainebleau foi o único habitado por todos os reis da França, do século XII ao XIX, e também é o mais luxuosamente mobiliado de todos os exemplares franceses. Ou seja, já coloque no roteiro!

Você vai ter muito o que ver neste castelo, Patrimônio da Humanidade pela Unesco. A propriedade tem 1.500 quartos, aposento de Maria Antonieta, apartamento de Napoleão I, de Napoleão III, entre outros monarcas.

Além disso, durante o século XVI, foi um dos mais importantes centros de arte da Europa e, ainda hoje, as salas renascentistas conservam afrescos de artistas italianos.

Joia dos estilos clássico e renascentista, Fontainebleau é um dos maiores castelos da França. Imagem: Denise

E assim como nos outros palácios, Fontainebleau também tem uma maravilhosa área externa. São 130 hectares de jardins, parque e um lago com carpas. Vale uma caminhada com direito a muitas fotos.

Adquira seu ingresso online para visitar Fontainebleau, antecipadamente, e faça sua visita com tranquilidade. O valor é a partir de 14€ por pessoa.

Como chegar em Fontainebleau

De carro siga pela estrada A6. De transporte público: Na Gare de Lyon, pegue o trem linha R no sentido Montargis e desça em Thomery. Em seguida, caminhe até o castelo.

  • Distância de Paris: 69 km;
  • Duração média da viagem: 1h a 1h30 de carro e 44 minutos de trem.

5. Provins

Pronto para voltar no tempo neste bate e volta de Paris? Patrimônio Mundial da Unesco, Provins é considerada uma das mais belas cidades medievais da França.

Seu apogeu se deu entre os séculos XII e XIII e a localização geográfica possibilitou que se tornasse um importante mercado comercial na época.

Provins é dividida entre cidade alta, a medieval, onde estão os principais monumentos, e cidade baixa, a mais moderna, onde fica a estação de trem. Muito bem preservada, a parte medieval tem casas com paredes de pedra e outras no estilo enxaimel.

Visitar Provins é como uma volta à Idade Média. Imagem: Denise

As imensas muralhas de 25 metros de altura, e atualmente com 1,2 km de extensão, e os dois portões fortificados estão entre as principais atrações. Para admirar a vista da cidade, caminhe pelas muralhas, o acesso é gratuito.

Outro ponto de interesse é a Torre Cesar. Exemplo de arquitetura da história militar medieval, a fortaleza do século foi construída entre 1152 e 1181 e serviu como torre de observação, refúgio e prisão. Suba a estreita escada, onde passa só uma pessoa por vez, e visite todos os andares. Lá em cima, aprecie a paisagem.

Conheça também:

  • Le Grange aux dîmes – veja a história da cidade no edifício utilizado como mercado coberto;
  • Galerias subterrâneas;
  • Museu de Provins;
  • Catedral;
  • Shows medievais As Águias das Muralhas e A Lenda dos Cavaleiros.

Como ir de Paris a Provins?

De carro siga pela estrada N4. De transporte público pegue o trem Transilien, linha P, na Gare de l’Est e desça em Provins.

  • Distância de Paris: aproximadamente 91 km;
  • Duração média da viagem: 1h15 de carro e 1h23 de trem.

6. Rouen

Capital da Normandia e situada às margens do rio Sena, Rouen é conhecida historicamente por ter sido o lugar onde Joana D’Arc foi queimada viva, em 1431.

A cidade tem construções medievais, igrejas, museus, parques, jardins e muita história. Caminhe pelo centro histórico, onde estão os pontos turísticos, com prédios em enxaimel, lojas e restaurantes.

O cartão-postal de Rouen e um dos pontos mais fotografados é o Gros Horloge, edifício renascentista com um grande relógio astronômico. Visite o interior do prédio e veja a sala do mostrador do relógio, os maquinários do século XIV e os primeiros sinos da cidade.

O relógio astronômico de Rouen tem um dos mecanismos mais antigos da França

Conheça a Praça do Mercado Antigo (Place du Vieux Marché), onde Joana D’Arc foi queimada. O local é indicado por uma cruz. Na mesma praça, há uma igreja contemporânea, a Igreja de Santa Joana D’Arc, dedicada a ela, com vitrais do século XVI.

Não deixe de ver a impressionante Catedral de Notre-Dame, uma das mais famosas catedrais góticas do mundo. Construída em 1170, é a mais alta da França, com 151 metros. No interior, há o túmulo do duque da Normandia, Ricardo Coração de Leão, contendo seu coração.

