Quem se aventura pela Espanha muitas vezes nem imagina que há uma região do país repleta de ruínas celtas, construções romanas, paisagens naturais e uma culinária surpreendente. A Galícia, é uma região surpreendente e se você pretende incluí-la na sua viagem, saiba que há muito o que conhecer. Para ajudar no planejamento, neste roteiro Galícia, saiba o que fazer na área que faz divisa com o norte de Portugal, que certamente merece a sua visita.

Como fazer o roteiro Galícia?

Para visitar a Galícia, a minha recomendação é que você pesquise com antecedência a história da região da Espanha. Muitos dos destinos que com certeza valem uma visita estão localizados em pequenas vilas ou regiões afastadas dos grandes centros, e não são tão conhecidos como as grandes cidades espanholas.

Por isso, para garantir que o seu roteiro contém tudo o que fazer na Galícia, é importante planejar bem a sua visita.

Como explicarei com mais detalhes ao longo deste artigo, para conhecer a região com mais facilidade, é importante ter um carro. Afinal, mesmo as maiores cidades da Galícia são bastante pequenas e não possuem metrô, por exemplo. Além disso, muitos dos destinos aqui indicados ficam a cerca de 1 hora de viagem das grandes cidades e não possuem transporte público até eles.

Quantos dias são suficientes para fazer um roteiro Galícia

7 dias é o mínimo.

Passei um mês na Galícia e não consegui explorar tudo o que a região tem a oferecer. São muitos os patrimônios, lugares históricos e espaços naturais para conhecer.

Mas, se você está com tempo limitado, em uma semana consegue conhecer rapidamente as principais cidades da região e seus arredores: Santiago de Compostela, Corunha, Pontevedra, Vigo e Lugo.

Roteiro de 3 dias na Galícia

Se você tiver apenas três dias na Galícia, a minha dica é que foque na cidade mais visitada, Santiago de Compostela, e em localidades próximas.

Dia 1: Santiago de Compostela

A cidade é conhecida principalmente por ser o ponto de chegada do Caminho de Santiago de Compostela, realizado por peregrinos de todas as partes do mundo desde o século IX.

A dica é sentir a energia do lugar e presenciar os peregrinos chegando após longas jornadas, que costumam durar semanas de caminhada.

Também conhecida pelo seu clima universitário, a cidade abriga a Universidade de Santiago de Compostela, que está entre as mais antigas do mundo, com fundação no ano de 1495.

No primeiro dia, minha dica é:

Dia 2: Finisterra

Que tal aproveitar para conhecer o fim do mundo? Era isso que os romanos pensavam sobre o Cabo de Finisterra, que recebeu esse nome (finis terrae, em latim) por configurar o que aquele povo acreditava na época ser o ponto mais ocidental da Europa.

Este era, afinal, o fim das terras conhecidas no período pré-navegações, e fica tão pertinho de Santiago de Compostela (apenas 1h10 de carro) que virou tradição os peregrinos alargarem a viagem e seguirem a essas belas praias para queimar suas roupas na orla do mar antes de regressarem a casa.

Portanto, no dia 2, aproveite o caminho para:

  • Conhecer o farol do Cabo de Finisterra;
  • Seguir de carro para a ria de Corcubión;
  • Visitar o cemitério municipal, projetado por César Portela;
  • Subir pela ladeira do monte Facho até os restos do eremita São Guilherme, a “Cama de São Guilherme”, que recebia a visita das mulheres da região, pedindo fertilidade ao santo.

Uma dica já no início da viagem: quando estiver dirigindo pelas estradas da Galícia ou por zonas rurais, repare nos hórreos.

Construção típica da Galícia, Espanha
No seu roteiro Galícia, não deixe de reparar nos hórreos. Foto: Luísa Cortés

Essas construções serviam para proteger os alimentos da chuva e dos animais, e são diferentes em cada localidade. Eles são hoje protegidos como Patrimônio Cultural da Galícia.

