Parque Natural da Arrábida em Portugal: conheça as belezas naturais

Visitar Portugal  / 

Portugal está repleto de belezas naturais, algumas delas ainda desconhecidas dos brasileiros, como o Parque Natural da Arrábida. Esse parque é um complexo de belas praias situado no Distrito de Setúbal, a cerca de 50 km de Lisboa.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Neste artigo, o leitor vai conhecer um pouco mais sobre este paraíso cheio de atrações que vão além das incríveis praias, desde atividades radicais que podem ser feitas no local a passeios nos arredores.

Conheça o Parque Natural da Arrábida, em Setúbal

O Parque Natural da Arrábida foi criado no intuito de proteger a vegetação em uma área de 10.800 hectares, abrangendo as regiões de Setúbal, Sesimbra e Palmela.

Sendo uma reserva biogenética, o local é muito rico em fauna, flora, em especial os maquis, uma vegetação típica do Mediterrâneo.

Localizado junto ao mar, o Parque se destaca pela sua natureza abundante, com o azul do mar incorporado aos penhascos de calcários e a vegetação da serra.

História do Parque Natural da Arrábida

A Serra da Arrábida se tornou um parque natural em 1976, em função da urgência de se preservar uma joia da natureza de imenso valor histórico, cultural e socioeconômico.

É também uma área de revitalização dos espaços rurais e de atividades tradicionais e turísticas. No que se refere a riqueza histórica, podemos destacar o Convento da Arrábida, que valoriza a relação harmônica do ser humano com a natureza.

parque da arrabida

Além da Serra da Arrábida, o Parque Natural da Arrábida engloba também a Serra do Risco, onde se localiza o ponto mais alto da costa continental portuguesa.

Em outras palavras, trata-se de uma incrível arriba de 380 metros de altura, que se precipita sobre o mar, onde o visitante poderá admirar uma magnífica paisagem panorâmica sobre o Atlântico.

Flora na região da Arrábida

Concentram-se na região da Arrábida cerca de 1.400 espécies vegetais, que correspondem a 40% da flora portuguesa e menos de 1% da área vegetal do país.

Importante ressaltar que o Parque Natural da Arrábida está integrado em redes internacionais de conservação, isto quer dizer que toda sua área está classificada como Sítio de Especial Interesse para a Conservação da Natureza.

Maravilhas de Portugal: conheça os 7 monumentos e as 7 aldeias.

O que ver no Parque Natural da Arrábida

Opções para ver e fazer não faltam no Parque Natural da Arrábida. Suas várias praias de areias finas e águas transparentes são um convite ao banho (gelado), sendo as principais: Figueirinha, Portinho da Arrábida e Galápagos.

Há também vários passeios que podem ser feitos no Parque, tais como trilhas guiadas e observações de aves, dentre diversas outras opções que falaremos a seguir.

Portinho da Arrábida

Areias finas e água do mar transparente, cercada pela rica vegetação. Além de admirar a beleza do local, considerada uma das praias mais belas do país, é possível também a prática de mergulho.

Parque Natural da Arrábida: Praia da Figueirinha

Uma das praias mais frequentadas pelos turistas em função do seu fácil acesso, além de sua beleza natural. Com uma extensa faixa de areia branca e águas límpidas, é possível, além do banho, fazer atividades como windsurf.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Parque Natural da Arrábida: Praia de Galapinhos

Assim como as outras praias, o mar é calmo e o azul beira o turquesa, com uma estreita faixa de areia dourada rodeada pela vegetação, sendo uma praia ideal para banho.

Convento da Arrábida

Uma visita imperdível é o Convento da Arrábida. Situado em uma área com 25 hectares, o convento foi erguido no século XVI, tendo sido dividido em duas partes: o Convento Velho e o Convento Novo.

Situado na parte mais alta da serra, o Convento Velho tem 4 capelas, um conjunto de guaritas dos mistérios da Paixão e diversas celas escavadas em rochas. O Convento Novo, na meia encosta da Serra, abrange o Jardim e o Santuário do Bom Jesus.

Kart/ Quadriciclo na Arrábida

No que se refere a passeios inusitados no Parque Natural da Arrábida, o mais interessante dentre tantas opções, consiste em dirigir um kart cross (também tem a opção de quadriciclo) em um trecho da serra (estrada de terra) em percursos de 25km ou 50km.

Porém, o kart não é aquele conhecido no Brasil (parecendo um carro de fórmula 1 achatado), mas um veículo 4×4 que mais lembra os filmes de ação Mad Max, conhecidos no Brasil como “gaiola”em função de sua estrutura. Além de divertido, é também uma forma diferente de conhecer a Serra da Arrábida.

