Veneza: guia da cidade italiana que é uma obra de arte

Visitar Veneza  / 

Fala a verdade: você sempre teve curiosidade em conhecer e saber mais sobre Veneza. A cidade italiana, considerada uma das mais bonitas, é daquelas que despertam dúvidas. Como sobrevive estando, praticamente, debaixo d’água?

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Já eleita 3 vezes a cidade mais bela do mundo, Veneza é mais do que curiosa: é encantadora e desperta o sonho dos grandes viajantes.

Muitos filmes e novelas já retrataram Veneza e, quase sempre, a cidade é vista como uma das mais românticas do mundo.

Vamos falar mais sobre a cidade, para ajudar você a preparar o seu roteiro.

Veneza: guia de visita em 1 minuto

Se você é daqueles que sonham em conhecer essa cidade linda, vai querer assistir nosso Guia de Visita em 1 Minuto. Inspire-se!

Onde fica Veneza?

Veneza é, na verdade, um conjunto de 120 ilhas unidas através de pontes e separadas por canais. Fica situada ao nordeste da Itália e é a capital da região de Veneto.

Parte da cidade ainda está listada como Patrimônio Mundial, junto à sua Lagoa de Veneza, que se estende ao longo da costa.

Se você está planejando uma viagem para Itália e quer saber mais sobre Veneza, vamos te mostrar o que visitar pela cidade.

Como ir à Veneza?

Você pode ir a Veneza de avião, ônibus ou de trem, saindo de países vizinhos ou de algumas das principais cidades italianas, como Roma, Milão ou Florença.

É possível chegar à Veneza de avião, através do Aeroporto de Marco Polo, a 8 quilômetros da cidade, ou do Aeroporto de Treviso, um pouco mais longe, a 40 quilômetros ao norte.

De avião você consegue passagens a partir de 50€ desde Roma e encara uma hora de voo. Compare os preços de passagens aéreas através da área de voos do site Kayak.

O trem também é uma das melhores alternativas: a Estação de Santa Lucia conecta a cidade a outras da Itália. Dá para ir saindo de Roma ou Florença, por exemplo.

O passeio de trem é agradável e charmoso, apesar de demorar cerca de 3 horas se sair de Roma. Ao optar pela malha ferroviária, conseguirá achar passagens a partir de 16€. Veja tarifas e horários no site da Ferrovie dello Stato Italiane, a companhia ferroviária do país.

De ônibus você levará cerca de 6 horas de deslocamento a partir da capital da Itália, mas conseguirá passagens a partir de 9€.

Como se locomover?

Embora pequena, e com fácil locomoção a pé entre alguns pontos turísticos, lembre-se que é preciso se locomover pela água em parte da cidade. Por isso, os principais meios de transporte em Veneza são:

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »
  • Vaporetto, o ônibus aquático;
  • Táxi aquático;
  • Gôndola;
  • Traghetto, as gôndolas usadas para atravessar o Grand Canal;
  • Ailaguna, barcos para ir do aeroporto Marco Polo até o centro da cidade.

As tarifas custam:

  • Bilhetes individuais: 4€;
  • Bilhetes por hora: 7€;
  • Uso por 24h: 20€;
  • Por 48h: 30€.

Dependendo do número de vezes que for se movimentar na cidade, vale mais a pena pegar o cartão Travel Card. Ele vale de 1 a 7 dias, com valores entre 20€ e 60€, dependendo do tempo de uso. Ele pode ser adquirido nos stands da Hellovenezia. Os vaporettos funcionam das 4h30 até às 00h30.

Também existem ônibus em terra, que ajudam no deslocamento de alguns lugares.

Se tiver interesse, faça um passeio de barco entre as ilhas de Veneza. Reserve por 20€ no Get Your Guide.

onde se hospedar

Veja quanto custa um passeio de gôndola na cidade.

