Eslovênia: um guia completo para visitar o país dos contos de fadas

Viajar pela Europa  / 

Se você está em busca de informações sobre a Eslovênia, com certeza você é um viajante de carteirinha. Com cerca de pouco menos de 2 milhões de habitantes, a Eslovênia é um pequeno país localizado ao sul da Áustria e ao leste da Itália, e também faz divisa com a Hungria e a Croácia.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

Com tantos vizinhos cobiçados por turistas, não é surpresa que a Eslovênia possa passar despercebida no roteiro dos viajantes. É, realmente, um dos países menos visitados da Europa. No entanto, o país não perde em nada se comparado a outros países da Europa.

Preparamos aqui um guia completo para você descobrir o que há de mais interessante nesse charmoso país. Mais do que um carimbo no passaporte, você voltará com memórias incríveis.

Conheça a Eslovênia

Há relatos de que os Celtas chegaram à região durante os séculos IV a.C. e III a.C. Segundo historiadores, houve uma divisão do Império Romano no século V que deixou o território esloveno e a Croácia no lado do Império Romano do Ocidente.

Já no século VI chegaram os eslavos, povo que deu origem ao país. Eles fundaram o primeiro estado eslavo, chamado Carantania.

Aliás, os povos da Antiguidade, Romanos e Celtas, foram responsáveis pela fundação de alguns dos lugares mais interessantes da Europa. A prova disso são os países que contam com um toque medieval, como a Eslovênia e a Irlanda.

conheca a eslovenia

País de encantos

Assim, o termo encantador não poderia descrever melhor esse destino que parece ter saído de um conto de fadas. O destino é perfeito para os casais apaixonados e românticos à moda antiga, que buscam outros destinos além de Paris.

Passeios de barco, restaurantes e castelos fazem parte do roteiro.

Leia o que já falamos sobre turismo na Croácia e Dubrovnik.

Linha do tempo

A Eslovênia já passou por várias formações até se tornar membro oficial da União Europeia. Em 1918, com o fim da Primeira Guerra Mundial, a Eslovênia tornou-se parte do Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos.

Em 1929, o país passou a integrar o Reino da Iugoslávia sob a ditadura de rei Aleksander Kara?or?evi?. Já com o término da Segunda Guerra Mundial em 1945, a Eslovênia, juntamente com a Croácia, Bósnia e Herzegovina, Macedônia, Sérvia e Montenegro formaram a República Socialista Federal da Iugoslávia.

Em 1990, após a realização das primeiras eleições multipartidárias na Iugoslávia, a Eslovênia decidiu separar-se da Federação Iugoslava. Em 1991, o país foi reconhecido pela União Europeia e passou a integrar o continente em 1 de Maio de 2004.

O que visitar na Eslovênia

Bled é certamente o lugar mais desejado por viajantes do mundo todo, o cartão postal do país. E não é para menos: o lugar conta com por um lago azul, de onde é possível avistar uma ilha com castelos e igrejas.

A lenda diz que ao tocar o sino da igreja localizado na ilha, é possível realizar desejos que serão atendidos em breve. Verdade ou não, magia é o que não falta no lugar.

Também é possível visitar o castelo de Bled. Os ingressos custam 7€ para quem é estudante e 10€ para os adultos.

Dica: Que tal comprar o tour guiado pela ilha e pelo castelo?

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

o que visitar na eslovenia

Ljubljana

Em Ljubljana, a capital da Eslovênia, você pode conhecer toda a área central a pé em um passeio de cerca de 30 minutos. Na região é possível fazer aquilo que todo viajante nato adora: free walking tour para visitar os principais pontos da cidade e conhecer a história de perto.

Basta chegar cedo para encontrar os grupos que estão espalhados pela cidade. Você pode ler mais sobre a capital e tudo o que há para fazer por lá no site oficial.

Ljubljana eslovénia

Problemas com jet lag? Confira a lista de aplicativos para jet lag e evite o desconforto na hora de viajar.

Cavernas de Postojna

Essa é a atração mais famosa da Eslovênia e desde que foi aberta ao público já recebeu milhares de visitas. As cavernas têm mais de 3 milhões de anos e contam com formação natural de rochas, temperatura natural de 10ºC, além de uma iluminação artificial que destaca seus desenhos interiores e confere um charme extra ao lugar.

Há também um “Salão Vermelho” com rochas de tons avermelhados.

Parque Nacional de Triglav

Próximo à fronteira com a Itália e a Áustria, o Parque Nacional de Triglav é o mais antigo da Europa, criado em 1924. Seu ponto mais alto tem 2.864 metros, o lugar mais alto da Eslovênia, que abrange praticamente todos os Alpes Julianos.

Parque Nacional de Triglav

O parque certamente é um prato cheio para os aventureiros que podem encontrar muito ecoturismo, com vegetação exuberante, florestas, lagos glaciais e muitas cascatas, como Savica e Kozjak.

Conheça o Parque Nacional da Peneda Gerês em Portugal.

Como chegar

De qualquer um dos países vizinhos é possível procurar por empresas de ônibus que fazem o trajeto até a Eslovênia. No entanto, é muito comum viajantes saírem da capital da Croácia, Zagreb. O ônibus custa cerca de 9€ (ida e volta) e você pode reservar pelo site da ?rnja Tours.

O trajeto leva cerca de 2 horas. É preciso ter o passaporte em mãos na hora de entrar no país. Você deve desembarcar em Ljubljana e na própria estação você pode perguntar como chegar ao centro.

A viagem para Bled dura cerca de 1 hora e o bilhete único custa em torno dos 6 €. Para visitá-la, recorra a um dos barcos que ficam às margens do lago.

Onde ficar na Eslovênia

A Eslovênia ainda não é um destino muito popular entre os viajantes, por isso você pode encontrar bons preços para hospedagens.

No entanto, se você você quer economizar ainda mais, prefira cidades mais afastadas de Bled. Como a região é relativamente pequena, você pode programar seu roteiro a partir delas. Confira algumas sugestões de hospedagem:

Apartment D&B – apartamento 2 estrelas, avaliado em 9.5 pelo preço de 50€ a diária;
Guesthouse Les – pousada 3 estrelas, avaliada em 8.7 pelo preço de 62€ a diária;
Hotel Piran – hotel 4 estrelas, avaliado em 9.0 pelo preço de 58€ a diária;
Mind Hotel Slovenija – hotel 5 estrelas, avaliado em 9.2 pelo preço de 140€ a diária.

E você já está planejando a sua viagem para a Eslovênia? Conte para a gente nos comentários!

Aproveite e leia o que já falamos sobre road trip na Europa.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.