Roteiro Florença: o que fazer em 3 a 5 dias no berço da arte

Visitar Florença  / 

Ah, Florença. A chamada “capital italiana da arte” é o berço do renascimento, além de contar muita história. Por ser bem situada na Toscana, é também ponto de partida para passeios em cidades próximas. Veja um roteiro em Florença de 3 a 5 dias, aproveite a cidade e circule por uma das regiões mais bonitas e encantadoras da Itália.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Roteiro Florença: como chegar?

A melhor maneira de chegar à Florença é o trem. Saindo do Brasil, não existem voos diretos para a cidade.

Quando estiver preparando o seu roteiro em Florença, veja se no custo das passagens é mais vantajoso chegar por Roma e ir de trem até à cidade, ou ir chegar de avião, porém em voos com escala.

O Aeroporto de Florença é o principal, mas também é possível chegar pelo do Aeroporto de Pisa e ir ao centro de Florença de trem.

A principal estação da cidade é a de Santa Maria Novella. São vários horários de partida durante o dia, saindo de diversas cidades italianas.

Veja os itinerários, dias e horários, e outras informações, no site da Trenitalia, a empresa ferroviária estatal, ou a Italo Treno, uma empresa privada que também circula pelo país.

Roteiro Florença Duomo

Veja dicas de como comprar passagens aéreas para Itália: quanto custam e como comprar.

Roteiro Florença: como se locomover?

A pé. Sim, Florença é uma cidade pequena, com seus pontos turísticos bem próximos uns dos outros, o que facilita a caminhada. E, claro, observar a cidade.

Se quiser ir à lugares mais distantes, o sistema de transporte público oferece quase 100 linhas de ônibus e algumas de bonde. A passagem simples custa 1,50€ e tem duração de 90 minutos.

Caso prefira percorrer a cidade de ônibus turístico, adquira o Bilhete Ônibus Hop-On Hop-Off 24, 48 ou 72 Horas. Custa a partir de 23€, por pessoa, dependendo do tempo de utilização.

Roteiro Florença: Dia 1

Dia 1: Manhã

Comece a sua primeira manhã do roteiro em Florença indo para um dos lugares mais especiais da capital toscana: o Duomo de Florença.

Também conhecido como Catedral de Florença, ou Catedral de Santa Maria del Fiori, o lugar merece ser admirado.

Um dos pontos mais visitados de toda a Itália, ele fica na Piazza Del Duomo, onde também estão outros edifícios significativos da cidade. Ao seu redor podem ser vistos o Campanário de Giotto, o Batistério de São João e o Museo Dell’Opera del Duomo.

Entre no Duomo e vá até à cúpula: cada degrau da escada de subida é de um tipo diferente.

Para conhecer em detalhes, sugerimos fazer um tour pela cúpula do Duomo.

Catedral de Florença (Duomo)

Localização: Piazza del Duomo, 50122 Firenze FI, Italy
Como chegar: Ônibus: 6, 11, 14, 23, C1, C2. Bonde: Alamanni, T1
Horário:
Segunda, terça, quarta e sexta: das 10h às 17h
Quinta: das 10h às 16h30 (depende do mês)
Sábados: das 10h às 16h45
Domingos e feriados: das 13h30 às 16h45
Ingresso:
Entrada: 18€ (inclui catedral, cúpula, batistério, cripta, campanário e o Museu da Ópera do Duomo)
Crianças entre 6 e 11 anos: 3€
Menores de 6 anos: entrada gratuita

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

O passeio pela região deve tomar toda a sua manhã.

Dia 1: Tarde

Siga o passeio pela tarde pela Vía de Brunelleschi até chegar à Praça da República, outra das praças mais importantes da cidade.

Siga caminhando até a Fontana del Porcellino, a famosa escultura de um javali de bronze. Reza a lenda que se você tocar nele, garante a viagem de volta à Florença.

Siga até chegar à Piazza della Signoria, que fica próxima à região. Lá está o Palazzo Vecchio, que ainda funciona como a prefeitura de Florença. Esse espaço consiste na sede do poder civil, político e social da cidade.

Aprecie pelo restante do dia a praça que é considerada um museu à céu aberto. Preste atenção nas estátuas de Netuno (obra de Bartolomeo Ammannati); uma réplica da Estátua de David, de Michelangelo; e outra de Hércules e Caco (por Baccio Bandinelli), logo ao lado de David.

Piazza della Signoria

Localização: Piazza della Signoria
Como chegar: caminhando. Fica a cerca de 8 minutos de distância do Duomo
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

Dia 1: Noite

No final do dia, termine o passeio na Ponte Vecchio, com suas casas e lojas suspensas. O pôr do sol por ali é imperdível.

