Com suas praias paradisíacas, as ilhas da Grécia fazem parte do sonho de muitos viajantes. Ao todo, são cerca de 6 mil ilhas, das quais apenas 227 são habitadas.

A paisagem muda conforme a localização de cada uma, mas uma coisa é certa: são quilômetros de praias com água cristalina, grutas, montanhas e beleza natural de tirar o fôlego. Que tal investir nesta viagem?

Quais as melhores ilhas da Grécia para visitar?

Entre as melhores ilhas da Grécia para se visitar estão Santorini, Mykonos, Paros, Corfu, Zakynthos, Kefalonia e Rhodes.

Mar com água transparente e cores que variam entre azul e verde, praia de areia ou muitas vezes com as típicas pedrinhas, céu quase sempre azul, a deliciosa comida grega e muito lugar bonito para explorar. Se procura por tudo isso, essa viagem é para você. As praias da Grécia realmente não decepcionam!

Mas lembre-se que para conhecer todas as ilhas uma vida inteira não será suficiente! Então vamos falar das que mais atraem turistas do mundo todo.

1. Santorini

Quando se fala em ilhas da Grécia, normalmente a primeira imagem que nos vem à mente é uma vila repleta de casas brancas com portas e janelas azuis e igrejas com cúpulas azuis. Santorini é isso e muito mais, é um sonho! Por esse motivo, não pode ficar de fora do seu planejamento. É aquele lugar que tem que ir pelo menos uma vez na vida.

Santorini faz parte das Ilhas Cíclades e encontra-se no sul do mar Egeu. Sua beleza é resultado de atividades vulcânicas na região. Por volta do século XVII a.C. uma grande erupção resultou no colapso do centro da ilha, criando uma caldeira (depressão causada pela atividade vulcânica) em forma de meia-lua pela qual a ilha é famosa, sendo que metade dela está submersa.

Programe-se para ter pelo menos 2 dias inteiros para ver o principal, mas o ideal é ficar entre 4 e 5 dias e assim você conhecerá os vilarejos mais importantes.

O que fazer em Santorini?

Na ilha que exala romantismo, a indispensável — e mais aguardada atividade — é ver o pôr do sol no vilarejo de Oia. E aqui se encaixa aquela brincadeira da expectativa x realidade.

Eu esperava encontrar um lugar calmo e tranquilo para apreciar o sol se pondo sobre o mar Egeu. Mas, na verdade, o que aconteceu foi uma verdadeira multidão se amontoando e disputando um espaço para tirar boas fotos deste espetáculo da natureza.

Depois de andar e procurar bastante, encontrei um cantinho para ficar, no muro com vista para o mar. Após algum tempo, o sol foi baixando até se pôr totalmente, deixando o cenário avermelhado. Muito emocionante!

A capital da ilha, Fira, é outro ponto para visitar (ou um lugar para se hospedar). Tem muitos hotéis, é repleta de restaurantes, cafés, bares, museus, lojas e uma vida noturna badalada. A cidade fica no topo da colina da caldeira vulcânica. Lá do alto, a vista para o mar Egeu é estonteante!

Além destas duas cidades, você também pode conhecer:

  • Megalochori: tem vinícolas e adegas;
  • Ruínas de Akrotiri: sítio arqueológico que preserva ruínas da antiga cidade minoica de Santorini;
  • Imerovigli: fica entre Fira e Oia e tem hotéis de luxo com vistas panorâmicas;
  • Perissa: cidade com praia de areia negra.

Onde ficar em Santorini?

Santorini é considerada uma ilha cara, mas pesquisando é possível encontrar preços mais acessíveis, principalmente se você não fizer questão de se hospedar em Oia.

Onde ficar Tipo de acomodação Avaliação dos hóspedes Valor médio da diária*
King Thiras Hotel 2 estrelas 9,1 R$ 448
Anatoli Hotel & Spa 3 estrelas 8,9 R$ 922
La Perla Villas and Suites – Adults Only 5 estrelas 9,5 R$ 3.035

*Valores pesquisados com 7 meses de antecedência (para início de maio de 2024); diária para casal.