Dia 3: Castro de Baroña

Outra grata surpresa próxima a Santiago de Compostela é o Castro de Baroña, um dos mais bem preservados da Galícia, a uma distância de apenas 50 minutos de carro da cidade.

Os castros são povoações fortificadas onde os celtas, que povoaram a região por mais de mil anos (entre os séculos VI a.C. e VI d.C.), refugiavam-se em tempos de guerra. Além de estarem localizados em locais com belas vistas, devido à altitude que permitia à população avistar potenciais inimigos, acreditava-se que os castros tinham uma dimensão mágica pela sua proximidade com o céu.

Castro de Baroña na Galícia, Espanha
Junto a uma bela praia, um Castro de Baroña é um dos mais bem preservados da região. Foto: Xunta de Galícia

Ali, é possível visualizar com clareza as antigas habitações daquele povo, que são hoje patrimônios histórico e cultural do país. As obras de reabilitação do espaço, que conta com 20 construções, tiveram início em 2012, o que faz deste um dos melhores castros para visitar no roteiro Galícia.

No terceiro dia, conheça um lugar mágico:

  • Visite o Castro de Baroña;
  • Visite o Centro de Interpretação do Castro de Baroña;
  • Aproveite para passear pela Vila de Noia e a igreja de Santa Maria a Nova.

Roteiro de 5 dias na Galícia

Partindo de Santiago de Compostela, chegamos a Corunha, outra grande cidade galega onde vale a pena parar por dois dias para conhecer as redondezas.

Dia 4: Corunha

Já pensou em conhecer o farol em funcionamento mais antigo do mundo? Pois ele está localizado nesta pequena cidade. Patrimônio Mundial da Unesco, a Torre de Hércules foi construída pelos romanos no século II d.C. e ainda serve de guia aos navegantes.

Torre de Hécules, em Corunha, deve fazer parte do seu roteiro Galícia.
Construída pelos romanos, a Torre de Hércules é parada obrigatória no seu roteiro Galícia

Mas minha dica é de aproveitar para passear também pelo centro de Corunha, o qual é bastante charmoso. Não à toa, os galegos dizem que “Vigo é para trabalhar, Pontevedra é para descansar e Corunha é para passear”. A cidade é vibrante, com pessoas aproveitando a praia e os cafés a qualquer hora do dia.

No centro histórico, ainda é possível se perder em ruas medievais estreitas, daquelas bem típicas da Europa, no melhor estilo espanhol.

Uma curiosidade interessante da Corunha é que o fundador da Inditex, empresa que possui a marca Zara e muitas outras, é natural da região. Amancio Ortega ainda vive por ali e é possível perguntar pela localidade da sua residência aos locais. Boa parte da população da região trabalha para o conglomerado, que possui um escritório nas redondezas.

Assim, no dia 4 da sua viagem, vale a pena:

  • Visitar a Torre de Hércules;
  • Caminhar pelo passeio marítimo da cidade;
  • Se perder pelas ruas estreitas do centro histórico de Corunha;
  • Visitar o Palácio e a Praça Maria Pita, que homenageiam a heroína local que protegeu a cidade do ataque dos britânicos no século XVI;
  • Conhecer o Museu Arqueológico e Histórico no Castelo de Santo Antón, que conta a história da região.

Dia 5: Praia das Catedrais

Após passar tanto tempo próximo ao mar, é hora de finalmente aproveitar um dia na praia, não é mesmo? Um excelente destino é a Praia das Catedrais, localizada a apenas 1h30 de carro de Corunha. Ela tem esse nome devido ao desenho das suas formações rochosas, que lembram arcos de verdadeiras catedrais.

