Museu Hermitage: visite um dos mais belos museus do mundo

Visitar Rússia  / 

Ele é considerado um dos maiores e melhores do mundo quando o assunto é arte. Estamos nos referindo ao Museu Hermitage, uma visita obrigatória para viajantes em São Petersburgo, na Rússia.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Mesmo turistas não ávidos por obras de arte, ainda assim vão ficar fascinados com as salas majestosas desse conjunto de prédios históricos da Rússia.

Dono de um dos mais belos ambientes palacianos do universo, o Museu Hermitage faz da sua grandiosa arquitetura uma atração imperdível para os visitantes. Em se tratando de dimensão (tamanho), só perde para o Louvre, sendo o segundo maior do mundo.

Saiba tudo sobre esse museu no artigo a seguir e planeje sua visita.

Informações sobre o Museu Hermitage

LOCALIZAÇÃO

Palace Square, 2, S. Petersburgo, Rússia, 190000

COMO CHEGAR

Metrô: Admiralteyskaya, Nevsky Prospekt e Gostiny Dvor;
Ônibus: 7, 10, 24 e 191;
Bonde elétrico: 1, 7, 10 e 11

HORÁRIO

Terça, quinta, sábado e domingo: 10h30 às 18h; Quarta-feira e sexta-feira: 10h30 às 21h; Segunda-feira: fechado

TICKET

Inteiro: a partir de 800 RUB;
Gratuita: crianças, estudantes, terceira quinta-feira do mês

História do Museu Heritage

O Museu Hermitage, localizado em São Petersburgo, conforme mencionamos antes, é um dos maiores museus de arte do mundo.

Fundado em 1764 pela imperatriz Catarina, a Grande, atualmente o museu abriga uma gigantesca coleção de pinturas (a maior do mundo), obras gráficas, arte aplicada, cerâmicas, esculturas, móveis, vasos, joias, moedas numismáticas e objetos arqueológicos.

museu hermitage na russia

Inicialmente, o Museu Hermitage foi erguido para ser o Palácio de Inverno dos Czares russos, funcionando assim até o período de 1917, ano da Revolução Russa.

Distribuído por 10 edifícios, 7 deles compõem verdadeiros monumentos artísticos e históricos. O complexo de edifícios que faz parte do museu inclui:

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »
  • Palácio de Inverno;
  • Pequeno Hermitage;
  • Grande Hermitage;
  • Novo Hermitage;
  • Teatro do Hermitage.

É uma ótima maneira de aprender a respeito da história e cultura russa, sem contar que a visita aos edifícios pode ser guiada, englobando o Palácio de Inverno, Palácio Menshikov e Museu da Porcelana.

Diante deste conjunto de edifícios, o Palácio de Inverno seria o principal, inclusive ele foi a residência oficial dos Czares desde sua criação até a queda da monarquia russa.

O que ver no Museu Hermitage

Como todo museu de tamanho colossal, o ideal é fazer uma Excursão Guiada Sem Fila no Museu Hermitage com a Get Your Guide, pois dessa forma o turista vai obter diversas informações interessantes, além de otimizar o tempo no interior do Museu Hermitage.

A visita guiada pode ter diferentes durações, sendo viável uma de 4h, para conhecer melhor o local. São mais de 3 milhões de peças artísticas, isso sem contar os inúmeros monumentos contidos na área.

O visitante não pode deixar de conferir:

O Palácio de Inverno

Trata-se do edifício principal, o maior dentre eles, onde estão os aposentos reais, com a mobília czarina e obras muito famosas que vão da Idade Antiga ao Renascimento.

De estilo barroco, possui uma arquitetura imponente, esbanjando luxo no interior e exterior. A escadaria principal (“Jordan Staircase”) recebeu este nome porque na festa da Epifania, o Czar desceu a escadaria imperial para a cerimônia de “Bênção das Águas” (celebração do batismo de Cristo no Rio Jordão).

A Praça do Palácio

Uma enorme praça ornamentada pelo prédio principal do Museu Hermitage e o Palácio do Estado-Maior. Palco de inúmeras manifestações, entre elas as que deram início à Revolução Russa.

Na Praça do Palácio, está a Coluna de Alexandre (1830-34). Feita em granito vermelho, é a mais alta do mundo neste estilo com 47,5 metros de altura e pesando cerca de 600 toneladas.

A Coluna de Alexandre

O obelisco se refere a comemoração a vitória russa sobre o exército francês de Napoleão Bonaparte. Situado no centro da Praça do Palácio.

O Palácio do Estado-Maior

Abriga a coleção de arte moderna do Museu Hermitage. Os dois prédios são divididos por um arco triunfal que também simboliza a comemoração da vitória da Rússia contra a invasão napoleônica.

O Pequeno Hermitage

Trata-se de um pequeno palácio em tom verde-claro ao lado do Palácio de Inverno, interligados por uma ponte coberta. O local foi escolhido por Catarina II, a mais famosa czarina russa, para viver de forma isolada.

Fundado entre 1764 e 1775, um dos destaques é o relógio pavão, peça ornamentada em ouro, prata, bronze e pedras preciosas. Situada na Sala do Pavilhão, data da segunda metade do século XVIII.

O Novo Hermitage

No edifício estão abrigados a coleção de arte antiga, essencialmente Greco-romana, além disso, foi o primeiro edifício erguido especialmente para abrigar obras de arte da coleção do museu.

O Teatro do Hermitage

Não deixe de assistir ao balé russo tido como o melhor do mundo como, por exemplo, O Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky, no próprio Teatro Hermitage.

Se você gosta de balé, conheça também o Teatro Bolshoi, em Moscovo, capital da Rússia.

