Atenas: guia para visitar a cidade com três milênios de história

Visitar Grécia  / 

Atenas é dos destinos que contam a sua história ao ar livre. Basta caminhar pela cidade para conhecer suas memórias milenares. Elas ainda se misturam a uma cidade, hoje metrópole, moderna e contemporânea. Uma cidade velha com ares jovens, por assim dizer.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

É destino certo também para quem busca encaixar, entre os passeios, se deliciar com a gastronomia grega. Viaje no tempo por Atenas e saiba mais sobre a cidade por aqui.

Onde fica a cidade de Atenas

Além de capital da Grécia, Atenas é a maior cidade do país. Uma das mais antigas do mundo, a cidade fica na região Ática. Desde a antiguidade, Atenas é um centro artístico, estudantil e filosófico, além de ser berço da civilização ocidental e da democracia.

Tem como língua oficial o grego mas, por ser cosmopolita, facilmente comunica-se em inglês. Faz parte do Espaço Schengen e tem como moeda oficial o Euro.

Como ir à Atenas

Por enquanto, não existem voos diretos saindo do Brasil para Atenas. As companhias aéreas como TAP, Air France ou British Airways, costumam fazer o mínimo de uma escala em cidades como Madrid, Londres, Zurique, Roma e Lisboa. Compare as melhores ofertas de voo da TAP.

O aeroporto internacional de Atenas é o Elefetherios Venizelos e fica a apenas 27 quilômetros de distância do centro da cidade.

Quando for buscar a melhor tarifa, sugerimos fazer uma comparação utilizando o comparador do site Kayak. Os viajantes terão acesso aos melhores preços, de acordo com as datas possíveis. Ainda é possível colocar alertas de passagens, para receber sempre a baixa ou o aumento dos preços.

Outra maneira de chegar à cidade é de barco, em caso de cruzeiro. Existem opções saindo de Veneza, Bari, Brindisi ou Ancona. A chegada é na cidade de Patras, que fica a 200 quilômetros de distância de Atenas.

O trem também é uma possibilidade: as vias ferroviárias percorrem o lado leste do país. Se já estiver na Grécia, vá à Atenas a partir de outras cidades gregas ou por países como Turquia e Bulgária. Confira as opções no site da OSE, a companhia ferroviária do país.

Como se locomover em Atenas

Atenas é uma cidade bem distribuída e bem servida de transporte público, principalmente se ficar hospedado pelo centro. É, também, ótimo destino para quem preferir conhecê-la caminhando.

Porém, se precisar de transporte para se locomover, é possível utilizar algumas opções. Conheça as principais:

Metrô

A rede de metrô de Atenas não é tão extensa: conta com apenas 3 linhas e levam a locais chave como os portos de Pireus, a Estação de Trem, Acrópole e ao Aeroporto de Atenas (linha 3 – Azul).

O interessante é que as linhas foram construídas entre ruínas e objetos enterrados durante séculos. Algumas estações viraram pequenos museus, onde é possível ver restos arqueológicos.

As linhas funcionam das 5h30 à 00h30, indo até às 2h30 às sextas e sábados (apenas linhas 2 e 3).

Ônibus

Outro dos transportes públicos bom para uso turístico são as linhas de ônibus azuis e amarelos de Atenas. Eles funcionam de dia, das 5h à meia-noite.

Durante a madrugada, ficam disponíveis os ônibus que funcionam por 24 horas, como os que levam até a Praça Sintagma.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Bondes

Os bondes de Atenas são antigos e existem desde 1882. No entanto, em 1960 eles pararam de funcionar, voltando nos Jogos Olímpicos de 2004.

São 48 estações no total, com 3 linhas, e circulam das 5h30 à 1h da manhã. Nas sextas e sábados vão até mais tarde, parando de funcionar às 2h30 da madrugada.

Outros meios de transporte em Atenas

Uma boa opção de conhecer a cidade é utilizando os ônibus turísticos. São várias as opções para Atenas. Caso queira conhecer as praias, sugerimos o Atenas, Pireu, Riviera e Praias: Ônibus Hop-On Hop-Off, que pode ter duração de 24h ou 48 horas. Custa a partir de 12€ por pessoa.

