Prague Welcome Card: saiba se realmente vale a pena usá-lo

Visitar Praga  / 

Vai viajar para Praga na República Tcheca? Já imaginou ter um cartão que dá acesso gratuito aos mais interessantes pontos turísticos da cidade, assim como também descontos em diversos estabelecimentos? Com o Prague Welcome Card, o visitante pode explorar o que há de mais incrível em Praga economizando tempo e dinheiro.  Saiba tudo a respeito do cartão neste artigo a seguir.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Tudo sobre o Prague Welcome Card

O Prague Welcome Card é um cartão que possibilita o acesso às principais atrações de Praga gratuitamente. Ele permite a entrada em museus, galerias e monumentos, como a Torre do Relógio Astronômico, Palácio de Wallenstein, o Museu de Franz Kafka e diversas outras atrações da cidade, evitando as filas da bilheteria.

Ele é perfeito para um roteiro em Praga, pois a validade do cartão é de 3 dias (72h) e começa a contar a partir do primeiro dia de uso. Outra novidade é que o transporte público também pode ser incluído, sendo opcional. Além disso, o Prague Welcome Card dá descontos exclusivos em atividades de lazer e compras.

Como usar

Usar o Prague Welcome Card é simples. Um livreto com vouchers numerados acompanha o cartão e estes vouchers são trocados por ingressos. Assim, o viajante tem acesso gratuito a museus, monumentos, galerias e descontos também. Em relação ao transporte público, o passe vem inserido no livreto de vouchers e é válido para transporte urbano desde ônibus, bondes, metrô e também trens como o famoso funicular de Petrin.

ruas de praga

No cartão, o viajante deve colocar a data que começará a usá-lo (válido por 3 dias consecutivos). Mas atenção, se o Praga Welcome Card não estiver completamente preenchido, ele não será válido e sua aceitação será recusada nas atrações.

Quanto custa o Prague Welcome Card

O valor do Prague Welcome Card é de 42 €, com o transporte público incluído o valor sobe para 45 €. Vale lembrar que o cartão é individual, ou seja, não é possível emprestá-lo para outra pessoa. São mais de 50 atrações em Praga que fazem parte do Prague Welcome Card.

Onde comprar

Após a reserva do cartão, o Prague Welcome Card pode ser retirado em uma agência do operador local ou mesmo solicitar para ser entregue no hotel, ou hostel em Praga (tempo estimado de 48h para o serviço de entrega na acomodação).

Caso a reserva tenha sido feita com menos de 48h de antecedência (em relação à data que planeja utilizá-lo), será necessário retirar o cartão na agência do operador local. De todo modo, sugerimos a compra através do site Get Your Guide  pela praticidade e facilidade.

O que está incluso

Além do próprio Prague Welcome Card, o viajante também recebe um guia sobre a cidade e um livreto de vouchers, que possui um capítulo detalhando os melhores tours em Praga, todos aqueles que o turista não pode deixar de conhecer e que são gratuitos com o cartão de boas-vindas à Cidade Dourada.

Não são todos os locais turísticos que estão cobertos pelo Prague Welcome Card. Veja a lista dos lugares onde é possível ter acesso gratuito munido do cartão:

  • Clementinum – Torre Astronômica, Grande Biblioteca Barroca e Capela dos Espelhos;
  • Nova Prefeitura;
  • Monumento Cultural Nacional Vyšehrad;
  • Vyšehrad – Casamatas;
  • Vyšehrad – Porão Gótico;
  • Vyšehrad – Portão de Tijolos;
  • Trojan Chateau;
  • Basílica de São Pedro e São Paulo/Tesouro;
  • Catedral de Ss. Cyril e Methodius;
  • Mosteiro Emmaus;
  • Palácio e Jardins de Wallenstein;
  • Igreja de Nossa Senhora das Neves;
  • Igreja da Virgem Maria;
  • Igreja de Nossa Senhora Diante de Týn.

Galerias e museus

  •  Galeria Municipal de Praga – Casa no Anel de Ouro;
  •  Galeria Municipal de Praga – Vila Bílek;
  •  Galeria Municipal de Praga – Exposição de Pinturas Tchecas do Século XIX;
  •  Galeria Clementinum;
  •  Galeria Vyšehrad;
  •  Museu Kampa;
  • Museu Mucha;
  • Museu Franz Kafka;
  • Museu do Menino Jesus de Praga;
  • Museu da Força Policial;
  • Memorial Nacional aos Heróis do Atentado contra Heydrich;
  • Museu do Transporte Urbano de Massa;
  • Museu Regional Jílové u Prahy;
  • Museu Eco-técnico;
  • Museu do Exército;
  • Museu da Aeronáutica;
  • Exposição do Banco Nacional Tcheco;
  • Museu Nacional;
  • Museu Naparstek das culturas Asiáticas, Africanas e Americanas;
  • Museu Tcheco de Música;
  • Museu Antonín Dvořák;
  • Museu de Bedřich Smetana;
  • Musaion;
  • Panorama do Pavilhão da Batalha de Lip Ovy;
  • Galeria do Mosteiro de Strahov;
  • Museu da Cidade Capital de Praga;
  • Alfândega Pode Kalí.