2. Mykonos

Ilha grega sinônimo de glamour e sofisticação, Mykonos é um paraíso para artistas e celebridades do mundo todo que a escolhem para desfrutar os dias quentes do verão europeu. Mas os mortais também podem — e devem — visitá-la.

Conhecida por ser uma das ilhas mais caras da Grécia, junto com Santorini, Mykonos é um destino de festa, com animada vida noturna. Durante o dia, no entanto, reinam as praias de água cristalina.

Para aproveitar o que esta outra ilha das Cíclades tem de bom, planeje uma estadia de 3 a 5 dias.

O que fazer em Mykonos?

Comece fazendo um passeio a pé por Mykonos Town, a capital também chamada de Chora. Lá estão os hotéis, restaurantes, bares e muitas lojas. Casas brancas com portas e janelas azuis dão um charme especial. Se não se hospedar aqui, vale a pena visitar esta região, tanto durante o dia como à noite.

Também na capital, passeie por Little Venice, uma das áreas mais pitorescas da ilha. É famosa pelos prédios brancos de janelas coloridas à beira-mar, que lembram os canais de Veneza. Aproveite os bares, restaurantes e cafés, e admire o pôr do sol e a vista dos moinhos de vento.

As praias de Mykonos são uma atração à parte, com água clara e areia fina e dourada. Não deixe de conhecer Paradise Beach, Platis Gialos, Psarou Beach, Elia Beach, Paraga Beach e Ornos Beach. Também pode aproveitar para fazer um cruzeiro por Mykonos.

Praia em Mykonos, uma das principais ilhas da Grécia
Com mar em vários tons de azul, Elia Beach é uma praia para quem busca tranquilidade

As praias são públicas e gratuitas, mas se a ideia é ficar em um beach club ou alugar cadeira e guarda-sol, prepare o bolso! Na alta temporada, um conjunto de duas cadeiras e um guarda-sol pode custar por volta de 80 euros, ou mais, dependendo da praia.

Quem gosta de vida noturna agitada, está no lugar certo! Mykonos é a ilha da balada. Tem inúmeros bares, clubes e beach clubs que oferecem muitas opções de música e diversão.

Onde ficar em Mykonos?

Conhecida como destino de luxo, Mykonos é considerada uma das ilhas mais caras da Grécia, junto com Santorini. Por isso, conseguir uma hospedagem mais acessível exige pesquisa, além de ter que evitar os meses de alta temporada.

Onde ficar Tipo de acomodação Avaliação dos hóspedes Valor médio da diária
Hotel Milena Hotel 1 estrela 9,4 R$ 486
Paradise View Hotel  Hotel 3 estrelas 9,5 R$ 950
Nissaki Boutique Hotel Hotel 5 estrelas 9,3 R$ 1.888

*Valores pesquisados com 7 meses de antecedência (para início de maio de 2024); diária para casal.

3. Paros

Localizada entre Mykonos e Santorini, Paros é outra ilha da Grécia que faz parte das Cíclades. Aliás, é uma das maiores. Na antiguidade, a ilha era conhecida por seu mármore branco de alta qualidade, utilizado na arquitetura e em esculturas, entre elas, famosas obras como a Vênus de Milo.

As típicas casinhas brancas com janelas e portas azuis também estão por aqui, assim como as igrejas com cúpula azul.

Uma viagem para Paros requer no mínimo 3 dias, mas se quiser conhecer a ilha com mais calma e relaxar nas praias, fique pelo menos 7 dias.

O que fazer em Paros?

Com belas praias em toda a costa e construções históricas, Paros tem atividades para todos os gostos. Mas a principal atração da ilha é Naoussa, uma pitoresca vila de pescadores.

Lá você vai encontrar ruazinhas floridas, elegantes lojas de artesanato, boutiques de luxo, hotéis, muitos restaurantes e uma vida noturna muito animada, com bares lotados. É uma delícia passear nesta região e comer em restaurantes com vista para o mar.

