Viajar exige planejamento e organização, e preparar um checklist de viagem é essencial para evitar estresse e correria durante o passeio. E não há nada pior do que pegar o avião com aquela sensação de que esquecemos de algo importante, não é mesmo?

Para que a sua viagem seja tranquila e você possa aproveitar cada momento ao máximo, separamos uma lista completa com tudo que você precisa levar na sua viagem internacional.

Checklist de viagem: documentos essenciais

O item número um do seu checklist de viagem deve ser a documentação. Sem alguns desses itens você poderá ter problemas ao chegar na imigração do outro país. Por isso, dê atenção a essa etapa do seu planejamento.

1. Passaporte válido

Para sair do Brasil é necessário ter um passaporte válido, ou seja, que não esteja vencido. O passaporte brasileiro tem validade de dez anos, portanto fique atento à data da sua viagem.

Além disso, seu passaporte precisa ter, no mínimo, três meses (90 dias) de validade a partir da data de partida do território europeu.

Por exemplo, se você viaja do dia 15 de janeiro de 2023 ao dia 10 de fevereiro de 2023, seu passaporte precisa ser válido até o dia 15 de maio do mesmo ano (data de retorno + três meses).

Uma das vantagens de fazer uma viagem para Europa é que boa parte dos países fazem parte do Espaço de Schengen, o que permite, atualmente, a livre circulação de brasileiros por até 90 dias.

No entanto, a partir de novembro de 2023 será necessário solicitar uma permissão para ingressar ao continente. O ETIAS, sigla em inglês para “Sistema Europeu de Informações e Autorização de Viagem”, passará a ser obrigatório para 60 países, incluindo o Brasil.

Vale reforçar que a permissão não é um visto, mas apenas uma forma de garantir a segurança e proteger as fronteiras. O ETIAS terá validade de três anos após a aprovação – a não ser que seu passaporte expire antes.

2. Seguro Viagem

Outro tópico importante no seu checklist de viagem é o seguro viagem internacional. Independentemente de ser obrigatório, a melhor opção é sempre optar por fazê-lo.

De acordo com as regras do Tratado de Schengen, o seguro é exigido com cobertura mínima de 30 mil euros para despesas médicas e hospitalares, ou o valor equivalente em dólares.

O principal benefício do seguro viagem é você poder fazer um passeio tranquilo, com a certeza de que qualquer imprevisto não vai lhe causar – tanto – transtorno. Eles não costumam pesar muito no bolso e as coberturas podem incluir extravio de bagagem, cancelamento de voos ou qualquer acidente que ocorra durante sua viagem.

O Seguros Promo é um comparador de seguros de viagem que oferece as melhores opções para o seu destino. As coberturas variam conforme o plano escolhido, mas uma das vantagens do site é a garantia de atendimento 24h em português.

3. Comprovante de hospedagem (ou carta-convite)

O comprovante de hospedagem normalmente é exigido na imigração como uma “garantia” de que você não pretende ficar no país ilegalmente.

Como já é costume fazermos as reservas de hospedagem junto com a compra das passagens aéreas, você não terá problemas com isso. Basta incluir no seu checklist de viagem e imprimir as reservas de hotel, hostel ou Airbnb para apresentar quando solicitado.

Caso você fique na casa de algum familiar ou amigo que é residente legalizado do país de destino, é possível solicitar uma carta convite ao seu anfitrião. Ela nada mais é do que um documento simples feito pelo morador assumindo a responsabilidade pela sua estadia. Com isso em mãos, você não precisa apresentar outras reservas de hospedagem.

Agora, se assim como eu, você gosta de escolher sua própria acomodação, recomendo o Booking.com, que traz diversas opções de hospedagem em diferentes cantos da Europa. Os filtros do site são ótimos e ajudam a escolher o melhor lugar conforme o objetivo da sua viagem.

4. Comprovante financeiro

A comprovação financeira é um documento importante do seu checklist de viagem, apesar de nem sempre ser solicitado. O que depende muito do humor do agente que irá lhe atender.

Mas, na dúvida, sempre leve com você essa garantia, pois, caso solicitem e você não tenha nada para apresentar, poderá ter seu acesso ao país negado.