Atividades radicais

Entre várias atividades radicais que podem ser feitas no local, destacam-se também espeleologia (conhecer grutas e cavernas naturais), mergulho e escalada.

Através da Get Your Guide, é possível explorar o Parque Natural da Arrábida fazendo snorkel (no verão), escalada e até mesmo de canoa (a partir de Sesimbra).

Outras opções para desbravar a Arrábida

Além do kart, é possível também visitar o parque de carro, a cavalo, de bicicleta e a pé. Não esqueça do binóculo para admirar a paisagem, celular para fotografar, protetor solar (se for no verão) e repelente, pois em alguns trechos pode haver mosquitos e insetos.

Em relação à visita a cavalo, os passeios são com guia e possuem durações diferentes, além de aulas para quem não tem experiência em montaria.

parque natural em setubal

Gruta da Lapa de Santa Margarida

Dentre tantas opções de passeios no Parque Natural da Arrábida, uma delas é visitar a gruta da Lapa de Santa Margarida, onde há uma capela em estado precário, erguida no século XVII.

O acesso não é muito fácil, mas vale a pena para quem tem espírito aventureiro.

Museu Oceanográfico

Se o viajante tiver interesse em saber mais sobre a fauna e flora, uma opção interessante é visitar o Museu Oceanográfico, situado no Forte de Nossa Senhora da Arrábida, junto à Praia do Portinho.

Em Lisboa, bem pertinho, tem também o Oceanário de Lisboa. Não deixe de visitar.

Forte São Filipe

O Castelo de São Filipe (Forte de São Filipe ou mesmo Fortaleza de São Filipe) está classificado como Monumento Nacional desde 1933 e está localizado no Parque Natural da Arrábida.

Além da vida ser fantástica, o local é muito agradável também e de fácil acesso, sendo possível até ir a pé, se o visitante tiver disposição para andar alguns poucos quilômetros.

Dica: os tours de kart cross, cavalo, trilhas e bike são realizados por empresas especializadas. Portanto, evite por exemplo fazer passeios a pé por conta própria, pois além do risco de se perder, há também alguns animais selvagens no parque.

forte de são filipe na arrábida

Foto: André Aram

Observação de golfinhos

Poucas pessoas sabem, mas existe uma população residente de golfinhos que vivem de forma permanente na zona do Estuário do Sado e também costa da Arrábida, sendo possível observá-los através de um passeio de cataramã com a Dolphin Bay.

Com duração de aproximadamente 3h, o tour passar pela zona do Sado, a bela península turística Troia e claro as magníficas praias da Serra da Arrábida, dentre outros pontos de interesse como Forte do Outão, Palácio da Comenda e Forte de São Filipe.

A certeza de ver os golfinhos é de (quase) 100%, pois como vivem na região se torna mais fácil observá-los. Além disso, o cataramã possui duas salas de visão submarina, ou seja, permite que o visitante veja debaixo de água.

Um outro aspecto positivo é poder ver a incrível Serra da Arrábida de outro ângulo, às vezes até mais belo do que quando se esta dentro dela sem ter a dimensão do seu tamanho.

Observação: importante ressaltar que o tour respeita o código de conduta para observação de golfinhos, para minimizar qualquer tipo de perturbação a eles.

Você também pode reservar sua experiência de Observação de Golfinhos na Arrábida, com guia, no Get Your Guide, por 47,50€.

Onde fica o Parque Natural da Arrábida

O Parque Natural da Arrábida abrange um território que pertence aos concelhos de Palmela, Sesimbra e Setúbal. Confira no mapa:

Conheça os zoológicos de Portugal, saiba onde estão e como visitar.

Como chegar no Parque Natural da Arrábida

Há diversos meios para ir ao Parque Natural da Arrábida, confira as opções:

  • Através de Setúbal: entre pela N10-4, em direção à praia de Albarquel;
  • Através de Sesimbra: pela N379, entre pela direção ao cabo Espichel;
  • Através de Palmela: seguindo a N379 em direção a Sesimbra, passe pela Vila Nogueira de Azeitão (N10) e Aldeia de Irmão, seguindo pela N379-1 na direção da Arrábida.

Importante lembrar que acesso às praias da Serra da Arrábida por meio de automóveis particulares é proibido no verão (em função do caos gerado por centenas de carros).

A medida recebeu o nome de “Arrábida Sem Carros”, onde um ônibus é disponibilizado para levar os banhistas aos principais locais da Arrábida (de 31 de maio a 16 de setembro, das 07h às 20h). Contudo, motos e bicicletas não estão proibidos de circular.

Ingressos para o Parque Natural da Arrábida

O acesso ao Parque Natural da Arrábida é gratuito, entretanto os tours no local são pagos e realizados por empresas especializadas.

