Roteiro Veneza: saiba o que é imperdível de 3 a 5 dias na cidade

Visitar Veneza  / 

Veneza é uma das cidades mais bonitas do mundo. Mesmo sem nunca ter visitado, você pode imaginar pelas imagens, pelos relatos, por sua história. Rodeada por água, pontes, ilhas e monumentos históricos, visitar essa cidade italiana é passear por uma obra de arte. Veja um roteiro em Veneza de até 5 dias e não deixe de conhecer o que é imperdível na cidade de Ticiano e Tintoretto.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Roteiro Veneza: como chegar?

Vários caminhos e meios de transporte te levam a chegar a Veneza. Escolha o que melhor cabe no seu roteiro em Veneza, dependendo de quais são os outros destinos que você irá visitar na Itália.

De avião, é possível chegar através do Aeroporto de Marco Polo, a 8 quilômetros da cidade, e um dos aeroportos com mais tráfego na Itália. Ou através do Aeroporto de Treviso, um pouco mais longe, a 40 quilômetros ao norte.

Saindo do Brasil, não é possível encontrar voos diretos, mas com poucas escalas. Para encontrar o melhor trecho e a tarifa mais barata, compare os preços de passagens aéreas através da área de voos do site Kayak.

O trem também é uma das melhores alternativas: a Estação de Santa Lucia conecta a cidade a outras da Itália.

Dá para ir saindo de Roma ou Florença, por exemplo. Veja tarifas e horários no site da Ferrovie dello Stato Italiane, a companhia ferroviária do país.

Como circular em Veneza?

Embora pequena, e com fácil locomoção a pé entre alguns pontos turísticos, lembre-se que é preciso se locomover pela água durante o seu roteiro em Veneza.

As tarifas custam:

  • Bilhetes individuais: 4€;
  • Bilhetes por hora: 7€;
  • Uso por 24h: 20€;
  • Por 48h: 30€.

Você pode adquirir o Bilhete Transporte Público Veneza: Vaporettos e Ônibus, com acesso irrestrito aos serviços, tanto de Veneza, como de Lido, Murano e Burano. A partir de 10,50€ por pessoa.

Os principais meios de transporte em Veneza são:

Vaporetto

O famoso ônibus aquático de Veneza leva a diversos pontos turísticos e é um dos meios de locomoção mais utilizados na cidade.

Táxi aquático

Sim, o táxi veneziano também se locomove pelas águas. São lanchas que levam até 10 pessoas.

Gôndola

Utilizadas mais para passeios turísticos, tanto diurnos como noturnos, o barquinho comprido e estreito é bem tradicional em Veneza.

É mais uma atração do que meio de transporte e você pode fazer o passeio de gôndola até com música.

Traghetto

Uma das alternativas mais econômicas, os traghettos são as gôndolas usadas para atravessar o Grand Canal por lugares onde não existe ponte. São confortáveis e baratos.

roteiro Veneza Piazza San Marco

Ônibus

Eles existem, mas são utilizados para deslocamentos específicos, como a Piazzale Roma e o Aeroporto Marco Polo.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Ailaguna

São os barcos da companhia Ailaguna que transportam para do aeroporto Marco Polo até o centro da cidade.

Outros meios de transporte para o seu roteiro em Veneza

Diferente de outras cidades, que oferecem ônibus turístico, no caso de Veneza ele vai pelas águas.

O Passeio de Barco Hop-on Hop-off conta com bilhetes de 24 ou 48 horas e funciona parando em estações localizadas nos principais pontos turísticos de Veneza.

Roteiro Veneza: Dia 1

Dia 1: Manhã

No seu primeiro dia de roteiro em Veneza, comece pelo coração da cidade: a Piazza San Marco. É nela que estão alguns dos símbolos mais representativos da cidade. Ou, como disse Napoleão Bonaparte, “o salão mais bonito da Europa”.

São 180 metros de comprimento, e 70 de largura, em uma construção que começou no século IX.

Uma das praças mais bonitas do mundo, a Piazza San Marco é o lugar mais baixo de Veneza, ou seja: o primeiro lugar a afundar quando a cidade é inundada.

Os edifícios mais importantes por lá são a Basílica de São Marcos, o Palácio Ducal, o Museu Correr, a Torre dell’Orologio e o Campanile.

