Sintra, um tesouro em meio às colinas verdejantes de Portugal, abriga uma coleção espetacular de castelos e palácios. Se você está planejando conhecer a cidade, precisa de uma viagem no tempo para conhecer os principais castelos de Sintra.

Saiba quais são, dicas para visitar cada um deles, os preços e muito mais. Vem comigo!

Principais castelos de Sintra

Sintra é uma cidade que fica numa espécie de serra, a apenas 30 minutos de Lisboa, e é sede de alguns dos principais castelos de Portugal. Por isso, ao visitar a capital do país, separe uma jornada para conhecer Sintra.

Ainda que nos referimos aos castelos de Sintra, a cidadezinha guarda palácios e propriedades históricas que valem a pena a visita, tanto pela arquitetura, quanto pelos seus jardins magnânimos e as paisagens que misturam a natureza com construções históricas.

Para ajudá-lo a programar a sua viagem, fizemos o seguinte mapa:

Você vai notar que marcamos o Castelo dos Mouros duas vezes. Isso porque há diferentes entradas, numa delas fica a bilheteria.

1. Castelo dos Mouros

O Castelo dos Mouros, com suas muralhas imponentes, é um testemunho vivo da história medieval de Portugal.

Erguido pelos árabes durante os séculos VII e IX, este castelo era utilizado como ponto de vista para vigilar caminhos de terra que uniam Sintra, Cascais e Mafra. Por isso, você pode esperar vistas maravilhosas a 412 metros acima do nível do mar. A construção foi conquistada no século XII pelo primeiro rei de Portugal, Dom Afonso Henriques.

Apesar de ser muito antigo, o castelo ainda conserva alguns portões românticos e pinturas em afresco da época medieval. Não é à toa que é considerado Patrimônio Cultural da Unesco desde 1995 e foi classificado como Monumento Nacional em 1910.

Como é visitar o Castelo dos Mouros?

A maior atração do Castelo dos Mouros é explorar as suas muralhas e torres, a fim de observar a paisagem. O local está aberto para visitas das 9h às 18h30, e é melhor garantir os ingressos com antecedência.

Para chegar ao castelo, você pode partir de Sintra-Vila, seguindo uma trilha de 2 km, também aproveitando para admirar a paisagem até chegar no monumento pela estrada secundária da Rua Marechal Saldanha. Você também pode ir de carro, porém, nem sempre haverá espaço para estacionar.

Para quem tiver fôlego para subidas íngremes, vale a pena ir aos pontos mais altos deste castelo de Sintra: pode-se ver alguns palácios, o centro da cidade e o oceano Atlântico ao fundo! Ainda mais, se você quiser desbravar cada cantinho, é preciso reservar umas duas ou três horas para a visita.

Quanto custa visitar o Castelo dos Mouros?

O valor do ingresso começa em 8€, incluindo a fila rápida. Para a opção com áudio guia, o valor é de 11€.

2. Palácio da Pena

Talvez esta seja a principal obra arquitetônica que vai saltar no Google ao pesquisar sobre os castelos de Sintra.

O Palácio da Pena chama atenção por ser um ícone de arquitetura romântica e parecer um real castelo de contos de fada. Suas cores vibrantes e design rebuscado, dão um toque especial às vistas.

Palácio da Pena, em Sintra Portugal
O Palácio da Pena é a atração que mais chama atenção dos turistas que viajam a Sintra. Foto: Bianca Alves

Na porta, você pode comprar o ticket para visitar os jardins do Parque da Pena ou entrar na construção. Contudo, atenção porque os bilhetes se esgotam, já que é o local que mais chama a atenção dos turistas em Sintra.

O local também é considerado Patrimônio Mundial da Unesco e Monumento Nacional.

Como é visitar o Palácio da Pena?

Explorar a construção e os seus arredores é mergulhar na criatividade e excentricidade arquitetônica. Visitantes podem admirar sua beleza única, tanto por dentro quanto por fora. Os ingressos para o Palácio da Pena podem e devem ser adquiridos antecipadamente. Mas atenção: é preciso respeitar as horas marcadas da visita.

O palácio em si é divido em duas partes: o mosteiro da Ordem de São Jerônimo e a ala construída pelo rei Fernando II no século XIX. Assim como o Castelo dos Mouros, o palácio possui muralhas que podem ser desbravadas, mas eu diria que a maior beleza está no jardim. Quando o visitei, lembro-me até hoje do cheiro perfumado e fresco das plantas e flores.

Ao entrar, você vai se deparar com uma rampa bastante íngreme. Há um ônibus que leva as pessoas até o palácio, mas você também pode escolher uma trilha a pé, que fica na lateral esquerda da entrada.