Os 5 principais pontos turísticos de Veneza

Veneza possui muitas atrações por se tratar de uma cidade turística. A cidade é o maior porto de cruzeiros do Mar Adriático. Separamos as 5 principais atrações turísticas de Veneza, que devem constar no seu planejamento:

1. Grand Canal

O maior e mais importante de todos os canais de Veneza é o Grand Canal. É um de seus símbolos, pois divide a cidade em duas e tem quatro quilômetros de extensão.

Por ali passeiam centenas de embarcações lotadas de turistas. As pontes que cortam o canal também vivem lotadas de gente querendo apreciar e fotografar a beleza da paisagem e do movimento nas águas.

Você pode ir de vaporetto ou caminhando através de suas quatro pontes. Preste especial atenção na Ponte Rialto, tida como a mais encantadora e antiga de Veneza. E, em contraste, a Ponte da Constituição, a mais moderna da cidade, criada pelo espanhol Santiago Calatrava.

Outra opção é fazer o passeio de gôndola pelo Grand Canal. No Get Your Guide, é possível comprar o passeio de gôndola por Veneza compartilhado com outras pessoas. Reserve a partir de 33,20€.

O passeio é quase que obrigatório durante a sua viagem por Veneza. Ver a cidade de outro ângulo, bater fotos incríveis e aproveitar o momento vão tornar a viagem inesquecível.

Localização: Grand Canal, Veneza

2. Piazza San Marco

Localizada no coração da cidade, é outro dos símbolos mais representativos de Veneza. São 180 metros de comprimento, e 70 de largura, em uma construção que começou no século IX.

Uma das praças mais bonitas do mundo, a Piazza San Marco é o lugar mais baixo de Veneza, ou seja: o primeiro lugar a afundar quando a cidade é inundada.

piazza san marco veneza

Os edifícios mais importantes por lá são a Basílica de São Marcos, o Palácio Ducal, o Museu Correr, a Torre dell’Orologio e o Campanile.

Localização: Piazza San Marco, Veneza
Como chegar: Vaporetto: San Zaccaria ou San Marco, linhas 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN

3. Basílica de São Marcos

Situada na Piazza San Marco, ao lado do Palácio Ducal, o passeio à Basílica de São Marcos deve constar no seu roteiro. Centro da vida religiosa da cidade, é o templo mais importante de Veneza.

Construída no ano de 828, a Basílica de São Marcos é lindíssima. Possui cinco cúpulas e uma arquitetura exuberante. Os estilos arquitetônicos são o gótico, bizantino e o gótico italiano.

Visite o interior e veja os mosaicos da cúpula e do átrio, o Museu, o Tesouro e a Pá de Ouro. No Museu da Basílica, é possível ver de perto os tetos e os mosaicos, além das esculturas originais dos Cavalos de São Marcos, obtidos no tempo da quarta cruzada.

A entrada na Basílica é gratuita e apenas é cobrado ingresso para visitar o museu.

Faça uma excursão guiada pela Basílica São Marcos junto ao Palácio Ducal, com duração de 3 horas.

Localização: Piazza San Marco, Veneza
Como chegar: Vaporetto: San Zaccaria ou San Marco, linhas 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN
Horário:
Todos os dias, das 9h30 às 17h
Domingos, das 14h às 16h (até as 17h, de 16 de abril a 28 de outubro)
Ingresso:
Entrada à Basílica: gratuita
Museu de São Marcos: 5€
Tesouro: 3€
Pá de Ouro: 2€

4. Palácio Ducal

Outro símbolo importante da cidade, o Palácio Ducal, ou Palácio do Duque, começou como um castelo fortificado no século IX. Depois, foi utilizado como fortaleza e como prisão.

Em seu interior, obras de grandes artistas italianos como Veronese, Tiziano e Tintoretto mostram a história de Veneza. Visite a Sala do Grande Conselho e a Escada de Ouro, bem como a prisão, com seus calabouços, e a Ponte dos Suspiros, que dá acesso a essa área.

Se for em período de alta estação, compre o ingresso prioritário para o Palácio Ducal e evite filas.