Barcos e restaurantes na ilha de Paros
A pitoresca vila de pescadores de Naoussa merece a sua visita. A vila é encantadora! Foto: Denise Döbbeck

A vila lembra Mykonos e, talvez por isso, de uns tempos para cá, a ilha tem se tornado uma “pequena Mykonos”. Bares e restaurantes mais simples deram lugar a outros super sofisticados e, claro, com preços bem mais altos.

O que era antes uma vila tranquila, virou um local requintado de balada, com música e agitação. Estive em Paros com a diferença de dois anos entre uma viagem e outra, e pude comprovar a diferença.

Outra vila imperdível é Parikia, a capital de Paros, onde fica o porto. Considerada o centro histórica da ilha, também é um charme, com ruas estreitas, muitas flores, lojas de artesanatos e uma infinidade de restaurantes. Há até uma avenida perto do mar com diversas opções de lugares para comer, um seguido do outro.

Quem gosta de história, não pode deixar de visitar o complexo de igrejas bizantinas Panagia Ekatontapiliani, um dos mais bem preservados monumentos da Grécia, do ano 326.

Também vale a pena conhecer:

  • Lefkes: aldeia típica do interior com ruas estreitas e casas construídas em anfiteatro, nas encostas de uma montanha;
  • Piso Livaldi: pequena vila com um porto e lindas praias;
  • Paros Park: ideal para quem gosta de caminhar, o parque tem três trilhas na costa da ilha;
  • Marathi: vila conhecida pelas pedreiras de mármore.

Paros tem belas praias em toda a costa, entre as melhores estão Kolymbithres, Santa Maria, Golden Beach, Punda, Livadia, Agia Irini e Logaras.

Onde ficar em Paros?

Paros é uma ilha grande; por isso, há diversas opções de região para se hospedar. Ainda assim, se preferir ficar nas áreas mais procuradas, as principais são Naoussa e Parikia.

Onde Ficar Tipo de acomodação Avaliação dos hóspedes Valor médio da diária
Hotel Dina  Hotel 1 estrela 9,5 R$ 308
Adonis Hotel Studios & Apartments Hotel 3 estrelas 9,4 R$ 851
Cove Paros Hotel 5 estrelas 9,2 R$ 2.227

*Valores pesquisados com 7 meses de antecedência (para início de maio de 2024); diária para casal.

4. Corfu

Outra ilha da Grécia bastante conhecida pelos turistas é Corfu. Localizada entre a Grécia e a Itália, coladinha na Albânia, faz parte do conjunto de ilhas chamada Jônicas e é banhada pelo mar Jônico. Uma das maiores e mais verdes ilhas gregas, é conhecida pela beleza natural.

Programe-se para ficar pelo menos 3 dias inteiros na ilha e, se quiser conhecê-la com tranquilidade, fique entre 5 a 7 dias.

O que fazer em Corfu?

Não é à toa que Corfu é uma das ilhas mais visitadas, ela tem tudo o que o turista procura: rico patrimônio cultural com monumentos históricos, exuberante paisagem natural e mar com água cristalina. A ilha é bem grande e tem muitas opções de belas praias para aproveitar.

Você pode começar seu passeio pela capital, a super preservada Corfu Town. Patrimônio Mundial da UNESCO, tem palácios, fortalezas e diversas igrejas em meio a ruazinhas de paralelepípedo. E, claro, tem também inúmeros restaurantes e lojas de artesanato.

As construções seguem o estilo veneziano, resultado da dominação da ilha por este povo. Muitas vezes irá parecer que você está andando pelas ruas da Itália! No centro histórico, conheça a Antiga Fortaleza, construída no século XV.

Conheça também:

  • Achilleion Palace: situada na vila de Gastorui, próxima à capital, foi a antiga residência de verão da Imperatriz Sissi da Áustria;
  • Praias: relaxe nas belas praias em toda a costa da ilha. Entre as mais conhecidas estão o Canal d’Amour, Dassia Bay, Glyfada, Paleokastritsa, Agios Spiridon, Sidari e Agios Gordios. Aproveite para fazer um cruzeiro de Corfu para outras ilhas;
  • Museus: não deixe de visitar os museus de Corfu como o Museu de Arte Asiática e o Museu Arqueológico;
  • Aproveite a vida noturna da ilha: especialmente na capital, onde há muitos bares;
  • Vilas: explore os vilarejos da ilha como Peroulades, Kassiopi, Pelekas, entre outros.

