Museus em Madrid: os 8 melhores que você precisa conhecer

Visitar Madrid  / 

A Europa é o paraíso dos amantes de artes e história e, mesmo que você não seja um entendido no assunto, precisa passar por pelo menos um museu ao visitar o Velho Continente. Existem museus para todos os gostos, públicos e bolsos. Madrid, na Espanha, é conhecida mundialmente pelo Triângulo de Ouro das Artes, mas existem outros museus em Madrid igualmente incríveis para conhecer – alguns deles gratuitos.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

Top 8 dos melhores museus em Madrid

Quando você pensa nos melhores museus do mundo provavelmente passam pela sua cabeça o Museu do Louvre, em França, os Museus do Vaticano, na Itália, e o Museu do Prado, na Espanha.

Esse último fica em Madrid, é o mais conhecido da cidade e abriga a famosa obra As Meninas, de Diego Velásquez, amplamente reproduzida ao redor do mundo.

Junto com o Museu Reina Sofia e o Museu Thyssen-Bornemisza, o Museu do Prado compõe o Triângulo de Ouro das Artes, os mais importantes da cidade. Eles recebem esse nome por estarem situados próximos uns aos outros, de forma que reproduzem um triângulo.

Conheça todos os detalhes dos melhores museus da Espanha e outros menores por Madrid. A dica é tirar um dia inteiro para conhecer cada um deles e desfrutar de cada detalhe.

Dica: você pode explorar o Triângulo de Ouro da Arte e economizar se reservar a Madrid Art Walk: Museus Prado, Reina Sofia e Thyssen. Por 30,40€ inclui acesso sem fila e visita a coleção permanente de três dos melhores museus em Madrid: Prado, Reina Sofia e Thyssen-Bornemisza.

Museo del Prado

Inaugurado em 19 de novembro de 1819 como obra do arquiteto Juan de Villanueva, o Museu do Prado é considerado o museu mais importante do país, pois tem o acervo mais completo de arte espanhola, com obras de artistas como Velásquez, El Greco, Goya, Rubens e Bosch.

O acervo fazia parte da preciosa coleção de arte da família real espanhola. No início, detinha cerca de 310 obras de arte da nobreza, e atualmente são mais de 7.600 quadros e mais de mil esculturas.

No final do século XIX todo o acervo do Museu da Trindade, composto por obras de temática religiosa, foi doado ao Museu do Prado, o mais famoso dos museus em Madrid.

Atualmente, a coleção de pinturas inclui obras espanholas, francesas, flamencas, alemãs e italianas. As esculturas datam da Antiguidade Clássica enquanto a coleção de desenhos e estampas conta com quatro mil obras.

Entre as obras mais importantes estão As Meninas, de Velázquez; O 3 de Maio de 1808, de Goya; O Cavaleiro da Mão ao Peito, El Greco; As Três Graças, de Peter Paul Rubens; e Saturno Devorando um Filho, de Goya.

Endereço: Paseo del Prado, s/n
Horário: de segunda a sábado, das 10h às 20h, e aos domingos e feriados, das 10h às 19h
Como chegar: de metrô, banco de Espanha, linha 2, Atocha, linha 1; de ônibus pelas linhas 9, 10, 14, 19, 27, 34, 37 e 45
Ingressos:
Inteiro: 15€ (adulto)
Reduzido: 7,50€ (para maiores de 65 anos, famílias numerosas e Cartão Jovem)
Gratuito: para menores de 18 anos, estudantes até 25 anos e pessoas com deficiência física; de segunda a sábado das 18h às 20h, aos domingos e feriados das 17h às 19h e nos dias 18 de maio (Dia Internacional dos Museus) e 19 de novembro (aniversário do museu)
Tour Guiado Sem Fila no Museu do Prado: 39€

entrada do museu do prado

Saiba mais sobre como comprar ingressos para o Museu do Prado.

Museu Reina Sofía

O Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía é um dos mais importantes museus em Madrid. Foi fundado em 1992 e é como uma continuidade do Museo del Prado, pois reúne as obras do período após 1881.

O Museu Rainha Sofia é um dos museus em Madrid mais extensos e com uma coleção muito ampla de quadros de pintores espanhóis, como Picasso, Salvador Dalí e Joan Miró. São dois edifícios e o nome faz referência à rainha Sofia, da Espanha.