A Ponte Vecchio, ou Ponte Velha, é a ponte de pedra mais antiga da Europa. Não se sabe ao certo quando foi construída, mas acredita-se que no ano de 1345.

Durante a Segunda Guerra Mundial, esta foi a única das pontes da cidade de Florença que não foi destruída.

Ponte Vecchio

Localização: Ponte Vecchio, 50125 Firenze FI, Italy
Como chegar: caminhando. Fica a cerca de 8 minutos de distância do Duomo
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

O jantar pode ser por ali, ou próximo à Piazza della Signoria, que reúne uma variedade de restaurantes e é a praça mais animada da cidade.

Roteiro Florença: Dia 2

Dia 2: Manhã

Conhecida como a “Cidade da Arte”, separe alguns momentos para entrar nos museus de Florença. Por isso, separe a manhã do primeiro dia para conhecer o primeiro deles: a Galeria Uffizi.

Localizada na Piazza della Signoria, a Galeria é considerada o maior museu de arte de toda a Itália. Em seu interior estão expostas obras de artistas italianos e estrangeiros do século XIII ao XVIII.

Destaques vão para nomes como Cimabue, Giotto, Beato Angelico, Masaccio, Leonardo da Vinci, Michelangelo, Raffaello, Caravaggio, Rembrandt e outros.

Quadros famosos como “O Nascimento de Vênus“, de Sandro Botticelli, e “Adoração dos Magos“, de Da Vinci, também se encontram em Uffizi.

Mas chegue cedo ou compre um Ingresso para Galeria degli Uffizi com Horário Marcado. As filas costumam ser grandes, em qualquer época do ano.

Se tiver interesse em conhecer as obras mais de perto, faça o Tour Guiado na Galeria Uffizi, com entrada prioritária e guia em português. Ou um Tour com Grupo Pequeno, também com entrada sem filas, por 56€.

Galeria Uffizi

Localização: Piazzale degli Uffizi, 6, 50122 Firenze FI, Italy
Como chegar: Ônibus: linhas 23 e C1
Horário:
De terça a domingo: das 8h15 às 18h50
Fechado: segundas, 25 de dezembro e 1º de janeiro
No verão, pode funcionar até mais tarde em alguns dias da semana
Ingresso:
De 1º de março a 31 de outubro
Adultos: 20€
Jovens entre 17 e 25 anos: 10€
De 1º de novembro a 28 de fevereiro
Adultos: 12€
Jovens entre 17 e 25 anos: 6€
Entrada gratuita: primeiro domingo do mês e também para menores de 18 anos

Roteiro Florença Ponte Vecchio

Veja mais detalhes sobre como comprar entradas para Galeria Uffizi.

Dia 2: Tarde

A visita à Galeria Uffizi deve tomar toda a sua manhã. Na parte da tarde, vá conhecer a Praça de Michelangelo, um dos melhores mirantes da cidade.

Além de mais uma réplica, desta vez em bronze, do David de Michelangelo, é também um local para apreciar a vista e aproveitar o restaurante e a cafeteria do local.

Para chegar, vá caminhando pela margem sul do rio Arno, se o clima estiver agradável, ou vá de ônibus. Na volta, em 15 minutos de descida chegará à Ponte Vecchio.

Piazzale Michelangelo

Localização: Piazzale Michelangelo
Como chegar: Ônibus: linhas 12 e 13
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

Dia 2: Noite

À noite, você pode voltar para a Piazza del Duomo para ver a iluminação noturna, tanto da praça como do próprio Duomo.

A região costuma ser movimentada e é recomendada para um jantar: a gastronomia italiana merece ser aproveitada todos os dias que você estiver na cidade.

Lá você terá opções desde a mais barata, até restaurantes mais sofisticados.

Roteiro Florença: Dia 3

Dia 3: Manhã

Na manhã do seu terceiro dia em Florença, vá conhecer outro dos mais importantes espaços de arte da cidade: a Galleria dell’Academia.

É nesta galeria que está o verdadeiro David, de Michelangelo, a escultura de mármore branco, de 5,17 metros de altura, que o representa antes de enfrentar Golias.

Outras obras importantes que a galeria abriga incluem “Os Quatro Cativos” e “Pietà da Palestinas“. É possível ver exposições temporárias. Veja qual estará em cartaz quando estiver na cidade.

E, assim como a Galeria Ufizzi, a Galeria da Academia costuma ter filas enormes. Para evitá-las, você pode adquirir o Ingresso Galeria da Academia com Horário Reservado, a partir de 16€.

Você também pode optar pelo Tour Galeria da Academia e David de Michelangelo, com guia em português e entrada sem fila.