Nesse caso, vale a cópia do limite do seu cartão de crédito, do saldo disponível na sua conta bancária ou do cartão pré-pago internacional e, inclusive, dinheiro vivo na moeda local. Aliás, essa última opção é bem importante que você tenha para mostrar, pois é comum que solicitem.

Homem com dinheiro em espécie
Um dos itens do seu checklist de viagem é a comprovação financeira, exigida na imigração do país de destino

O valor por dia pode variar bastante de acordo com o país. Porém, estima-se que a quantia mínima por dia fique em torno de 70€. Ainda em alguns casos, a carta convite exime a pessoa de apresentar a comprovação financeira – mas nunca conte com essa possibilidade sem ter certeza. Você também deve fazer os cálculos de quanto custa uma viagem para Europa para estimar seus gastos.

A dica é: leve algum dinheiro em espécie e seu/seus cartões de crédito com a comprovação do limite disponível. Alguns bancos costumam aumentar o limite dos cartões em caso de viagens internacionais e essa pode ser uma opção para você viajar mais tranquilo.

5. Passagem de volta para o Brasil

Junto com os demais documentos, você precisa apresentar na imigração a sua passagem de retorno para o Brasil. Normalmente, esse é o primeiro item solicitado, que traz segurança e comprova que você não pretende ficar ilegalmente no país.

Caso seu retorno não seja diretamente para o Brasil, vale comprovar a volta para outro país que esteja fora do Espaço de Schengen.

Importante que o seu retorno seja em até 90 dias, uma vez que esse é o limite para entrar na Europa sem a necessidade de um visto.

6. Carteira de motorista ou PID

Apesar da Europa ter diversas opções de transporte público eficientes, a flexibilidade e facilidade de se locomover de carro pode lhe garantir algumas experiências únicas e até mesmo otimização de tempo durante os passeios.

Para dirigir de carro na Europa é preciso ter a sua CNH e a PID – Permissão Internacional para Dirigir – caso seu destino seja um dos 76 países signatários da Convenção de Viena.

Portanto, se você pretende alugar um carro na Europa, é importante ter a sua CNH em dia e a PID, que comprova que você tem permissão para dirigir fora do Brasil. Informe-se no Detran da sua cidade. A solicitação pode ser feita pela internet e o documento é emitido em poucos dias.

7. Comprovante de Vacinação

Apesar da maioria dos países já ter retirado as restrições de entrada para brasileiros em relação à pandemia, há exceções que exigem o certificado de vacinação ou teste PCR negativo.

Na dúvida, vale manter a vacinação em dia, pois as regras podem mudar a qualquer momento e o comprovante pode ser exigido. No aplicativo do Conecte SUS é possível emitir o certificado nacional de vacinação da Covid-19 em inglês e espanhol. Portanto, não custa nada imprimir o seu e incluir no seu checklist de viagem.

Dicas extras para a documentação

  • Imprima todos os documentos necessários para a sua viagem e faça ao menos duas cópias de cada. Separe tudo em uma pastinha e deixe com você na hora do voo;
  • Tenha também uma versão digital de todos os seus documentos no seu e-mail ou pasta da nuvem como garantia caso você perca os documentos impressos;
  • Escaneie, inclusive, seu passaporte e documentos de identidade brasileiros.

Checklist de viagem: o que levar na mala de mão

Existem diferentes regras do que pode ser levado na bagagem de mão de acordo com cada companhia aérea, mas uma coisa é certa: você pode ter certeza que toda a documentação citada acima deve permanecer com você.

No site da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) tem uma lista bem completa de itens que podem ou não ser transportados em voos. Vale conferir também as regras da União Europeia, caso você tenha escalas dentro do continente ou pegue voos internos durante a sua viagem.

De qualquer forma, tente ir o mais leve possível e leve com você apenas o essencial. Abaixo listamos alguns itens que você pode incluir no seu checklist da bagagem de mão:

Celular e carregador

Item imprescindível na bagagem de mão, o celular e o carregador podem ir com você, e ainda são permitidos carregadores portáteis contendo baterias de lítio, desde que não excedam o limite de 100Wh.

