10 pontos turísticos na Europa que todo viajante precisa conhecer

Viajar pela Europa  / 

A Europa é destino obrigatório para quem gosta de viajar. Mas decidir exatamente onde ir entre os 50 países que fazem parte do continente não é tarefa fácil. Para te ajudar, selecionamos os 10 principais pontos turísticos na Europa.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Entre tanta história, culturas e paisagens diferentes, o Velho Continente é um prato cheio para qualquer viajante. Museus, igrejas e outros pontos históricos estão entre os locais que não devem faltar na lista de quem quer se aventurar pelos países europeus.

Conheça abaixo 10 destinos que podem ajudar você a planejar a próxima viagem.

Os 10 principais pontos turísticos na Europa

O Velho Continente é repleto de cenários paradisíacos, gastronomia de primeira e cidades históricas. Não é à toa que os pontos turísticos da Europa estão entre os mais belos da Terra, sendo que um deles, o Coliseu de Roma, é considerado uma das Sete Maravilhas do Mundo.

Coliseu (Roma, Itália)

As lutas de gladiadores e simulações de caça com animais ferozes estão no imaginário de todos os que estudaram ou simplesmente assistiram filmes sobre o Império Romano.

O Coliseu, cujo nome oficial é Anfiteatro Flaviano, começou a ser construído em 72 d.C e demorou oito anos para ficar pronto.

A construção, de concreto e areia, foi comandada pelo imperador Flávio Vespasiano – homenageado pelo filho Tito, que governava Roma quando as obras acabaram.

Na época, serviu à conhecida política do “pão e circo” do Império Romano, oferecendo espetáculos para distrair a população.

Ao visitar hoje o local, símbolo de Roma e da história da civilização, os turistas podem entender como funcionava esse imenso anfiteatro com capacidade para cerca de 70 mil pessoas, com seus caminhos subterrâneos, rampas e alçapões.

Veja como garantir seus ingressos para o Coliseu em Roma.

Endereço: Piazza del Colosseo, Roma, Itália 
Como chegar: metrô: descer na estação Colosseo da linha B
Horário de funcionamento: aberto todos os dias, a partir das 8h30. O horário de fechamento pode variar das 16h30 às 19h, dependendo da época do ano
Preço: Ticket inteiro Coliseu-Fórum-Palatino: 16€; Ticket reduzido: 2€ (cidadãos da UE com idades entre 18 a 25 anos); gratuito: menores de 18 anos

roma coliseu

Torre Eiffel (Paris, França)

Como não pensar na Torre Eiffel ao planejar uma ida à Europa? A construção de cerca de 300 metros de altura e dez mil toneladas que se tornou símbolo da capital francesa é capaz de dar um ar romântico a qualquer viagem.

A Torre Eiffel foi construída para a Exposição Universal de 1889, que celebrava os 100 anos da Revolução Francesa. Uma competição de design arquitetônico selecionou o projeto do engenheiro Gustave Eiffel, que projetou o monumento como arco de entrada da exposição, no Champ de Mars.

De cada um dos andares – e, principalmente, do alto da torre – os visitantes têm uma vista especial de Paris, e vale repetir a visita durante o dia e à noite, pois a experiência é única em cada momento.

A fila para subir neste que é um dos principais pontos turísticos na Europa é grande e chega a duas horas de espera, caso você não compre a entrada com antecedência. Saiba como garantir os ingressos para a Torre Eiffel sem filas e sem complicação.

Se a Cidade Luz não seria a mesma sem a Torre Eiffel, seu tour pela França também não estará completo sem esse passeio nas alturas – mas não sem antes caminhar pelas margens do Rio Sena e o Campo de Marte para tirar a tradicional foto com essa maravilha arquitetônica ao fundo.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Endereço: Champ de Mars, 5 Avenue Anatole, Paris, França 
Como chegar: de metrô: as estações mais próximas são a Bir-Hakeim (linha 6) e École militaire (linha 8). Alguns turistas preferem acessar pela estação Trocadéro, de onde é possível ver a Torre pelo outro lado do Sena
Horário de funcionamento: aberta todos os dias. No verão, as visitas podem ser feitas das 9h às 00h45. Nos demais dias do ano, o horário é um pouco reduzido: das 9h30 às 23h45 por elevador e das 9h30 às 18h30 pelas escadas
Preço: Ingresso inteiro para subir de elevador até o topo: 25,50€; Jovens (12 a 24 anos): 12,70€; Crianças (4 a 11 anos) e pessoas com deficiência: 6,40€; Bebês: gratuito

Você pode ver algumas dicas que vão ajudar a saber o que fazer em Paris e aproveitar cada momento dessa viagem.