Vale lembrar que só é possível colocar os pés na areia por ali quando a maré está baixa, mas, em caso de má sorte, é possível estender o passeio para toda a marinha lucense, porção da costa galega que guarda histórias de marinheiros e sereias desde tempos incontáveis. Neste caso, no dia 5 de viagem do roteiro Galícia:

  • Tome um banho de sol na praia d’Os Castros;
  • Visite a Praia das Catedrais do alto dos penhascos, em caso de maré alta, e com o pé na areia, em caso de maré baixa (você pode consultar o clima ao vivo no site MeteoGalicia);
  • Aprecie o pôr do sol no Castro de Fazouro.

Roteiro de 7 dias na Galícia

A Galícia é mesmo uma região que possui uma conexão intensa com o mar. Mas, depois de dois dias visitando praias e regiões litorâneas, é hora de seguir para o interior.

Dia 6: Lugo

A cidade de Lugo, no interior da Galícia, tem uma particularidade: a única muralha romana do mundo que se conserva inteira. Com mais de 2 km de extensão e 10 portas, ela circunda o centro da cidade e é possível caminhar sobre as antigas pedras do que hoje é Patrimônio da Humanidade da Unesco.

Muralha romana em Lugo, Espanha.
É possível caminhar sobre a muralha construída pelos romanos. Foto: Luísa Cortés

Por isso, quando estiver por Lugo, aproveite para:

Dia 7: Vigo

Por fim, a maior das cidades galegas: Vigo, citada por Júlio Verne em seu famoso 20 mil léguas submarinas. Ninguém melhor que o capitão Nemo para exemplificar a importância do mar para os moradores da cidade, mas, para quem quiser conhecer melhor essa história, é possível visitar o Museu do Mar na região.

Ali também é uma boa localidade para experimentar alguns dos pratos típicos da Galícia, compostos muitas vezes por peixes e mariscos, pescados ao lado dos restaurantes.

Em Vigo, confira o que acrescentar no seu roteiro Galícia:

  • Parque dos Castrelos;
  • Berbés, antigo bairro de pescadores;
  • Prove uma ostra no mercado d’A Pedra;
  • Faça um passeio com guia local;
  • Confira o burburinho da rua Areal e da Gran Vía.

Roteiro de 10 dias na Galícia

Vigo por si só já é bastante agitada, mas ainda há destinos incríveis em seus arredores, como a medieval Pontevedra, o castelo de Baiona ou as paradisíacas Ilhas Cíes.

Dia 8: Pontevedra

Pontevedra é uma clássica cidade de passagem dos peregrinos que, a essa altura, estão prestes a chegar ao seu destino, em Santiago de Compostela. Por esse motivo, a santa padroeira da cidade nada mais é que a Virgem Peregrina, que reflete o acolhimento de seus moradores aos que passam por ali.

A charmosa cidade ainda tem uma peculiaridade, já que boa parte do seu centro é de circulação exclusiva de pedestres e ciclistas. O projeto de reabilitação do espaço público fez com que nenhuma pessoa tenha morrido na cidade por acidente de carro nos últimos dez anos.

Aproveite para fazer um free walking tour por Pontevedra e conferir:

  • Basílica de Santa Maria a Maior;
  • Convento de Santa Clara;
  • Museu de Pontevedra;
  • Ruínas de Santo Domingo;
  • Santuário da Virgen de la Peregrina.

Quem visita Pontevedra logo vê: a cidade é o cenário perfeito para sentar em algum café, com mesas na calçada, e ver a tarde passar. Uma dica para os viajantes de primeira viagem que, na verdade, aplica-se a todo roteiro Galícia, é de que o café nunca vem sozinho por ali.

Ele costuma vir acompanhado de alguma comida, que não é cobrada pelo estabelecimento. É uma gentileza que virou costume entre os galegos, que até estranham quando pedem um café e o garçom traz somente um café, o que acontece em outras partes do país.

Um acompanhamento bastante tradicional na Espanha são os churros, que não são recheados como os do Brasil. A dica é molhar a massa frita no chocolate quente em dias de frio e aproveitar o mimo para aquecer a alma.

