Castelo de Santo Ângelo: como visitar o imponente monumento histórico

Visitar Roma  / 

O Castelo de Santo Ângelo está localizado em Roma e é um monumento importantíssimo para a história da cidade e da Itália.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Com quase dois mil anos, ele foi utilizado com base militar italiana, prisão e de proteção para o Papa. Saiba como visitar o Castelo, como chegar, comprar ingressos e dicas para sua viagem à Roma.

Informações sobre o Castelo de Santo Ângelo

LOCALIZAÇÃO

Lungotevere Castello, 50, 00193 Roma RM, Itália

COMO CHEGAR

A pé ou de ônibus, com uma das linhas: 23, 34, 49, 64, 87, 280, 492, 926 e 990

HORÁRIO

Todos os dias, das 9h às 19h30

TICKET

Inteira: 15€;
Reduzida: 7€ (para menores de 18 anos e idosos acima dos 65 anos)

A história do Castelo de Santo Ângelo

O Castelo de Santo Ângelo (Castel Sant’ Angelo, em italiano) fica na margem direita do Rio Tibre, em Roma, bem próximo ao Vaticano. Ele possui um estilo renascentista e é exemplo de arquitetura militar.

Sua construção iniciou em 135 d.C., a mando do imperador Adriano. O imperador queria usar o espaço como mausoléu para ele e sua família. Porém, o castelo estilo fortaleza fora utilizado como base militar de proteção nacional.

No século III, quando tribos alemãs passaram a atacar as fronteiras da cidade, o imperador Aureliano ordenou a construção da Muralha Aureliana. O castelo/fortaleza foi incorporado à muralha no ano de 403.

No topo do castelo é possível avistar um anjo, colocado no ano de 590, quando havia uma grande epidemia de peste. Foi então que o Papa Gregório I teve a visão do Arcanjo São Miguel que anunciava o fim da epidemia. A colocação do anjo servia como lembrança da aparição.

A importância do Castelo de Santo Ângelo em Roma

Já no ano de 1277, foi construído um corredor fortificado de 800 metros de comprimento para conectar o Castelo com a Cidade do Vaticano.

A ideia era usá-lo como abrigo para quando o Papa estivesse em perigo. Durante algumas tentativas de invasão à Roma, o Papa Clemente VII utilizou o Castelo como refúgio.

rio tibre e castelo santo angelo

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

No ano de 1901, o monumento ainda era usado pelas tropas italianas, mas ele já tinha algumas salas abertas ao público. Nos Salões de Clemente VIII e Salão da Justiça, era possível ver a primeira coleção de armas, moedas antigas, cerâmicas encontradas no solo durante a construção.

Já em 1907, o monumento continuava com uma vida dupla e uma disputa entre o Ministério da Educação para transformá-lo em museu e pela administração de guerra, que o queria como fortaleza e base militar.

Somente em 1925, ele se tornou oficialmente o Museu Nacional de Castel Sant’Angelo, do governo italiano.

Veja o que fazer em Roma e o que não perder na cidade.

O que ver no Castelo de Santo Ângelo

O Castelo de Santo Ângelo tem 5 andares e o seu terraço tem uma vista espetacular da cidade de Roma (Terraço do Anjo). No seu interior, é possível ver as antigas prisões, onde ficaram personagens importantes da história do país durante a unificação da Itália no século XIX. Um dos prisioneiros foi Benvenuto Cellini.

Além disso, é possível ver obras de arte e muitos afrescos preservados nos aposentos papais, com tetos belíssimos.

Você vai encontrar também a sala das urnas, o pátio, a capela de Leão X, os apartamentos privados de Paolo III Farnese. No nível 5 do Castelo, você vai ver ambientes renascentistas e muito bem conversados.

Onde fica o Castelo de Santo Ângelo

O Castelo de Santo Ângelo fica na Lungotevere Castello, 50, 00193 Roma RM, Itália.

Mapa turístico de Roma: saiba o que visitar na capital da Itália.

Como chegar

É possível chegar a pé, já que ele está a 1,4 km dos Museus do Vaticano. De transporte público, é possível chegar com uma das linhas de ônibus a seguir: 23, 34, 49, 64, 87, 280, 492, 926 e 990.

Ingressos para o Castelo de Santo Ângelo

Os ingressos normais custam 15€ e podem ser comprados pela internet de forma antecipada ou na hora. O ingresso também dá direito a entrada do Museu Nacional do Palácio de Veneza (nos oito dias seguintes).