Onde ficar em Corfu?

Entre as melhores regiões para ficar em Corfu estão a capital da ilha, Kerkyra (ou Corfu Town), a animada região de Kavos e Paleokastritsa, onde estão as praias mais famosas da ilha.

Onde Ficar  Tipo de acomodação Avaliação dos hóspedes Valor médio da diária*
Phivos Hotel Hotel 1 estrela 8,7 R$ 190
Archontiko Petrettini Boutique Hotel Hotel 3 estrelas 9 R$ 541
Angsana Corfu Resort & Spa Hotel 5 estrelas 9,2 R$ 1.534

*Valores pesquisados com 7 meses de antecedência (para início de maio de 2024); diária para casal.

5. Zakynthos

Localizada no arquipélago das ilhas Jônicas, Zakynthos é mundialmente conhecida pela Navagio Beach, uma das praias mais lindas e fotografadas da Grécia. Quem gosta de viagem — e praia — já deve ter ouvido falar dela alguma vez na vida. E esse é apenas um dos muitos motivos para visitar esta, que é uma das ilhas da Grécia.

Na cidade, a arquitetura veneziana domina a paisagem. E o melhor: a ilha tem preços acessíveis em relação a Santorini e Mykonos.

Para fazer apenas os principais passeios, fique 2 dias inteiros, porém para aproveitar mais as praias, separe 5 dias para esta ilha.

O que fazer em Zakynthos?

O principal programa não poderia deixar de ser a Navagio Beach. Águas incrivelmente azuis, areia branca, falésias e um navio encalhado, tudo isso fez dela uma das praias mais bonitas do mundo.

Navagio Beach, na ilha de Zakynthos, Grécia
A beleza de Navagio Beach é conhecida no mundo todo e ela é deslumbrante!

Para começar, a praia pode ser admirada a partir de um mirante. Lá do alto, a vista panorâmica é indescritível e rende milhares de fotos. Já para nadar, para a tristeza dos turistas, Navagio permaneceu fechada durante todo o verão de 2023 devido a risco de deslizamento.

A expectativa era abrir a partir de outubro de 2023, mas até agora (novembro) ainda não há nova atualização.

A praia só é acessível por meio de barco e o ideal é fazer uma excursão para a Navagio para mergulhar no mar que é uma verdadeira piscina natural. Outro passeio de barco imperdível, que pode ser feito no mesmo dia da Navagio Beach é pelas Blue Caves, as grutas com águas em tons de azul.

Conheça também:

  • Zakynthos Town: a capital da ilha. Caminhe pela Strata Marina, com vários cafés e restaurantes e visite o Mosteiro de Agios Dionysios, que guarda relíquias de São Dionísio, o padroeiro de Zakynthos;
  • Praias: além de Navagio, a ilha tem diversas outras belas praias para relaxar, entre elas Porto Limnionas, Xigia, Makris Gialos, Laganas, Gerakas, Keri Beach e outras na península de Vassilikos;
  • Vida noturna: gosta de balada? A cidade de Laganas é conhecida pela agitada vida noturna, com muitos bares e clubes.

Onde ficar em Zakynthos?

Confira os melhores lugares onde ficar em Zankythos:

Onde ficar  Tipo de acomodação Avaliação dos hóspedes Valor médio da diária*
Sofia – Yiota Studios & Apartments Estúdio 9,3 R$ 214
Club Zante Praia Hotel 3 estrelas 8,7 R$ 586
Lesante Blu – Adults Only Hotel 5 estrelas 9,4 R$ 1.579

*Valores pesquisados com 7 meses de antecedência (para início de maio de 2024); diária para casal.