Piazza San Marco

Localização: Piazza San Marco
Como chegar: Vaporetto: San Zaccaria ou San Marco, linhas 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

É na Piazza San Marco que fica a sua primeira visita: o Palácio Ducal. Outro símbolo importante da cidade, o Palácio do Duque, começou como um castelo fortificado no século IX. Depois, foi utilizado como fortaleza e como prisão.

Não deixe de entrar para ver obras de grandes artistas italianos em seu interior. Estão lá grandes pinturas de Veronese, Ticiano e Tintoretto que mostram a história de Veneza.

Visite a Sala Maggior Consiglio, onde as pessoas votavam pelo destino da Sereníssima. Ali está o maior quadro do mundo intitulado “O Paraíso“, de Tintoretto.

A visita ainda inclui a prisão, com seus calabouços, a Sala das Armas com armaduras e todo tipo de armas, e a Ponte dos Suspiros, que dá acesso à essa área.

Se for em período de alta estação, recomendamos que compre o Ingresso Prioritário para o Palácio Ducal e evite filas, que costumam ser grandes.

Palácio Ducal

Localização: Piazza San Marco
Como chegar: Vaporetto: San Zaccaria ou San Marco, linhas 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN
Horário:
Todos os dias, das 8h30 às 17h30
De abril a outubro, fecha às 19h
Ingresso:
Adultos: 25€
Estudantes de 6 a 14 anos e maiores de 65 anos: 13€
Menores de 5 anos: entrada gratuita
Inclui os Museus da Piazza San Marco: o Palácio Ducal, Museu Correr, Museu Arqueológico Nacional e a Biblioteca Nacional Marciana

Faça a visita no Palácio Ducal e, em seguida, na Basílica de São Marcos, que fica logo ao lado, também na Piazza San Marco. Centro da vida religiosa da cidade, é o templo mais importante de Veneza.

Sua construção começou em 828 para abrigar o corpo de São Marcos, que estava vindo de Alexandria. Tornou-se catedral de Veneza em 1807 e conta com mais de 4 mil metros quadrados de mosaicos.

Visite o interior e veja os mosaicos da cúpula e do átrio, o Museu, o Tesouro e a Pá de Ouro.

No Museu da Basílica, é possível ver de perto os tetos e os mosaicos, além das esculturas originais dos Cavalos de São Marcos, obtidos no tempo da quarta cruzada.

Para conhecer em detalhes, faça uma excursão guiada pela Basílica São Marcos junto ao Palácio Ducal, com duração de 3 horas.

Basílica de São Marcos

Localização: Piazza San Marco
Como chegar: Vaporetto: San Zaccaria ou San Marco, linhas 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN
Horário:
Todos os dias, das 9h30 às 17h
Domingos, das 14h às 16h (até as 17h de 16 de abril a 28 de outubro)
Ingresso:
Entrada à Basílica: gratuita
Museu de São Marcos: 5€
Tesouro: 3€
Pá de Ouro: 2€

Dia 1: Tarde

Quando você sair da Basílica de São Marcos já será de tarde. Aproveite para subir no Campanile de San Marcos, também ali ao lado.

O antigo campanário também é um dos símbolos venezianos e o edifício mais alto de Veneza. No mirante a vista da cidade é uma das fotografias mais registradas por visitantes!

Campanile de San Marcos

Localização: Piazza San Marco
Como chegar: Vaporetto: San Zaccaria ou San Marco, linhas 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN
Horário:
De abril a outubro: todos os dias, das 8h30 às 21h
De novembro a março: todos os dias, das 9h30 às 17h30
De 1º a 15 de abril: todos os dias, das 9h às 17h
Ingresso: 8€

No meio e final da tarde, pegue um Vaporetto e vá para o distrito de Cannaregio, ao norte do Grand Canal. A parada Ferrovia é a melhor para chegar na região.

Cruzando a Ponte delle Guglie, chegará ao gueto judeu. Siga pela Rua Fondamenta da Misericórdia e caminhe ao sul, para curtir a magia da cidade.

Dia 1: Noite

À noite, que tal um passeio de gôndola? Faça o passeio noturno de gôndola ao pôr do sol e se encante com a cidade toda iluminada. O passeio começa às 18h30 e tem duração de 40 minutos.

