Sevilha: o lugar onde mora a verdadeira cultura Espanhola

Visitar Espanha  / 

A Espanha é dividida em diversas comunidades autônomas. Porém, o que conhecemos do país com seu flamenco, touradas, tascas e tapas, está ainda mais real na região da Andaluzia, de onde Sevilha é a capital.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Dizem por aí que Sevilha é apaixonante. É onde a Espanha torna suas formas ainda mais concretas. É a Espanha que conhecemos torna a tradição ainda mais forte.

Sevilha é história e conheceremos um pouco mais sobre a cidade por aqui.

Onde fica a cidade de Sevilha

Sevilha, que em castelhano se escreve Sevilla, está localizada a sudoeste da Península Ibérica. Fica situada na comunidade autônoma da Andaluzia, sendo sua capital.

Sevilha é, ainda, a quarta maior área metropolitana por número de habitantes na Espanha.

Como ir à Sevilha

As duas melhores formas de chegar à Sevilha são de carro ou trem, a partir de outras cidades espanholas.

Utilizando os trens de alta velocidade, é fácil ir à cidade saindo de Madrid, Barcelona, Córdoba ou Barcelona, por exemplo. Para ver tarifas, partidas e horários, consulte o site oficial da Renfe, a empresa ferroviária da Espanha.

De carro, a cidade fica a 530 quilômetros ao sul de Madrid, aproximadamente 5 horas de viagem. Porém, se preferir ir de avião, o Aeroporto de Sevilha fica bem localizado.

Faça uma busca em comparadores de passagens aéreas. Assim, é mais prático para encontrar os melhores valores na época em que deseja fazer a viagem.

Sugerimos fazer uma comparação utilizando o comparador do site Kayak. Ainda é possível colocar alertas de passagens, para receber sempre a baixa ou o aumento dos preços.

Como se locomover em Sevilha

Como na maioria das cidades espanholas, e europeias, a melhor maneira de se locomover é a pé, especialmente no centro histórico. A cidade de Sevilha também e bem servida de transporte público, usados para distâncias maiores.

Metrô

O metrô de Sevilha é pequeno e conta apenas com 1 linha, divididos em três zonas tarifárias diferentes. São 22 estações, que funcionam de segunda a quinta, das 6h30 às 23h. Nas sextas, sábados e vésperas de feriado, funcionam até às 2h da manhã.

Ônibus

São 44 linhas diurnas de ônibus urbano em Sevilha e 9 noturnas, e todas circulam nas zonas do centro e arredores da cidade. Funcionam das 6h às 23h.

Outros meios de transporte em Sevilha

Além dos táxis, presentes na maioria das cidades, existem outras duas possibilidades de transportes alternativos em Sevilha.

A primeira, é de bicicleta. Por ser uma cidade relativamente pequena, uma Excursão de Bicicleta de 3 Horas em Sevilha dá para ter um bom panorama da cidade. A partir de 25€, por pessoa.

A segunda opção é aproveitar os ônibus turísticos Hop-on Hop-off em Sevilha. Eles podem ser adquiridos para 24 ou 48 horas e custam 21€ para 24 horas, ou 29€ para 48 horas.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Conheça uma breve história da cidade

A origem da cidade de Sevilha ainda não foi totalmente desvendada. Ela é contada através de lendas, que a associam a uma tribo ibérica dos turdetanos, que habitavam o vale do Guadalquivir, o rio onde a cidade margeia. Posteriormente, foi povoada por gregos, fenícios e cartagineses.

Foi em 1091 que a cidade foi invadida pelos Almorávidas e, depois, pelos Almóadas. É desta época a construção da Torre del Oro e do que ainda existe de Giralda. No século XVI, foram construídos outros edifícios importantes, como o centro da cidade, a Catedral e o Arquivo das Índias.

Com o início do Estado das Autonomias, a cidade se converteu na Comunidade Autônoma da Andaluzia. A Exposição Universal de 1992 tornou Sevilha uma das cidades mais importantes da Espanha.