Antes da viagem, certifique-se de que seu telefone está com bateria e deixe salvo todos os contatos importantes que você pode precisar durante a viagem, como embaixada brasileira no país de origem, familiares, contato do seguro e autoridades locais.

Amigas em aeroporto
Na bagagem de mão, em geral, você pode levar até 10kg, além de um artigo pessoal

Separe também o seu chip internacional para utilizá-lo quando chegar ao país. Ele facilita a sua vida durante a viagem, permitindo que você continue conectado com seu número do Brasil e com um ótimo custo-benefício.

Além disso, antes do embarque no Brasil, confira o trajeto que você precisa fazer para sair do aeroporto quando chegar na Europa, baixe todos os aplicativos de viagem necessários, como de tickets e transporte público e separe o endereço de onde você deverá se hospedar.

Objetos pessoais para levar na bagagem de mão

Além do seu celular, você pode levar com você no avião outros itens pessoais:

  • Todos os seus documentos citados acima (originais e as cópias);
  • Dinheiro, cartão de débito e chip internacional;
  • Máquina fotográfica, laptop, e-reader, fones de ouvido e adaptador universal;
  • Balança digital portátil de bagagem (bastante útil quando você pretende despachar mala);
  • Livro impresso;
  • Objetos de conforto, como almofada de pescoço, máscara para olhos e tampões de ouvido;
  • Óculos de sol, de leitura e lentes de contato com seus acessórios;
  • Comidinhas, como barrinhas, chocolate e pastilhas;
  • Itens de higiene pessoal, como escova de dentes (super recomendo em viagens longas), pasta de dentes, fio dental, escova de cabelo, absorventes e lenço umedecido;
  • Máscaras descartáveis (elas ainda são exigidas durante alguns voos) – ideal trocar a sua a cada duas horas;
  • Maquiagem, álcool em gel, creme para mãos e desodorante – mas atente-se para as regras da sua companhia aérea;
  • Remédios de uso contínuo ou para dor de cabeça e enjoos;
  • Itens básicos de primeiros socorros, não se preocupe em levar todos, pois os comissários possuem dentro do avião caso seja necessário;
  • Uma muda de roupa, peças íntimas, calça, blusa e casaco, para caso a bagagem seja extraviada.

Em voos internacionais só são permitidos frascos líquidos em embalagens de até 100 ml. Os kits transparentes de viagem para itens de higiene pessoal são ótimos para essas situações, caso você queira levar uma pequena quantidade do seu shampoo, condicionador ou creme corporal.

Ficar conectado na Europa nunca foi tão fácil

Com a America Chip você tem internet 4G ilimitada durante toda a viagem. Escolha entre o chip e o eSIM e aproveite a Europa com a melhor conexão a partir de USD 40.

Ver Planos →

Checklist de viagem: o que levar na mala de porão

Existem algumas restrições na bagagem despachada em relação a itens como baterias e aerossóis, mas isso tudo você pode conferir antes no site da companhia aérea.

Atualmente, para voos internacionais, o limite de peso por bagagem despachada é de 23kg. O valor a ser pago depende da classe em que se viaja, tipo de tarifa, enfim. Mas, um bom planejamento através do checklist de viagem garante que você evite pagar valores extras.

Roupas, sapatos e acessórios

Talvez os itens que mais geram volume dentro da sua mala despachada sejam esses. Uma sugestão que vai facilitar a sua vida é acompanhar a previsão do tempo do seu local de destino para ter uma estimativa de como será o clima quando você estiver lá. Assim fica mais fácil saber o que levar na mala.

Pessoa fazendo as malas para viagem
Fique atento às restrições de itens de cada companhia aérea antes de arrumar a mala para a viagem

Roupas de calor costumam ser leves e fáceis de dispor na mala, mas quando se trata de roupas para o frio, pode ser válido comprar sacos à vácuo para facilitar a organização, pois ajudam a diminuir bastante o volume de casacos e blusões, por exemplo.

Como boa taurina, sempre priorizo as roupas confortáveis, mas nunca abro mão do estilo. Então, escolho aquelas práticas e versáteis, que podem ser usadas em diferentes ocasiões e combinadas com várias peças.