Museu do Louvre (Paris, França)

Já do lado de fora impressiona o contraste da moderna pirâmide de vidro construída na década de 1980 com a fachada do palácio do fim do século XII, que abrigou chefes de estado franceses até 1870.

O Museu do Louvre é parada obrigatória para quem visita Paris, com suas coleções que remontam desde civilizações antigas até a arte ocidental da Idade Média.

Aproximar-se de obras famosas, como a inigualável Mona Lisa de Leonardo da Vinci, pode ser uma tarefa difícil devido ao grande número de visitantes, mas vale a pena ter persistência.

Saiba como conseguir ingressos para o Museu do Louvre sem fila.

Endereço: Rue de Rivoli, 75058 Paris, França
Como chegar: de metrô, pelas linhas 1 e 7. Descer na estação Palais-Royal Musée du Louvre
Horário de funcionamento: todos os dias (exceto às terças-feiras) das 9h às 18h. Às quartas e sextas, o museu fica aberto até as 21h45. No primeiro sábado de cada mês, a entrada é gratuita das 18h às 21h45
Preço: inteiro: 17€; gratuito: estudantes até 25 anos, aposentados, desempregados, crianças e jovens até 18 anos

Sagrada Família (Barcelona, Espanha)

Em construção há 135 anos, a Sagrada Família deve ficar pronta somente em 2026, mas há muito tempo atrai visitantes de todo o mundo, que enfrentam filas intermináveis para conhecer a edificação.

A basílica que se tornou um dos principais pontos de visitação para quem vai à Barcelona começou como um projeto neogótico de Francisco de Paula del Villar e Lozano.

A pedra fundamental da igreja foi lançada em 1882 e, no ano seguinte, a edificação passou para as mãos de Antonio Gaudí, arquiteto catalão reconhecido mundialmente por seus trabalhos originais e cheios de criatividade.

Endereço: Carrer de Mallorca, 401, Barcelona, Espanha
Como chegar: de metrô: basta pegar as linhas 2 ou 5 e descer na estação Sagrada Família
Horário de funcionamento: abre todos os dias, a partir das 9h. O horário de fechamento pode variar das 18h às 20h, conforme a época do ano
Preço: entrada simples: 17€; entrada e guia de áudio: 25€

torres da sagrada familia

Saiba como conseguir os ingressos para a Sagrada Família.

Big Ben (Londres, Inglaterra)

Oficialmente conhecida como Elizabeth Tower, este é um dos pontos turísticos na Europa mais queridos pelos brasileiros.

É só falar em Londres que todo mundo imagina o famoso relógio às margens do Rio Tâmisa. Localizado na Torre Elizabeth, no Parlamento Inglês, Big Ben é na verdade o apelido do imenso sino, de mais de 13 toneladas, que fica dentro da torre.

Conhecido por sua absoluta precisão, o relógio parou pouquíssimas vezes desde sua inauguração em 1859. Nem mesmo a bomba que atingiu o parlamento durante a Segunda Guerra Mundial fez com que ele deixasse de marcar as horas.

Vale a visita para admirar a belíssima construção em estilo gótico e tirar a tradicional foto com o relógio ao fundo.

Quem quiser ir um pouco além, pode fazer um tour em áudio (disponível em português brasileiro, entre outros idiomas) ou guiado (não disponível em português) e até mesmo complementar com um tradicional chá inglês em um salão com vista para o Rio Tâmisa.

Endereço: Westminster, London SW1A 0AA, Reino Unido
Como chegar: de metrô: basta pegar as linhas District, Circle ou Jubilee e descer na estação Westminster
Horário de funcionamento: a bilheteria funciona de segunda a sexta das 10h às 16h. Para saber os horários dos tours é preciso consultar a bilheteria, pois a visitação só é possível quando não há sessão no Parlamento
Preço: ingresso inteiro: £26,50; ingresso reduzido: £22,00 (jovens de 16 a 18 anos, estudantes e pessoas acima de 60 anos: £22,00; crianças de 5 a 15 anos: £11,50; crianças com menos de 5 anos: gratuito

Torre de Belém (Lisboa, Portugal)

Um dos pontos turísticos e históricos mais importantes da capital portuguesa, a Torre de Belém impressiona pela arquitetura e paisagem ao redor.

Considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, a edificação foi construída entre 1514 e 1520 às margens do Rio Tejo.

O monumento teve importante função: começou como projeto de construção defensiva na época de Dom João II, depois substituiu a nau artilhada ancorada nas águas do Rio Tejo durante o reinado de Manuel I e foi utilizada como aduaneiro, sinalização, farol e até masmorra para presos políticos nos anos seguintes.

A arquitetura sofreu influências islâmicas e de estilo manuelino, com elementos que remetem ao período das grandes navegações. A fachada é rica em detalhes, com adornos, cruzes e o escudo real de Dom Manuel I.

