Ghent na Bélgica: conheça os seus encantos medievais

Visitar Bélgica  / 

Ghent, na Bélgica, é uma cidade conhecida por sua arquitetura medieval e cultura boêmia. Se você está com passagem comprada para a Bélgica ou sonha em conhecer o país, considere incluir Ghent no seu roteiro, pois o lugar vale a visita.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

A cidade é predominantemente universitária devido ao campus da Universidade de Ghent. O turismo também é muito forte, porém muitas vezes acaba sendo ofuscado pelo outro lado da região flamenga, de Flandres.

Ghent, na Bélgica, foi uma cidade de extrema relevância histórica, principalmente entre os anos de 1000 e 1500 e é a cidade com o maior número de prédios históricos. Ghent conta também com diversos outros pontos turísticos que valem a visita. Continue lendo para conhecer mais!

A cidade de Ghent, na Bélgica

Ghent é uma pequena cidade no interior da Bélgica e oferece uma fascinante variedade turística, tanto histórica, cultural e até mesmo gastronômica.

Os turistas podem aproveitá-la durante a semana ou mesmo fazer um bate e volta, saindo de Bruxelas. Ghent oferece uma experiência que mistura arquiteturas históricas com uma vida urbana agitada.

É chamada de “Manhattan Medieval”, pela sua riqueza em relação ao comércio na Idade Média; “Melhor Segredo Europeu” ou “Capital Veggie da Europa”. Esse último apelido se dá pelo fato de que possui um dos maiores números per capita de restaurantes vegetarianos do continente europeu.

Acredita-se que a cidade de Ghent, na Bélgica, foi fundada no período de 650, por católicos que foram catequizar a região. Por esse motivo, as primeiras construções do local foram algumas abadias e as principais catedrais são pontos turísticos que você não pode deixar de conferir.

Atualmente, é considerada a capital do Flandres oriental e possui uma grande relevância no mercado têxtil e estudantil para o país.

A cidade foi restaurada na década de 1980, justamente para oferecer uma melhor experiência turística. Essa restauração, além de melhorar a imagem das construções, também limpou a cidade e os canais que por ali passam.

Se quer conhecer este país, confira nosso roteiro de turismo na Bélgica e descubra o que não perder no país.

Como chegar em Ghent, na Bélgica

Para comprar passagens aéreas para a Bélgica ou outro país da Europa, nós sempre recomendamos que faça sua cotação no site Kayak para encontrar os melhores preços.

Chegando em Bruxelas, você pode pegar um trem ou contratar alguma empresa de turismo e ir de ônibus até Ghent. Mas é possível chegar na cidade a partir de qualquer outra cidade do país ou mesmo outro país da Europa.

Saindo de Bruxelas, uma das principais opções é de trem e o ticket pode ser adquirido pela internet, na Belgium Rail. Custa entre 5€ e 10€ e a viagem dura cerca de 30 minutos.

Caso você prefira ir da capital a Ghent de carro, você utilizará as autoestradas E40 e E17. Acesse o comparador de preços RentCars e verifique as condições para locação.

Já de ônibus, uma das principais empresas que realizam esse trajeto é a Flixbus e o trajeto custa em torno de 8€. Tanto de trem quanto de ônibus, o ideal é procurar sempre reservar as passagens com antecedência, para evitar lotações e imprevistos.

Para conhecer os pontos turísticos, os visitantes costumam caminhar pela cidade, com bicicletas ou mesmo por meio dos tram, os comboios elétricos da cidade.

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

O que fazer em Ghent, na Bélgica

Quem visita a cidade de Ghent, na Bélgica, tem à disposição diversos pontos turísticos, construções históricas, opções de compras e, inclusive, várias opções gastronômicas para experimentar.

Se não tiver muito tempo na cidade, é possível fazer uma excursão de um dia por Ghent e Bruges saindo de Bruxelas. Confira essa opção no Get Your Guide, além da reserva ser simples e rápida, tem a vantagem do cancelamento fácil e de guardar os ingressos no seu celular.

Saint Bavo’s Cathedral (Sint-Baafskathedraal ou Cathedrale Saint-Bavon)

Construída em 942, a princípio em estilo romântico e posteriormente transformada em uma construção gótica, a Saint Bavo’s Cathedral é uma das principais atrações da cidade.

É possível conhecer o interior da Igreja, inclusive as criptas, e conferir algumas das pinturas famosas que a catedral abriga. No local está também a estátua dos irmãos Van Eyck, monumento de destaque da cidade.