Localização: Piazza San Marco, Veneza
Como chegar: Vaporetto: San Zaccaria ou San Marco, linhas 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN
Horário:
Todos os dias, das 8h30 às 17h30
De abril a outubro, fecha às 19h
Ingresso:
Adultos: 25€
Estudantes de 6 a 14 anos e maiores de 65 anos: 13€
Menores de 5 anos: entrada gratuita
Inclui os Museus da Piazza San Marco: o Palácio Ducal, Museu Correr, Museu Arqueológico Nacional e a Biblioteca Nacional Marciana

5. Ponte Rialto

A mais antiga das quatro pontes do Grand Canal de Veneza, a Ponte Rialto recebe milhões de viajantes por ano, tanto pelo seu design, como pela história. Construída entre 1588 e 1591, ela foi feita para substituir a anterior, de madeira, que já havia caído.

Passe por ela tanto de manhã como de noite, e aproveite para conhecer o Mercado Rialto, com suas frutas e verduras fresquinhas. Das 9h às 12h, todos os dias.

Localização: Ponte Rialto, Veneza
Como chegar: Vaporetto: Rialto, linhas 1, 2 e N

Gôndola Veneza

Veja como fazer uma road trip na Europa.

Outras atrações turísticas de Veneza

Carnaval de Veneza

O Carnaval de Veneza é famoso no mundo todo por conta da sua história e das belas máscaras. A tradição iniciou no século XVI, quando a nobreza se disfarçava para sair na rua e se misturar com o povo. A programação é bem extensa e vai da metade de fevereiro até o início de março.

Ponte dos Suspiros

Essa ponte dá acesso a um edifício que foi construído para ser uma prisão. O nome se deu porque reza a lenda que os prisioneiros passavam por ali e davam um longo suspiro por avistar a cidade pela última vez antes de serem encarcerados.

Gallerie dell’Accademia

Um museu e galeria de arte, especializado em arte pré-XIX, que abriga obras de pintura e escultura de grandes mestres italianos, como Da Vinci, Bellini, Giordione, entre outros. Imperdível para quem gosta de visitar um belo museu por onde passa.

Murano

Você certamente já ouviu falar dos cristais de Murano. Murano é uma ilha na região de Veneza e você pode visitar de vaporetto. Os artesãos fabricam as peças na sua frente e é possível comprar itens para levar de recordação.

Burano

Já Burano é outra ilha, famosa pelas suas casas coloridas e pelo artesanato da região. As rendeiras de Burano são verdadeiras artistas e você certamente se encantará com o passeio.

Lua de mel na Europa: 5 destinos incríveis para conhecer.

Mini roteiro de 2 dias em Veneza

Primeiro dia em Veneza

No seu primeiro dia em Veneza, comece pelo coração da cidade: a Piazza San Marco. Faça a visita no Palácio Ducal e, em seguida, na Basílica de São Marcos. Siga para a Ponte Rialto, atravesse, e percorra as estreitas ruas de Veneza.

De tarde, use o vaporetto para chegar ao distrito de Cannaregio, situado ao norte do Grand Canal. Siga pela Rua Fondamenta da Misericórdia e caminhe ao sul, para curtir a magia da cidade. À noite, que tal um passeio de gôndola?

Segundo dia em Veneza

No segundo dia na cidade, vá conhecer Torcello, uma das Ilhas de Veneza, onde está a Basílica de Santa Maria dell’Assunta, que existe desde 639. Continue o passeio para a ilha de Burano, com suas casinhas coloridas.

Se quiser continuar o passeio pelas ilhas venezianas, termine o seu último dia na Ilha de Murano, famosa por suas fábricas de cristais. À noite, retorne para a Piazza San Marco, com sua animada vida noturna, entre cafés com músicas e restaurantes com pratos típicos italianos.

Confira nosso roteiro em Veneza e saiba o que é imperdível de 3 a 5 dias na cidade.

Quantos dias ficar em Veneza?

Se você quiser apenas conhecer os principais pontos turísticos, consegue fazer um bate-e-volta. Mas para conhecer a fundo, visitar os museus, passear de gôndola com calma, fique ao menos 2 dias na cidade. Você não irá se arrepender.

ponte dos suspiros

Confira, também, dicas para visitar a Costa Amalfitana.