Conheça também:

  • Abadia de Saint-Ouen;
  • Historial Jeanne D’Arc – um museu em homenagem a Joana D’Arc;
  • Torre de Joana D’Arc;
  • Palácio da Justiça;
  • Maison Sublime;
  • Igreja Saint-Maclou;
  • Museu de Belas Artes.

Como ir de Paris para Rouen?

De carro siga pela estrada A13. De transporte público pegue o trem TER na estação Saint-Lazare e desça na Gare de Rouen.

  • Distância de Paris: 136 km;
  • Duração média da viagem: De 1h40 a 2h50 de carro e 1h33 de trem.

7. Reims

Fundada pelos gauleses, Reims teve grande importância no Império Romano. Mais tarde, ficou conhecida por ser sede da coroação de reis franceses.

É considerada a porta de entrada para a região de Champagne-Ardenne, ideal para quem quer fazer a rota da bebida. Como não poderia deixar de ser, a principal atração deste bate e volta de Paris é o champanhe. A cidade concentra inúmeros produtores da bebida e você pode visitá-los, com ou sem degustação, e conhecer sua história.

Reims conta com galerias subterrâneas com quilômetros de extensão, que armazenam milhões de garrafas de champanhe, protegendo-as da luz e calor.

É possível visitar famosas casas e suas adegas como Veuve Clicquot-Ponsardin, Maison Mumm, Maison Taittinger, Maison Ruinart, entre outras. Se preferir, há excursão pela cidade de Reims com degustação na Veuve Clicquot a partir de 275€ por pessoa.

Catedral de Notre-Dame era o local de coroação dos reis da França

Outro ponto turístico que não pode ficar de fora da viagem é a Catedral Notre-Dame de Reims, onde reis franceses foram coroados durante séculos. Patrimônio Mundial da Unesco, foi construída entre 1211 e 1516 e é considerada um dos melhores exemplos da arquitetura gótica.

Também não deixe de ver:

  • Palácio de Tau;
  • Basílica de Saint-Remi;
  • Museu Saint-Remi.

Como ir de Paris para Reims?

De carro siga pela estrada A4. De transporte público pegue o trem TGV na Gare de l’Est e desça em Reims.

  • Distância de Paris: 144 km;
  • Duração média da viagem: 1h25 a 2h10 de carro e  46 minutos de trem.

8. Lille

Se quiser visitar um lugar diferente e sair dos roteiros tradicionais, Lille, conhecida como Capital de Flandres, é uma das possibilidades. Localizada no norte da França, quase na fronteira com a Bélgica, é a capital da região de Hauts-de-France.

O ponto de partida para um passeio é a Grand’Place, a praça principal da cidade, existente desde a Idade Média. Ponto de encontro dos moradores, é rodeada por belos prédios.

Campanário da Câmara do Comércio é um dos prédios históricos de Lille

Um dos edifícios mais famosos e mais bonitos é a Antiga Bolsa de Valores (Vieille Bourse). Logo em frente, você poderá ver a Furet du Nord, uma das maiores livrarias da França.

Em Lille o que não faltam são monumentos históricos e bela arquitetura. Percorra as ruas de pedra do centro histórico, chamado Vieux-Lille, caracterizado por construções de tijolos vermelhos do século XVII.

Conheça também:

  • Campanário da Prefeitura (Beffroi de L’Hotel de Ville);
  • Campanário da Câmara do Comércio (Beffroi de la Chambre de Commerce);
  • Catedral de Notre-Dame de La Treille;
  • Museu de Arte e História (Musée de L’Hôspice Comtesse);
  • Palácio de Belas Artes (Palais des Beaux-Arts).

Como ir de Paris para Lille?

De carro siga pela estrada A1. De transporte público pegue o trem TGV na estação Gare du Nord e desça em Lille-Flandres.

  • Distância de Paris: 226km;
  • Duração média da viagem: 2h20 a 3h30 de carro e 1h02 de trem.

9. Dijon

Capital de um poderoso ducado na Idade Média, Dijon fica na região da Borgonha, uma das principais áreas de produção de vinhos na França. A cidade é conhecida mundialmente pela mostarda e por ser uma das capitais do vinho.

O centro histórico de Dijon é Patrimônio Mundial da Unesco e a melhor maneira de conhecê-lo é seguindo a Trilha da Coruja, um percurso a pé passando pelos 22 principais pontos turísticos. Cada ponto tem uma placa numerada de metal no chão com o símbolo da coruja e um pequeno triângulo fazendo a sinalização.

