Turismo na Bélgica: guia de viagem com toda a informação essencial

Visitar Bélgica  / 

Fazer turismo na Bélgica pode ser uma experiência deliciosa. O país europeu é muito rico culturalmente e conta com uma estrutura excelente para quem pretende viajar pelo Velho Continente.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

A Bélgica é um pequeno país situado na Europa Ocidental, de extrema importância em termos geopolíticos e internacionais. No entanto, muito além disto, a Bélgica é um país incrível para os turistas, que se apaixonam logo de cara pela simpatia dos belgas, o inesquecível chocolate e, claro, as belas paisagens.

Por isto, preparamos este artigo com os principais pontos turísticos deste país surpreendente, para você que pretende viajar em breve para a Bélgica.

Com base nesta lista, você poderá planejar sua próxima viagem para a terra da batata frita, da cerveja e do chocolate.

História da Bélgica

O nome “Bélgica” é derivado de Gália Belga, uma antiga província romana que era habitada pelos belgas, uma mistura de povos Celtas e Germânicos.

Historicamente, a Bélgica, a Holanda e o Luxemburgo eram conhecidos como os Países Baixos, por isto que sua história se confunde e até mesmo se mistura com a história de seus países vizinhos.

A partir do século XVI até a Revolução Belga, em 1830, muitas batalhas entre as potências europeias foram travadas na área da atual Bélgica.

Após a independência, o país participou da Revolução Industrial e, no final do século XIX, possuía várias colônias na África.

Hoje, dada sua importância, a Bélgica é um dos membros fundadores da União Europeia (UE), inclusive hospedando a sede, assim como as de outras grandes organizações internacionais como, por exemplo, a OTAN.

Idiomas falados

O país possui duas línguas oficiais: o flamengo, que é originário do holandês; e o valão, que vem do francês. Atualmente, algumas cidades falam francês, enquanto outras o holandês.

Principais cidades da Bélgica e pontos turísticos

Se você quer fazer turismo na Bélgica, deve saber que o país é dividido em duas regiões: os Flandres, que fica ao Norte e onde se fala a língua holandesa; e a Valônia, ao Sul, onde se fala o francês. Além disso, na região que faz fronteira com a Alemanha, as pessoas também falam o alemão.

É difícil não se apaixonar por este país, por isto selecionamos as principais cidades, com seus respectivos pontos turísticos, para que você possa incluí-los em seu roteiro:

Bruxelas

A capital do país está localizada bem ao centro da Bélgica e serve como base para aqueles que pretendem fazer viagens bate e volta.

Uma das cidades mais importantes da Europa, além de ser a sede da União Europeia, OTAN e Tratado do Atlântico Norte, Bruxelas é riquíssima culturalmente. Repleta de atrações, museus e excelentes restaurantes, reserve pelo menos 3 dias inteiros em Bruxelas.

Grand Place

A Praça Central da cidade, é sem dúvida alguma, uma das mais belas de toda Europa. Principal atração turística da cidade e considerada Patrimônio Mundial da UNESCO, ela possui um dos mais belos conjuntos de edificações da Europa, agrupando construções góticas, barrocas, neogóticas e clássicas.

Atomium

O Atomium foi construído no ano de 1958 para a Expo Bruxelas. Além da maravilhosa vista do topo, cada átomo abriga uma exposição diferente. Imperdível!

Dica: por ser uma das atrações mais populares da cidade, ela acumula filas de visitação. A melhor opção é comprar os ingressos online, com antecedência e sem riscos. Na Get Your Guide, o ingresso para o Atomium custa 15€.

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

Manneken Pis

Trata-se “apenas” de uma estátua de bronze, que representa um menino pelado fazendo xixi. No entanto, o sucesso foi tão grande, que hoje este menino é um dos principais símbolos do país.

Além desses pontos turísticos, visite também o Parque do Cinquentenário, o Palácio Real de Bruxelas, a Galeries Royales Saint-Hubert, o Parlamento Europeu e outros tantos locais interessantes.

Bruxelas Grand Place

Tapete de flores em Bruxelas: quando e como visitar.

