Monte Vesúvio na Itália: saiba como visitá-lo e conheça a história

Visitar Itália  / 

O Monte Vesúvio esteve adormecido por 800 anos, a população italiana não fazia ideia que aquela bomba relógio estava prestes a entrar em erupção no ano 79 D.C. A intensidade foi tão forte que acabou levando pelos ares pedras e lava a quilômetros, sem destino certo para “pousar”.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Atualmente, o vulcão está adormecido, mas ninguém sabe até quando. Enquanto isso, turistas do mundo inteiro aproveitam a chance de visitá-lo. Neste artigo, vamos abordar tudo sobre o Monte Vesúvio, desde atividades, passeios, acomodação, curiosidades, etc.

A história do Monte Vesúvio

O Monte Vesúvio é um vulcão ativo localizado no sul da Itália. Ele ficou conhecido devido à erupção ocorrida no ano 79 D.C., quando milhares de pessoas perderam a vida em função da lava e lama que soterraram as cidades de Pompéia e Herculano, mas outros lugares da baía de Nápoles também foram destruídos.

As cidades permaneceram esquecidas por um longo tempo, até arqueólogos darem início a uma escavação nas ruínas no século XVIII. Pompeia foi completamente destruída. Para se ter uma noção, nessa erupção o Monte Vesúvio liberou 100 mil vezes mais energia térmica do que a explosão da bomba de Hiroshima.

lugares para conhecer na italia pompeia

Com cerca de 1.280 metros de altura (ocorre alteração diante de uma erupção grande), o monte Vesúvio possui no cume uma enorme cratera de 300 metros de profundidade e com 600 metros de largura, que fascina e amedronta os moradores de Nápoles.

O principal cume do monte Vesúvio está parcialmente cercado por uma cadeia de montanhas conhecida como Monte Somma. De acordo com cientistas, eles acreditam que o monte Vesúvio tenha aproximadamente 200 anos.

Durante séculos, ele permaneceu inativo, mas após a grande tragédia, ele entrou em erupção algumas vezes (em 1822, 1855 e 1872), como em 1631 quando cerca de 3 mil pessoas morreram. A última grande erupção foi em 1944, vitimando 28 pessoas.

Curiosidade: a erupção causou também um tsunami na baía de Nápoles, com ondas de até 8 metros, tornando o porto de Pompeia inviável para fugas pelo mar.

Em 2016, as autoridades italianas ficaram preocupadas com a suspeita do vulcão entrar em atividade novamente, tanto que o Departamento de Proteção Civil da região da Campânia, situada no sul da Itália, planejou naquele ano um plano de evacuação completo caso isso acontecesse.

Vinte e cinco municípios fazem parte da “zona vermelha”, isto é, cidades que estão sob o risco em proporções gigantescas caso o Monte Vesúvio resolva acordar. Contudo, não existe nenhuma previsão específica quando isso poderia acontecer.

Existe também a zona amarela, que se refere ao risco secundário, onde 63 cidades fazem parte dessa zona. Ela se refere aos problemas e consequências causados pelas cinzas vulcânicas.

Confira nossa sugestão de roteiro de 15 dias na Itália.

O que ver por perto do Monte Vesúvio

Pompeia é uma espécie de monumento à tragédia causada pelo Monte Vesúvio. Desde o século XVIII, mais de 1000 corpos foram achados na cidade. Centenas de vítimas foram soterradas por uma camada de cinzas aquecidas, que ao longo do tempo se solidificou.

Em função disso, criou-se um molde negativo dos corpos já decompostos, que foram preenchidos com gesso, reproduzindo a posição exata das vítimas quando foram soterradas pela lava.

Ao visitar Pompeia, faça um tour com um guia arqueólogo, pois ele dará informações incríveis e detalhadas a respeito da cidade e como ocorreu a tragédia, dentre outros dados interessantes.

10 lugares para ver nas ruínas de Pompeia

  • Termas do Fórum: várias belas salas decoradas, do ano 80 a.C.;
  • Lupanar: antigo prostíbulo de Pompeia;
  • Termas Stabiane: são algumas das mais antigas do universo romano, do século 2 a.C.;
  • Casa de Marcus Lucretius: junção de duas casas com pinturas de seres mitológicos, esculturas e um pequeno jardim com uma fonte;
  • Casa dos Vettii: uma das casas mais famosas de Pompeia;
  • Casa do Fauno: uma das maiores casas de Pompeia;
  • Casa dos Cupidos Dourados: casa com um belo jardim em formato oval;
  • Basílica: um dos edifícios mais ricos com 1.500m2;
  • Casa dos Mosaicos Geométricos: casa gigante em Pompeia, com mais de 60 cômodos;
  • Templo de Ísis: foi um dos primeiros locais descobertos com as escavações em 1764.

Herculano foi mais atingido ainda do que Pompeia, sendo possível encontrar uma escavação que ainda não terminou. Afinal, a cidade ficou soterrada sob 19 metros de material vulcânico, enquanto Pompéia por 5 metros.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Curiosidade: ambas as regiões são consideradas os 2 sítios arqueológicos mais importantes do mundo.

