Firenze Card: saiba tudo sobre o cartão que facilita sua vida na cidade

Visitar Florença  / 

Florença é a cidade que representa o berço do renascimento e também uma das mais turísticas da Itália, recebendo milhares de pessoas todos os anos. Sendo assim, se você não for passar tanto tempo na cidade, o ideal é economizar tempo de fila, já que ela oferece diversas atrações imperdíveis. Para isso, o ideal é comprar o Firenze Card, o cartão turístico que facilita a vida dos turistas.

O que é o Firenze Card

Para quem está de viagem marcada para Florença e quer conhecer o máximo possível dos pontos turísticos da cidade, o Firenze Card é uma ótima solução para economizar nos passeios.

Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil.


Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem. Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para a sua viagem.

FAZER COTAÇÃO »

O cartão disponível apenas na modalidade 72, oferece pelo preço de 72€  acesso pela atrações da cidade em até 72 horas. O tempo começa a correr a partir do momento em que você visita a primeira atração e a regra principal é que cada museu só pode ser visitado uma vez com o cartão.

Como funciona

Você pode adquirir o Firenze Card no site ou em lugares autorizados espalhados pela cidade. A partir do momento em que você entrar no primeiro museu, o tempo começa a correr e ele passa a ter validade de 72 horas.

Com 5€ a mais, você ganha um segundo cartão – o Firenze Card+, que contempla transporte e wifi gratuitos. Chegando na atração, é só procurar uma placa que indique o acesso especial do FirenzeCard.

como funciona o firenze card

Viagem de trem pela Itália: dicas de ouro sobre o meio de transporte.

O que inclui

  • Entrada nos principais museus de Florença sem filas e sem reserva;
  • Crianças e jovens até 18 anos podem usar o mesmo cartão dos pais;
  • Entrar em museus disputados sem filas, sobretudo na alta temporada;
  • Ter wifi ilimitado pela cidade inteira, no período das 72 horas do cartão. Atenção: só vale para quem paga 5€ a mais e compra o Firenze Card+;
  • Uso ilimitado de ônibus e Tram, também válido somente para aqueles que adquiriram o Firenze Card+;
  • Acesso a um aplicativo com guia dos museus e descontos exclusivos;
  • Bolsa exclusiva.

Quais são as vantagens?

A principal vantagem é poder pagar todos os museus de uma só vez, o que facilita a vida de um turista que não tem tanto tempo na cidade. Caso a viagem seja feita na alta temporada, o tempo na fila também é um fator importante, afinal, nessas horas tempo é dinheiro. Como todo bom viajante, é importante colocar todas as vantagens e desvantagens no papel antes de decidir comprá-lo.

Cidades da Itália mais visitadas: as preferidas dos turistas.

E as desvantagens?

O raciocínio que você deve ter é em relação aos dias que ficará na cidade. Se for uma passagem rápida, de apenas 1 ou 2 dias, decididamente não vale a pena, já que você não terá tempo hábil de ir em todos os museus. Para decidir, depois de fazer o roteiro e saber quantos museus você visitará, faça as contas das entradas compradas separadamente e se o resultado for inferior aos 72 euros do cartão, talvez você não deva comprar. Não esqueça de colocar o transporte na conta, caso você esteja hospedado longe do centro e não possa se locomover a pé.

Onde comprar o Firenze Card

É possível comprar;

  • Online através do site oficial;
  • Na bilheteria dos museus: Uffizi, Palazzo Pitti, Palazzo Vecchio, Bargello, Museo di Santa Maria Novella, Cappella Brancacci, Museo Bardini e Palazzo Strozzi;
  • No ponto de informação turística, em frente à estação de Santa Maria Novella.