Chegando na parte mais alta, você poderá entrar na construção somente na hora que consta no seu ticket, por isso, fique atento! Visite as duas alas, apreciando a arquitetura romântica. Em seguida, passeie pelo Parque da Pena para estar em contato com a natureza. Esta última parte foi a minha favorita! O jardim parece encantado e possui uma grande diversidade de plantas.

Quanto custa visitar o Palácio da Pena?

O valor do ticket é 14€. Não se esqueça de verificar a disponibilidade e organizar bem o seu trajeto para conhecer os melhores castelos de Sintra!

3. Quinta da Regaleira

A Quinta da Regaleira, embora não seja um castelo, é uma atração icônica em Sintra. Esta propriedade singular convida os visitantes a explorar seus jardins exuberantes, lagos e estruturas enigmáticas. Com conexões à maçonaria, seu ambiente misterioso cativa os exploradores.

Também classificada como Patrimônio Mundial da Unesco, a quinta é uma obra do arquiteto Luigi Manini, que construiu o palácio, incluindo uma capela e um parque bucólico com lagos, grutas, fontes e locais misteriosos.

Como é visitar a Quinta da Regaleira?

Explorar a Quinta da Regaleira é uma jornada pelo simbolismo e pelo mistério. É impossível não entrar no local e não pensar: será que alguém morou aqui? Quais são as passagens secretas?

Quinta da Regaleira, palacete em Portugal
Os jardins da Quinta da Regaleira parecem um labirinto, no qual você se perde em meio às árvores e plantas. Foto: Bianca Alves

Dentro da casa, você pode ver uma exposição que conta a história do local. Já no exterior, o melhor é perder-se pelos jardins, não deixando de passar pelo Poço Iniciático, que conta com uma escada em formato de caracol. Reza a lenda que ali eram feitas celebrações, contudo, o local também parece um refúgio, como se alguém tivesse que escondendo algo.

O ideal é comprar os ingressos com antecedência, outra opção é fazer um tour guiado e conhecer melhor a história da Quinta.

Quanto custa visitar a Quinta da Regaleira?

O acesso sem filas custa 20,50€ por pessoa, enquanto a excursão guiada custa 25€.

4. Palácio Nacional

O Palácio Nacional de Sintra, uma joia arquitetônica medieval, reflete séculos de história. Erguido em diferentes fases ao longo dos anos, foi residência real até o século XIX. Sua arquitetura única e chaminés cônicas tornam este ponto turístico uma visita obrigatória.

Vista da fachada do Palácio Nacional
Ao visitar as colinas, você verá o Palácio Nacional de longe, é impossível não ficar curioso com as chaminés

Apesar de apresentar uma fachada externa discreta em comparação com outros castelos de Sintra, o Palácio Nacional revela um interior ricamente ornamentado e repleto de detalhes barrocos.

Os visitantes podem se maravilhar com a profusão de azulejos portugueses, referências árabes e uma mistura de estilos que testemunham a fusão de diversas influências ao longo dos séculos.

Como é visitar o Palácio Nacional de Sintra?

Explorar o Palácio Nacional é uma imersão na história e na riqueza de seus interiores decorados. A sensação é de estar realizando uma viagem no tempo. O destaque nos interiores vai para a Sala dos Brasões, com teto de abóboda e repleta de azulejos portugueses.

O local fica aberto para visitas das 9h30 às 18h, sendo que ao comprar o ingresso, ele é válido para toda a jornada, não há horário marcado.

Quanto custa visitar o Palácio Nacional de Sintra?

A entrada custa 10€ por pessoa, mas o preço pode variar dependendo do tipo de entrada: com áudio guia, fila rápida, etc.

5. Parque e Palácio de Monserrate

Assim como outros castelos de Sintra, este palácio é inspirado no romantismo. Foi construído por Francis Cook, um magnata industrial inglês no século XIX. Ao visitar o local, ele ficou tão fascinado que resolveu dar vida à construção que parece ter saído de um conto de fadas.

Os jardins são exuberantes, enquanto o palácio é uma obra-prima da arquitetura romântica pelas mãos e imaginário do arquiteto James Knowles Jr.

Palácio de Monterrate
A arquitetura árabe se mistura com um jardim precioso, elevando ainda mais o clima romântico do Palácio

Mas muito antes da obra inglesa existir, já em 1540, começou-se a construir no local a ermida de Nossa Senhora Monserrate. Até então, a igreja pertencia ao Hospital de Todos os Santos de Lisboa, que utilizava o terreno para produções agrícolas destinadas ao hospital.

