Além das belas paisagens e atrativos culturais, a Europa ainda chama a atenção dos turistas por causa da sua isenção de impostos. Os viajantes podem recorrer ao Tax Free na Europa para receber parte do dinheiro gasto em suas compras.

Desta forma, é possível comprar lembranças e presentes para amigos e familiares e ainda economizar. Mas, você sabe exatamente como funciona e como solicitar o seu reembolso? Confira no artigo a seguir.

O que é o Tax Free na Europa?

Para ficar fácil de entender, todo cidadão europeu que vive na União Europeia precisa pagar seus impostos regularmente. Um dos tributos a serem pagos pela população é o IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado), cobrado sobre a compra de mercadorias. Na Europa, é denominado VTA.

No entanto, os cidadãos estrangeiros, incluindo brasileiros, que não residem na União Europeia têm direito ao Tax Free na Europa, a restituição do IVA assim que deixar o território.

Ou seja, se você visitou qualquer um dos países da UE e comprou alguns produtos, pode pedir o reembolso do IVA e economizar um pouco mais na viagem.

Como funciona o Tax Free na Europa?

Somos meros mortais e sempre consideramos os gastos antes de embarcar para qualquer destino. Ao colocar na balança, o continente europeu é um dos mais caros para os brasileiros, apesar de ser um dos mais visitados.

Com a forte desvalorização da moeda brasileira em relação ao Euro, comprar produtos e adquirir serviços certamente torna a viagem bem cara para os brasileiros.

Com o valor de conversão do Euro tão alto, o Tax Free na Europa é uma boa ajuda. A moeda europeia vale ouro, mas é possível trazer alguns presentes na bagagem e ainda conseguir o reembolso das taxas de impostos.

Todos os países que constituem a União Europeia possuem um acordo de devolução de taxas, válido para os estrangeiros que visitam seu território.

Assim, as compras têm parte do IVA devolvido, quando o viajante embarcar para casa. No entanto, não são todos os itens adquiridos que oferecem esse direito e a porcentagem muda de acordo com o país.

Viajar pela Europa e viajar pela União Europeia: quais as diferenças?

Países europeus que viabilizam o Tax Free

Os países que participam do Tax Free na Europa e utilizam a prática para aumentar o trânsito de turistas em seus territórios são:

Vale lembrar ainda que alguns deles possuem normativas distintas, como a quantidade mínima para o pedido do imposto.

Viajar com internet ilimitada no mundo todo?

Nós avaliamos as principais empresas de chip internacional e a nossa favorita é a America Chip. É a única empresa que oferece internet ilimitada e ligações pelo melhor preço. Visite o site e confira.

Ver Planos →

Dicas para conseguir obter o retorno das taxas

Existem algumas dicas que podem ajudar na hora de adquirir os produtos que estão incluídos no Tax Free na Europa, assim como no pedido de reembolso do dinheiro pago com o IVA.

Com isso, você sabe exatamente quais produtos têm direito ao reembolso e quais os procedimentos a serem tomados. Confira as dicas a seguir.

1. Não são todas as lojas que participam do Tax Free da Europa. Portanto, o consumidor deve ficar atento. As que fazem parte do programa possuem um selo em sua fachada ou nos balcões do caixa;

2. Na hora de pagar a compra, é indispensável pedir o Tax Free na Europa. O atendente vai pedir seu passaporte para comprovação da sua cidadania;

3. Lembre-se de solicitar e guardar a nota fiscal de todos os produtos que comprar para apresentar com o formulário na saída do país;

4. Verifique o valor mínimo de compras exigido pelo país, pois alguns deles possuem um parâmetro limitante para que o turista realize o pedido;

5. O produto não pode ter sido comprado há mais de três meses da data da compra;

6. O cálculo é realizado de acordo com o valor gasto, mas pode ser previsto pelo Global Blue. Com poucas informações, você consegue calcular a porcentagem que será devolvida;

7. Nunca esqueça o formulário e as notas fiscais, eles são obrigatórios na saída do país e comprovam a retirada do dinheiro;

7. Peça a devolução em dinheiro, assim não existem riscos de ocorrer um erro durante a transação. O cartão de crédito pode passar por problemas e não ser reembolsado.