Bruges

Romântica, encantadora e apaixonante. Bruges é pequena, mas também repleta de museus e atrações. Algumas pessoas vão apenas para passar o dia, mas eu acho que sua beleza é tamanha, que ela merece no mínimo uma noite.

Conhecida como ‘Veneza do Norte’, nela ficam duas importantes igrejas: a da nossa Senhora, que abriga “A Madonna e a Criança” – célebre escultura de Michelangelo; e a Basílica do Sangue Sagrado, que possui uma relíquia que dizem conter gotas do sangue de Cristo.

Não deixe de fazer um passeio de barco e conhecer os canais e ruas que somente são acessíveis desta maneira.

Grand Place

Assim como Bruxelas, Bruges também possui uma praça central, um pouco menor, mas não por isto menos bela.

Basílica do Sangue Sagrado

A atração fica ao lado do prédio da prefeitura – na Praça Central -, e deve ser visita obrigatória, pois é famosa por guardar o sangue de Jesus Cristo há mais de 2 mil anos, trazida pelo Conde de Flandres, em 1250.

Igreja de Nossa Senhora

Passeio obrigatório para os amantes de arte, é lá que fica uma das estátuas mais famosas do mundo – “A Madonna e a Criança“, feita em 1504, por Michelangelo.

Na cidadezinha de filme você precisa conhecer ainda o Grote Markt, o Campanário de Bruges e a Prefeitura de Bruges. Se você curte cervejas artesanais, deve ir ao Huisbrouwerij De Halve Maan.

bruges na bélgica

Antuérpia

A Antuérpia é uma cidade portuária e fica às margens do rio Escalda. Por lá, você encontra lojas de diamantes e uma arquitetura flamenga que deixam os mais desavisados de boca aberta.

Conhecida pelos seus diamantes, a cidade possui uma imensa concentração de lojas de joias. Porém, mais do que isto, a cidade possui um belíssimo centro histórico e uma catedral que é Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Com menos atrações do que suas irmãs, um bate e volta já está de bom tamanho.

Meirstraat

Principal rua da cidade, é lá onde o comércio se concentra e onde fica o Palácio Real de Antuérpia, do século XVIII.

Grote Markt

A Praça Central da cidade, onde está o suntuoso prédio da prefeitura. Além disto, bem no meio da praça fica a famosa estátua de Brabo e inúmeros cafés e restaurantes.

Aproveite para visitar também a Catedral de Nossa Senhora, o Museu de Aan de Stroom, o castelo de Het Steen e o zoológico da Antuérpia, entre outros pontos turísticos da cidade.

antuérpia na bélgica

Ghent

Ela é a terceira maior cidade do país e a preferida de muitas pessoas que fazem turismo na Bélgica. Com um belo centro histórico, Ghent possui o charme de Bruges, com a agitação da capital, o que dá uma mistura perfeita.

A menos de uma hora de trem de Bruxelas, a cidade é perfeita para um bate e volta.

Ponte de São Michel

É considerada pelos turistas o lugar mais fotogênico de toda a cidade. Do outro lado da ponte fica a Igreja de São Michel, que é uma construção do século XI.

Bairro Patershol

Bairro histórico, com muitas construções originais, este era o antigo endereço do comércio de couro em Ghent. Atualmente, o bairro é uma referência pela gastronomia e design.

Castelo dos Condes

Bem no meio da cidade está esta construção impressionante. Chamado de Gravensteen, o prédio que vemos hoje é do século XII, mas a fortaleza data da ocupação romana. São 24 torres e muralhas bem altas, de onde se tem uma vista incrível de Ghent.

Visite também  a Catedral de São Bavão, o Campanário de Ghent, o canal de Graslei, caminhe ao lado do Rio Lys e aproveite ao máximo!

castelo de gerald em ghent

Liège

A quarta maior cidade do país é famosa pelas feiras folclóricas e vida noturna. Liège causa impacto visual logo que chegamos, pois possui inúmeras pontes, belas e grandiosas.

No entanto, a cidade em si não é tão linda quanto Bruges, Ghent ou até mesmo capital – Bruxelas. É lá que estão diversas fábricas de cerveja.

Palais des Princes-Evêques

Este edifício agora abriga o Tribunal de Justiça e a sede do governo da Valónia, mas já foi o antigo palácio dos príncipes-bispos.