Torre del Oro Sevilha

Veja um roteiro Portugal e Espanha e conheça os dois países juntos.

Lista de 10 passeios que devem estar no seu roteiro em Sevilha

São muitas as atrações em Sevilha, especialmente a própria cidade, que merece ser vista de olhos bem abertos para se inspirar com o melhor que existe na cultura espanhola. A cidade é carregada de história, o que reflete na sua própria arquitetura.

Separamos as 10 principais, para ajudar no seu roteiro.

1. Giralda

Considerada o cartão postal da cidade, a Giralda é o monumento mais emblemático de Sevilha. A torre foi construída durante o período muçulmano, inspirada na Mesquita Koutoubia, que fica em Marrakech.

A Giralda é uma torre com 101 metros de altura, sendo maior que outras conhecidas, como a Torre de Pisa e até o Big Ben londrino.

É possível entrar e subir, tendo uma vista panorâmica da cidade. Faça uma Excursão Guiada a Alcázar, Catedral de Sevilha e Giralda e conheça 3 atrações no mesmo dia.

Localização: Av. de la Constitución, s/n, 41004 Sevilha
Como chegar: Metrô: Puerta de Jerez, linha 1. Ônibus: linhas C4, C3, 5, 41, 42, C1 e C2
Horário:
Segunda: das 11h às 15h30
De terça a sábado: das 11h às 17h
Domingos: das 14h30 às 18h
Julho e agosto
Segunda: das 10h30 às 16h
De terça a sábado: das 10h30 às 18h
Domingos: das 14h às 19h
Ingresso:
Adultos: 9€. Inclui o ingresso da Igreja do Divino Salvador
Aposentados e estudantes menores de 25 anos: 4€
Menores de 14 anos: entrada gratuita
Segundas das 16h30 às 18h: entrada gratuita

2. Catedral de Sevilha

Como muitas das construções da cidade advindas da cultura moura, a Catedral de Sevilha, ou Catedral de Santa María de La Sede, foi construída sobre os restos de uma antiga mesquita. É considerada o maior templo gótico do mundo, e a terceira maior igreja.

A Catedral foi convertida em igreja depois de a cidade ser conquistada pelos cristãos. Conta com 10 portas, sendo a principal a Puerta Del Príncipe, na Plaza del Triunfo.

Na visita, preste atenção na área interna com patrimônio artístico rico e variado, incluindo verdadeiras obras-primas da história da pintura.

Além disso, o Retábulo Maior é um dos pontos de destaque, toda feita em madeira. Bem como a Tumba de Cristóvão Colombo e um passeio pelo teto.

É possível comprar o Ingresso Sem Fila para a Catedral de Sevilha e Giralda a partir de 18€ por pessoa.

Localização: Av. de la Constitución, s/n, 41004 Sevilha
Como chegar: Metrô: Puerta de Jerez, linha 1. Ônibus: linhas C4, C3, 5, 41, 42, C1 e C2
Horário:
Segunda: das 11h às 15h30
De terça a sábado: das 11h às 17h
Domingos: das 14h30 às 18h
Julho e agosto
Segunda: das 10h30 às 16h
De terça a sábado: das 10h30 às 18h
Domingos: das 14h às 19h
Ingresso:
Adultos 9€. Inclui entrada na Igreja do Divino Salvador
Aposentados e estudantes menores de 25 anos: 4€
Menores de 14 anos: entrada gratuita
Segundas das 16h30 às 18h: entrada gratuita

3. Igreja do Divino Salvador

O segundo maior templo de Sevilha, a Igreja do Divino Salvador também foi construída em cima dos restos de uma mesquita, a Maior de Ibn Adabbas. Sua fachada principal está erguida sobre a Plaza del Salvador.

A visita merece ser feita, pois a Igreja do Divino Salvador é considerada um dos templos mais especiais da cidade. Além disso, restos da antiga mesquita podem ser vistos no exterior, no Patio de los Naranjos.

O ingresso para a visita pode ser adquirido junto ao da Catedral ou ao da Giralda.