Dicas e curiosidades

1. A fauna do Parque Natural da Arrábida é ampla e diversificada, podendo ser observadas espécies como lobo, veado, javali, lebre, raposa, gato-bravo, perdiz, águia, boneli e o andorinhão real, a título de exemplo;

2. Às vezes, os javalis descem a serra e tomam banho de mar. Não é muito comum, mas alguns banhistas já observaram e até filmaram a cena;

3. A pesca no Parque Natural da Arrábida é proibida, devido à preservação da reserva;

4. A Praia de Galapinhos foi eleita a mais bela da Europa durante uma votação mundial com mais de 130 países participando, onde foram eleitas as mais belas paisagens dentre 280 zonas balneares do continente europeu.

Conheça a lista das melhores praias da Europa.

O que ver por perto da Arrábida, em Setúbal

Castelo de Palmela

Inserido no distrito de Setúbal, mais precisamente na Vila de Palmela, o grandioso castelo foi construído a 240 metros acima do nível do mar, tendo uma vista fantástica. Quando o céu está limpo e sem nuvens, é possível avistar Lisboa através da torre.

Castelo de Sesimbra

Construção medieval, possui uma incrível vista para a baía e o vale de Sesimbra. O castelo foi palco de diversas lutas entre mouros e cristãos no passado, hoje o local está aberto à visitação diariamente, com entrada gratuita.

Rota dos Vinhos da Península de Setúbal

Com o objetivo de promover os vinhos da região, diversas rotas e passeios relacionados ao enoturismo foram criados. Localizados nas regiões de Palmela, Setúbal, Montijo e Alcácer do Sal, há vários produtores que oferecem visitas guiadas e degustações de vinhos produzidos no local.

Você pode participar de uma Excursão de 1 Dia à Arrábida e Sesimbra com Degustação de Vinhos, que inclui transporte, guia turístico  e visita à adega. Reserve por 58,65€ no Get Your Guide.

Sesimbra

Uma vila piscatória peculiar localizada junto a uma baía, com belas paisagens, além de ser um dos principais portos de pesca da região.

Cabo Espichel

O Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel, com suas falésias imponentes onde são visíveis algumas pegadas de dinossauros.

Azeitão

Uma ótima oportunidade para saborear os deliciosos produtos da região, como os queijos, a famosa torta de Azeitão e os vinhos.

Ainda em Azeitão, um tour imperdível é uma visita à Casa José Maria da Fonseca. Fundada no século XIX, com uma bela fachada e jardins em pleno centro da Vila de Azeitão, o tour de enoturismo inicia pela Casa-Museu com uma breve explicação sobre a história da empresa e da família.

Segue para a visita às antigas adegas (ainda em funcionamento), dentre elas a do conhecido vinho Piriquita (muito popular no Brasil), além de “abrigar” os mais antigos Moscatéis de Setúbal.

Algumas garrafas são verdadeiras relíquias, com mais de 100 anos guardadas a 7 chaves. O visitante tem ainda a chance de provar alguns vinhos produzidos no próprio local.

O ponto alto da visita é conhecer o belo casarão com a sua mobília antiga, os jardins bem cuidados, as adegas com seus barris e tonéis gigantescos e, por fim, apreciar as degustações. Valor: a partir de 7€ (dependendo do número de provas de vinho).

Quando ir ao Parque Natural da Arrábida

Os melhores períodos para conhecer o Parque Natural da Arrábida são no final da primavera e no verão europeu (junho a setembro).

Entretanto, nos finais de semanas, principalmente no verão, o acesso às praias fica lotado de turistas, havendo inclusive restrição em relação ao tráfego de automóveis, conforme informamos.

Clima

O clima no Parque Natural da Arrábida é temperado, com características mais mediterrânicas na Serra da Arrábida, sendo uma das melhores temperaturas de Portugal Continental. No inverno (janeiro), registram-se média entre 8-13° e no verão (agosto), entre os 20-24°.

Planejando sua viagem para Portugal

Se quer visitar Portugal e conhecer o incrível Parque Natural da Arrábida, saiba que o seguro viagem é obrigatório. Para fazer a cotação do seu seguro de forma personalizada, recomendamos que você utilize o nosso comparador de seguro viagem.

Ele apresenta planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas Turismo.

Sugerimos que leia nosso artigo sobre conhecer Portugal de carro para planejar sua road trip pelo país.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Jornalista, vive no Brasil e ama Portugal, tem passagens pela África, Europa e América do do Norte/Sul. Além da paixão por viagens, também adora animais e apoia projetos de conservação de vida selvagem na África do Sul e Brasil.