Galleria dell’Academia

Localização: 60, Via Ricasoli, 58, 50122 Firenze FI, Italy
Como chegar: Ônibus: linhas 1 e 17
Horário:
De terça a domingo: das 8h15 às 18h50
Fechado às segundas, 25 de dezembro, 1º de janeiro e 1º de maio
Ingresso:
Adultos: 12€
Jovens entre 18 e 25 anos: 2€
Menores de 18 anos: entrada gratuita
Entrada com Horário Reservado: 20€

david de michelangelo na galleria dell'accademia

Veja todos os detalhes para comprar ingressos para os museus em Florença em nosso artigo.

Dia 3: Tarde

A visita pela Academia deve durar toda a manhã. Mas sugerimos que sua visita às artes de Florença não acabe aí. Bem próximo da Galera da Academia está o Museu Leonardo Da Vinci.

Por isso, caminhe cerca de 3 minutos e chegue ao espaço que abriga mais de 50 máquinas baseadas nos códigos de Da Vinci.

Interativo, é um passeio rápido, mas que dá uma dimensão real da grandeza do artista. Reserve um Tour Guiado de Leonardo Da Vinci para conhecer melhor o gênio e seu trabalho.

Museu Leonardo Da Vinci

Localização: Via Camillo Cavour, 21, 50129 Firenze FI, Italy
Como chegar: Caminhando. Fica a 100 metros da Galeria dell’Academia
Horário: todos os dias, das 9h30 às 17h30
Ingresso:
Adultos: 7€
Estudantes, pessoas de 6 a 18 anos e acima de 65: 6€
Grupos de, pelo menos, 15 pessoas: 4€

Na saída, caminhe mais um pouco e chegue até a Basílica de São Lourenço, a igreja mais antiga de Florença. Um dos maiores templos religiosos da cidade, é também o oficial da família Médici.

Sua imponência pode ser subestimada quando vista pelo lado de fora, mas seu interior contém obras de Rosso Fiorentino, Donatello, Bronzino e Desiderio Settignano.

Compre o Bilhete de Entrada Basílica de São Lourenço e veja a nova sacristia da basílica, feita por Michelangelo. Ela abriga o túmulo dos Médici e leva o nome de Capelas Médici.

Também por ordem da família soberana, à esquerda da igreja se encontra a Biblioteca Laurentina, desenhada por Michelangelo.

Basílica de São Lourenço

Localização: Piazza di San Lorenzo, 9, 50123 Firenze FI, Italy
Como chegar: Caminhando. Fica a 250 metros do Museu Leonardo Da Vinci
Horário:
Segunda a sábado: 10h às 17h
Domingo: 13h30 às 17h
Ingresso: 8,50€

De lá, siga para mais um restaurante ou bar da cidade para jantar e finalizar mais um dia de viagem.

Roteiro Florença: Dia 4

Dia 4: Dia inteiro

Se ficar mais um dia em Florença, aproveite que a cidade está em uma posição estratégica na Toscana, com boa frota ferroviária, para conhecer mais a região.

No quarto dia na cidade, pegue um trem e vá conhecer a tão famosa cidade de Pisa na Itália. Famosa por dois motivos: é a cidade natal do físico e astrônomo Galileu Galilei e pela Torre de Pisa, a torre inclinada.

Mas não só isso: Pisa é cheia de monumentos construídos em estilo romântico, como o seu Duomo e o Batistério.

A Torre de Pisa teve sua construção iniciada em 1173 e durou 177 anos, transformando-se no principal símbolo da cidade.

Pisa fica a apenas 85 quilômetros de Florença e é possível chegar tanto de trem como de carro.

Se preferir ir com guia, veja a Excursão Guiada incluindo Batistério, Catedral e Torre ou a Excursão de Meio Dia à Tarde saindo de Florença, com traslado incluso.

Roteiro Florença Pisa

Dia 4: Final de tarde e noite

Tente voltar cedo de Pisa para conhecer mais uma das atrações de Florença: o Palazzo Vecchio. Ele funciona até mais tarde na maioria dos dias da semana.

Situado na Piazza della Signoria, o castelo tem uma torre de 94 metros de altura, sendo mais um dos símbolos mais conhecidos da cidade.

Construído entre 1299 e 1314, foi a residência e trabalho dos funcionários da república. Na visita, veja as grandes estátuas na entrada, além da Sala do Cinquecento, que ainda conserva objetos e detalhes originais.

Compre antecipado o Ingresso Palazzo Vecchio e Guia de Áudio.