Dia 9: Baiona

Que tal aproveitar que você está na Europa e visitar um castelo? O Castelo de Monterreal é uma das grandes atrações de Baiona, cidade litorânea que conta com belas praias e boa culinária local.

Vista de castelo em Baiona, Espanha.
Em Baiona, é possível tomar um café apreciando a vista de um antigo castelo. Foto: Luísa Cortés

O estilo da arquitetura entrega a idade da construção, datada do século XII. É possível caminhar pelas muralhas ou apenas admirar do alto a linda paisagem.

  • Tomar um café no Parador de Baiona, localizado no Castelo de Monterreal, com vista para a Praia da Ribeira;
  • Conferir o Museu Carabela Pinta, com uma réplica em tamanho real da caravela que voltou à Espanha com a notícia do descobrimento da América;
  • Visitar a estátua da Virgen de la Roca;
  • Fazer um free tour por Baiona, passeando pela orla da praia e aproveitando para experimentar os peixes frescos e mariscos que fazem parte da gastronomia da região.

Dia 10: Ilhas Cíes

É necessário planejamento para conhecer a “Ilha dos Deuses”, como são conhecidas as Ilhas Cíes, pertencentes ao Parque Nacional Marítimo Terrestre das Ilhas Atlânticas da Galícia e que já foram descritas até como as mais bonitas praias do mundo pelo jornal The Guardian.

Elas compõem uma das melhores amostras dos ecossistemas das costas e dos mares atlânticos espanhóis, e possui 86% de sua área total protegida.

Por isso, ela é um destino muito procurado pelos amantes da natureza, que podem descansar em suas belas praias, fazer caminhadas pelo entorno ou até acampar. Mas, para isso, é preciso solicitar uma autorização para visitar a ilha com antecedência e adquirir os ingressos de barco, que partem de Vigo, Baiona e Cangas.

Qual a melhor época para fazer o roteiro Galícia?

Definitivamente o verão, mas o final da primavera e início do outono também são boas opções.

A Galícia possui um clima bastante diferente do restante da Espanha e, mesmo no verão, as temperaturas costumam ser mais amenas que a média nacional. Mesmo assim, podem ser altas no verão, chegando aos 25°C. Muitos espanhóis, inclusive, dão uma escapadinha para a região nessa época, fugindo das altas temperaturas no país.

Um fator positivo nessa época é que o pôr do sol acontece bem tarde, depois das 22h. Com isso, é possível aproveitar muito o dia e ficar pela rua até altas horas.

Por isso, a melhor época para o roteiro Espanha nem sempre corresponde à melhor época para conhecer a Galícia. Na primavera e no outono, a temperatura cai, mas continua amena, entre os 15°C e 20°C, e é possível aproveitar muito bem a natureza e as cidades históricas dali.

O inverno não é uma época favorável para aproveitar o melhor que a Galícia tem a oferecer. O clima fica mais úmido, pode chover e, em algumas regiões, até pode chegar a nevar. Assim, fica mais difícil de enfrentar as estradas e as atrações naturais.

Ficar conectado na Europa nunca foi tão fácil

Com a America Chip você tem internet 4G ilimitada durante toda a viagem. Escolha entre o chip e o eSIM e aproveite a Europa com a melhor conexão a partir de USD 40.

Ver Planos →

Planejando seu roteiro Galícia

Na hora de planejar um roteiro, é preciso antecipar as suas necessidades com estadia, transporte e ingressos. Confira abaixo algumas dicas.

Escolha a hospedagem com base no tempo que vai ficar na cidade

Algumas cidades maiores e com maior oferta de hotéis podem servir como “base” para você explorar o roteiro Galícia. Entre elas, aquelas citadas acima são:

  • Pontevedra;
  • Vigo;
  • Santiago de Compostela;
  • Corunha;
  • Lugo.

A dica é você dormir nessas cidades e, de lá, conhecer as localidades um pouco mais afastadas, mas que são facilmente acessadas de carro.

O mesmo vale para um roteiro Portugal e Espanha. Acredite: essa dica é poderosa!