A Guernica, de Picasso, um dos principais símbolos da Guerra Civil Espanhola, é a obra mais conhecida do museu.

Endereço: Calle Santa Isabel, 52
Horário: de segunda a sábado (exceto terças-feiras) das 10h às 21h e aos domingos das 10h às 19h; às terças-feiras e nos dias 1º e 6 de janeiro, 2 e 16 de maio, 9 de novembro e 24, 25 e 31 de dezembro o museu fica fechado
Como chegar: de metrô, Atocha, linha 1
Ingressos:
Inteiro: 10€ (adulto)
Gratuito: para menores de 18 anos, maiores de 65 anos e Carnê Jovem têm entrada gratuita. Às segundas-feiras, quintas-feiras, sextas-feiras e sábados das 19h às 21h e domingos das 13h30 às 19h a entrada é gratuita para todos
Ingresso Sem Fila para o Museu Reina Sofía: 10€

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

Reina Sofía em Madrid

Confira outros 10 pontos turísticos de Madrid para colocar no roteiro.

Museu Thyssen-Bornemisza

Fechando o Triângulo de Ouro das Artes dos museus em Madrid, o Thyssen-Bornermisza foi comprado pelo governo espanhol da família de mesmo nome em julho de 1993 e reúne cerca de mil obras de arte do período renascentista até o século XX.

Localizado no Palácio de Villahermosa, de arquitetura neoclássica madrilena, as obras são de artistas como Picasso, Caravaggio e Van Gogh e mostram claramente a evolução histórica da pintura.

Endereço: Paseo del Prado, 8
Horário: às segundas-feiras, das 12h às 16h, e de terça-feira a domingo, das 10h às 19h
Como chegar: de metrô, Banco de España, linha 2
Ingressos:
Inteiro: 12€ (adulto)
Reduzido: 8€ (estudantes e maiores de 65 anos)
Gratuito: às segundas-feiras, das 12h às 16h, a entrada é gratuita
Ingresso para o Museu Thyssen-Bornemisza: 13€

Museu do Romantismo (Museo del Romanticismo)

O Romantismo foi um importante movimento cultural do século XIX e esse museu, localizado em antigo palacete neoclássico, recria o universo em que viviam os burgueses nesse período.

O salão de baile é carregado de luxo, com paredes forradas de ouro e seda, lustres brilhantes e grandes espelhos. O acervo  do Museu do Romantismo inclui móveis, pinturas de Goya, Esquivel, Madrazo, Alenza e irmãos Bécquer, cerâmica de Sargadelos e Sévres, 15 pianos e muitas joias.

Endereço: Calle San Mateo, 13
Horário: domingos e feriados das 10h às 15h; terça a sábado das 9h30 às 18h30 (novembro a abril) e das 9h30 às 20h30 (maio a outubro); fechado às segundas
Como chegar: de metrô, Tribunal (linhas 1 e 10) e Alonso Martínez (linhas 4, 5 e 10); de ônibus, pelas linhas 3, 37, 40 e 149
Ingressos: 3€; aos sábados e domingos a entrada é gratuita a partir das 14h

Se vai conhecer os museus em Madrid, confira quanto custa viajar para a capital espanhola.

Museu Arqueológico Nacional

O Museu Arqueológico Nacional é mais importante da categoria na Espanha, foi fundado por Isabel II em 1867 para preservar desde a pré-história até a idade moderna do país. Sua coleção reúne peças encontradas na Península Ibérica, além de outros elementos.

Entre os mais importantes do acervo estão a Dama de Elche, o Monumento de Pozo Moro, a Estátua de Lívia, a Dama de Baza, as seis coroas do incrível Tesouro de Guarrazar, a Estela de Nebsumenu e a Estátua de Harsomtus-Em-Hat.

Endereço: Calle San Mateo, 13
Horário: domingos e feriados das 9h30 às 15h; terça a sábado das 9h30 às 20h; fechado às segundas e nos dias 1º e 6 de janeiro, 1º de maio e 24, 25 e 31 de dezembro
Como chegar: de metrô, Serrano, linha 4, e Retiro, linha 2; de ônibus, pelas linhas 1, 5, 9, 14, 19, 21, 27, 45, 51, 53, 74 e 150; e de trem urbano, Recoletos, linhas C1, C2, C7, C8 e C10
Ingressos:
Inteiro: 3€
Reduzido: 1,50€
Gratuito: aos sábados, a partir das 14h e domingos; Menores de 18 anos, maiores de 65 anos, estudantes até 25 anos, pessoas com deficiência, desempregados, aposentados, famílias numerosas e Carnê Jovem não pagam

Museu Arqueológico de Madrid

Confira a lista dos 15 melhores museus na Europa.