Roteiro Veneza: Dia 2

Dia 2: Manhã

Na manhã do seu segundo dia de roteiro em Veneza, vá direto para a Ponte Rialto, a mais antiga das quatro pontes do Grand Canal de Veneza. Ela recebe milhões de viajantes por ano, tanto pelo seu design, como pela história.

Construída entre 1588 e 1591, ela foi feita para substituir a anterior, de madeira, que já havia caído. Vá caminhando pelas ruas estreitas, com seus pequenos canais.

Esse passeio deve durar parte da manhã e, ao final, chegue no Mercado Rialto, que fica bem próximo da ponte de mesmo nome e experimente suas frutas e verduras fresquinhas. O mercado funciona todos os dias, das 9h às 12 horas.

Ponte Rialto

Localização: Ponte Rialto
Como chegar: Vaporetto: Rialto, linhas 1, 2 e N
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

roteiro Veneza passeio de gôndola

Veja dicas para conhecer o carnaval de Veneza.

Dia 2: Tarde

No final desse passeio, já será de tarde. Caminhe em direção ao sul, no distrito de Dorsoduro, e chegue até o Campo Santa Margherita. A praça costuma ser animada qualquer hora do dia, por ser uma região universitária.

Ande por mais 10 minutos e chegue na Galeria da Academia de Veneza (Gallerie dell’Accademia). Ali está a maior coleção de arte veneziana do mundo, com obras-primas dos pintores Ticiano, Veronese, Canaletto e Bellini.

A pinacoteca existe desde 1817 e, desde sua criação, a coleção vem aumentando com doações e aquisições e hoje conta com mais de 800 quadros.

Galeria da Academia de Veneza

Localização: Campo della Carita, 1050, 30123 Veneza VE, Itália
Como chegar: Vaporetto: Accademia, linhas 1, 2 e N
Horário:
Segunda, das 8h15 às 14h
De terça a domingo, das 8h15 às 19h15
Fechado: 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro
Ingresso:
Adultos: 12€
Cidadãos europeus entre 18 e 25 anos: 2€
Menores de 18 anos e maiores de 65 anos: entrada gratuita

E como você já estará na região de Dorsoduro, aproveite para caminhar até antiga Basílica de Santa Maria della Salute, construída em 1631. Ela foi feita para celebrar o fim da peste que eliminou parte da população de Vêneto.

Basílica de Santa Maria della Salute

Localização: Dorsoduro, 1, 30123 Veneza VE, Itália
Como chegar: Vaporetto: Salute, linha 1
Horário: Todos os dias, das 9h30 às 12h e das 15h às 17h30
Ingresso:
Entrada à basílica gratuita
Entrada à sacristia:
Adultos: 4€
Estudantes: 2€

Dia 2: Noite

À noite, retorne para a Piazza San Marco, com sua animada vida noturna, entre cafés com músicas e restaurantes com pratos típicos italianos. O Café Florian é um dos mais antigos da Itália e existe desde 1720.

Roteiro Veneza: Dia 3

Dia 3: Manhã

Você já fez o passeio de gôndola à noite, mas no terceiro dia do roteiro em Veneza é a vez de dar uma volta de dia. São várias opções.

Você pode escolher fazer o passeio de gôndola compartilhado. Ou um passeio particular, onde pode ir um grupo de até 6 pessoas. Ambos com duração de 30 a 45 minutos.

A maioria dos passeios explora o Gran Canal, dentre diversos pontos turísticos. Ele é o maior e mais importante de todos os canais de Veneza, pois divide a cidade em duas e tem quatro quilômetros de extensão.

Grand Canal

Localização: Grand Canal
Como chegar: De vaporetto ou caminhando pelas pontes
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

Dia 3: Tarde

Na tarde do terceiro dia, siga até a doca de São Zacarias, na Piazza San Marco e pegue a linha 2 ou N do Vaporetto em direção a Igreja San Giorgio Maggiore, situada na ilha de mesmo nome.

O monumento é uma das fotografias mais vistas de Veneza. Sua construção, que data de 1576, guarda tesouros. Uma delas é a obra “A Última Ceia“, de Tintoretto.

Obras primas de Sebastiano Ricci, como “Virgem com Menino e Santos“, de 1708, e “A Deposição“, também de Tintoretto, estão por lá.