Museu da Vida Valona

Localizado em um antigo mosteiro do século XVII, dentro encontram-se milhares de documentos que ilustram a vida e a cultura na região da Valônia.

Conheça 10 curiosidades da Bélgica, antes da sua viagem para o continente europeu.

Roteiro de 3 dias em Bruxelas, na Bélgica

Pensando em quando você for fazer turismo na Bélgica, criamos um roteiro interessante de três dias pela capital do país Bruxelas, confira a seguir:

Dia 1

No primeiro dia se impressione com a Grand Place, a praça definida por Victor Hugo como a mais bonita do mundo. Depois vá caminhando ate o Manneken Pis, conheça as Galeries Reais de Saint Hubert, almoce no Chez León.

Depois, caminhe pela Rua Antoine Dansaert, vá até o Palácio da Bolsa, tome umas cervejas no Le Roi de Belges e, se for de balada, finalize o dia no Club La Vilaine.

Dia 2

No segundo dia visite o Mercado da Place du Seu de Balle, conheça a Place du Sablon, o Museu das Histórias em Quadrinhos (CBBD), o Palácio de Belas Artes (Bozar) e deguste as melhores cervejas da Europa no Delirium Café.

Dia 3

No terceiro e último dia na cidade visite o Domínio de Laeken, o Atomium, o Parlamento Europeu, o Museu e Parque do Cinquentenário, La Maison Cauchie e não deixe de tomar uma cerveja artesanal na Chez Moeder Lambic.

Dica: se você tem pouco tempo no país, pode optar por fazer uma excursão de um dia por Ghent e Bruges saindo de Bruxelas. Reserve no Get Your Guide por 47€ por pessoa.

Quanto custa uma viagem de turismo na Bélgica

Com o Euro como moeda oficial, a Bélgica é mais barata do que a França ou Inglaterra, mas segue a média dos países da Europa ocidental.

Hospedagem

Apesar de Bruxelas ser a cidade mais cara em termos de hospedagem, lá existem mais opções de hotéis. É possível, por exemplo, ficar hospedado em um hotel confortável no centro da cidade, e pagar uma média de 70€ em um quarto duplo.

O melhor é calcular 50€ por dia de hospedagem por pessoa, a não ser que você fique em um hostel ou quarto no Airbnb.

Alimentação

Calcule uma média de 15€ a refeição completa por pessoa. Não deixe de experimentar a batata frita, extremamente popular no país. As famosas fritas belgas vendem em todo lugar e custam em média 4€.

Não se esqueça: o segredo para economizar com a alimentação é fazer apenas uma refeição por dia em restaurante. Esta é a grande vantagem de alugar um apartamento. Fazendo compras no supermercado você consegue economizar bastante.

Alimentação de rua Preço
Cerveja 4,50€
Almoço em restaurante barato 12€
Refeição para 2 pessoas em restaurante mediano 40€
Cappuccino 2,50€

 

Supermercado Preço
Leite (1 litro) 0,82€
Garrafa de vinho 7€
Água (garrafa de 1,5 litro) 0,48€
Barra de chocolate 1,89€
Cerveja local 0,90€

Passeios

A Bélgica possui muitos passeios abertos, como praças e passeios de barco pelos canais. Além disto, as diversas igrejas também são imperdíveis – e todas de graça.

Os museus costumam custar em média 10€, sendo que estudantes até 26 anos pagam meia entrada.

Na capital, uma boa opção é comprar o Brussels Travel Card. Saiba o que é, quanto custa e como usar.

Transporte

Valorize andar a pé, pois além de economizar, esta é a melhor maneira de conhecer uma cidade. No entanto, bilhetes de ônibus e metrô custam entre 2€ e 3€.

Já uma viagem de trem, por exemplo, de Bruxelas à Bruges, costuma custar entre 10€ e 15€.

Quando ir

Visitar os países da Europa na primavera e no outono (de maio a outubro) é sempre uma boa pedida. Não há super lotação de pessoas e os preços são mais baixos, além disto o clima é mais ameno.