Museu de História de Madrid

A fachada barroca esconde que esse edifício foi um hospício há muito tempo atrás e depois o Museu Municipal da cidade. A proposta do Museu de História de Madrid é passar informações históricas desde a pré-história até o século XIX.

Documentos, desenhos, pinturas e objetos estão entre as obras, além de curiosidades sobre a cidade estão presentes em mais um dos museus em Madrid.

Endereço: Calle Fuencarral, 78
Horário: de terça a domingo, das 10h às 20h
Como chegar: de metrô, Alonso Martínez, linhas 4, 5 e 10, Bilbao, linhas 1 e 4, e Tribunal, linhas 1 e 10; de ônibus, pelas linhas 3, 21, 37, 40, 147 e 149
Ingressos: gratuito

Aproveite sua passagem pela cidade e visite o Rastro, em Madrid.

Museu do Ferrocarril

Ao contrário dos outros museus em Madrid, este se destaca por contar a história ferroviária da Espanha ao invés de exibir um belo acervo de obras de arte. O Museu do Ferrocarril foi inaugurado em 1984 na antiga estação de Delícias.

Lá estão a zona das plataformas, os trilhos, os vagões de passageiros e as antigas locomotivas, desde os primeiros trens elétricos até os motores a diesel que eram usados para a tração de trens.

Endereço: Paseo de las Delicias, 61
Horário: de segunda a sexta das 9h30 às 15h e aos sábados, domingos e feriados das 10h às 19h (de outubro a maio); de junho a setembro, a entrada é de segunda a domingo das 10h às 15h
Como chegar: de metrô, Delicias, linha 3; de ônibus, pelas linhas 8, 19, 45, 47, 59, 85 e 8
Ingressos:
Inteiro: 6€ (adultos)
Reduzido: 4€ (crianças entre 4 e 12 anos); 3€ aos sábados e domingos
Gratuito: aos sábados, a partir das 14h e domingos; Menores de 18 anos, maiores de 65 anos, estudantes até 25 anos, pessoas com deficiência, desempregados, aposentados, famílias numerosas e Carnê Jovem não pagam

Museu Cerralbo

Apesar de não ser tão conhecido entre os museus em Madrid, o Museu Cerralbo possui uma coleção privada das mais importantes e completas do país: mais de 50 mil pinturas, esculturas, tapetes, móveis, armas, peças arqueológicas, joias e outros objetos do Marquês de Cerralbo e sua família.

Os visitantes, ao entrar no museu, vivenciam o dia a dia de uma típica família aristocrática do século XIX.

Endereço: Calle Ventura Rodríguez, 17
Horário: de terça a sábado das 9h30 às 15h (quinta-feira até às 20h); domingos e feriados, das 10h às 15h; fechado às segundas-feiras
Como chegar: de metrô, Ventura Rodríguez, linha 3, Plaza de España, linhas 3 e 10, Noviciado, linha 2, Príncipe Pio, linha 6 e 10; de ônibus, pelas linhas 1, 2, 3, 44, 46, 74, 75, 133, 147, 148, C1 e C2; de trem urbano, Príncipe Pio, linhas C1, C7 e C10
Ingressos:
Inteiro: 3€ (adultos)
Reduzido: 1,5€ (menores de 18 anos, estudantes com até 25 anos e maiores de 65 anos)
Gratuito: entrada gratuita aos sábados a partir das 14h, quintas das 17h às 20h e domingos

Preparando sua viagem para visitar os museus em Madrid

Se você está de viagem marcada para a Espanha e quer conhecer os museus em Madrid, saiba que o seguro viagem é obrigatório.

Recomendamos que você utilize nosso comparador de seguro viagem. Ele apresenta planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas Turismo.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Clara é natural do interior de São Paulo e tem muito orgulho do sotaque caipira. Jornalista que adora gatos, tatuagens e livros, vê o mundo de cabeça para baixo e tem como vícios memes da internet e soltar piadas inesperadas no meio de uma conversa.