Você ainda pode subir no Campanile de San Giorgio Maggiore para ter uma vista panorâmica de toda Veneza.

Igreja San Giorgio Maggiore

Localização: Ilha de San Giorgio Maggiore
Como chegar: Vapporeto: San Giorgio, linhas 2 e N
Horário:
De abril a outubro: todos os dias, das 9h às 19h
De novembro até março: todos os dias, das 8h30 às 18h
Ingresso:
Entrada gratuita
Campanile: 6€

Dia 3: Noite

Na noite do seu terceiro dia em Veneza, tente ir à algum espetáculo no Teatro La Fenice, completamente restaurado e com o esplendor da construção original. Confira a programação e compre o ticket no site oficial do teatro.

Se não quiser ver nada em especial, faça o tour guiado. Veja o ingresso sem fila para o Teatro La Fenice com guia de áudio.

Teatro La Fenice

Localização: Campo San Fantin, 1965, 30124 Veneza VE, Itália
Como chegar: Vaporetto: Ponte Rialto, San Marco e Lido, linhas 1 e 2
Horário: a depender do horário do tour guiado ou do espetáculo adquirido
Ingressos:
Os ingressos variam de acordo com o espetáculo. Eles são vendidos na bilheteria e em outros pontos da cidade. Veja a lista dos lugares do site do Teatro

Roteiro Veneza: Dia 4

Dia 4: Dia inteiro

Ficou mais um dia em Veneza? Hora de fazer um tour por 3 ilhas que ficam próximas à cidade. Murano, Burano e Torcello também tem suas atrações especiais e os tours são oferecidos por várias empresas.

Você pode escolher no canal próximo da Piazza San Marco e os valores vão de 10 a 20 euros. Se preferir ir apenas para 2, ou comprar antecipado, veja o Passeio de Barco a Murano e Burano, com duração de 4 horas e meia ou a Excursão Murano, Burano e Torcello, que contempla todas elas.

Murano, sua primeira parada, é a ilha mais próxima de Veneza. É, também, a segunda maior ilha da Lagoa Veneziana, perdendo só para a própria Veneza.

E é mundialmente conhecida pelo seu cristal, que pode ser visto em uma das muitas fábricas, ou em vendedores de rua. O Museu do Vidro é uma das atrações.

É possível chegar lá em uma excursão ou por conta própria, nas linhas 41, 42, DM e LN do Vaporetto.

A segunda ilha, famosa por suas casas bem coloridas e cheias de charme, é Burano. Conhecida por sua produção de pedra, o grande passeio é caminhar pelas ruelas de casinhas cheias de cor.

O transporte que leva para lá é a linha LN do Vaporetto e o trajeto dura cerca de 45 minutos.

A terceira e última das ilhas do passeio no seu quarto dia do roteiro em Veneza é Torcello. Ela já foi a ilha mais povoada da república veneziana e conservou sua hegemonia de mais de mil anos. No entanto, um surto de malária fez com que sua população sumisse.

Na ilha, você pode visitar a Basílica de Santa Maria dell’Assunta, o edifício mais antigo, com mosaicos bizantinos dos séculos XII e XIII, conservados desde 639, data da sua fundação.

Para chegar à Torcello fora das excursões, use a linha LN de vaporetto. O trajeto dura cerca de 50 minutos, mas fica apenas a 5 minutos de distância de Burano.

Conheça melhor as Ilhas de Veneza.

Roteiro Veneza: Dia 5

Dia 5: Manhã

Ficou mais um dia no seu roteiro em Veneza? Vá conhecer o distrito de Castello. Seu nome vem do castelo construído no local na época romana. É o maior bairro de Veneza, com residência dos antigos trabalhadores do estaleiro.

A grande atração da região é a Basílica de Santi Giovanni e Paolo, que é a maior igreja de Veneza. O surpreendente edifício, construído em 1530, guarda as tumbas de 27 doges (magistrados) e outros tesouros. Entre eles, quadros dos artistas Giovanni Bellini, Paolo Veronese e Giovanni Battista Piazzetta.

Na praça onde está situada a Basílica, veja a estátua de Bartolomeo Colleoni e a Scuola Grande di San Marco, um edifício de fachada renascentista e que, atualmente, é um hospital.