Dica: se você também que conhecer Bruxelas, conheça o Brussels Travel Card.

The Belfry Tower

É o símbolo da independência da cidade. Possui no alto a escultura de um dragão que, desde 1380, vigia a cidade do alto. Você pode conferir uma vista similar desse dragão ao subir a torre e conseguir informações turísticas a respeito da cidade no Centro de Informações Turísticas, localizado no interior desse campanário.

Igreja de Saint Nicholas (Cataloniëstraat ou Sint – Niklasskerk)

É uma catedral localizada próxima ao campanário e considerada uma das mais bonitas da Bélgica, com uma construção em estilo Gótico.

Royal Dutch Theater (Koninklijke Nederlandse Schouwburg)

Localizado entre a igreja e o campanário The Belfry, é o prédio do teatro real. Além de conhecer um pouco mais da história do teatro e da construção, é possível aproveitar uma vista da cidade de Ghent.

Câmara Municipal de Ghent (Town Hall ou Stadhuis)

É o prédio onde está localizada a câmara municipal. É possível conhecer o prédio internamente por meio de uma visita guiada ou também com um Tour Virtual. A construção é em estilo renascentista e possui mais de 500 anos de história.

City Pavillon (Stadshal)

É uma construção que notoriamente se destaca em relação ao restante da cidade de Ghent. É palco de festivais de música e danças, além de possuir também café e restaurante. Foi desenhado pelos arquitetos locais Robbrecht & Darem e Marie-José Van Hee.

Castelo dos Condes (Castle of the Counts ou Gravensteen)

É uma fortaleza construída em torno de 860. Posteriormente foi reformada para se tornar um castelo e hoje é o último castelo medieval da região de Flandres.

Castelo de Gerald, o Diabo (Geeraard de Duivelsteen)

Outro castelo da cidade, construído no século XIII e lar de diversos membros na nobreza. Atualmente, funciona como local de armazenamento de arquivos do governo da Bélgica.

castelo de gerald em ghent

Descubra também como visitar Bruges, cidade vizinha.

Cais de Graslei e Korenlei

São os principais portos da cidade e foram casa de associações de comércios de grãos. Suas construções datam dos séculos XI e XII. Hoje em dia, o turismo dos cais é principalmente voltado para a arquitetura.

Também é possível conhecer o Museu de Design e sua arquitetura do século XVIII e outros dos vários museus que ali se encontram.

Além disso, você também pode aproveitar a vida noturna da cidade, uma das mais animadas do norte europeu, resultado da presença dos estudantes universitários. Pode passear pela Korenmarkt, a praça mais animada da cidade, degustar uma cerveja típica produzida pelos locais e muito mais!

Antes de visitar a cidade, é interessante procurar saber da ocorrência de festivais. O Festival de Cultura acontece no mês de julho; em setembro acontece o Festival do Flandres; o Festival de Cinema em outubro e as atrações de natal no mês de dezembro.

Você pode conhecer esses lugares de diversas formas e fazendo várias combinações. Confira as opções de tours em Ghent do Get Your Guide.

Onde se hospedar em Ghent, na Bélgica

Na cidade existem diversas opções para todos os gostos e perfis de viajantes. É possível escolher entre alugar um Airbnb, ficar em um hostel ou hotéis mais simples.

Ou você pode investir um pouco mais e ficar em hotéis de luxo e em prédios históricos, como o 1898 The Post, localizado no antigo prédio dos correios.

Nos hostels, é possível encontrar diárias a partir de 20€. Já nos hotéis, há opções que começam a partir dos 40€ por dia. Isso vai depender da época do ano, mas pesquisando com antecedência é possível encontrar um lugar com bom custo-benefício, pois a cidade oferece inúmeras opções. Recomendamos que faça uma pesquisa no site da Kayak.

Se quer conhecer Ghent e planeja viajar para a Bélgica, saiba que o seguro viagem é fundamental. Para contratar um seguro viagem ideal para o seu próximo destino você pode utilizar o nosso comparador de seguro viagem. Em parceria com o portal Seguros Promo, garantimos os menores preços aos nossos leitores em planos completos das principais seguradoras do mercado. Faça a cotação e aproveite!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Evellyn Lima é brasileira e atualmente não tem endereço fixo. Resolveu viver uma vida de nômade digital. É jornalista, redatora, revisora e compartilha detalhes e surpresas das suas viagens no Instagram @ninguemcontadaviagem.