6. Kefalonia

Mais uma das ilhas da Grécia que faz parte do roteiro dos turistas. Maior ilha do arquipélago das Jônicas, a arborizada Kefalonia tem praias incríveis com água azul-esverdeada, charmosos vilarejos e cavernas. E, assim como Zakynthos, também tem preços acessíveis.

Em um paraíso como este, a vontade é de nem voltar mais para casa. Como não é o caso, fique no mínimo 3 dias inteiros para conhecer o principal. Claro que com mais dias disponíveis, é possível aproveitar a ilha com mais tranquilidade.

O que fazer em Kafalonia?

Kefalonia é uma das melhores ilhas da Grécia para os turistas que procuram praias incríveis. Myrtos Beach é a mais famosa, situada em uma baía e rodeada por montanhas cobertas por vegetação, suas águas têm um azul indescritível!

Myrtos Beach, em Kefalonia, é uma das praias mais bonitas da Grécia.
Myrtos Beach é um bom lugar para quem busca tranquilidade nas ilhas da Grécia

Não é à toa que é considerada uma das praias mais bonitas da Grécia. Mas atenção: procure levar uma sapatilha própria na mala, já que a praia é de pedrinhas.

Outras praias que valem uma visita são Antisamos, Xi Beach, Makris Gialos e Skala Beach. E esteja preparado para usar a sapatilha em outras praias, pois muitas são de pedras.

Outras atrações da ilha:

  • Argostoli: é a capital de Kefalonia. Rodeada por colinas, a cidade tem construções que preservam a arquitetura veneziana. Um dos principais pontos é a Bosset Bridge, a maior ponte de pedra do mundo que atravessa o oceano;
  • Assos: construída em uma pequena península, a pitoresca vila tem casas coloridas e um castelo veneziano em ruínas;
  • Fiskardo: outra pequena vila com casas coloridas à beira-mar;
  • Cavernas: faça um passeio de barco pela caverna Melissani para admirar o lago subterrâneo e, a pé, explore a caverna Drogarati, com formações de estalactites e estalagmites;
  • Trilhas: para quem gosta de trilhas e caminhadas, a ilha oferece várias alternativas com vistas panorâmicas.

Onde ficar em Kefalonia?

A melhor região para se hospedar em Kefalonia é na capital, Argostoli, por ter maior variedade de hotéis, muito comércio e pontos turísticos. Se preferir uma região mais tranquila, hospede-se em Fiskardo.

Onde ficar Tipo de acomodação  Avaliação dos hóspedes Valor médio da diária*
Garbis Villas & Apartments  Estúdio 9 R$ 289
King A Hotel 3 estrelas 9,1 R$ 458
Emelisse Nature Resort Hotel 5 estrelas 9,2 R$ 1.485

*Valores pesquisados com 7 meses de antecedência (para início de maio de 2024); diária para casal.

7. Rhodes

Maior ilha do arquipélago do Dodecaneso, Rhodes fica perto da costa da Turquia. Essa ilha da Grécia, que faz parte do roteiro de muitos turistas, é famosa por ter de tudo um pouco: praias paradisíacas com muitos resorts, monumentos medievais e sítios arqueológicos.

Sua capital, a cidade medieval de Rhodes, é Patrimônio Mundial da Unesco. Ruazinhas de paralelepípedo cercadas por muralhas são emolduradas pelas construções de arquitetura que misturam influências medievais, renascentistas e otomanas.

A ilha é grande e tem muitas atividades, então programe-se para ficar no mínimo 3 dias inteiros. O ideal, para fazer tudo com calma, é por volta de 5 dias. E você ainda pode aproveitar para fazer um roteiro Grécia e Turquia.

O que fazer em Rhodes?

Em uma viagem para Rhodes é indispensável passear pela muito bem preservada cidade medieval. Caminhe pelas ruas e conheça o Palácio do Grão-Mestre, a Rua dos Cavaleiros, as muralhas medievais e as igrejas e mesquitas. Para completar a parte cultural, visite os belos museus, como o Museu Arqueológico e o Museu Bizantino.