Conheça mais a história de Atenas

Conhecida como uma cidade global, a história de Atenas é uma das mais antigas do mundo. Foi uma das principais cidade-estado na Grécia Antiga durante o período da civilização grega. Era a Idade do Ouro da Grécia, ainda antes de Cristo, entre os anos de 500 e 300.

Atenas foi o principal centro cultural e intelectual do Ocidente, além de centro de estudos até o período do Império Romano. Foi o berço da filosofia, mas teve suas escolas fechadas em 549 depois que o Império Bizantino foi convertido ao cristianismo e perdeu bastante o seu status, tornando-se provinciana.

Foi local de batalha pelos bizantinos entre os séculos XIII e XV e em 1458 caiu no poder do Império Otomano. Mas tornou a crescer.

Em 1986, recebeu os primeiros Jogos Olímpicos da era moderna: foi lá que tudo surgiu nos Jogos da Antiguidade, festival religioso e atlético que teve sua primeira edição em 776 a.C.

Durante a Segunda Guerra Mundial foi ocupada pelo exército alemão e decaiu. Depois de entrar para a União Europeia, em 1981, recebeu novos investimentos e passou a crescer, virando a cidade contemporânea que é hoje.

Acrópole Atenas

Veja os principais pontos de turismo na Grécia.

Lista de 10 passeios que devem estar no seu roteiro em Atenas

A Grécia é cheia de encantos que contam a história da nossa civilização. Alguns deles estão em Atenas. Separamos 10 das principais atrações da cidade para seu roteiro.

1. Acrópole

O lugar mais importante de toda a Grécia está em Atenas. A Acrópole de Atenas, ou Cidade Alta, foi sede dos principais locais da Antiga Grécia.

Construída há mais de 2.500 anos, o local é considerado o complexo patrimonial mais importante da cultura ocidental. Também exercia função defensiva, ficando localizada em lugar estratégico capaz de dominar cada ponto da cidade.

É ali que ficam alguns dos monumentos mais conhecidos da época clássica grega como Partenon, o Erecteion, o Propileu e o Templo de Atena Niké.

Praticamente toda destruída, o ideal é ir acompanhado de guia, para entender a importância do local para a civilização. É possível fazer um Tour Guiado na Acrópole em Pequenos Grupos com ingresso sem fila.

Localização: Athens 105 58, Grécia
Como chegar: Metrô: Monastiraki, linhas 1 e 3; Akropoli, linha 2
Horário: todos os dias, das 8h às 17h
Ingresso:
Entrada combinada adultos: 30€
Entrada combinada estudantes: 15€
Inclui: Acrópole, Ágora Antiga, Ágora romana, Teatro de Dionisio, Kerameikos, Templo de Zeus Olímpico, Biblioteca de Adriano, Ágora Romana e Ladeira Sul da Acrópole

2. Museu da Acrópole de Atenas

O Museu da Acrópole de Atenas é o mais importante e mais visitado da cidade, e pode ser conferido no mesmo dia da sua visita à Acrópole.

É uma boa forma de entender todo o complexo, pois sua coleção é dedicada à preservação e exposição dos restos encontrados no local. Junte à isso sua história e o funcionamento do lugar como principal centro religioso de Atenas.

Ele fica próximo, a apenas 300 metros de distância e é, ainda, importante obra arquitetônica. Na visita, confira em detalhes a Sala do Partenon e as Cariátides, estátuas que representam belas sacerdotisas e que atuavam como colunas no edifício do Erecteion.

Adquira o Ingresso Combo para a Acrópole e o Museu com antecedência.

Localização: Dionysiou Areopagitou 15, Athina 117 42, Grécia
Como chegar: Metrô: Acropolis, linha 2. Ônibus: Makryianni, linhas 24, 40, 57, 103, 106, 108, 111, 126, 134, 135, 136, 137, 155, 206, 208, 227, 230, 237, 790, 856, Α2, Α3, Α4, Β2, Β3, Β4, Ε2 e Ε22
Horário:
De 1º de abril a 31 de outubro:
Segunda, das 8h às 16h
De terça a domingo, das 8h às 20h (sexta até as 22h)
De 1º de novembro até 31 de março:
De segunda a quinta, das 9h às 17h
Sextas, das 9h às 22h
Sábados e domingos, das 9 às 20h
Ingresso:
Adultos: 5€
Reduzido: 3€
Estudantes da UE: grátis
Estudantes de outros países: 3€

3. Partenon

O Partenon é o monumento mais importante situado dentro da Acrópole, além do mais visitado de toda a Grécia. Construído entre os anos de 447 e 438 a.C, o Partenon foi consagrado à deusa Atenas Parthenos e é um dos principais templos conservados feitos durante a época de Péricles.