Quanto custa viajar para Europa: tudo o que precisa saber.

Atenção aos detalhes

Esses pontos são fundamentais para conseguir receber parte do valor gasto com o imposto. É importante solicitar todas as notas e ter os documentos necessários para solicitar o reembolso, lembrando que o sistema é facultativo, por isso nem todos os vendedores emitem os documentos.

Confira também as regras específicas de cada país e qual o valor mínimo fixado para a compra.

Regras distintas de alguns países

Uma rápida pesquisa faz toda a diferença durante uma viagem, por isso, você deve saber que existem alguns países que possuem regras diferenciadas no que se refere ao Tax Free na Europa. Por exemplo:

  • Itália: as compras devem possuir um valor superior a 155€;
  • França: a lei exige um gasto mínimo de 175,01€;
  • Portugal: valor mínimo de 61,50€.

Ainda, o valor do imposto varia conforme o país, oscilando entre 18% e 25%. Ou seja, o percentual de devolução também muda dependendo de onde você fez a compra.

Tax Free ao visitar diferentes países

Uma dúvida muito frequente de quem viaja é como funciona o Tax Free na Europa, caso você vá fazer um mochilão pelo continente.

Bem, o processo de reembolso será feito no último país de destino, independente de quais outros lugares você esteve antes.

Lembre-se apenas de guardar todos os comprovantes e os formulários do Tax Free para solicitar o reembolso.

Duty free aeroporto

Requisitos para visitar a Europa: o que precisa providenciar.

Principais passos para solicitar o Tax Free na Europa

Confira agora quais os principais passos para fazer a sua solicitação do Tax Free na Europa. O processo é simples e bastante rápido:

1. No ato da compra, o comprador deve realizar o pedido do Tax Free na Europa. Assim, a loja confere o passaporte, entrega a nota fiscal e um formulário;

2. No aeroporto, o viajante deve portar as notas, cartão de embarque, passaporte e o formulário. Existem computadores nos saguões onde as notas são escaneadas, sem a necessidade de um atendimento exclusivo;

3. Após passar pelo atendimento automático, um atendente emite carimbos de autenticidade. Na maioria dos casos, o produto deve ser apresentado. Ele confere o formulário e as notas para verificar a idoneidade do pedido de Tax Free na Europa;

4. O solicitante deve comparecer a um ponto de atendimento credenciado. Na maioria dos aeroportos, ele é da conhecida empresa Global Blue, no qual o valor é recebido em dinheiro ou cartão de crédito.

Mas atenção: o reembolso não é válido para produtos que tenham apenas o recibo. É necessário ter o formulário da loja preenchido e carimbado.

Agora que você já sabe como solicitar o seu Tax Free na Europa, não esqueça que o seguro viagem é obrigatório ao visitar o continente.

Recomendamos que você utilize o nosso comparador de seguro viagem. Ele apresenta planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas Turismo.

  • Procura ingressos para as melhores atrações da Europa?

    Na Get Your Guide você encontra os melhores tours guiados, entradas para atrações turísticas e atividades únicas em todos os destinos europeus pelo melhor preço.

    VER ATRAÇÕES →
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Para entrar na Europa, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO →
  • Quer ter internet ao chegar na Europa?

    Nós indicamos o chip internacional da America Chip. Funciona em toda a Europa, tem internet ilimitada e os preços são ótimos.

    VER PLANOS →
  • Já tem um cartão de débito que funciona na Europa?

    Depois de testarmos as principais opções do mercado, a nossa escolha é Cartão Wise. É gratuito, seguro e com tarifas econômicas. O cartão Wise é entregue no Brasil e válido em toda a Europa.

    PEDIR CARTÃO →