Fora da cidade murada há o principal porto da ilha, e onde ficava o antigo Colosso de Rhodes, uma das maiores esculturas construídas na antiguidade, que representava o deus grego do sol. Erguida no início do século III a.C., essa que foi uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo foi destruída após um devastador terremoto alguns anos depois.

Entre uma atração e outra, nada melhor do que relaxar nas maravilhosas praias. Entre as melhores estão Elli, Tsambika, Faliraki, Anthony Quinn Bay e Prasonisi.

Outras atividades:

  • Lindos: visite a acrópole de Lindos, localizada no alto da montanha, rodeada por praias de águas cristalinas. É um passeio imperdível, pois o lugar é lindíssimo!;
  • Kalllithea: o vilarejo com casas coloridas fica no norte da ilha;
  • Kameiros: é uma das três cidades antigas de Rhodes. É possível visitar suas ruínas, que ficam localizadas em um sítio arqueológico ao ar livre.

Onde ficar em Rhodes?

Um dos melhores lugares para ficar na ilha é em Rhodes Old Town, ou seja, a cidade medieval. É lá que estão as atrações históricas, além de restaurantes, cafés, lojas e museus. Se quiser ficar perto das praias, hospede-se na parte nova cidade.

Onde ficar Tipo de acomodação Avaliação dos hóspedes Valor médio da diária*
Vivian Studios Hotel 1 estrela 9,2 R$ 221
Saint Michel Boutique Hotel Hotel 3 estrelas 9 R$ 428
10GR Boutique Hotel & Wine Bar Hotel 5 estrelas 9,4 R$ 1.049

*Valores pesquisados com 7 meses de antecedência (para início de maio de 2024); diária para casal.

Qual a melhor época para conhecer as ilhas da Grécia?

A melhor época para conhecer as ilhas da Grécia é entre maio e início de outubro. Em maio a temperatura já é agradável e as ilhas estão tranquilas.

Se você procura agito, vida noturna animada e quer curtir um pouco dos melhores destinos de verão na Europa, vá a partir de junho. Julho e agosto são os meses mais caros e lotados, já que é o pico do verão e o período de férias dos europeus.

Como se locomover nas ilhas da Grécia?

Para se locomover entre as ilhas há duas opções: avião ou ferry, em ambos há vantagens e desvantagens. A escolha depende do tempo que se tem disponível, dos valores e do tipo de viagem que cada turista procura. É preciso pesquisar as alternativas para encontrar a que melhor se adequa a você.

Avião

Muitas vezes chega mais rápido ao destino. De Atenas para Santorini, por exemplo, a duração do voo é de cerca de 45 minutos. Por outro lado, é preciso contar a antecedência com que deve-se chegar ao aeroporto e, se houver muitas malas para despachar, pode ficar mais caro do que um ferry.

Só lembrando que se for uma viagem entre ilhas, não há voo direto. Isso significa haver necessariamente uma conexão em Atenas.

Ferry

Uma viagem com ferry lento chega a demorar cerca de 5 ou 6 horas, ou mais a partir de Atenas, dependendo da ilha escolhida. Em compensação, pode ser mais em conta do que viajar de avião ou escolher um ferry rápido.

Esta opção é para quem não tem pressa e pode “perder” este tempo em deslocamento. Já quem quer chegar logo ao destino, mas prefere evitar avião, há a alternativa do ferry rápido.

Já a locomoção nas ilhas pode ser com carro alugado, táxi ou transporte público. Em geral, algumas ilhas como Santorini, Mykonos e Paros têm um bom serviço de ônibus público. Mas se você quiser ir para praias ou vilarejos mais afastados, os ônibus podem não ser tão frequentes.

Vale a pena alugar carro nas ilhas da Grécia?

Sim, vale a pena alugar carro nas ilhas da Grécia, principalmente se você quer ter independência para visitar muitas praias ou vilarejos mais distantes. As estradas são muito bonitas e, além do conforto, não se perde tempo com transporte público.

Sem contar que há ilhas grandes como Corfu, Zakynthos e Kefalonia onde o transporte público não é bom e nada melhor do que um carro para percorrer longas distâncias até as praias ou outras vilas.