Uma das principais atrações é o Palácio dos Duques e Estados da Borgonha, complexo em que a antiga residência dos duques se une ao Palácio dos Estados da Borgonha.

Atualmente o palácio abriga a prefeitura, museu de Belas Artes, arquivo municipal e o escritório de turismo. No centro do complexo está a Torre do Duque Filipe, o Bom (Tour Philippe le Bon), construída entre 1450 e 1460. A subida vale a pena pois, do alto de seus 46 metros, proporciona uma bela vista panorâmica da cidade.

Se quiser uma programação diferente, que tal participar de uma harmonização de queijos e vinhos? A atividade custa a partir de 45€ por pessoa.

Não deixe de ver:

  • A coruja (La Chouette), no final da trilha;
  • Catedral Saint-Bénigne;
  • Igreja Notre-Dame;
  • Poço de Moisés.

Como ir de Paris para Dijon?

De carro siga pela estrada A6. De transporte público: Pegue o trem rápido TGV na estação Gare de Lyon e desça em Dijon.

  • Distância de Paris: 315 km;
  • Duração média da viagem: De 3h a 4h20 de carro e 1h39 de trem.

10. Monte Saint-Michel

Localizado em uma baía na fronteira entre Normandia e Bretanha, Monte Saint-Michel é outra dica de bate e volta de Paris. A viagem dura o dia todo e pode ser um pouco longa, mas a vista e a experiência valem a pena. Patrimônio Mundial da Unesco, é considerada uma ilha sagrada.

Sua história tem início no ano 708, com a construção do primeiro santuário em homenagem ao Arcanjo Miguel no topo da colina. Mais tarde, em 966, uma abadia beneditina se desenvolveu no local, que logo se tornou um dos principais destinos de peregrinação na Europa.

Visitar a ilha medieval e sua abadia é uma experiência única

A principal atração deste vilarejo medieval murado é a abadia. Para chegar até ela, caminhe pela rua principal, íngreme e sinuosa, onde há lojas, restaurantes, museus e hotéis. Admire sua grandiosa construção e visite-a por dentro.

Outra opção para chegar à abadia é contornando as muralhas, assim você já desfruta da paisagem histórica. E, se tiver oportunidade, não deixe de assistir ao belo espetáculo da natureza que também trouxe fama ao Monte Saint-Michel: a subida da maré.

Se não quiser fazer este passeio por conta própria, há a opção de excursão guiada de Paris até Monte Saint-Michel. O passeio custa a partir de 159€ por pessoa.

Como ir de Paris para Monte Saint-Michel?

De carro: siga pela estrada A13 e depois pela A84. De transporte público da estação Saint-Laraze, pegue o trem TER 3309 e desça em Gare de Caen. Em seguida, pegue o ônibus em direção a Saint Marlo e desça em Mont Saint-Michel.

  • Distância de Paris: 357km;
  • Duração média da viagem: de 3h20 a 4h40 de carro e 3h46 de trem + ônibus.

11. Estrasburgo

Se quiser ter uma prévia de como é a região da Alsácia, uma boa ideia é fazer um bate e volta de Paris para Estrasburgo. E lembrando que este é um destino ideal para ir de trem rápido, já que de carro não valeria a pena por causa da distância.

A cidade fica na fronteira da França com a Alemanha, por isso reúne características culturais, arquitetônicas e gastronômicas dos dois países. Também é famosa por ser sede do Parlamento Europeu.

Casas em enxaimel e o colorido das flores dão charme ao distrito Petite France

A cidade é pequena e a estação de trem fica bem perto do centro histórico, ou seja, é possível visitar tudo a pé. A principal atração é a imponente catedral gótica Notre Dame, símbolo de Estrasburgo, construída entre os séculos XIII e XV.

Ande pelo centro histórico de Estrasburgo (Grande Île), protegido pela Unesco, e se perca neste ambiente de atmosfera medieval. Descubra a Place Kléber, a principal praça da cidade.

Bem perto, caminhe pelas ruazinhas de La Petite France. O bairro mais pitoresco da cidade, que fica à beira d’água, tem casas dos séculos XVI e XVII. No mesmo distrito, visite as Pontes Cobertas (Ponts Couverts), conjunto de pontes e torres do século XIII.

E se sua viagem para Paris for no fim do ano, faça questão de visitar Estrasburgo, pois a cidade tem o Mercado de Natal mais antigo da França, de 1570. Não vá perder!