Tours

  • Bonde da Nostalgia No. 91;
  • Funicular de Petřín;
  • Teatro Negro de Praga (Jiří Srnec) (desconto);
  • Reduta Jazz Club (desconto).

No que diz respeito aos descontos, eles são voltados para passeios turísticos, visitas guiadas, compras e restaurantes.

Vantagens e Desvantagens

Vantagens

  • Evitar fila da bilheteria;
  • Se for um viajante ávido por museus, galerias e monumentos pode ser uma boa forma de economizar;
  • Descontos em lojas, restaurantes, tours e cafés de Praga.

Desvantagens

  • Baseado em reviews (opiniões) de viajantes que utilizaram o Prague Welcome Card, a queixa era basicamente a mesma: muitos locais turísticos não são abrangidos pelo cartão. Alguns até disseram que só utilizaram para transporte público;
  • Algumas pessoas também reclamaram que nas principais atrações o cartão não é aceito, como é o caso do Castelo de Praga.

Dicas para visitar Praga

  • A área turística de Praga abrange os distritos de Praga 1 e Praga 2. Juntos, eles possuem cerca de seis bairros diferentes para ficar hospedado (Cidade Velha, Bairro Judeu, Cidade Nova, Malá Strana, Vinohrady e Vysehrad);
  • Se o viajante ficou na dúvida o que seria “Praga 1”, “Praga 2” e assim sucessivamente, trata-se de nomenclaturas das regiões administrativas de Praga, que está subdividida em 22 distritos. Cada distrito contém mais de 1 bairro e eles costumam ser bem distintos;
  • O bairro da Cidade Velha é onde estão a maioria das atrações de Praga, portanto algumas ruas podem ser um pouco movimentadas e barulhentas;
  • Passear de barco é uma ótima forma de observar a cidade de outro ângulo, sem contar que existem várias opções de passeios no rio Vltava. Dê preferência por barcos com área externa, já que alguns não possuem, restando ver a paisagem apenas pela janela. A melhor empresa é a Prague Boats que tem barcos extensos, com restaurante e área externa;
  • As acomodações no leste europeu podem custar até 5 vezes menos do que em cidades turísticas como Paris ou Londres, por exemplo. O mesmo se refere a transporte público;
  • Não pague as despesas de viagens com euros nos países do leste europeu. Muitos lugares turísticos aceitam a moeda, contudo o câmbio sempre será sempre desfavorável para o viajante.

Principais atrações de Praga

As atrações mais populares e visitadas de Praga estão na Praça da Cidade Velha (Staroměstské náměstí). Portanto, priorize por se hospedar nessa região, e dessa forma poderá fazer muitos passeios a pé.

  • Relógio Astronômico: um dos locais mais visitados da cidade. Não deixe de observá-lo se estiver próximo de uma hora cheia;
  • Igreja Nossa Senhora Diante de Týn: a mais bela e também a maior igreja da região;
  • Torre do Relógio: veja a cidade do topo e tire fotos incríveis. No mesmo prédio, não deixe de visitar as salas históricas da Prefeitura da Cidade Velha e a capela;
  • Igreja de São Nicolau: pertencente à Igreja Hussita Tchecoslovaca, trata-se de uma dissidência da Igreja Católica;
  • Ponte Carlos: atravesse calmamente a ponte que muito provavelmente estará repleta de turistas e obedecendo à crença local, não esqueça de passar a mão na parte dourada da escultura embaixo da estátua de São João Nepomuceno (a oitava à direita). Faça um pedido e garanta que um dia retornará a Praga;
  • Museu Kafka: é mais visitado por fãs;
  • Castelo de Praga: podemos dizer que o castelo está dividido em 2 partes, com a área aberta (gratuito) e as atrações pagas tais como as salas históricas, os museus, as igrejas (Basílica de São Jorge e Catedral de São Vito), as torres e a Rua Dourada. De todo modo, vale a pena visitar, pois são locais muito bonitos;
  • Caminhada à beira do rio: sentido Teatro Nacional (Národní divadlo) e beba um café no Café Slavia (Smetanovo nábřeží 1012/2), ponto de encontro de intelectuais revolucionários no fim do comunismo;
  • Bairro Judeu (Josefov): embora pequeno, existem muitas coisas para se ver no local envolvendo história, religião e arquitetura. Alguns dos prédios mais belos da cidade podem ser vistos neste bairro;
  • Praça Venceslau (Václavské náměstí): digamos que seria a Champs-Élysées da cidade. Mesmo quem não seja ávido por compras, ainda assim é interessante passear;
  • Casa Dançante (Tančící dům): não admire apenas, aproveite e visite o bar no terraço. Embora as bebidas não sejam baratas, vale pela curiosidade e vista;
  • Parque Petřín: aqueles que gostam de caminhar, pode subir até o topo através das trilhas ou utilizando o funicular.