Melhor época para visitar

A melhor época para programar uma viagem para Veneza é em abril, maio, outubro e setembro. Nesse período as temperaturas não estão tão baixas e não é alta temporada. Dessa forma, você consegue hotéis mais baratos e menos gente pela cidade.

A alta temporada em Veneza é em julho, agosto e início de setembro. Nesse período as temperaturas são bem altas e a cidade está lotada.

Se possível evite os meses de dezembro, janeiro e fevereiro, quando as temperaturas são muito baixas e os ventos cortantes para andar de gôndola. Deixe fevereiro na lista, apenas se fizer questão de conhecer o Carnaval de Veneza.

Descubra qual a melhor época para viajar para a Itália.

Onde ficar em Veneza?

Veneza tem preços para todos os bolsos e estilos. São mais de 500 opções de hospedagem na cidade italiana. Os preços dos hotéis variam entre 70€ e podem chegar até 1.200€. Tudo depende do número de estrelas do hotel, da época do ano e da localização.

Você pode escolher dormir fora ou dentro da ilha de Veneza. Dentro é mais caro. Porém, se seu orçamento permitir, escolha opções próximas à Piazza de San Marco. A região é a mais turística da cidade e também a mais cara.

A região de Castello e San Polo também são centrais, porém opções mais baratas de hospedagem em Veneza. Já as opções mais econômicas de hospedagem em Veneza estão nos bairros de Cannaregio e Santa Croce, perto da Estação de Trem Santa Lucia.

Veja algumas opções de hospedagem:

Hotel Categoria Estrelas Localização Preço médio
Hilton Molino Stucky Venice Luxo (melhor hotel) 5 estrelas Ilha de Giudecca 247€
Hotel Santo Stefano Melhor custo benefício 3 estrelas San Marco 160€
Ca’ Morosini Mais barato 3 estrelas Centro 113€
Hotel Canadá Hospedagem mais simples 2 estrelas Piazza San Marco 80€
Venezia Naturalmente Cama & Café (B&B) 2 estrelas Próximo Piazza San Marco 48€ | Quarto compartilhado

 

Veja mais dicas de hotéis em Veneza.

Onde comer?

A gastronomia em Veneza, mais um recanto italiano, faz parte do passeio. Veneza e região possuem mais de mil restaurantes. A gastronomia típica italiana é a principal especialidade, mas também é possível encontrar restaurantes de fast food, de frutos-do-mar e comida chinesa.

Não deixe de provar as pizzas e as massas. Além disso, a culinária tem muita ligação com o mar Adriático, então aproveite os peixes e frutos-do-mar do cardápio. O carpaccio, os risotos e o Fígado à Veneziana completam os pratos típicos da cidade.

Veja 3 sugestões de restaurantes na cidade:

Confira quanto custa viajar para Veneza.

Planejando sua viagem

A Itália é um dos países parte do Tratado de Schengen. Ou seja, quando for à Veneza, é obrigatório levar um seguro viagem.

Faça um Seguro Viagem Itália e ganhe desconto. Utilize o nosso comparador seguro viagem, uma parceria com o portal Seguros Promo. Para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICASTURISMO (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento.

E pague por boleto bancário para ganhar mais 5%. Os descontos são válidos tanto no comparador como diretamente no site da Seguros Promo.

Vale a pena visitar Veneza?

Sim, sem dúvidas! Veneza tem uma atmosfera única e inesquecível. A experiência de conhecer uma cidade toda interligada pela água é marcante. Além disso, a beleza e o valor cultural da cidade são inestimáveis.

Leia nosso roteiro pela Itália e veja como aproveitar 15 dias no país das maravilhas.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autores

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.

Ana é uma jornalista brasileira que em 2017 saiu do Rio de Janeiro e se mudou com a família para o Porto. Ao lado do marido, o fotógrafo André Furtado, criou o site Portuguiando, espaço que usa para contar um pouco sobre a rotina de uma família de brasileiros em Portugal. Hoje se dedica à paixão pela escrita, à maternidade e a explorar a cultura lusitana.