Conheça também:

  • Casa Kammerzell;
  • Barragem Vauban;
  • Parlamento Europeu;
  • Neustadt;
  • Praça da República (Place de La République).

Como chegar em Estrasburgo

De carro siga pela estrada A4. De transporte público, pegue o trem TGV na estação Gare de l’Est e desça em Estrasburgo.

  • Distância de Paris: 492 km;
  • Duração média da viagem: de 4h20 a 6h20 de carro e 2h20 de trem.

Como alugar um carro para conhecer as cidades próximas de Paris?

Para fazer um bate e volta da Cidade Luz de uma forma mais confortável, nada melhor do que alugar um carro em Paris, assim você pode ir no seu ritmo e fazer pit stops não programados pelo caminho. Para isso, indicamos a DiscoverCars, um comparador com os melhores serviços e custo benefício.

Em uma simulação para três dias de aluguel de um carro econômico com cinco lugares, com três meses de antecedência e retirada e devolução no mesmo local, o valor fica 239,17€.

Cuidados ao programar seu bate e volta de Paris

Quando estiver planejando sua viagem, já escolha algumas possibilidade de bate e volta de Paris pois, com antecedência, fica tudo mais fácil. Faça um roteiro de onde quer ir e o que visitar, evitando assim perder tempo, item precioso quando se está viajando.

Além disso, não se esqueça de providências importantes ao viajar para o exterior:

  • Contratar um seguro viagem Paris é fundamental para sua segurança e obrigatório para entrar na Europa. No Seguros Promo você encontra os melhores planos;
  • O chip internacional é um dos itens mais importantes da viagem. Afinal, você não vai quer ficar sem internet na rua, quando precisar acessar informações do roteiro, fazer pesquisas ou postar nas redes sociais. Nossa recomendação é a America Chip;
  • Tenha sempre um cartão de débito que funciona na Europa. Gratuito, o Cartão Wise possibilita fazer compras internacionais com tarifas econômicas e sem custo de transação.

Vale a pena fazer um bate e volta de Paris?

Sim, vale muito a pena, especialmente se você ficar mais do que 5 dias na cidade, assim terá tempo suficiente para conhecer os pontos turísticos de Paris, ou caso não seja sua primeira vez por lá.

Se este é o seu caso, veja aqui todas as dicas de cidades próximas a Paris e comece agora mesmo a preparar seu roteiro na França. Com todas estas dicas, agora só falta arrumar as malas. Boa viagem!

  • Já tem um cartão de débito que funciona na Europa?

    O Cartão Wise é um cartão multimoeda gratuito, seguro e com tarifas econômicas. O cartão é entregue no Brasil e válido em toda a Europa.

    PEDIR CARTÃO →
  • Sabia que é obrigatório ter seguro viagem para entrar na Europa?

    No Seguros Promo você encontra seguradoras renomadas e planos de seguro viagem com o melhor custo-benefício.

    COTAR SEGURO →
  • Quer receber conteúdos incríveis para planejar sua Eurotrip?

    Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos e dicas de viagem imperdíveis.

    ASSINAR AGORA
  • Quer ter internet ao chegar à Europa?

    O chip internacional da America Chip é a melhor escolha. Funciona em toda a Europa, tem internet ilimitada e os preços são ótimos.

    VER PLANOS →

Artigos recentes

Onde comer em Zurique: um guia gastronômico da cidade

Você está planejamento a sua viagem para a Suíça e já está pensando onde comer…

21 de maio de 2024

Ingresso Oceanário de Lisboa: confira preços e onde comprar

Na sua próxima ida à Lisboa, mergulhe no universo dos oceanos. Veja todas as informações…

20 de maio de 2024

Acampar na Alemanha: uma imersão cultural que cabe no bolso

Pode ser que você acredite que acampar não é para você. Você lembra daquela experiência…

19 de maio de 2024

Transfer na Europa: entenda como funciona e onde reservar

Ao viajar para o exterior, uma das preocupações dos turistas é garantir um transporte seguro…

19 de maio de 2024

Onde ficar em Malta? Guia das melhores regiões e hotéis da ilha

Com suas belas praias, paisagens naturais de tirar o fôlego e cultura interessante, Malta é…

18 de maio de 2024

O que fazer em Granada? Roteiros e dicas imperdíveis

Conhecida por sua belíssima arquitetura medieval, Granada é uma cidade espanhola que fica na região…

17 de maio de 2024