Localização: Pl. del Salvador, 3, 41004 Sevilha
Como chegar: Metrô: Puerta de Jerez, linha 1.Ônibus: linha C4, C3, 5, 41, 42, C1 e C2
Horário:
Setembro a junho:
Segunda a sábado, das 11h às 17h30
Domingos, das 15h às 19h
Julho e agosto:
Segunda a sábado, das 10h às 17h30
Domingos, das 15h às 19 horas
Ingresso:
Adultos: 4€
Menores de 15 anos: entrada gratuita
Catedral + Giralda + Iglesia del Divino Salvador: 9€

4. Torre del Oro

Outro dos monumentos simbólicos de Sevilha, a Torre del Oro é uma antiga construção defensiva. Com 36 metros de altura, ela foi construída para proteger a entrada de embarcações inimigas no porto. Foi lugar de encontros furtivos entre reis e damas, e funcionou como capela e prisão.

Atualmente, ela abriga o Museu Naval, que conta a história da importância do rio para o desenvolvimento da cidade. Importante a visita para conhecer a história da cidade e a relação com o rio Guadalquivir.

Se quiser, ainda faça um Cruzeiro de 1 Hora no Guadalquivir, passando pelas pontes históricas da cidade.

Localização: Paseo de Cristóbal Colón, s/n, 41001 Sevilha
Como chegar: Metrô: linha L1. Ônibus: linhas 3, 15, 31 e 21
Horário:
De segunda a sexta: das 9h30 às 18h45
Sábados e domingos: das 10h30 às 18h45
Ingresso:
Adultos: 3€
Estudantes e aposentados: 1,50€
Menores de 6 anos: entrada gratuita
Segunda: entrada gratuita

5. Plaza de España

A majestosa Plaza de España foi construída para a Exposição Ibero-Americana de 1929 e virou mais um dos monumentos de Sevilha. Foram 15 anos de obra no total, utilizando elementos desde mármore e tijolo talhado, até azulejos feitos por artesãos.

Situada no Parque de Maria Luísa, no meio da praça está um grande edifício, emoldurado por duas torres de estilo barroco. Um dos principais atrativos é um canal onde se pode passear de barca.

Localização: Av de Isabel la Católica, 41004 Sevilha
Como chegar: Metro: Prado de San Sebastián, linha 1
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

Saiba mais sobre as Ilhas da Espanha, destinos paradisíacos na Europa.

6. Ponte de Triana

São várias as pontes em Sevilha, mas apenas a Ponte de Triana é considerada Monumento Histórico Nacional, desde 1976. Nomeadamente Ponte de Isabel II, mas mais conhecida como Ponte de Triana, ela une a cidade com o bairro de mesmo nome.

Inaugurada em 1852 é, também, a ponte de ferro mais antiga da Espanha. Tente ver a ponte tanto de dia, como de noite. Aproveite e conheça o bairro de Triana, principalmente para a programação noturna com seus shows de flamenco.

Localização: Puente de Isabel II, Sevilha

7. Arquivo das Índias

Mais um dos aclamados pontos turísticos de Sevilha, é no Arquivo das Índias que se guarda o registro do passado da cidade como porta de entrada do comércio com a Índia.

Construído em 1875, o Arquivo das Índias foi feito com o intuito de reunir a documentação sobre a administração das colônias espanholas. Conta com cerca de 43 mil pastas, entre documentos e mapas.

A visita vale a pena para conhecer o edifício emblemático para a cidade, além de sua arquitetura imponente. Fica bem próxima à Catedral.

Localização: Av. de la Constitución, s/n, 41004 Sevilha
Como chegar: Metrô: Puerta de Jerez, linha 1. Ônibus: linhas C4, C3, 5, 41, 42, C1 e C2
Horário:
De terça a sábado: das 9h30 às 16h45
Domingos e feriados: das 10h às 13h45
Ingressos: entrada gratuita

8. Real Alcázar de Sevilha

Localizado bem no coração da cidade, o Real Alcázar de Sevilha é ainda residência ocasional da Coroa espanhola. O palácio real é considerado o mais antigo, ainda habitado, da Europa.

Declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, é um dos monumentos mais visitados em Sevilha, junto à Catedral. Na visita, preste especial atenção nos Salões de Carlos V, no Pátio de Gesso e no Pátio das Bonecas. Além disso, veja os jardins de Alcázar, com suas fontes e palmeiras.

Faça uma Excursão Guiada com Entrada Prioritária no Real Alcázar de Sevilha e conheça em detalhes o palácio que foi, inclusive, locação para a série Game of Thrones.

Localização: Pl. del Patio de Banderas, 6, 41004 Sevilha
Como chegar: Metrô: Puerta de Jerez, linha 1. Ônibus: linhas C4, C3, 5, 41, 42, C1 e C2
Horário:
De outubro a março:
De segunda a domingo das 9h30 às 18h
De abril a setembro:
De segunda a domingo das 9h30 às 20h
Ingresso:
Adulto: 11,50€
Entrada especial ao Quarto Real Alto: 4,50€
Pensionistas e estudantes entre os 17 e os 25 anos: 3€

9. Plaza de Toros de la Maestranza

Mesmo que você não concorde, a Espanha é um dos países onde as touradas já fazem parte da cultura e tradição. Conhecida como a Catedral da Tourada, a Plaza de Toros de la Maestranza é uma das mais importantes do país. E um dos monumentos mais visitados de Sevilha.

Originalmente de madeira, sua construção começou em 1761, sofrendo várias reformas ao longo do tempo. Na sua visita, faça o percurso dos toureiros para conhecer o Pátio de Cavalos e a Capela dos Toureiros.

O ponto máximo de La Maestranza é a sala de exposições, que mostra a evolução da tauromaquia ao longo dos anos.

Localização: Paseo de Cristóbal Colón, 12, 41001 Sevilha
Como chegar: Metrô: linha 1. Ônibus: linhas 3, 21 e 41
Horário:
De novembro a março: das 9h30 às 19h
De abril a outubro: das 9h30 às 21h
Dias de festas tauromáquicas: das 9h30 às 15h
Ingresso:
Adultos: 8€
Maiores de 65 anos e estudantes: 5€
Crianças entre 7 e 11 anos: 3€
Menores de 6 anos: entrada gratuita

10. Santa Cruz

O bairro mais autêntico de Sevilha, Santa Cruz guarda ruelas estreitas, perfeitas para se perder e aproveitar sua história. Antigo bairro judeu da cidade, já foi local de batalhas religiosas. Hoje, está repleto de pátios e belos edifícios para se admirar.

É ali que fica a Plaza del Triunfo, rodeado pela Catedral, pela Giralda, pelo Arquivo Geral das Índias e pelo Alcázar. Mas, especialmente, por sua gastronomia. É uma das melhores zonas para comer em bares típicos de tapas.

Localização: Santa Cruz, Sevilha
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

Plaza de España Sevilha

Sul da Espanha: conheça os 10 melhores destinos a visitar.

Mini roteiro de Sevilha: o que fazer em 2 dias

Aproveite seus 2 dias em Sevilha para conhecer o melhor que a cidade tem a oferecer. Além dos pontos turísticos, deleite-se com a gastronomia e música locais. As tapas merecem ser acompanhadas de um bom vinho e um show de flamenco.

Veja um mini-roteiro de 2 dias em Sevilha.

Primeiro dia em Sevilha

Comece o seu primeiro dia na cidade em um dos principais cartões postais: a Giralda. É um dos maiores arranha-céus de todo o continente europeu. Suba até a torre, onde ficam os sinos, e aproveite para conhecer o seu interior.

De lá, siga até a Catedral de Santa María de La Sede, a Catedral de Sevilha em uma pequena caminhada, elas estão muito próximas uma da outra. A terceira maior Catedral do mundo guarda o mausoléu de Cristóvão Colombo. Entre e explore seu interior.

