Palácio Nacional de Sintra: conheça a sua marca na cultura portuguesa

Visitar Sintra  / 

O Palácio Nacional de Sintra é um dos pontos turísticos que tem que ter no roteiro de viagem para Portugal. Com um papel importante na história do país, ele representa as origens portuguesas. Muito bonito, vale conhecer um pouco melhor a sua história.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Para te ajudar a organizar este tour, apresento alguns tópicos que vão facilitar a visita. Desde hospedagem, preços dos bilhetes de entrada, o que ver e comer por perto.

História do Palácio Nacional de Sintra

Localizado na freguesia de São Martinho, em Sintra – 28.7 quilômetros de distância de Lisboa -, foi construído no século XV e foi um palácio real que aproveitou a antiga construção muçulmana para se reerguer.

De acordo com o site dos Parques de Sintra, “a história milenar do Palácio Nacional de Sintra começa durante o domínio muçulmano na Península Ibérica. Já referido no século XI, o primitivo palácio mouro – propriedade da Coroa portuguesa a partir da conquista de Lisboa por D. Afonso Henriques, 1º Rei de Portugal – é intervencionado pela primeira vez em 1281, no reinado de D. Dinis. Novas construções são acrescentadas ao longo do tempo, sob os reinados de D. Dinis, D. João I e D. Manuel I, mantendo o seu modelo externo desde meados do século XVI”.

Possui uma série de referências arquitetônicas, entre elas estão: medieval, gótica, manuelina, renascentista e romântica. Cheio de divisões e prédios “separados”, tem muitos corredores, pátios, escadas, galerias e jardins.

Foi o palácio da Família Real Portuguesa até o fim da monarquia, decisões que mudaram o rumo da história foram tomadas dentro do palácio. Inicialmente, a decoração principal eram os azulejos andaluzes, seguindo o mesmo estilo daqueles azulejos que são a marca de Portugal, azul e branco.

O que ver no Palácio Nacional de Sintra?

Ao longo dos anos, foram construídos os famosos espaços do Palácio, cada um seguindo a vertente da época. Por isso é tão interessante ver de perto, afinal no mesmo lugar é possível identificar a influência cultural de cada época: a Sala dos Brasões, o Jardim da Preta, o Pátio do Tanquinhos, a Sala dos Archeiros, a Sala Moura, a Sala das Pegas, a Sala dos Cisnes, a Sala das Sereias e a Sala da Audiência.

Pagode Chinês

Uma das principais obras de arte que se encontram no Palácio Nacional de Sintra (dentro da Sala Chinesa), considerado um tesouro nacional, é uma peça produzida no início do século XIX, com marfim, osso e madeira. Uma miniatura que é formada por nove pavilhões ou pequenos templos ladeados por duas torres de treze andares.

Essa obra representa as relações da época entre Portugal e o Oriente, através de Macau, território cuja administração foi cedida pelos chineses aos portugueses em 1557.

“O Pagode Chinês foi oferecido à rainha D. Maria I pelo Senado de Macau, sendo referenciado pela primeira vez no Palácio do Ramalhão, antiga residência da rainha D. Carlota Joaquina, mulher de D. João VI”, pode ler-se no site dos Parques de Sintra.

Os azulejos

O Palácio Nacional de Sintra tem a maior coleção de azulejos com referências muçulmana e cristã da Europa, a maioria da produção foi feita em Sevilha. Deixando ter apenas o papel utilitário, os azulejos em Portugal tornaram-se arte.

A linda combinação de estilos e cores, os tapetes cerâmicos da Capela Palatina e do quarto-prisão de D. Afonso VI, dois dos pavimentos hispano-mouriscos mais antigos de Portugal estão no Palácio.

palacio nacional de sintra

Horários e Preços para visitar o Palácio

O horário de visita ao Palácio é das 09h30 às 19h. Mas atenção: o último bilhete e última entrada acontece às 18h30.

Confira abaixo os valores dos bilhetes:

  • Bilhete adulto (de 18 a 64 anos): 10€;
  • Bilhete jovem (de 6 a 17 anos): 8,5€;
  • Bilhete idoso (maiores de 65 anos): 8,5€;
  • Bilhete família (2 adultos + 2 jovens): 33€.

Pode comprar aqui.

Dica

Aos domingos, durante todo o dia, em Sintra estão isentos de pagamento de entrada nos parques e monumentos sob gestão dos Parques de Sintra. Para usufruir desse direito, devem ser apresentados documentos oficiais que comprovem a residência como, por exemplo, Cartão do Cidadão, Bilhete de Identidade, Carta de Condução, Cartão de Contribuinte ou Cartão de Eleitor.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

É possível aproveitar o dia e conhecer outras atrações turísticas em Sintra, por exemplo, o Castelo dos Mouros. Para chegar lá se você estiver saindo de Lisboa, confira no site dos Parques de Sintra algumas opções de transporte público ou indicação de como chegar de carro.

Uma ótima opção é visitar a Quinta da Regaleira, aqui você encontrará todas as dicas.

Faça o seu próprio tour em Sintra

Conheça os principais palácios, almoce uma comida típica portuguesa e acabe o passeio numa vinícola em Sintra. Através do Get Your Guide, você consegue fazer diversas combinações de tour.

Onde se hospedar

Se quiser economizar, vale a pena buscar um hostel no Booking ou alugar um quarto no Airbnb pelos dias que ficará em Sintra. Antes, confira todas dicas sobre a cidade de Sintra em Portugal.

O que comer próximo ao Palácio Nacional de Sintra

Aqui tem algumas sugestão para experimentar a famosa gastronomia portuguesa.

Faça uma boa viagem. Sintra além de charmosa, é uma cidade rica em cultura. Você não irá se arrepender de visitá-la!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Nicolle, brasileira, jornalista e empreendedora. Partiu do Brasil com a intenção de vivenciar novas culturas, apaixonada por literatura, gastronomia, chás e pessoas. Acredita na utopia de um mundo sem barreiras culturais, onde possamos trocar experiências cada vez mais uns com os outros.