Basílica de Santi Giovanni e Paolo

Localização: Castello, 6363, 30122 Veneza VE, Itália
Como chegar: Vaporetto: Ospedale, linhas 41, 42, 51 e 52. Ou o Rialto, linhas 1 e 82, e caminhe até a Basílica
Horário:
De segunda a sábado, das 9h às 18h
Domingos, das 12h às 18h
Ingresso:
Adultos: 3,50€
Estudantes: 1,50€

Dia 5: Tarde e Noite

Aproveite sua última tarde para as compras: como outras grandes cidades da Itália, Veneza também tem um centro de compras, com boutiques, galerias e ruas com lojas variadas.

Você achará roupas de marca, calçados, acessórios e jóias. Os principais pontos estão nas ruas: da Frezzeria, delle Ostreghe, di Fabri, Calle Larga XXII Marzo.

Se perca entre elas e aproveite a boa variedade de restaurantes no local para terminar o seu quinto dia de roteiro em Veneza.

roteiro Veneza turistas

Onde ficar em Veneza?

A hospedagem em Veneza não é das mais baratas, mas é possível conseguir bons preços, dependendo da localização: dentro ou fora da ilha.

O mais recomendável é que você fique dentro, para estar perto das principais atrações. O distrito de San Marco oferece algumas opções.

O bairro de Cannaregio é o segundo maior bairro da cidade, bastante povoado, e fica próximo à Estação de Trem Santa Lucia. Hotéis mais baratos ficam por essa região e você ainda estará próximo à estação de trem.

A área mais moderna, e onde estão alguns pontos turísticos do nosso roteiro em Veneza, é Dorsoduro. A hotelaria local pode ser mais barata que em San Marco, mas ainda não está dentre as mais econômicas.

Para economizar, busque opções em Lido e use o vaporetto para se locomover entre as atrações da ilha. Ou Castello, o maior bairro de Veneza, se você gosta de caminhar.

Veja algumas opções de hospedagem:

Hotel Categoria Estrelas Localização Preço médio
Baglioni Hotel Luna Luxo (melhor hotel) 5 estrelas San Marco 533€
Hotel Abbazia Melhor custo benefício 3 estrelas Cannaregio 150€
Ca’ Pedrocchi Mais barato 3 estrelas San Marco 108€
Hotel Mignon Hospedagem mais simples 3 estrelas Cannaregio 67€
Venezia Naturalmente Cama & Café (B&B) 2 estrelas Centro 40€ | Quarto compartilhado

 

Confira outras opções de hotéis em Veneza.

Onde comer em Veneza?

Deixar-se levar um tempo para experimentar a gastronomia durante o seu roteiro em Veneza será, praticamente, mais uma atração turística e faz parte do passeio.

Não deixe de provar as pizzas e as massas. Além disso, a culinária tem muita ligação com o mar Adriático, então aproveite os peixes e frutos do mar do cardápio.

O carpaccio, os risotos e o Fígado à Veneziana completam os pratos típicos da cidade.

Veja sugestões de restaurantes na cidade:

roteiro Veneza ponte da Academia

Confira os gastos detalhados de quanto custa viajar para Veneza.

Roteiro Veneza: economize no transporte e nas atrações

Dependendo do número de vezes que for se movimentar na cidade, pode ser que valha a mais a pena utilizar o cartão turístico da cidade, o Venezia Unica.

Ele vale de 1 a 7 dias, com valores entre 20€ e 60€, dependendo do tempo de uso e é válido para usar os vaporettos e os ônibus terrestres.

Você pode montar o seu bilhete e incluir, também, atrações (museus e igrejas) e transfer de ida e volta dos aeroportos. Ele pode ser adquirido online ou nos stands da Hellovenezia.

Aproveite a ida à Veneza e faça um roteiro pela Itália.

Planejando sua viagem para Itália

Para entrar na Itália é necessário ter um seguro viagem. O país faz parte do Tratado de Schengen, que exige um seguro com cobertura mínima de 30 mil euros.

Então, inclua no planejamento do seu roteiro em Veneza um bom seguro viagem. Sugerimos que você confira os valores no comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo e escolha as melhores opções de seguro para a sua necessidade.

Nossos leitores ainda ganham desconto. Para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICASTURISMO (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%).

Vale tanto para compras no nosso comparador, como diretamente no site do Seguros Promo. Boa viagem!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.