Saindo de lá, use o período da tarde para conhecer a Plaza de Toros de La Maestranza e toda a sua história em torno das touradas. Aproveite o fim do dia e começo de noite para dar uma volta às margens do rio Guadalquivir, ali do lado.

À noite, aproveite a boa gastronomia do bairro de Santa Cruz.

Segundo dia em Sevilha

Comece seu segundo dia conhecendo a Plaza de España, com suas torres e monumentos ao redor da praça. Siga até o Real Alcázar e aproveite para passar um bom tempo no palácio. Além de grande, ele merece o desfrute.

Passe o restante do dia explorando o bairro de Santa Cruz de dia, aproveitando os bares e restaurantes do entorno. O bairro judeu merece ser explorado, caminhando e se perdendo por suas ruelas.

Em seguida, veja a Torre del Oro, que pode ser vista só de fora ou conhecida por dentro com seu Museu Naval.

À noite, vá em direção à Ponte de Triana e aproveite a diversidade musical do bairro com um bom show de flamenco. O Show de Flamenco com Bebida em Tablao de Triana custa a partir de 20€, por pessoa.

Se quiser um espetáculo mais profissional, vá à Casa de la Memoria ou no Museo del Baile Flamenco. O Museu de Dança Flamenca: Show com Ingresso Opcional do Museu custa a partir de 22€, por pessoa.

Quando ir à Sevilha?

Sevilha é uma das cidades mais quentes da Espanha, chegando a 40 graus no verão. Os invernos são mais suaves, com temperaturas mínimas de 5 graus, sem frio extremo.

Além de quente, Sevilha no verão costuma estar bastante cheio. Sendo assim, as melhores estações para visitar a cidade seriam na primavera ou no outono, quando as temperaturas estão mais amenas. Para andar a pé, é o ideal. Reserve sua ida para abril até meados de junho, e setembro até meados de novembro.

Se for explorar a Andaluzia, saiba o que fazer em Málaga.

Flamenco Sevilha

Quanto custa uma viagem para Sevilha?

Os preços de Sevilha parecem com os de outras cidades grandes da Espanha. Separamos aqui alguns dos principais valores, para que você organize a sua viagem.

Veja quanto custa uma viagem para Sevilha:

Passagens aéreas

O ideal para sua viagem à Sevilha é ir em voos diretos a Madrid ou Barcelona e seguir de trem até a Andaluzia. Se quiser ir direto de avião, existem voos com escala, saindo do Brasil.

Para sabermos uma média de quanto custa, fizemos uma simulação de passagens aéreas, utilizando a área de voos do site Kayak. Colocamos o mês de maio de 2020 como previsão, por ser uma das melhores épocas para conhecer a cidade.

A melhor passagem, com menos escalas, seria com a companhia aérea Air Europa. Saindo de São Paulo, com parada em Madrid, a passagem ida e volta está custando R$ 3.657.

Saiba quais são as dicas para comprar passagens aéreas na Kayak.

Seguro Viagem

A Espanha exige um seguro viagem. Por ser um dos destinos parte do Tratado de Schengen, é necessário ter um seguro com cobertura mínima de 30 mil euros em sua próxima ida à Sevilha.

Com os melhores valores e custos benefícios, utilizamos o nosso comparador seguro viagem, uma parceria com o portal Seguros Promo. É possível encontrar Seguro Viagem Espanha com valores desde R$12 a R$60, por dia.

Hospedagem

Em Sevilha, você irá achar desde hotéis de luxo, até hostels com quarto compartilhado. Os valores estão custando, em média, entre 30 a 200 euros, dependendo da época do ano.

Compare preços de hospedagem na área de hotéis do site Kayak.

