All-inclusive: saiba como funcionam os hotéis e cruzeiros

Dicas e Planejamento  / 

Já imaginou comprar um pacote de viagem onde você não precisará desembolsar mais nem um centavo quando a viagem acontecer? Pois é. Essa modalidade de turismo já existe e é muito comum. Hoje vamos falar sobre o turismo all-inclusive, como funciona, qual o tipo de público, as vantagens, desvantagens e cuidados importantes na hora de contratar esse tipo de serviço. Confira tudo a seguir.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

O que é “all-inclusive”?

All-inclusive” é uma expressão em inglês que significa, ao pé da letra, “tudo incluído”. Muitos hotéis e navios de cruzeiro são adeptos desse tipo de turismo e ganham, a cada dia, mais e mais adeptos.

Normalmente, os pacotes de viagem são vendidos por agências de turismo e é possível parcelar em diversas vezes.

Como funciona o all-inclusive

Quando você vai sair de férias, uma das últimas coisas que você quer se preocupar é com quanto dinheiro vai gastar. Pois é, por isso muitos hotéis em destinos turísticos badalados oferecem a modalidade “all-inclusive” (tudo incluído).

Basicamente, no all-inclusive você viaja para um resort ou navio de cruzeiro e tudo, absolutamente tudo, está incluído. Geralmente, o all-inclusive conta com, no mínimo, três refeições diárias, refrigerantes, a maioria das bebidas alcoólicas, gorjetas e outros serviços.

Em navios de cruzeiro isso já existe faz tempo. Quando você compra o cruzeiro, pode escolher a modalidade all-inclusive e ter bebida, incluindo as alcoólicas, e comida incluída sem precisar desembolsar mais nada por isso quando estiver embarcado(a).

Para quem é indicado

Muitos hotéis e resorts all-inclusive são projetados para atender públicos e interesses específicos. Existem resorts só para adultos, outros que aceitam apenas casais e outros para famílias. Muitos idosos também escolhem essa modalidade, pela comodidade e até mesmo transporte dentro do hotel.

Nos hotéis e resorts all-inclusive para famílias é muito comum ter instalações voltadas para atender crianças e jovens entretidos como: sala de jogos, atividades esportivas, parques aquáticos, recreadoras, babás, etc.

Atualmente, muitas pessoas estão optando por resorts all-inclusive para fazer casamentos, especialmente nas belas praias do Caribe.

Dica: se você procura pacotes de viagem all-inclusive, não deixe de ver as ofertas da Logitravel. Tem cruzeiros e circuitos multi-destinos com tudo incluído a bons preços. E você tem ainda a vantagem de poder pagar em até 12 vezes sem juros. Vale a pena conferir no site oficial da Logitravel.

Vantagens do all-inclusive

O modelo “all-inclusive” de viagem e hospedagem possui vantagens e desvantagens. Veja abaixo algumas das vantagens:

Pacotes baratos e parceláveis

Os resorts e redes de hotéis que utilizam o modelo all-inclusive apostam na massificação. Ou seja, quanto mais pessoas aderirem ao modelo, mais barato ele fica. Com isso, atualmente os preços são bem atraentes e costumam valer a pena. Além disso, é possível parcelar a viagem em até 10 vezes.

Bom para manter o orçamento

É aquela coisa de sair de férias sem maiores surpresas no orçamento. Você já sabe quanto vai gastar e dificilmente se perderá com o dinheiro.

Ideal para descansar de verdade

Claro, você não precisará se preocupar com o que vai comer no almoço ou no jantar nunca e nem com ter ou não dinheiro para um drinque. Portanto, é cabeça e tempo livres para um descanso de verdade. E ainda, curtir muitos lanchinhos na piscina.

Entretenimento geralmente está no preço

O legal é que os pacotes geralmente incluem entretenimento (shows, espetáculos, passeios e etc.) no preço. Com isso você, além de comer e beber sem preocupações, ainda poderá se divertir sem precisar levar a carteira.

principais cruzeiros pela europa

Saiba quais roupas levar para um cruzeiro de 7 dias: siga nossas dicas.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Desvantagens do all-inclusive

Confira a lista de possíveis desvantagens do all-inclusive:

Tudo incluído nem sempre significa tudo

É o problema das tais letras miúdas dos contratos. Acontece que algumas empresas deixam coisas de fora do pacote, como bebidas de marca internacional, internet e babá.

Economia local desprezada

Como você consumirá tudo dentro do resort, a economia local fica de lado e o restaurante típico continuará desconhecido. Você apoiará única e exclusivamente as cadeias internacionais de hotéis.

Tudo dentro do hotel

Depois de contratar o all-inclusive você vai querer aproveitar ao máximo. Porém, para fazer isso deixará de sair do hotel ou resort e não vai explorar o destino.

Sentimento de culpa ao sair do resort

Sem falar no sentimento de culpa que você cria ao deixar o resort, pois fica com aquela sensação de que pagou e não está utilizando, principalmente durante o horário das refeições.

Descubra dicas de viagem com crianças para começar já a preparar as malas.

Cuidados a ter com o all-inclusive

É bom ler o contrato do all-inclusive com calma e verificar alguns pontos, são eles:

  • Certeza do que está e o que não está incluído;
  • Quais comidas e bebidas estão incluídas e quais não estão;
  • Tudo incluído por quanto tempo? Alguns resorts limitam as horas do all-inclusive, por exemplo: das 8 da manhã até às 8 da noite;
  • Verifique quais atividades estão incluídas;
  • Confira os eventuais custos extras;
  • Leve em consideração a localização do resort ou hotel, pois geralmente os que oferecem all-inclusive são isolados das comunidades locais;
  • Faça um teste de atendimento ao consumidor antes de contratar o serviço e leia os comentários dos hóspedes na internet;
  • Pesquise as melhores épocas para viajar para o destino e poder curtir tudo que o hotel tem para oferecer.

Aplicativos de viagem gratuitos: conheça os 15 melhores.

Exemplos em diferentes cidades

O all-inclusive se popularizou nos últimos anos e vem ganhando, dia após dia, mais e mais adeptos. Em Portugal, por exemplo, diversos hotéis – especialmente na região do Algarve (sul do país) – oferecem all-inclusive e tem se tornado bastante atraentes para os turistas internacionais que querem aproveitar as praias da região.

Pousadas de Portugal no Algarve: veja a lista com as melhores opções.

O ideal é escolher entre os meses de junho e setembro, para quem quer aproveitar as praias em Portugal ou no restante da Europa. Esses são os meses mais quentes e ideais para curtir a piscina do hotel ou as praias em frente deles.

Na França também existem hotéis e resorts que oferecem a modalidade de “tudo incluído” e no Caribe é muito comum você encontrar esse tipo de turismo. Além disso, muitos cruzeiros costumam ser all-inclusive e valem bastante a pena para quem quer descansar, relaxar e comer bem.

Dica: se está planejando viajar para a Europa, é importante saber que é obrigatório ter um seguro viagem. Faça uma cotação no nosso comparador de seguro viagem e descubra qual o melhor e mais barato para você.

Veja também o que nunca esquecer numa viagem à Europa.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.