Além disso, se estiver viajando de ferry, é possível fazer este deslocamento entre as ilhas de carro, pagando uma taxa pelo veículo na hora de reservar o barco. Para alugar um carro, você pode pesquisar os valores e escolher o que melhor se adequa ao seu orçamento utilizando a DiscoverCars, um comparador de aluguel de carros.

Ficar conectado na Europa nunca foi tão fácil

Com a America Chip você tem internet 4G ilimitada durante toda a viagem. Escolha entre o chip e o eSIM e aproveite a Europa com a melhor conexão a partir de USD 40.

Ver Planos →

Planejando seu roteiro para as ilhas da Grécia

Uma viagem para a Grécia e suas ilhas requer bastante planejamento, principalmente se o intuito for conhecer mais de uma ilha. Hospedagem, deslocamentos, o que visitar em cada lugar. É preciso pensar em tudo isso para aproveitar a viagem ao máximo sem perder tempo.

Escolha da hospedagem

A escolha da hospedagem depende do gosto — e do bolso — de cada turista. Há infinitas opções de hotéis, desde os luxuosos até os mais simples, e isso vale igualmente para apartamentos.

Em relação à localização, quem quiser, além de frequentar praias, passear e conhecer o dia a dia nas ilhas da Grécia, deve ficar no centro, na parte histórica e comercial. Já se a prioridade for para as praias, escolha uma entre as tantas maravilhosas, e acorde já em frente ao mar.

Programe os passeios com antecedência

Após decidir as ilhas que serão visitadas, chegou a hora de programar os passeios. Em muitas ilhas há a possibilidade de fazer passeios de barco para mergulho e excursão para outras menores nas proximidades. O site GetYourGuide oferece diversas atividades que você pode reservar com antecedência.

Fique conectado durante a viagem

Item essencial em qualquer viagem é o acesso à internet. Seja para pesquisar um lugar de interesse para conhecer, ver dicas de praias e restaurantes, usar o WhatsApp e postar fotos, ter internet, em qualquer hora e qualquer lugar, já virou uma regra.

Quer uma dica? A America Chip tem chip de internet ilimitada para a Europa que custa a partir de USD 40 dólares e ele é enviado para a sua casa no Brasil, ou seja, você já chega à Grécia conectado.

O que saber antes de viajar para as ilhas da Grécia?

Para organizar a viagem para as ilhas da Grécia, você precisa fazer um checklist!

Seguro viagem é obrigatório

Além de obrigatório, o seguro viagem para a Europa é fundamental, pois traz tranquilidade em casos de imprevistos ou acidentes durante suas férias. Nunca viaje sem fazer um seguro.

Você pode fazer uma cotação no Seguros Promo, só tenha em mente que o valor da cobertura para as despesas médicas e hospitalares (DMH) precisa ser igual ou superior a 30 mil euros, ou o equivalente em outra moeda.

Documentação e visto

Como parte do planejamento da viagem, esteja atento aos documentos necessários para o embarque:

  • Passaporte com validade de pelo menos três meses após a data de retorno prevista;
  • Apólice do seguro viagem;
  • Passagem aérea de ida e volta;
  • Comprovante de reserva de hospedagem;
  • Cartão de crédito internacional ou comprovante que mostre suas condições financeiras para a viagem.

Pelo menos até o final de 2024, nada muda em relação à isenção de vistos para brasileiros que viajam para a Europa. A autorização de viagem eletrônica criada pela Comissão Europeia, o Etias (Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem), que  entrará em vigor apenas em 2025.

Levar dinheiro

Viajar com muito dinheiro em espécie é sempre arriscado. O ideal é levar um pouco de euros em mãos e, para o restante do valor, adquirir um cartão de débito internacional. Para isso, você pode solicitar o cartão Wise. É possível ter o cartão digital e o físico, e assim você pode pagar seus gastos em euros, sem a cobrança de tarifas abusivas.

Com estas informações disponíveis, você já pode se preparar para embarcar e curtir as ilhas da Grécia. Boa viagem!