Alimentação de rua

Nos destinos espanhóis, o interessante é sempre prestar atenção nos menus do dia, sobretudo no almoço. Em Sevilha, um menu do dia no centro custa uma média de 11€. Veja o custo de outros itens:

Alimentação de rua Preço
Cerveja (570ml) 2,45€
Almoço em restaurante barato 9€
Refeição para 2 pessoas, em restaurante mediano, com 3 pratos 30€
Cappuccino 1,43€
Água 0,98€

Supermercado

Uma boa dica para economizar em viagens é fazer idas ao supermercado e adquirir alguns itens básicos. Veja o preço médio de alguns produtos de supermercados em Sevilha de acordo com o site Numbeo:

Item Preço
Garrafa de vinho 4,25€
Água (garrafa de 1,5 litro) 0,92€
Sanduíche de frango 5,89€
Cerveja local 0,52€

Transporte

A tarifa mais interessante para turistas é o bilhete simples, tanto de metrô como de ônibus. Os valores são:

  • Simples: 1,35€, para metrô e 1,40€ para ônibus
  • Cartão turístico de 1 dia: 5€
  • Cartão turístico de 3 dias: 10€

Os cartões turísticos valem apenas para transporte de ônibus.

Atrações

Muitas das atrações em Sevilha são pagas. O que ajuda na redução de custos é comprar os ingressos conjugados. Veja quanto sairia para entrar nas atrações que sugerimos no mini-roteiro de 2 dias:

  • Catedral + Giralda + Iglesia del Divino Salvador: 9€
  • Plaza de Toros de La Maestranza: 8€
  • Real Alcázar de Sevilha: 11,50€
  • Torre del Oro: 3€

Total para 1um adulto: 31,50€.

Uma boa dica para aproveitar as atrações de Sevilha é o Sevilha Pass, veja como funciona o cartão de viagem aqui.

Onde ficar em Sevilha?

Por ser pequena, Sevilha é daqueles destinos ótimos para se conhecer a pé. Para isso, o ideal é que o viajante hospede-se pelo centro da cidade e a melhor zona seria o Bairro de Santa Cruz. É lá que estão reunidos alguns dos principais pontos turísticos e restaurantes típicos.

Hotel Categoria Estrelas Localização Preço médio
Hotel Casa Del Poeta Luxo (melhor hotel) 4 estrelas Centro histórico 286€
Las Casas de El Arenal Melhor custo benefício 4 estrelas Centro histórico 189€
Hotel Boutique Casa de Colón Mais barato 2 estrelas Centro histórico 138€
La Banda Rooftop Hostel Hostel 1 estrela Centro histórico 60€
Hostel A2C Hostel mais barato 2 estrelas Centro histórico 15€ | Quarto compartilhado

Onde comer?

O turismo que não pode faltar em uma viagem à Espanha é o gastronômico e em Sevilha não seria diferente. A cidade, além de ser cheia de cores, é diversa em sabores. A culinária sevilhana conta com muitos pratos típicos, sempre regados a bastante azeite.

Na sua ida à cidade, não deixe de provar especialmente: as diversas tapas espanholas, servidas junto às bebidas e a paella sevilhana, uma das mais clássicas e famosas da Espanha.

Prove também o Gaspacho, a sopa gelada de tomates e pepino e as papas, que são as batatas cozidas e bem temperadas.

Os bairros de Triana e Santa Cruz oferecem uma vasta opção de bares e restaurantes. Separamos algumas indicações:

  • Bodega Santa Cruz: no bairro de Santa Cruz, é um dos mais clássicos. Prove as tapas;
  • Ovejas Negras: ambiente mais contemporâneo, mas com comida típica da cidade;
  • Taberna del Almirante: para experimentar mais da gastronomia espanhola;
  • Blanca Pamplona: cozinha mediterrânea para quando estiver no bairro de Triana;
  • Filo.: sanduíches, para lanches mais econômicos.

E você ainda pode aproveitar a ida à cidade para fazer uma aula de culinária espanhola com jantar. Que tal?

Planejando sua viagem

É exigido um seguro viagem para entrar na Espanha. Por isso, quando for à Sevilha, recomendamos que confira os valores de seguros de viagem no nosso comparador do Euro Dicas Turismo. Escolha as melhores opções de seguro para a sua necessidade.

Ganhe desconto. Para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICASTURISMO (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%).

Leia nosso artigo para planejar sua viagem de turismo na Espanha.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.