Todo feito de mármore branco do Monte Pentélico, ele foi concebido para abrigar a imagem de ouro e marfim da deusa Atena, uma colossal estátua com doze metros de altura.

O Partenon já passou por várias crises: já abrigou uma igreja bizantina entre 1208 e 1258. Na sequência, em 1458, foi transformado em mesquita. Entre 1801 e 1803, teve vários de seus detalhes decorativos roubados pelos ingleses, que estão agora no Museu Britânico de Londres.

Sofreu abalo de um dos piores terremotos da Grécia, em 1894. Passa, agora, por trabalhos de conservação e reconstrução.

Localização: Athens 105 58, Grécia
Como chegar: Metrô: Monastiraki, linhas 1 e 3; Akropoli, linha 2
Horário: todos os dias, das 8h às 17h
Ingresso: os mesmos da Acrópole

4. Praça Sintagma

Também conhecida como Praça da Constituição, foi na Praça Sintagma que o povo ordenou ao Rei Oto que aceitasse a construção de uma constituição, em 1843. Histórica, é lá que fica o imponente Parlamento construído entre 1836 e 1842.

Representativa, a Praça Sintagma é uma das mais populares da cidade. Recebe, além de manifestações, festas e shows. Cafés e restaurantes ao redor tornam o local um ponto de encontro animado.

Localização: Praça Sintagma
Como chegar: Metrô: Syntagma, linha 2
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

5. Plaka

Conhecido como o Bairro dos Deuses, Plaka é o bairro mais antigo de Atenas. Também é conhecido por ser uma das zonas mais atrativas e animadas da cidade.

Plaka fica bem próximo à Acrópole, praticamente aos pés de sua parte oriental. Bastante frequentado por turistas, é lá que é possível ainda ver o aspecto antigo de Atenas, com pequenas ruas estreitas de pedras e casas em estilo neoclássico.

Aproveite para visitar as lojas e para provar a gastronomia grega e algum de seus restaurantes e tavernas do local.

Localização: Plaka
Como chegar: Metrô: Monastiraki, linhas 1 e 3
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

6. Museu de Instrumentos Populares

E se for visitar o bairro de Plaka de dia, aproveite para conhecer o Museu de Instrumentos Populares, que guarda uma coleção de mais de 1.200 instrumentos musicais.

Eles representam mais de 5 mil anos da história musical grega. Para quem gosta de ir a lugares peculiares, este é um interessante passeio no meio do roteiro. E a entrada é gratuita.

Localização: Diogenous 1, Athina 105 56, Grécia
Como chegar: Metrô: Monastiraki, linhas 1 e 3
Horário:
De terça a domingo, das 10h às 14h
Quarta-feira, das 12h às 18h
Segunda-feira: fechado
Ingresso: gratuito

7. Estádio Panatenaico

E, claro, não pode faltar na ida à Atenas conhecer mais sobre os Jogos Olímpicos. O local onde se celebraram os primeiros de nossa era, em 1896, é o Estádio Panatenaico. O primeiro a ser construído, na verdade, data de 330 a.C e estava localizado no mesmo local, em madeira.

Era ali que se realizavam, durante as Panateneas, celebrações religiosas de culto à deusa Atena mediante diferentes competições como hípica e atletismo.

Atualmente, na visita é possível passear por suas arquibancadas de mármore, entrar na pista de atletismo e subir ao pódio.

No tour Modalidades dos Jogos Olímpicos, com duração de 2 horas, o visitante aprende como era a competição no local.

Localização: Leof. Vasileos Konstantinou, Athina 116 35, Grécia
Como chegar: Ônibus: linhas 2, 4, 10, 11, 90, 209 e 550. Metrô: Acrópolis, linha 2; Syntagma, linhas 2 e 3; Evangelismos, linha 3
Horário:
De março até outubro: todos os dias, das 8h às 19h
De novembro a fevereiro: todos os dias, das 8 às 17h
Ingresso:
Adultos: 3€
Estudantes: 1,50€

8. Jardim Nacional de Atenas

Na visita à capital da Grécia, vale a pena passar alguns minutos apreciando a maior área verde do centro da cidade, o Jardim Nacional de Atenas.

