Casa Milà em Barcelona: mais uma obra de Gaudí que você deve visitar

Visitar Barcelona  / 

Anote aí no seu roteiro de viagem essa atração imperdível de Barcelona: a Casa Milà, também conhecida como “La Pedrera”. É uma entre tantas obras incríveis de Gaudí, o famoso arquiteto espanhol. Casa Milà é uma das criações de Gaudí que você encontrará pelas ruas de Barcelona. Não a admire somente pelo lado de fora, vale muito a pena conhece-la por dentro.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

Onde fica a Casa Milà

A Casa Milà é de fácil acesso. Se encontra próxima de duas estações de metrô: Diagonal e Provença. A obra de Gaudí está localizada na rua Passeig de Gracià, 92, na cidade de Barcelona.

De longe já é possível identificá-la, pois se trata de uma grande construção, que vai até a esquina da rua, com tonalidades de bege, com portas e janelas de formatos diferenciados.

Pode acreditar: se a fachada da Casa Milà impressiona, será maior a sua surpresa quando fizer a visita na parte interna.

Veja também 10 pequenas cidades da Espanha que valem a pena visitar.

Breve história da Casa Milà

A obra de Gaudí ergueu-se entre os anos de 1906 e 1912. O nome escolhido é exatamente o nome da família que viveria na construção. Porém, a ideia não era construir um prédio para uma única família, mas sim alugar apartamentos para outras pessoas.

A obra, que é uma das mais famosas do arquiteto espanhol, foi declarada Patrimônio Mundial da UNESCO, no ano de 1984. Nos dias atuais, além de receber a visita de milhares de turistas todos os anos, a Casa Milà abriga a sede da Fundação da Catalunha.

Veja como visitar o Park Guell, outra famosa obra de Gaudí.

Programando a visita

Se você é daqueles viajantes que consegue planejar um roteiro e segui-lo à risca, aconselho a comprar o ingresso antecipadamente. Você pode fazer a compra online.

A entrada com guia de áudio custa:

Adultos: 22€;
Crianças entre 7 e 11 anos: 11€;
Menores:  não pagam;
Maiores de 65 anos: 16,50€.

Os valores acima são para quem efetua a compra online. Na bilheteria custará 3€ a mais.

Você sabia que a Sagrada Família também é obra do arquiteto Gaudí.

Visita noturna

A outra opção é a entrada noturna, neste caso, o valor da entrada é de 41€ (entrada dia e noite).

Veja como comprar ingressos para Casa Milà com os melhores preços.

Horário de funcionamento

Os horários de visita à Casa Milà são os seguintes:

  • Entre os dias 1 de março e 4 de novembro: de segunda a domingo das 9:00 às 20:30. As visitas noturna acontecem entre 21:00 e 23:00;
  • Entre os dias 5 de novembro até 28 de fevereiro: a visita inicia no mesmo horário, porém, se encerra mais cedo, 18:30. Também fica aberta de segunda a domingo. Sendo as visitas noturnas entre 19:00 e 21:00.

Somente 3 datas do ano a Casa Milà fecha para visitas: 25 de dezembro e de 7 a 13 de janeiro de 2019.

Curte a vida noturna? Então dá uma olhada em nossa lista das 8 melhores baladas de Barcelona.

O que você verá na sua visita à Casa Milà

O ingresso de entrada dá acesso aos seguintes pontos da construção de Gaudí:

  • Azoteca (Terraço);
  • Espai Gaudí;
  • Piso de época – onde você poderá ver como era a vida de uma família burguesa de Barcelona, através dos ambientes que foram recriados;
  • Los Patios;
  • Sala de exposições, o coração do prédio e onde onde morava a família Milà.

Conheça os pontos turísticos de Barcelona.

o que voce vera na sua visita a casa mila
Prefere planejasr sua visita? No site você encontra a agenda das atrações e exposições que ocorrem na Casa.

Turismo Inclusivo

Importante ressaltar que a Casa Milà é acessível para quem possui deficiência físicas. Há elevadores, rampas, banheiros adaptados, empréstimos de cadeira de rodas, guia de áudio adaptada e acesso prioritário.

Como Chegar a Casa Milà

  • De ônibus as linhas que passam por lá são: V15, V17, H10, H8, 7, 22, 24, 6, 33, 34;
  • Metrô: o número das linhas são 3 e 5.

Se você estiver na Plaça da Catalunya, que é um ponto central e turístico da cidade, pode seguir para Casa Milà caminhando. São mais ou menos 15 minutos de caminhada.

Veja a lista dos principais pontos turísticos da Espanha.

Ao redor da Casa Milà

A sua visita pode durar em média uma hora, uma hora e meia, então, dá para aproveitar o resto do dia e ver as atrações que estão perto da Casa Milà.

Uma dica é terminar a visita e seguir para Casa Batlló, que está bem pertinho e você continua por dentro da obra de Gaudí. Quando estiver caminhando pela as avenidas Passeig de Gràcia e Quadrat d’Or observe o seu entorno porque terá a oportunidade de ver importantes construções, praticamente uma visita à um museu ao céu aberto.

Confira os melhores hotéis em Barcelona.

Casa Batlló

Sobre a Casa Batlló, também merece ser vista por dentro. A sua entrada custa 24,50€, o bilhete mais econômico. Você pode comprar o ingresso online.

Também há a opção de ter uma visita diferenciada, pagando 37€ ou optar, pagando os mesmos 37€, por uma visita “teatralizada”. Crianças com menos de 7 anos não pagam e quem irá mostrar a casa para os visitantes nesta modalidade de visita é o próprio Gaudí.

Conheça o Barcelona Card: veja como funciona, quanto custa e quais as vantagens.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
COMPARTILHE
Autor

Ana Bárbara é autora e editora no Euro Dicas Turismo. Formada em jornalismo, é apaixonada por viagens e gosta de usar o tempo livre para conhecer novos lugares, livros, filmes e pessoas.