Onde fica o Museu Hermitage

O Museu Hermitage está localizado às margens do rio Neva, em S. Petersburgo, na Rússia.

Como chegar no Museu Hermitage

Não existem voos diretos do Brasil para a Rússia. Uma dica interessante é viajar para Portugal ou Inglaterra (a título de exemplo) e uma vez no país, comprar um voo para São Petersburgo, tendo a chance de economizar se for por uma companhia aérea de baixo custo.

O Museu Hermitage está localizado no 2, Dvortsovaya Square (praça). Através de transporte público, existem 3 opções:

  • Metrô: Admiralteyskaya, Nevsky Prospekt e Gostiny Dvor;
  • Ônibus: 7, 10, 24 e 191;
  • Bonde elétrico: 1,7, 10 e 11.

O transporte público é de excelente qualidade e barato, no entanto, esteja ciente que poucos cidadãos falam inglês na Rússia.

Na hora de comprar o ticket de metrô, além dos caixas eletrônicos nas estações, há também os guichês normais, basta mostrar com os dedos a quantidade de tickets que o viajante deseja e a atendente vai compreender.

De todo modo, use o Google Tradutor, se precisar pedir alguma informação a um russo.

Ingressos para o Museu Hermitage

O valor difere de acordo com a quantidade de locais (edifícios) visitados. Você pode comprar seu ingresso na bilheteira no próprio dia ou pode comprar online com antecedência, no site oficial ou no Get Your Guide.

Ticket para complexo do museu principal e edifícios que fazem parte dele: 800 RUB (Complexo do Museu Principal, Edifício do Estado-Maior, Palácio de Inverno de Pedro, o Grande, Palácio de Menshikov, Museu da Fábrica da Porcelana Imperial);

Ticket para um dos edifícios do Hermitage: 300 RUB (Complexo do Museu Principal, Palácio de Inverno de Pedro, o Grande, Palácio de Menshikov, Museu da Fábrica da Porcelana Imperial);

Crianças e estudantes: gratuito.

No Get Your Guide, você pode reservar seu Ingresso Sem Fila para o Museu, por 2286 RUB. Inclui entrada reservada com horário fixo, entrega do ingresso no ponto de encontro, ajuda ao entrar no museu e uma breve introdução à atração.

Uma boa dica é fazer o Tour com Guia no Hermitage, sem fila, disponível na Get Your Guide, por 2320 RUB. Com esse ingresso, você evita as longas filas e, durante 3 horas, explora um acervo de obras artísticas mundialmente famosas com um guia oferecendo informações e fatos históricos sobre as principais obras.

Dica: a entrada é gratuita para todos os visitantes na terceira quinta-feira do mês.

Horário de funcionamento

  • Terça, quinta, sábado e domingo: 10h30 às 18h;
  • Quarta e sexta-feira: 10h30 às 21h;
  • Segunda-feira: fechado.

Curiosidades do Museu Hermitage

1. O museu possui mais de 3 milhões de peças em seu acervo, porém apenas 20% dessas obras estão à disposição dos visitantes;

2. Dez edifícios compõem o Museu Hermitage, dentre eles o fantástico Palácio de Inverno, datado de 1754;

3. Ao longo de muitos anos, somente a nobreza tinha permissão para trabalhar nas dependências do museu;

4. Após a Revolução Russa e a queda da monarquia, o museu se tornou um hospital, e as inúmeras obras de arte foram remanejadas para Moscou.

Veja quanto custa viajar para Rússia em nosso artigo.

Qual a melhor estação para visitar São Petersburgo

O inverno na Rússia é muito rigoroso, com temperaturas que podem chegar a – 8 °C em São Petersburgo. Sendo assim, de dezembro a março não seria o melhor período, exceto se o viajante gostar muito de uma temperatura gélida.

quando visitar museu hermitage

A primavera (março a junho) é tida para alguns como uma das melhores estações para viajar para Europa. Contudo, tanto o outono (setembro a dezembro) quanto a primavera, são estações frias, úmidas e chuvosas, podendo ocorrer até neve às vezes.

O verão (junho a setembro) é a melhor época para conhecer a cidade, cuja temperatura fica entre 24 °C e 32 °C, sendo possível deixar os casacos um pouco de lado e optar por roupas mais leves.

O que ver por perto

Além do Museu Hermitage, existem diversos outros locais interessantes para se visitar em São Petersburgo, confira:

Peterhof: complexo de jardins, palácios, fontes criadas por Pedro, o Grande. O visitante notará uma semelhante com os Jardins de Versalhes, na França;

Catedral de São Nicolau: catedral ortodoxa, ao entrar no local as mulheres devem cobrir os cabelos;

Igreja de Nosso Salvador do Sangue Derramado: uma das igrejas mais famosas de São Petersburgo, tendo sido construída no local onde foi o assassinato do czar Alexandre II;

Catedral de Santo Isaac: considerada a maior igreja da cidade, o edifício possui estilo neoclássico com interiores de mármore;

Museu do Estado Russo: conhecido como o maior museu de arte russa, sendo um complexo arquitetônico e artístico em pleno centro histórico de São Petersburgo;

Passeio pelos canais: existem diversos passeios de barco pela cidade, seja cruzando o Rio Fontanka, o Canal de Kryukov, o Rio Moika, o Canal Winter e o Rio Neva.

Se quer conhecer o Museu Hermitage, saiba que o seguro viagem é fundamental. Para fazer a cotação do seu seguro de forma personalizada, recomendamos que você utilize o nosso comparador de seguro viagem.

Ele apresenta planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas Turismo.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Jornalista, vive no Brasil e ama Portugal, tem passagens pela África, Europa e América do Norte/Sul. Além da paixão por viagens, também adora animais e apoia projetos de conservação de vida selvagem na África do Sul e Brasil.