Seus jardins reais foram criados em 1839 por ordem da Rainha Amalia. No entanto, só se tornou aberto ao público em 1923.

São plantas das mais exóticas e especiais, fruto de uma pesquisa de Friedrich Schimdt, o desenhista dos jardins. Além das espécies vegetais, o Jardim Nacional guarda um lago artificial, com diversas aves aquáticas, e restos de monumentos da antiguidade.

Localização: Leoforos Vasilisis Amalias 1, Athina 105 57, Grécia
Como chegar: Metrô: Syntagma, linhas 2 e 3
Horário: do amanhecer ao pôr do sol
Ingresso: gratuito

9. Templo de Zeus Olímpico

Ir à Atenas e não ver Zeus é quase como ir à Roma e não ver o Papa. Zeus, no entanto, é mais fácil que o Papa e o Templo de Zeus Olímpico fica bem perto da Acrópole, o que faz sua visita obrigatória.

Conhecido como Olimpeion, ele já foi grandioso. Com 96 metros de altura e 40 metros de largura, foi a mais impressionante construção de mármore. Sua construção começou no século VI a.C e só foi finalizada sete séculos depois.

Porém, após o terremoto que passou pela região na Idade Média, ele foi destruído, ficando apenas alguns restos do templo em pé. Continua, no entanto, sendo uma das mais importantes recordações de outra época de Atenas.

Localização: Athens 105 57, Grécia
Como chegar: Metrô: Akropoli, linha 2
Horário: todos os dias, das 8h às 15h
Ingresso:
Adultos: 12€
Estudantes: 6€

10. Ágora Antiga de Atenas

O antigo centro da vida social, política e comercial de Atenas em sua antiguidade, a Ágora era o centro de Atenas. Era ali que reuniões e debates políticos aconteciam, incluindo eleições e celebrações religiosas.

Dentre os edifícios públicos que faziam parte do local estavam o centro de governo, o recinto sagrado, com templos dedicados aos deuses olímpicos, e o mercado.

Sua descoberta aconteceu nas primeiras escavações, entre 1859 e 1912. O museu foi fundado em 1957 e conta com objetos encontrados nas escavações.

Localização: Adrianou 24, Athina 105 55, Grécia
Como chegar: Metrô: Monastiraki, linhas 1 e 3; Thiseio, linha 1
Horário: todos os dias, das 8h às 15h
Ingresso:
Adultos: 8€
Estudantes: 4€
Entrada combinada adultos: 30€
Entrada combinada estudantes: 15€
Inclui: Acrópole, Ágora Antiga, Museu Arqueológico de Kerameikos, Liceu, Biblioteca de Adriano, Kerameikos, Museu da Ágora, Templo de Zeus, Ágora Romana

Templo de Erechtheion Atenas

Conheça também Santorini e Mykonos, duas das ilhas mais badaladas da Grécia.

Mini roteiro de Atenas: o que fazer em 2 dias

Dois dias podem ser suficientes para conhecer boa parte das atrações turísticas de Atenas. Dedique o primeiro dia para o passeio mais longo, e o segundo para conhecer outros lugares.

Separamos um mini-roteiro para ajudar na sua organização. Confira.

Primeiro dia em Atenas

No seu primeiro dia em Atenas, sugerimos que vá direto ao local em que você irá passar mais tempo: a Acrópole. Aproveite para conhecer em todos os detalhes tudo que o complexo guarda: o Partenon, o Propileu, o Erecteion e o Templo de Ateneia Niké.

De lá, vá para o Museu da Acrópole e conheça em detalhes a história do lugar. Na saída, passe pelo Templo de Zeus Olímpico e termine a visita ainda de dia.

No final da tarde, início da noite, siga para o bairro de Plaka e delicie-se com a gastronomia grega em algum dos restaurantes da região.

Veja 11 curiosidades sobre a Grécia.

Segundo dia em Atenas

No segundo dia na cidade, siga até o Estádio Panatenaico, local onde aconteceram os primeiros jogos olímpicos modernos. Aproveite o áudio-guia para saber a história do local.