É possível comprar o passe pela internet ainda do Brasil, mas não existe vantagem alguma em fazer isso, já que você precisará imprimir um voucher e apresentá-lo em um dos pontos credenciados de Florença, para retirar o Firenze Card. Ou seja, já que você precisará encontrar um desses pontos de qualquer maneira, vale mais a pena deixar para comprar na hora!

onde comprar firenze

Lugares para conhecer na Itália: lista com 5 lugares imperdíveis

Museus incluídos

  • Cappelle Medicee  – Capela dos Medici;
  • Galleria degli Uffizi;
  • Galleria dell’Accademia;
  • Museus do Palazzo Pitti;
  • Museo di Palazzo Davanzati – Museu da Casa Fiorentina Antiga;
  • Museo di San Marco;
  • Museo Nazionale del Bargello – Museu de escultura;
  • Museo di Palazzo Vecchio;
  • Battistero di San Giovanni;
  • Campanile di Giotto;
  • Museo dell’Opera di Santa Maria del Fiore;
  • Cripta di Santa Reparata;
  • Cupola – porem deverá reservar antes;
  • Museo Galileo;
  • Museo Horne;
  • Museo Marino Marini;
  • Museo Stibbert;
  • Santa Maria Novella – igreja e museu;
  • Cappella Brancacci;
  • Fondazione Salvatore Romano;
  • Museo Archeologico Nazionale;
  • Museo dell’Opificio delle Pietre Dure;
  • Museo di Casa Martelli;
  • Sinagoga e Museo Ebraico;
  • Basilica di Santa Croce e museu;
  • Casa Buonarroti – museu da casa de Michelangelo;
  • Museo Casa di Dante;
  • Museo del Calcio – museu do futebol;
  • Museo degli Innocenti;
  • Museo Novecento;
  • Basilica San Lorenzo;
  • Biblioteca Medicea Laurenziana;
  • Forte Belvedere – aberto somente quando ha exposições temporárias;
  • Museo Salvatore Ferragamo;
  • Villa e Giardino Bardini;
  • Museo del Ciclismo G. Bartali;
  • Museo e Istituto Fiorentino di Preistoria Paolo Graziosi.

Ingressos para museus em Florença: saiba onde comprar e quanto custa.

Firenze Card: calculando custos

Para facilitar a sua vida, vamos deixar abaixo os preços das principais atrações de Florença. Dessa maneira, você pode saber exatamente quanto irá gastar e se vale a pena ou não adquirir o Firenze Card:

  • Basilica di Santa Croce: 8€;
  • Cappelle Medicee: 8€;
  • Duomo di Firenze: 18€;
  • Galleria dell’Accademia: 8€;
  • Galleria degli Uffizi: 20€;
  • Palazzo Pitti: 16€;
  • Palazzo Vecchio: 10€.

Total = 88€ (diferença de 16€ em relação ao Firenze Card, que custa 72€).

Economizar na Itália: dicas para poupar e aproveitar ainda mais a viagem.

Nos últimos 3 anos, você teve uma passagem aérea que se atrasou ou foi cancelada?

Se você passou por atraso, cancelamento ou superlotação em um dos seus voos para a Europa, solicite uma compensação de até R$ 2700 por passageiro.

REINVIDICAR »

Conclusão

Se você vai passar mais de 3 dias na cidade e pretende visitar o maior número possível de museus e atrações, então definitivamente você deve comprar o Firenze Card. Porém, considerando que você vai ficar 72 horas na cidade, mas a soma dos ingressos que gostaria de visitar ficar um pouco abaixo dos 72€, mas for na alta temporada (julho e agosto), o investimento vale a pena por causa da questão das filas, que podem ser muito longas durante o verão.

Porém, se esses não forem o seu caso, mas sua viagem será em pleno verão europeu, não deixe de comprar os ingressos antecipadamente pela internet. Para a Galleria Dell’Accademia e a Galleria degli Uffizi, museus super concorridos, você pagará uma taxa de conveniência de 4€, mas terá direito a fila especial, que vai, literalmente, salvar a sua vida quanto tiver que enfrentar horas de fila no calor escaldante. Boa viagem!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai viajar em breve? Tenha sempre internet no celular

    Viajar com internet é fundamental para acessar o Google Maps, para chamar um Uber, para ver o horário do transporte público ou para tirar qualquer dúvida. Nós recomendamos o chip SIMPREMIUM. Basta encomendar e você recebe em sua casa antes de viajar.

    PEDIR CHIP »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
COMPARTILHE
Autor

Gabriela é brasileira, jornalista e vive na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada pelo país desde sempre, foi na França que ela se encontrou e aproveita este espaço para dar dicas e contar histórias e curiosidades sobre este país que vive no imaginário de muita gente. Com um gosto particular por cultura e viagens, ela é nômade digital e nunca mais pretende deixar de ser.