Para o verão:

  • Blusas, camisas e t-shirts, vestidos, jeans, bermudas, calças, casacos leves e blusinhas compridas (nunca subestime as temperaturas à noite);
  • Roupas íntimas e de praia;
  • Pijamas;
  • Saídas de banho;
  • Chapéu e boné;
  • Chinelos;
  • Tênis confortável;
  • Óculos de sol;
  • Bolsa de praia/ecobag;
  • Mochila;
  • Toalha de banho e de praia.

Para o inverno:

  • Roupa térmica (calça e blusa);
  • Blusas, blusões, moletom, calças, casaco de lã, casaco impermeável (de chuva e/ou corta-vento);
  • Meias grossas;
  • Roupas íntimas;
  • Touca, luva, cachecol e meia-calça;
  • Tênis confortável;
  • Botas (de neve ou com sola antiderrapante);
  • Mochila e/ou bolsa;
  • Toalha de banho.

Confira outros itens para incluir na sua bagagem despachada:

  • Necessaire com itens de higiene pessoal contendo todos os itens que você usa no dia a dia (escova e pasta de dentes, fio dental, sabonete, shampoo, condicionador, cotonetes, hidratante, desodorante, lâmina de barbear – ou cera para depilar – alicate de unhas, lixa, cortador, pinça, perfume dentre outros);
  • Necessaire de maquiagem;
  • Porta-joias/bijuterias;
  • Medicamentos de uso contínuo com receita;
  • Pastilhas para garganta, curativos, e outros remédios;
  • Saquinhos para roupas sujas;
  • Kit de costura básico, para emergências;
  • Protetor solar e labial.

Dicas extras para a viagem

Depois de tantos itens no checklist de viagem, separamos algumas dicas finais que vão tornar a viagem mais tranquila:

No dia da viagem, preze pelo conforto

Escolha a roupa mais confortável que você tiver! Use peças leves, tênis confortável – pois a correria no aeroporto pode exigir bastante dos seus pés.

Se no seu destino estiver frio, coloque uma roupa térmica na bagagem de mão ou utilize uma segunda pele de lã merino, pois ela retém o calor do corpo e absorve a umidade, sem causar suador.

Identifique e proteja sua bagagem despachada

Proteger sua bagagem vai muito além do cadeado – que também é indispensável. Identifique sua mala despachada, seja com uma fitinha ou uma tag com seus contatos.

Se possível, também adquira o seguro/proteção de bagagem que você pode comprar no aeroporto, no dia da viagem. Eles costumam ser bastante chamativos, ajudando na identificação e na proteção contra arranhões, além de trazerem outros benefícios em caso de perda da bagagem.

Leve com você uma balança digital

Já foi citado nos itens do checklist de viagem da bagagem de mão, mas não custa reforçar. A balança de bagagem pode realmente evitar uma série de problemas na hora de retornar para o Brasil.

Se você pretende trazer algumas lembrancinhas na mala e não quer pagar por excesso de bagagem, vale a pena investir em uma balança portátil para controlar o peso da mala despachada.

Lembrando que os valores variam conforme a companhia aérea, mas em voos internacionais, normalmente as taxas são cobradas em dólares.

Prepare os looks da viagem por ocasião

Quantas vezes você já foi viajar e acabou levando bem mais peças do que precisava? Pois essa dica é essencial para evitar situações como essa, de levar na mala coisas desnecessárias.

Pense no roteiro pela Europa que você planejou para a sua viagem e no que será feito em cada dia. Separe as peças conforme as ocasiões e priorize aquelas que você consegue utilizar de diferentes formas. Assim, você não ocupa muito espaço na mala e não perde tempo escolhendo looks antes de cada passeio.

Compre os tickets para as atrações com antecedência

O tempo é valioso durante uma viagem e ninguém quer perder tempo em filas quilométricas. Para garantir o acesso aos pontos turísticos sem enfrentar esse problema, minha dica é comprar os ingressos das atrações com antecedência.

Vale pesquisar nos sites oficiais ou garantir alguns combos bem interessantes no Get Your Guide.

Agora é só separar seu checklist de viagem, preparar as malas e curtir suas férias. Aqui no site temos várias dicas de roteiros e locais para visitar em diferentes cantos da Europa, além de esclarecer todas as dúvidas sobre a sua viagem!