De lá, siga para a Praça Sintagma, onde está o Parlamento Grego e restaurantes com vista para a Acrópole. Depois do almoço, na parte da tarde, siga para o Jardim Nacional de Atenas e encante-se com toda a vegetação.

Siga em direção à Ágora Antiga de Atenas e termine o dia conhecendo o museu e tudo que foi encontrado durante as escavações do local.

No final de tarde, vá para Monastiraki, uma das zonas mais interessantes e animadas da cidade. Lá fica uma das principais zonas comerciais, sendo um ótimo local para compras, com ruas repletas de pequenas lojas.

Conheça a Mesquita Tzisdaraki, onde se pode cerâmica, e a Biblioteca de Adriano, com restos da época clássica da cidade. Termine seu último dia em Atenas em conhecendo a culinária típica do país.

Se ficar mais tempo e tiver mais um dia, faça a Excursão de 1 Dia a Delfos saindo de Atenas.

Quando ir à Atenas?

Atenas não é das cidades mais frias da Europa, mas seus invernos são temperados, com possibilidade de chuva. Suas temperaturas não costumam ser muito baixas, mas de novembro a março o tempo chuvoso é mais frequente.

A Grécia é um lugar bastante procurado no verão, por conta de suas cidades de praia. A capital também costuma ter bastante calor, principalmente durante o dia: a noite a temperatura cai e é mais fresca.

As melhores estações para viajar à Atenas são na primavera, de meados de abril até junho, e no outono, no final de setembro até início de dezembro, quando o tempo está mais agradável.

Se busca uma época mais animada e se pretende unir Atenas às praias do país, o ideal é o verão. Mas saiba que é alta temporada e costuma ser mais caro.

Confira as 20 principais praias da Grécia.

Quanto custa uma viagem para Atenas?

A Grécia já foi um país mais barato para turistar. No entanto, por conta da crise financeira dos últimos anos, os preços ficaram um pouco mais salgados.

Viajar com planejamento e, principalmente, na baixa temporada, faz com que a viagem seja mais barata.

Separamos as principais despesas de uma viagem à Atenas.

Passagens aéreas

Não existem voos diretos saindo do Brasil para Atenas. Por isso, sugerimos que utilize comparadores de passagens aéreas para encontrar o melhor preço.

Fizemos uma simulação de viagem para maio de 2020, uma época boa de visitar Atenas, mas ainda na baixa estação.

Saindo de São Paulo a passagem mais barata é com a Alitalia, com escala em Roma na ida e na volta, por trecho, por R$3.807.

Seguro Viagem

A Grécia faz parte do Tratado de Schengen e, por isso, é obrigatório ter um seguro viagem para ir à Atenas.

Para ter uma ideia de custo, utilizamos o nosso comparador seguro viagem, uma parceria com o portal Seguros Promo. Os planos com melhor custo benefício custam desde R$10 a R$55, por dia. O valor total do seguro depende da cobertura e da duração da viagem.

Hospedagem

A hospedagem em Atenas não costuma ser das mais caras, se compararmos com grandes cidades europeias. É possível encontrar hostel por 10 euros até hotéis 5 estrelas por mais de 130 euros.

Compare preços de hospedagem na área de hotéis do site Kayak.

Alimentação de rua

Quando for planejar quanto levar para Atenas, inclua no seu planejamento de viagem a média de valores dos principais itens de custo de alimentação de rua.

Veja quanto custa, de acordo com o site Numbeo:

Alimentação de rua Preço
Cerveja (570ml) 4€
Almoço em restaurante barato 10€
Refeição para 2 pessoas, em restaurante mediano, com 3 pratos 38€
Cappuccino 3,15€
Água 0,50€

Supermercado

Vá aos supermercados e adquira itens básicos para economizar na alimentação. Veja o preço médio de alguns produtos:

Item Preço
Cerveja (570ml) 1,40€
Garrafa de vinho 7,50€
Água (garrafa de 1,5 litro) 0,83€
Queijo local 8,41€

Transporte

Os preços dos bilhetes variam de acordo com o tempo de utilização e podem ser usados em todos os transportes: ônibus, trólebus, metrô e bonde.