A entrada reduzida, para menores de 18 anos e idosos acima dos 65 anos, custa 7€.

De outubro a março, a entrada ao Castelo é gratuita no primeiro domingo do mês. Nos meses de novembro e dezembro, a entrada é gratuita também nas quinta-feiras.

Tours guiados

Além do passeio livre, existem opções de visitadas guiadas. Essas opções precisam ser reservadas online.

O Tour e Ingresso Sem Fila Castelo de Santo Ângelo, com guia de áudio, fica por 35€ e você pode reservar pelo Get Your Guide.

Já o Tour Guiado Castelo de Santo Ângelo Sem Fila em Grupo Pequeno, com um guia local, custa 85€.

E se você for fã do livro de Dan Brown e do filme, faça a Excursão “Anjos e Demônios”. Reserve por 64€ no Get Your Guide e descubra os segredos do Illuminati e os mistérios de Roma num tour que inclui o Castelo de Santo Ângelo.

No site oficial, você também encontra o Passeio “O Castelo Secreto”, que precisa ser reservado online e está sujeito a disponibilidade.

Os grupos são de 15 pessoas e as visitas em inglês ou italiano. O tour leva às fábricas de petróleo, às prisões históricas de personalidades e ao fogão de Clemente VII.

Horário de inverno (1 de novembro a 31 de março):

  • 10h em inglês;
  • 11h30 em italiano;
  • 15h em inglês;
  • 16h30 em italiano.

Horário de verão (1 de abril a 31 de outubro):

  • 10h em inglês;
  • 11h30 em italiano;
  • 16h30 em inglês;
  • 18h em italiano.

Horário de funcionamento

O Castelo de Santo Ângelo funciona todos os dias, das 9h às 19h30. A bilheteria encerra às 18h30.

O Castelo está fechado nos dias 1° de janeiro, 1° de maio e 25 de dezembro.

O que ver por perto e dicas de visitação

Aproveite para visitar o Vaticano e os Museus do Vaticano, que estão bem próximos ao Castelo de Santo Ângelo. Outras duas atrações imperdíveis na cidade são o Coliseu de Roma e o Fórum Romano.

Roma é uma das cidades mais incríveis para visitar na Europa, mas é preciso fazer um roteiro bem detalhado e comprar todos os ingressos com antecedência pela internet.

A cidade é cheia de turistas e chegar cedo é sempre a melhor opção para evitar multidões.

escada museu vaticano

Sempre que disponível, compre os bilhetes com entrada prioritária, sem filas, assim você não perde tempo e consegue visitar mais atrações em um dia.

A cidade de Roma é uma das mais visitadas de todo o continente europeu. Já a Itália recebe por ano mais de 216,5 milhões de turistas estrangeiros e superou a França em número de visitantes em 2018.

Veja nossa lista das melhores tours em Roma com tudo o que você não dever perder durante a sua visita à cidade italiana.

Para quem tem pouco tempo na cidade, andar com o ônibus panorâmico em Roma (hop-on hop-off) pode ser uma ótima ideia para ter uma visão geral de Roma e pode descer apenas nas atrações que desejar.

O que comer em Roma

Durante a sua viagem à Roma, não deixe de comer os pratos típicos da gastronomia italiana. É importante saber como pedir um prato no restaurante: manzo (carne), pollo (frango), pesce (peixe), abbacchio (cordeiro).

Já as pizzas são divididas entre pizza bianca (pizza sem molho de tomate de base) e a pizza rossa (pizza com molho de tomate de base). Os antipasti são as entradas e as mais tradicionais são as bruschettas, crostinis e os taglieres (tábua de frios).

Entre as massas, os pratos mais tradicionais são a carbonara, amatriciana, griccia, cacio e pepe. O gnocchi (nhoque) também é um dos pratos bem típicos para experimentar e o molho vai de acordo com o seu paladar.

Entre os pratos com carne, não deixe de experimentar o Saltimbocca alla romana, uma carne de vitela, com presunto cru, folhas de sálvia e vinho branco. Maravilhoso.

Para a sobremesa, escolha entre uma panna cotta, tiramisu ou simplesmente um tradicional sorvete italiano, o gelato.

Conheça nossa seleção de restaurantes em Roma.

E não esqueça: se está de viagem marcada para a Itália, saiba que o seguro viagem é obrigatório. Para fazer a cotação do seu seguro de forma personalizada, recomendamos que você utilize o nosso comparador de seguro viagem. Ele apresenta planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas Turismo.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.