Como visitar o Monte Vesúvio

O Parco Nazionale del Vesuvio foi criado centenas de anos após a destruição, possibilitando que turistas subam até a cratera para ver de perto o monte Vesúvio.

Claro que o ideal é fazer esse tour na companhia de um guia especializado, e a opção mais viável para conhecer melhor o fascinante Monte Vesúvio é através do Get Your Guide.

monte vesúvio em itália

A caminhada até à cratera é fácil, tanto que qualquer pessoa pode fazê-la, inclusive é comum ver idosos e crianças de colo durante o trajeto de aproximadamente 800 metros.

Uma vez que se alcance o cume da cratera, o viajante notará uma discreta fumaça saindo entre as rochas e um cheiro característico de enxofre no ar.

Curiosidade: em apenas 2 dias, o Monte Vesúvio expeliu 4 quilómetros cúbicos de magma e arruinou cerca de 300 quilômetros quadrados ao seu redor, uma destruição de proporções colossais.

Dicas importantes para o passeio no monte Vesúvio

1. Melhor horário para visita-lo: entre 11h as 15h quando o céu está mais limpo;

2. Leve um casaco se for visitá-lo pela manhã, se não for no verão;

3. O parque aluga bastões para auxiliar na subida, se houver necessidade é só solicitar um;

4. Só há banheiro na entrada principal do parque;

5. O parque onde está situado o monte Vesúvio foi criado em 1995 e funciona todos os dias, inclusive nos finais de semana;

6. Para obter informações mais detalhadas, acesse o site Guia Vesúvio;

7. Não deixe de provar o Lacryma Christi, uma espécie de vinho que pode ser tinto, branco ou licoroso, feito com as uvas cultivadas da região “vulcânica”;

8. Os horários de visita variam no decorrer do ano, consulte o site antes;

9. Mesmo que o visitante reserve um dia inteiro para conhecer Pompeia, ainda assim será difícil ver tudo em um único dia.

Conheça os principais pontos turísticos da Itália a não perder na sua viagem.

Onde dormir pertinho do monte Vesúvio

Andris Hotel (Herculano)

O Andris Hotel está localizado no Parque Nacional do Vesúvio, estando a 5 minutos de carro da área arqueológica. Os quartos possuem uma decoração moderna, com todas as facilidades necessárias como rede Wi-fi, TV, ar condicionado, etc.

Ingresso: em torno de 87€ (julho/2019)

Carpe Diem B&B (Herculano)

Situado a 3,6 km das ruínas de Herculano e a 10 km do Vesúvio, o Carpe Diem B&B tem varanda térrea e uma mini cozinha equipada. Acomodações com TV e banheiro privativo.

Ingresso: em torno de 70€ (julho/2019)

B&B Del Sole (Herculano)

Boa relação custo x benefício, o B&B Del Sole está situado a 3 km das ruínas de Herculano e a 12 km do monte Vesúvio. As acomodações são confortáveis e algumas unidades oferecem varanda ou área de estar.

Ingresso: em torno de 63€ (julho/2019)

B&B Annetta (Herculano)

Localizado a 12 km do Monte Vesúvio, o B&B Annetta dispõem de todas as facilidades e amenidades, inclusive uma mini cozinha compacta. O jardim e o lounge são compartilhados, e a acomodação está a 2,7 km das ruínas de Herculano.

Ingresso: em torno de 70€ (julho/2019)

Aviso: estas são as acomodações mais próximas do monte Vesúvio.

Como chegar ao monte Vesúvio

Se o viajante estiver nos arredores de Nápoles, ele pode pegar um ônibus de turismo (existem vários) que o levará até o local, sendo possível solicitá-lo no hotel.

Outra opção é reservar um dos diversos tours do Get Your Guide, um deles inclusive parte de Roma com destino ao Monte Vesúvio e Pompeia.

Como a cidade de Nápoles está há apenas 15 km do Monte Vesúvio, é possível também ir de táxi.

Existe risco em visitar o monte Vesúvio?

O vulcão está inativo desde 1944 e ao redor dele há uma população grande. Além disso, o Monte Vesúvio é monitorado pelo Observatório Vesúvio em tempo integral. Logo, podemos dizer que as chances são muito baixas e diante de qualquer sinal de risco, a população será imediatamente avisada.

As visitas a ele podem ficar suspensas diante de alguma atividade sísmica incomum, assim como em dias onde a neblina está densa.

De todo modo, se ocorrer uma erupção um dia, estima-se que aproximadamente 5 milhões de pessoas serão atingidas. Contudo, o gigante está adormecido e esperamos que ele fique assim por um longo tempo.

Nunca é demais lembrar: é obrigatório ter seguro de viagem para visitar a Europa. Sugerimos que faça uma simulação no comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo para conferir as várias opções de seguro para a sua viagem a Itália.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Jornalista, vive no Brasil e ama Portugal, tem passagens pela África, Europa e América do Norte/Sul. Além da paixão por viagens, também adora animais e apoia projetos de conservação de vida selvagem na África do Sul e Brasil.