Até chegar ao século XIX, a propriedade passou pelas mãos de algumas famílias e magnatas. Com estas alterações de proprietários, o Palácio de Monserrate enfrentou várias tentativas de reformas e abandonos, até chegar a Francis Cook, que se apaixonou e resolveu tornar um seu sonho em realidade.

Como é visitar o Parque e Palácio Monserrate?

Explorar o Palácio e Parque de Monserrate é uma jornada pela exuberância e diversidade. Visitantes podem maravilhar-se com os jardins botânicos e apreciar a arquitetura marcante. Ingressos podem ser adquiridos com antecedência, seguindo os horários de funcionamento, geralmente das 9h30 às 18h, sendo que a última entrada é às 17h30.

Quanto custa visitar o Parque e Palácio de Monserrate?

O bilhete sem filas custa a partir de 8€.

Quero visitar todos os palácios e castelos de Sintra

Não há um bilhete único que inclua a visita em todos os palácios e castelos de Sintra. Porém, existem algumas alternativas para quem quer conhecer todos eles.

A primeira alternativa são os tours com partida de Lisboa, a maioria inclui o Palácio da Pena e a Quinta da regaleira, como o passeio de 1 dia que inclui ainda o uma visita a Cascais, a partir de 73€ disponível no GetYourGuide.

Para quem vai visitar a cidade por conta própria existem duas opções, o hop-on hop-off em Sintra que leva até os castelos e facilita o trajeto ou o Lisboa Card. Esse último inclui o transporte até Sintra, mas não dentro da cidade, além de não incluir o ingressos para as atrações na cidade.

Ficar conectado na Europa nunca foi tão fácil

Com a America Chip você tem internet 4G ilimitada durante toda a viagem. Escolha entre o chip e o eSIM e aproveite a Europa com a melhor conexão a partir de USD 40.

Ver Planos →

Vale a pena visitar os palácios e castelos de Sintra?

Sim!

A experiência de visitar os palácios e castelos de Sintra é verdadeiramente única. A riqueza histórica e arquitetônica desses locais é um mergulho encantador no passado de Portugal. O romantismo é contagiante e realmente parece que estamos num filme. Quando visitei, me perguntei mil vezes como tudo isso havia sido construído há tanto tempo.

Ainda mais, você não precisa ir em todos os castelos, mas selecionar os que dão mais curiosidade. Até porque vale a pena visitar Sintra por completo. O centrinho é charmoso e as paisagens são maravilhosas. Se você gosta de docerias portuguesas, deverá provar os travesseiros de Sintra, uma massa folhada recheada com amêndoas.

Para que você conheça melhor o local, separamos o vídeo do canal Apure Guria que mostra como chegar de Lisboa a Sintra e faz um tour por três castelos de Sintra. Aperte o play!

No vídeo, Angie fala para não ir a Sintra de carro. Mas, na minha opinião, é a melhor opção, tanto pela flexibilidade, quanto porque você pode fazer um roteiro saindo cedo de Lisboa, indo direto à Sintra e depois passando em outros pontos turísticos e cidadezinhas, como o Cabo da Roca e Cascais.

Como se planejar para visitar os castelos de Sintra?

Separamos alguns truques e dicas que você deve saber para conhecer a cidadezinha e os seus monumentos.

  1. A primeira dica é comprar todas as entradas antes. No Palácio da Pena, por exemplo, há horário de visita. Por isso, não corra o risco de chegar no local e não ter tickets para quando você precisa;
  2. É fácil chegar a Sintra utilizando transporte público. Se você vai de trem, compre o bilhete antes na plataforma Omio;
  3. Ir de carro também é uma boa opção, já que oferece flexibilidade e você pode alugar um carro em Lisboa. Como os castelos ficam numa montanha, a dificuldade é estacionar. Por isso, se você consegue uma vaga a mais ou menos de 1 km do seu próximo local de visita, estacione e vá andando;
  4. Se você for de carro, na volta, não se esqueça de parar no Cabo da Roca, o ponto mais ocidental da Europa, de frente para o mar;
  5. Todos os lugares aceitam cartão. Por isso, um bom conselho é levar dinheiro no cartão de débito da Wise, assim fica mais seguro;
  6. Mesmo que for visitar no verão, leve uma jaquetinha, porque os castelos de Sintra estão rodeados de natureza e, por estar num monte, têm a temperatura mais baixa que em Lisboa, por exemplo.

Já incluiu Sintra no seu roteiro de Portugal? Não deixe passar esta oportunidade de mergulhar na história do país e conhecer os seus encantos.