Escolha o melhor transporte para o período

Não é impossível visitar a Galícia de ônibus, já que existe uma linha que percorre as principais cidades. Mas, se o seu plano é se locomover entre as atrações naturais e cidades menores, é altamente recomendável que você tenha um carro à sua disposição.

Isso porque muitas das atrações estão localizadas em aldeias nas quais a oferta de transporte público é bem escassa. Muitos lugares também são em meio à natureza, onde é difícil chegar sem um carro.

Ao alugar carro na Espanha, você consegue aproveitar muito mais a sua viagem pela Galícia, acredite! Para isso, indicamos o site comparador DiscoverCars, que reúne dezenas de locadoras de veículos em um só lugar, facilitando a sua busca.

Por outro lado, se você planeja ficar pelas cidades maiores, como Santiago de Compostela, Corunha ou até Vigo, é possível realizar o percurso utilizando ônibus ou trem. Nesse caso, indicamos sites como a Omio, que oferece passagens a preços acessíveis.

Programe os passeios com antecedência

Muitas das pequenas cidades que você vai visitar são bem pouco procuradas e não haverá dificuldade nenhuma em comprar os ingressos na hora.

No caso das atrações maiores, como a Catedral de Santiago de Compostela, a Catedral de Santa Maria, em Lugo, ou as Ilhas Cíes, pode ser uma boa ideia comprar ingressos com antecedência em sites especializados como o GetYourGuide ou a Civitatis.

Ambas as plataformas são confiáveis e oferecem tours e excursões guiadas que podem trazer informações interessantes sobre as localidades ou ajudar aqueles que não possuem carro e desejam sair das principais cidades.

Além de tornar a sua viagem mais tranquila, esse planejamento pode ainda proporcionar descontos nas entradas, influenciando na sua planilha orçamentária de quanto custa viajar para Espanha.

Fique conectado durante a viagem

É importante ter um sinal de internet que funcione durante a viagem. Já pensou ficar preso na estrada ou em alguma trilha e não conseguir falar com ninguém?

Recomendamos o serviço da America Chip, que pode ser contratado ainda no Brasil e oferece internet rápida e ilimitada para toda a União Europeia.

O que saber antes de viajar para Galícia?

Nosso roteiro Galícia já está chegando ao fim, mas para te ajudar ainda mais com a sua viagem, aqui vão algumas dicas finais do que considerar ao se aventurar pela região:

  • Considere o clima local: a Galícia não costuma ser tão quente quanto as demais regiões da Espanha;
  • Considere o tempo espanhol: o dia começa cedo e termina tarde. A hora do almoço pode acontecer apenas após às 14h e o jantar, às 21h. Isso porque, no verão, a noite só chega a partir das 22h. Considere esses horários no seu planejamento;
  • Muitos estabelecimentos podem estar fechados após o almoço devido à siesta, soneca após o almoço sagrada para os espanhóis;
  • Um dos idiomas oficiais da Galícia, o galego, é bastante semelhante ao português, já que as duas línguas possuem a mesma origem. Assim, não precisa nem se preocupar em arriscar no inglês. A maioria das pessoas entende o português perfeitamente;
  • Venha preparado para comer bem: a culinária galega é bastante saborosa. Aproveite para provar o famoso pulpo a gallega, jamón serrano, tortilla de patatas, pimientos de Padrón, empanada gallega e até tomar uma taça do vinho de Albariño;
  • Não esqueça que o seguro viagem Espanha é obrigatório, pois o país faz parte do Espaço Schengen, que prevê a proteção aos turistas e com cobertura mínima de 30 mil euros para as despesas médicas e hospitalares. Você pode fazer uma cotação no Seguros Promo para encontrar o plano ideal para o seu perfil e viagem.

Pronto! Agora você sabe dos principais pontos turísticos que devem estar no seu roteiro Galícia. É hora de planejar a sua viagem por essa terra mágica!