Porém, se você não liga para o frio de temperaturas negativas no continente europeu, pode ir no outono ou no inverno e encontrar passagens mais baratas quando for fazer turismo na Bélgica. A Bélgica possui temperaturas médias de 7ºC  no inverno, e 25ºC no verão.

No verão, entre julho e agosto, tudo é mais caro e você poderá enfrentar filas. Mas a Bélgica é dos países menos visitados da Europa, portanto não terá problemas com turismo de massa.

Como viajar para a Bélgica

Avião

Não existem voos diretos do Brasil para a Bélgica, mas diversas companhias voam diariamente para o país, sendo que você poderá fazer escala em diversos países.

Para economizar na passagem aérea, não se esqueça de comprá-la antecipadamente, cerca de 6 meses antes no mínimo.

Utilize sites que comparam o melhor preço para você, como nosso parceiro Kayak. Você irá economizar tempo e dinheiro.

Trem e ônibus

No entanto, depois que você já estiver na Bélgica, o ideal e mais prático é utilizar o trem para se locomover de uma cidade à outra. A Bélgica é um país pequeno e você não pagará mais de 20€ entre um deslocamento e outro.

Porém, ainda mais barato do que o trem é viajar de ônibus. Empresas como FlixBus e Eurolines, às vezes, fazem umas promoções que não dá para perder.

Como se locomover na Bélgica

Quando dentro das cidades, tenha sempre moedas para poder comprar bilhetes de ônibus e metrô, que custam em média entre 2€ e 3€ e valem 2 horas.

No entanto, se o clima ajudar, dê preferência a andar a pé, ou até mesmo de bicicleta. Além de ser mais barato, esta é a melhor maneira de se conhecer uma cidade.

Planejando sua viagem de turismo na Bélgica

É preciso visto para fazer turismo na Bélgica?

Não é necessário visto para fazer turismo na Bélgica. Confira os documentos necessários para visitar o país europeu por até 3 meses:

  • Passaporte válido até no mínimo três meses após a data da partida do Espaço Schengen;
  • Passagem para saída do Espaço Schengen em até 90 dias da data de entrada. A permanência máxima permitida é de 90 dias a cada período de 180 dias;
  • Comprovante de recursos financeiros para arcar com despesas de no mínimo 50€ por dia (dinheiro, cartão de crédito com extrato, traveller-checks, etc.);
  • Comprovante de hospedagem (reserva de hotel ou convite por escrito do anfitrião, por exemplo);
  • Seguro-viagem com cobertura mínima de 30.000€.

Seguro Viagem para Bélgica

Não se esqueça que é obrigatório ter seguro viagem para entrar na Bélgica, já que o país faz parte do Tratado de Schengen.

Para ter uma ideia de custo, utilize o nosso comparador seguro viagem, uma parceria com o portal Seguros Promo. Os planos com melhor custo benefício custam uma média de R$12 a R$18, por dia.

Dica: para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICAS5 (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%).

Gastronomia belga

A gastronomia belga não poderia ficar de fora deste artigo. Rica e diversa, todo mundo sabe que a Bélgica é o país do chocolate, batata frita e cerveja. Mas, muito além disto, você irá comer muito bem se procurar os pratos típicos.

Mexilhões com fritas é um clássico que não pode ficar de fora de sua viagem. Isto sem falar nas centenas de lojas de waffles, com os mais variados sabores e acompanhamentos.

No inverno, não deixe de experimentar o delicioso Waterzooi, um cozido de peixe ou frango com legumes e outros vegetais e molho de ovos e nata.

Não saia da Bélgica sem comer as deliciosas moles-frites (mexilhão com batata frita) e uma taça de La Dame Blanche (sorvete de baunilha com chocolate derretido, cereja e chantilly).

Ah! E não deixe de experimentar uma cerveja diferente por dia, afinal, você está na terra da cerveja e o que não falta são cervejas boas.

Informações úteis

Idioma

Francês, holandês e alemão

Moeda

Euro

Horário local

UTC/GMT +1 hora, o que significa que a diferença de fuso entre o Brasil pode ser de 4 ou 5 horas.

DDI

+32

Tomada

As tomadas elétricas na Bélgica são do tipo C e E, com os pinos redondos.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autores

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.