Do lado de dentro é possível acessar a sala do governador, sala dos reis, sala das audiências, capela e terraço, de onde se tem uma bela visão de Lisboa.

Confira todos os detalhes sobre os ingressos para a Torre de Belém.

Endereço: Av. Brasília, 1400-038, Lisboa, Portugal
Como chegar: de ônibus (chamados por lá de autocarros), pelas linhas 727, 28, 729, 714 e 751. Se quiser um passeio mais tradicional à moda lisboeta, você pode também pegar a linha 15 do bonde (eléctrico)
Horário de funcionamento: aberta todos os dias da semana, exceto segunda-feira. De outubro a abril, o horário de funcionamento é das 10h às 17h e de maio a setembro, das 10h às 18h30
Preço: inteiro: 6€; reduzido: 3€ (pessoas com mais de 65 anos, cartão jovem ou cartão de estudante)

Com o Lisboa Card é possível visitar a Torre de Belém e outros pontos turísticos da cidade.

Portão de Brandemburgo (Berlim, Alemanha)

Hoje sinônimo de paz e unidade, o Portão de Brandemburgo já foi símbolo de divisão entre a Alemanha Oriental e a Ocidental, durante a Guerra Fria.

O monumento de 26 metros de altura, construído entre 1788 e 1791, teve como inspiração arquitetônica a entrada da Acrópole de Atenas. Foi idealizado pelo rei Friedrich Wilhelm II, da Prússia, e planejado por Carl Gotthard Langhans para celebrar o triunfo na guerra pelos prussianos.

O portão, que é um dos pontos turísticos na Europa mais famosos, conta ainda com alto relevos neoclássicos, esculturas de Johann Gottfried Schadow e um carro de duas rodas puxado por cavalos e com Irene, deusa grega da paz.

Visitar esse que é o maior cartão postal de Berlim é ficar de frente com mais de 200 anos de história e, ao mesmo tempo, estar diante de um verdadeiro símbolo de uma Alemanha reunificada.

Atualmente, o cartão postal de Berlim visa promover a paz e a reflexão com a Sala do Silêncio, administrada pela ONU.

Endereço: Pariser Platz 1, Berlim, Alemanha
Como chegar: Metrô, linha U55, estação Brandenburger Tor
Horário de funcionamento: todos os dias, 24 horas
Preço: gratuito

Berlim Portão de Brandemburgo

Uma ótima maneira de conhecer o Portão de Brandemburgo e outros marcos da história alemã é por meio de um tour guiado. Sugerimos a Excursão a Pé Terceiro Reich e Guerra Fria. Pode reservar no Get Your Guide por 16€.

Catedral de Colônia (Colônia, Alemanha)

Em estilo gótico e com mais de 150 metros de altura, a impressionante Catedral de Colônia é a segunda construção mais alta de Colônia, superada somente pela torre de telecomunicações da cidade.

A igreja que abriga o santuário dos Três Reis Magos foi concluída em 1880 e declarada Patrimônio Mundial pela Unesco em 1996.

Além da arquitetura gótica, a igreja impressiona pelos vitrais e pela vista proporcionada do alto de suas torres, de onde é possível ver o Rio Reno.

Endereço: Domkloster 4, 50667 Colônia, Alemanha
Como chegar: de trem, pois a catedral fica bem próxima da estação central de Colônia
Horário de funcionamento: todos os dias, das 6h às 19h30 (de novembro a abril) e das 6h às 21h (de maio a outubro). Aos domingos e feriados, a visitação é possível das 13h às 16h. A entrada de turistas, no entanto, não é permitida durante as missas e eventos especiais. Os horários para subir na torre também são diferentes: a abertura é às 9h e o fechamento pode variar das 16h às 18h, de acordo com a época do ano
Preço: 4€ para subir na torre. A visita somente ao interior da catedral é gratuita

Museumplein (Amsterdam, Holanda)

Os museus são um dos grandes atrativos da Europa e, muitas vezes, é preciso fazer uma maratona pela cidade para percorrer todos os que você quer ver.

Mas e se os principais museus de uma cidade estivessem em um único lugar? Assim é a Museumplein, a praça dos museus, em Amsterdam.

Os três maiores estabelecimentos do tipo da capital holandesa – Rijksmuseum, Museu Van Gogh e Museu Stedelijk – estão nessa área localizada no distrito de Oud-Zuid.

A praça central, rodeada pelos museus, é uma atração à parte, com exposições e eventos diversos.

Uma dica para aproveitar ao máximo a cidade é adquirir o I Amsterdam City Card, que dá acesso livre ao transporte público e a diversos museus.