Eles podem ser adquiridos nas estações de metrô e trem suburbano, nas paradas de bondes, em pontos de venda de passagem de ônibus e até em bancas de jornal. Eles custam:

  • Bilhete de 90 minutos: 1,40€;
  • 1 dia: 4€;
  • 24 horas: 4,50€;
  • 1 semana: 14€;
  • Utilização de 3 dias (especial para turistas, incluindo viagem de ida e volta para o aeroporto): 22€.

Atrações

Para economizar nas atrações, uma dica é adquirir o iVenture Card Athens, que dá direito ao acesso de mais de 30 atrações na cidade, além de descontos em lojas e restaurantes e entradas sem fila.

Dentre as atrações inclusas estão a Acrópole e seu Museu e o Estádio Panatenaico. Se você pretende entrar em todas as atrações pagas, pode valer a pena. O valor muda de acordo com a duração de dias para utilização.

  • 1 dia: 79€ para adultos e 49€ crianças;
  • 2 dias: 125€ para adultos e 75€ crianças;
  • 3 dias: 199€ para adultos e 136€ crianças;
  • 5 dias: 270€ para adultos e 169€ crianças;
  • 7 dias: 329€ para adultos e 195€ crianças.

Cidade de Atenas

Veja também como fazer um cruzeiro pelo Mediterrâneo.

Onde ficar em Atenas?

Como mencionamos, o melhor local para hospedar-se em Atenas é no centro, nas proximidades da Acrópole. Os bairros de Plaka e Monastiraki são bastante recomendados e bem localizados.

Nos arredores da Praça Sintagma você estará próximo às áreas mais animadas da cidade. Veja algumas opções:

Hotel Categoria Estrelas Localização Preço médio
Coco-Mat Athens Jumelle Luxo (melhor hotel) 5 estrelas Centro – (Kolonaki) 136€
Hotel Pythagorion Melhor custo benefício 4 estrelas Centro (Omonia) 80€
Athens Lights Mais barato 3 estrelas Praça Syntagma 51€
Small Funny World Athens Hostel 1 estrela Centro (Psirri) 14€ | Dormitório compartilhado
Crafoord Place Hostel Athens Albergue Plaka 11€ | Dormitório misto

 

Veja outras dicas de onde ficar em Atenas.

Onde comer?

Uma das melhores partes da sua viagem à Atenas certamente vai passar pelos restaurantes: a gastronomia grega tem uma tradição de mais de 4 mil anos. Além disso, tem influência oriental e ocidental.

Dentre os pratos típicos, não deixe de experimentar:

  • Tzatziki: o molho de iogurte com pepino e alho, que pode ser servido tanto em pratos quentes como em saladas;
  • Fasolada: uma sopa de feijão temperada com tomate e cenoura;
  • Fakes: a sopa de lentilhas típica grega;
  • Tyropita: uma massa recheada de queijo feta;
  • Souvlaki: espetinho frito de vários tipos como cordeiro, frango, porco e até camarão;
  • Moussaka: um tipo de lasanha com carne moída de cordeiro, berinjela e tomate.

Veja dicas de locais para experimentar esses e outros pratos da gastronomia grega:

  • Ta Giouvetsakia: restaurante típico em Plaka com pratos bem servidos;
  • Strofi: próximo à Acrópole. O prato da casa é a famosa moussaka;
  • Epmeion: opção em Plaka para comidas típicas e frutos-do-mar;
  • Anafiotika Cafe – Restaurant: pão caseiro e saladas gregas são boas pedidas;
  • Kuzina: um dos melhores, e mais badalados, restaurantes de Atenas.

Planejando sua viagem para Atenas, na Grécia

Para preparar sua viagem internacional, confira nosso checklist de viagem para saber o que não pode faltar na sua mala e leia nosso artigo sobre quanto custa viajar para a Europa.

Não deixe de levar um seguro viagem

Como mencionamos, é obrigatório ter um seguro viagem para entrar em Atenas. Sugerimos que você confira os valores no nosso comparador de seguro viagem. Escolha entre várias opções a que se encaixe melhor na sua necessidade de viagem.

Ganhe desconto. Ganhe 5% de desconto ao inserir o cupom de desconto EURODICASTURISMO. E para conseguir mais 5% de desconto, pague por boleto bancário. Os descontos são cumulativos.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.