Pantheon: tudo sobre a fascinante construção da época romana

Visitar Roma  / 

O Pantheon faz parte da lista de “parada obrigatória” para quem visita Roma. Uma dos principais pontos turísticos da cidade italiana. Você pode usar o Pantheon como ponto de partida da sua visita e conhecer outros pontos turísticos próximos caminhando.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

O que é o Pantheon

Chamado de Pantheon de Roma, o nome correto é Panteão de Agripa. É, sem dúvidas, um dos mais importantes monumentos da Itália. Se trata do edifício da Roma antiga que está mais bem conservado nos dias atuais.

Estamos falando de uma construção do ano de 125 d.C., época de Adriano. O nome Agripa, que quase ninguém conhece e usa, foi colocado porque antes, no mesmo lugar, estava o Panteão de Agripa. O anterior, e por assim dizer, o “original”, era uma construção de 27 a.C. O primeiro Panteão de Agripa foi destruído durante um incêndio no ano de 80 d.C.

O Panteão passou a ser uma igreja no século VII quando foi doado para o Papa Bonifácio IV, e foi a transformação para uma igreja que garantiu o perfeito estado de conservação que podemos observar nos dias atuais.

História do Pantheon

O Pantheon foi construído para honrar todos os deuses, daí o significado da palavra panteão: pan “todos”, theion “deuses”.

A construção possui uma inscrição “M.Agrippa L.F.Cos. Tertium.Fecil”, cujo significado é “M.Agrippa, filho de Lucio, cônsul pela terceira vez, construiu”.

A construção original foi devorada pelo fogo. Então, no mesmo lugar, ergueu-se o Pante, desta vez durante o reinado do imperador Domitiano. A construção levou muitos anos, de 81 a 96 d.C. e também foi destruída. Desta vez, raios acabaram com o Panteão e para a reconstrução foram mais anos e anos, de 118 a 125 d.C., durante o império de Adriano.

Desvende algum dos 8 segredos de Roma e fuja dos conhecidos pontos turísticos da cidade.

“Presente de Romano”

Como falamos, o Pantheon foi um presente para o Papa Bonifácio, no ano de 608 d.C.. Desde esta época, a construção se transformou em uma Basílica, usada como igreja católica.

O Papa dedicou o Panteão a Santa Maria e aos mártires e, por isso, ficou sendo chamado de “Santa Maria Rotonda”, dando nome também à praça que fica bem em frente, Piazza della Rotonda.

Conhece a história do Coliseu de Roma?

Curiosidades sobre o Pantheon

O Panteão é formado por duas partes: o pórtico e o domo. O pórtico soma uma área de 450 metros quadrados e possui 16 colunas feitas em granito. Cada coluna do pórtico mede praticamente 14 metros de altura e elas foram construídas no Egito e levadas para Roma para o Panteão.

Grandiosidade é sua assinatura

A porta do Panteão é feita em bronze e na época era a maior de todas, medindo 7 metros. Já a segunda parte da construção, o domo, mede 43,2 metros de altura e a mesma medida no diâmetro.

Construção angelical

O Panteão era descrito por Michelangelo como uma “obra realizada por anjos e não seres humanos”, pois o impressionava a grandiosidade da construção.

Material nobre

Alguns historiadores defendem a ideia de que a construção do Panteão foi a primeira que a ideia era impressionar na parte interior e não na parte exterior. O panteão recebeu materiais nobres para cobertura das paredes, como mármore amarelo e roxo e granito cinza.

Conheça as principais fontes de Roma.

Vencedor de recordes mundiais

O Panteão ainda conta com alguns recordes, pois se trata do maior domo construído em pedra na história da arquitetura.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Aparência jovial

Como dissemos lá no início, o Pantheon foi construído no ano 125 d.C., portanto é a construção mais bem conservada da época romana.

Inspiração para arquitetos

E também é “alvo” de imitações. A construção é a antiguidade romana que mais foi imitada em todo o mundo.

Conheça também o Fórum Romano.

historia do pantheon

Planeje sua visita

Horário para visitar o Pantheon

O Panteão fica aberto de:

Segunda a sábado: das 9h às 19:30h;
No domingo: das 9h às 18h;
Nos feriados italianos: das 9h às 13h (consulte antes da sua viagem).

Os únicos dias em que o Pantheon fecha são nos dias 1 janeiro, 1 maio e 25 dezembro.

Ah! E a visita é gratuita.

Aproveite para planejar o que fazer em Roma.

Como chegar ao Pantheon

O Panteão está localizado na Piazza della Rotonda.

De metrô: A saída mais perto é Barberini (linha A), desce e caminha cerca de 700 metros.

De ônibus: as seguintes linhas deixam perto do Panteão – 30, 40, 62, 64, 81, 87, 492 – a parada para chegar no Panteão é Largo di Torre Argentina, desce e caminha cerca de 400 metros

Baixe o aplicativo do Pantheon.

Tour Guiado pelo Pantheon

Que tal fazer um tour guiado com áudio? O Tour conta com um sistema de áudio que explica mais sobre a construção centenária. Vale muito a pena.

Museus de Roma: veja quando e como visitar, preços e outras atrações.

Pelas redondezas

Você pode seguir do Panteão caminhando para ver outros pontos turísticos de Roma. Aproveita e compra um “gelato” para ir apreciando a cidade durante o caminho.

Caminhando bem pouco, o Google Maps pode ajudar você, dá para ver a Piazza Navona, o Campo de Fioria.

Se seguir na direção contrária, depois da visita ao Pantheon dá para ver: Templo de Adriano e a Fontana di Trevi.

Onde se hospedar próximo ao Pantheon

Se você pensa em se hospedar próximo ao ponto turístico e no coração de Roma, aqui vai algumas sugestões de hospedagens:

Hotel Pomezia – hotel 2 estrelas por 70€ em média a pernoite;
Hotel Portoghesi – hotel 3 estrelas por 120€ em média a pernoite;
Hotel Sole Al Pantheon – hotel 4 estrelas por 150€ em média a pernoite;
Singer Palace Hotel – hotel 5 estrelas por 220€ em média a pernoite;

Que tal optar por hostel? Encontre a melhor opção de hostel em Roma para curtir e economizar.

A verdade é que Roma, se você estiver disposto a caminhar, vai conseguir ver todas as atrações caminhando, indo de um ponto ao outro. No meio do caminho se surpreenderá com construções que não estão no roteiro turístico, porém, vale a pena apreciar.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Os artigos do Euro Dicas Turismo são escritos por redatores brasileiros que moram ou moraram na Europa e têm as melhores dicas de viagem para oferecer: roteiros, guias, pontos turísticos e conselhos essenciais para quem viaja para a Europa.