Palazzo Vecchio

Localização: Piazza della Signoria, 50122 Firenze FI, Italy
Como chegar: Ônibus: linhas C1, C2 e D
Horário:
De 1º de abril até 30 de setembro:
De sexta a quarta-feira: das 9h às 23h
Quinta: das 9h às 14 horas.
De 1º de outubro a 31 de março:
De sexta a quarta-feira, das 9h às 19h
Quinta, das 9h às 14h
Ingresso:
Torre e ameias:
Adultos: 12,50€
Jovens entre 18 e 25 anos: 10€
Menores de 18 anos: entrada gratuita
Museu e sítio arqueológico:
Adultos: 20€
Jovens entre 18 e 25 anos: 16,50€
Menores de 18 anos: entrada gratuita
Museu, torre e sítio arqueológico:
Adultos: 23,50€
Jovens entre 18 e 25 anos: 20,70€
Menores de 18 anos: entrada gratuita

Roteiro Florença: Dia 5

Dia 5: Passeio de dia todo

E se pudermos te dar mais uma dica, ela é: fique mais um dia em Florença e conheça mais uma cidade toscana. Nossa sugestão é que você pegue mais um trem, ônibus ou carro, e faça um bate-volta à Siena, que fica a apenas 70 quilômetros de distância.

O centro histórico da cidade de Siena é especial: é Patrimônio da Humanidade. Situada no centro de Toscana, é mais um dos locais mais procurados dessa parte da Itália.

Quando estiver por lá, aproveite o passeio para conhecer a Piazza del Campo, onde acontece uma das mais famosas corridas de cavalo do mundo, o Palio de Siena.

O Duomo, ou Catedral de Siena, construído entre os séculos XII e XIV, é mais um dos atrativos.

Para conhecer melhor a região, faça a Excursão Guiada em Siena, San Gimignano e Chianti com guia especializado, por 60€. Nesse passeio de um dia você vai explorar o coração da Toscana em um ônibus, com opção de língua portuguesa, almoço com pratos típicos e degustação de vinhos.

Roteiro Florença Siena

Leia dicas de o que fazer em Siena.

Roteiro Florença: e se ficar mais dias?

Se tiver mais tempo na região, você pode fazer outros passeios em cidades nos arredores. Aproveite para conhecer locais como Lucca, San Gimignano, Assis, Cortona, com parada em Arezzo.

Veja um top 10 de cidades italianas mais bonitas.

Roteiro Florença: onde ficar?

O melhor local para hospedar-se em Florença com certeza é o centro histórico. Além de ser bem pequeno, qualquer local onde você escolha ficar estará a poucos passos das maiores atrações.

Para achar hospedagem mais barata, busque próximo à Estação de Santa Maria Novella: por ali, costuma-se ter locais mais em conta.

Veja algumas boas opções de onde ficar no seu roteiro em Florença:

Hotel Categoria Estrelas Localização Preço médio
La Torre dei Salterelli Luxo (melhor hotel) 5 estrelas Piazza della Signoria 265€
La Maison du Sage Melhor custo benefício 3 estrelas Centro histórico 197€
Hotel St. James Mais barato 2 estrelas Próximo à Galleria dell’Accademia 75€
Hostel Gallo D’oro Hostel 2 estrelas Próximo à Galleria dell’Accademia 33€
My Friends Albergue 1 estrela Centro histórico 32€

Roteiro Florença: onde comer?

A gastronomia italiana dispensa muitos comentários. Mas, se for à Florença, não deixe de experimentar a clássica bisteca fiorentina.

O prato típico consiste em um espesso corte de carne bovina, temperado apenas com sal, pimenta-do-reino e azeite. A carne é assada na brasa e servida mal passada.

Aproveite para experimentar os diferentes tipos de massa, molhos e risotos, com tomates pomodoros locais, que são deliciosos.

Veja uma lista com alguns dos melhores restaurantes da cidade:

Roteiro Florença: veja a opção do passe turístico

Como na maioria das cidades grandes europeias, ou mais visitadas, se você quiser entrar em todas as atrações pagas sugerimos conhecer a opção do Firenze Card.

O bilhete básico inclui ingresso prioritário, ou seja: você não precisará enfrentar filas, nem para comprar os bilhetes, nem para entrar. O Firenze Card vale por 72 horas e custa 85€.

Saiba, também, como comprar e os preços dos ingressos para museus em Florença.

Planejando sua viagem para Florença, na Itália

Para entrar na Itália, importante saber que o seguro viagem é obrigatório. O país faz parte do Tratado de Schengen, que exige um seguro com cobertura mínima de 30 mil euros.

Então, inclua no planejamento do seu roteiro em Florença um bom seguro viagem. Sugerimos que você confira os valores no nosso comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo e escolha as melhores opções de seguro para a sua necessidade.

Nossos leitores ainda ganham desconto. Para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICASTURISMO (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%).

Vale tanto para compras no nosso comparador, como diretamente no site do Seguros Promo. Boa viagem!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.