Arredores

Se a intenção é ficar por vários dias em Praga, uma boa opção é visitar a bela Cesky Krumlov, que é pequena, romântica e bucólica. A cidade inclusive serviu de locação para o filme de terror O Albergue. O ideal é pernoitar na cidade, pois um bate-volta é cansativo, tendo em vista que de ônibus são 3h de viagem.

Tour inusitado do lado B de Praga

Para quem gosta de turismo dark, um dos passeios mais inusitados em Praga foge dos tours clichês, e há anos faz sucesso na cidade. Ele consiste em um tour guiado na companhia de um ex-viciado em drogas ou sem teto, para conhecer os guetos e lugares decadentes de Praga, alguns inclusive redutos de prostituição. Dessa forma, o visitante tem a chance de conhecer o lado B da cidade, aquele que nenhum turista se arrisca a ir sozinho ou mesmo desconhece a existência de tais lugares sombrios.

prague welcome card Vyšehrad

O tour insólito é feito por uma organização de assistência aos sem-teto, conhecida como Pragulic, e conta com 10 guias contratados, sendo alguns deles sem-teto ainda e outros que viveram na rua por longos anos, mas que conseguiram mudar de vida. Os passeios exploram o lado decadente de Praga, locais onde drogas, prostituição e corrupção policial são rotinas, e que de alguma forma atraem viajantes interessados nesse tipo de tour de aventura.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Eles costumam abordar mais o passado do que o presente, quando nas décadas de 80 e 90, a estação principal da cidade era um point de prostituição masculina, hoje é mais um local para mendigos se abrigarem.

Onde se hospedar

  • The Emblem: localizado em Josefov, o bairro judeu, a acomodação está a poucos passos da Praça da Cidade Velha, próximo de uma rua movimentada. Ideal para quem curte vida noturna;
  • Old Prague House: uma guesthouse que possui quartos com banheiro privativo e também compartilhado, ideal para quem quer gastar pouco e que utilize a acomodação só para dormir;
  • Ibis Old Town: situado nos arredores da Praça da República (Cidade Nova), é muito procurado por turistas que já conhecem a rede de hotéis.

Dicas para economizar em Praga

  • A rede de supermercados Billa é uma boa opção para economizar, pois, os preços são em conta;
  • O ônibus é a forma mais barata de se deslocar do aeroporto até a cidade. O guichê de transporte público está localizado nos terminais 1 e 2 do aeroporto, que vende passagem a um preço bem mais em conta em comparação ao ônibus Airport Express, também muito utilizado pela praticidade. Evite táxi em qualquer lugar;
  • Na hora de almoçar, escolha os restaurantes que possuem menu fixo e evite os restaurantes italianos e japoneses que são mais caros;
  • Comer em um local menos turístico pode sair por 100 CZK (aprox. 3,98 €);
  • Cerveja é muito barata em Praga. Peça o tamanho grande que sairá mais barato do que 2 pequenas, por exemplo;
  • Alguns museus e outros locais culturais oferecem dias e horários gratuitos de visitação. Verifique junto ao site quais são os dias;
  • Em locais como Casa Municipal, o Teatro Nacional e a Ópera Estatal, existem assentos mais baratos;
  • Evite comprar roupas, eletrônicos e cosméticos na República Tcheca, pois são itens mais caros que na Europa Ocidental.

Seguro Viagem

Ao viajar para qualquer país da Europa, não esqueça de um item importantíssimo: o seguro viagem. Existem vários no mercado que atendem as necessidades de cada um.

Os mais conhecidos são:

  • Assist Card 35 Europa;
  • Affinity 60 Mundo;
  • ITA 60 Smart Inter;
  • Travel Ace 40 special.

Se quer garantir um seguro viagem que caiba no seu orçamento, recomendamos que você utilize o nosso comparador de seguro viagem. Ele apresenta planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas Turismo.

Se preferir, pode também utilizar o portal Seguros Promo, comparador online que recomendamos e utilizamos para realizar cotações.

Desconto

Se optar por adquirir o seguro viagem através do nosso comparador ou pelo Seguros Promo, utilize nosso cupom EURODICASTURISMO para garantir 5% de desconto. Se optar pelo pagamento por boleto bancário, ainda garante mais 5%.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Jornalista, vive no Brasil e ama Portugal, tem passagens pela África, Europa e América do Norte/Sul. Além da paixão por viagens, também adora animais e apoia projetos de conservação de vida selvagem na África do Sul e Brasil.