Endereço: Praça dos Museus, Amsterdam, Holanda
Como chegar: o tradicional bonde de Amsterdã é uma forma bem fácil de chegar à praça dos museus, pelas linhas 2, 5 e 12
Horário de funcionamento: a praça fica aberta 24 horas. Já o horário de funcionamento dos museus depende de cada um deles
Preço: o acesso à praça é gratuito. A entrada é de aproximadamente 20€ por museu (ingresso individual)

Mina de Sal de Wieliczka (Wieliczka, Polônia)

Patrimônio Mundial da Unesco e uma das empresas em operação mais antigas do mundo, a Mina de Sal de Wieliczka, cidade nos arredores de Cracóvia, é também uma das atrações mais procuradas da Polônia.

Ainda hoje o sal é extraído do local, aberto no século XIII. É possível visitar dois dos 350 km de passagens e câmaras subterrâneas que vão a até 135 metros por baixo da terra e contêm lagos e capelas com esculturas e luminárias feitos com sal. Nas câmaras maiores são realizados concertos, peças de teatro e outros eventos.

Endereço: Daniłowicza 10, 32-020 Wieliczka, Polônia
Como chegar: a partir de Cracóvia é possível ir de ônibus (linha 304), trem (estação Wieliczka Rynek Kopalnia) ou com uma minivan que sai da principal estação ferroviária da cidade e vai até à mina
Horário de funcionamento: todos os dias, das 7h30 às 19h30 (de 1º de abril a 31 de outubro) e das 8h às 17h (de 2 de novembro a 31 de março)
Preço: 100 zloty (PLN)* (de 1º a 3 de maio e de 1º de julho a 31 de agosto) e 93 zloty* (nas demais datas) (*moeda polonesa)

mina de sal de wieliczka

É possível visitar a Mina de Sal de Wieliczka e o campo de concentração de Auschwitz no mesmo dia, no Tour Guiado de 1 Dia a Auschwitz e Mina de Sal de Wieliczka, disponível no Get Your Guide.

Lista dos principais pontos turísticos na Europa por país

Não vai dar tempo de fazer um tour completo e conhecer todos esses pontos turísticos na Europa? Confira o top 5 dos mais belos e famosos monumentos de cada país.

Itália

Confira mais dicas sobre os pontos turísticos da Itália.

Espanha

Também já falamos sobre os pontos turísticos da Espanha que você não deve deixar escapar.

França

Os principais pontos turísticos da França são:

A Disney Paris é também um dos melhores pontos turísticos na Europa, ou pelo menos mais divertidos. Confira algumas dicas para visitar a Disney Paris e veja porque vale a pena.

Inglaterra

Holanda

Conheça mais sobre os melhores pontos turísticos da Holanda.

Portugal

Veja também pontos turísticos de Portugal e deixe um comentário com o seu sonho de viagem pela Europa.

Polônia

  • Campo de concentração de Auschwitz, em Cracóvia;
  • Centro Histórico de Cracóvia, em Cracóvia;
  • Mina de Sal Wieliczka, em Cracóvia;
  • Igrejas da Paz em Jawor e Swidnica, em Silésia;
  • Castelo de Ogrodznieniec, no povoado de Podzamcze.

Também já compartilhamos algumas de dicas sobre o que é e como fazer uma EuroTrip. Confira!

Planeje sua viagem para conhecer os pontos turísticos na Europa

Uma dica importante é que os locais indicados neste artigo são procurados por turistas de todo o mundo, portanto o ideal é, sempre que possível, planejar a sua visita e comprar os ingressos com antecedência pela internet. Assim você garante o passeio e evita filas.

Nós sempre recomendamos a Get Your Guide, parceira do Euro Dicas Turismo, e líder em reserva de excursões e atividades turísticas em todo mundo.

Além da reserva de ingressos e tours ser muito simples e rápida, tem a vantagem do cancelamento fácil e de guardar os ingressos no seu celular. E você ainda conta com assistência 24 horas por dia, todos os dias.

E, já que você está planejando sua viagem para o Velho Continente, vale lembrar que grande parte dos países europeus exigem de todos os turistas um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil Euros. Então, que tal começar a procurar o seu com o comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo?

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autores

Natural de Florianópolis e radicada em São Paulo, Laura é jornalista, especializada em Comunicação Integrada, e trabalha com produção de conteúdo para diversas mídias. Já morou na Inglaterra, na Espanha e na França, adora conhecer novos lugares e compartilhar dicas com outros viajantes.

Clara é natural do interior de São Paulo e tem muito orgulho do sotaque caipira. Jornalista que adora gatos, tatuagens e livros, vê o mundo de cabeça para baixo e tem como vícios memes da internet e soltar piadas inesperadas no meio de uma conversa.