Praga é definitivamente uma das cidades mais encantadoras e belas do mundo. Sua elegância medieval está muito bem conservada, além de ser um dos destinos mais econômicos da Europa. Confira como se planejar e o que fazer em Praga para que esta seja uma experiência inesquecível!

O que fazer em Praga?

Praga, conhecida como “a cidade das cem cúpulas”, oferece inúmeras possibilidades para seus visitantes. Da Staré Město (Cidade Velha) ao bairro moderno de Karlin, a capital de República Tcheca guarda muitos pontos turísticos tradicionais com uma aura deslumbrante e, ao mesmo tempo, sombria.

Recomendo fortemente que você explore suas ruas a pé, para apreciar melhor todas as peculiaridades que a cidade tem a oferecer. Mas, se preferir utilizar algum transporte, Praga conta com uma malha extensa de transporte público que atende a todos os seus moradores e turistas que precisarem usufruí-lo.

Confira abaixo os principais pontos que você deve visitar:

O que fazer em 1 dia em Praga?

Como a maior parte dos monumentos e locais para visitar estão concentrados na Cidade Velha (Staré Město), vou focar o roteiro em Praga de 1 dia nesta região, que é rica em atrações.

Torre da Pólvora e Casa Municipal

Comece pela Torre da Pólvora, um dos pontos mais importantes da cidade e emoldura a entrada da Cidade Velha. Você pode explorá-la por dentro ou apenas admirar sua arquitetura gótica em tons escuros. Do lado existe a Casa Municipal, que é um imponente edifício da cidade e local da proclamação da antiga República da Tchecoslováquia.

Nossa Senhora de Týn

Caminhe até a Igreja de Nossa Senhora em frente de Týn. De fato é uma igreja em frente à outra edificação, o Týn (antiga alfândega). Para entrar na igreja, você deve passar pela entrada do edifício da esquerda (são dois edifícios).

Praça da Cidade Velha

Explore a Praça da Cidade Velha, que é a praça mais importante e histórica da capital tcheca. Sua arquitetura barroca e gótica é estonteante para os olhos.

No entorno da Praça, você deve visitar o Relógio Astrológico (Orloj), um belíssimo e complexo relógio medieval, que representa os signos astrológicos, as órbitas da lua e do sol, os doze apóstolos, entre outras alegorias. Espere o espetáculo do relógio que acontece a cada hora cheia e costuma juntar centenas de turistas à frente dele.

Cidade Velha, Stare Mesto, Praga, céu nublado
A Praça da Cidade Velha é uma viagem ao tempo. Foto: Cecilia Odainai

Você pode subir na Torre do Relógio e ter uma bela visão da Praça da Cidade Velha ou ir até o subterrâneo da torre. É necessário comprar ingressos para fazer esses passeios, portanto, vale ver as excursões disponíveis no Get Your Guide, como o tour para a Antiga Prefeitura e o Relógio Astronômico.

Do outro lado da praça, você encontrará a Catedral de São Nicolau, uma igreja de arquitetura barroca e gótica. Existem três igrejas com o mesmo nome, o que pode ser bem confuso., mas esta está no entorno da Praça da Cidade Velha, com certeza você saberá qual é! À noite você pode adquirir ingresso para os concertos clássicos na catedral.

Josefov, o Bairro Judeu de Praga

Escolha uma das seis sinagogas do bairro judeu para visitar: Pinkas, Maisel, Espanhola, Klausen, Alta ou Velha-Nova. Caso queira visitar todas você pode escolher um tour. Vale o destaque para a Sinagoga Espanhola, a mais nova entre elas, pelos belíssimos arabescos e arquitetura trabalhada em ouro no seu interior.

Continue por Josefov e visite o Cemitério Judeu de Praga. É um cemitério hoje em desuso que guarda entre suas lápides amontoadas, uma grande importância histórica, sendo reconhecido como o cemitério judeu mais antigo da Europa.

Lembre-se: antes de visitar qualquer local judaico, verifique os feriados religiosos da comunidade, porque tais lugares fecham em datas comemorativas da religião.

Rua Karlova e Torre da Ponte

Caminhe pela Rua Karlova, uma das ruas mais famosas de Praga e onde começa um dos pontos turísticos mais importantes da cidade: a Ponte Carlos. Na Karlova você encontrará muitas lojas, galerias de arte, cafés e restaurantes, em prédios elegantes com estilo barroco.

Saindo da Rua Karlova, você chegará à Ponte Carlos, uma das mais belas pontes do mundo! A imponência gótica dessa obra-prima da engenharia e arquitetura é um dos principais motivos para tantos turistas visitarem Praga. Antes de passear por ela, suba na Torre da Ponte da Cidade Velha e tenha uma vista maravilhosa da ponte ao olhar de cima.

Ponte Carlos

Passear pela Ponte Carlos é uma atividade imperdível quando se visita Praga. É como viajar no tempo e aterrissar na era medieval no meio da República Tcheca.

Entre as trinta estátuas que decoram o caminho da ponte, encontre a de São João Nepomuceno, encoste sua mão na placa de bronze do pedestal e traga mais sorte para sua vida! É um ritual que todo turista tem que fazer e, por isso, é uma pequena área bem disputada.

A estátua de São João Nepomuceno fica à direita de quem está saindo da Cidade Velha (8ª estátua) e está centralizada no meio da ponte.

ponte carlos, rio moldava, céu azul, praga
A encantadora Ponte Carlos, vista por outro ângulo. Foto: Cecilia Odainai

Aqui encerramos o roteiro de um dia em Praga. Foi muito difícil excluir o Castelo de Praga desta lista, entretanto, se sobrar tempo, é possível visitá-lo no fim da tarde e apreciar o pôr do sol do alto da Colina Hradčany, onde ele está.

Repito: um dia é muito pouco para conhecer Praga como se deve, mas com o roteiro acima tenho certeza de que você terá vontade de voltar para explorar mais a cidade, desvendar seus mistérios e apreciar ainda mais o que ela pode oferecer!

O que fazer em 2 dias em Praga?

Chegamos ao segundo dia em Praga e aqui recomendo que você concentre seu passeio no bairro de Hradčany e na Cidade Pequena (Malá Strana) que, assim como a Cidade Velha, tem muito a nos presentear com seus pontos turísticos históricos.

Castelo de Praga

Comece o dia pelo Castelo de Praga. Para já entrar no clima, suba pela escadaria do castelo velho (são 121 degraus, portanto, vá com calma). Ir pela manhã para a região do castelo, por sorte em dia com sol, é um passeio ótimo por si só. E o melhor: é gratuito.

Mas é importante lembrar que se quiser ter acesso a todos os lugares dentro da área do castelo, você deve optar pelos tours guiados pelo Castelo de Praga ou comprar seu ingresso sem fila para a atração ou pela bilheteria do castelo. Há também a opção do Prague CoolPass (antigo Prague Card), que dá acesso a 70 pontos turísticos pagos de Praga.

Na área do castelo está a Rua do Ouro, uma das mais encantadoras ruas de Praga. Seu aspecto de pequena vila tem um charme especial, com casinhas coloridas, lamparinas e piso de paralelepípedo. Preste atenção na casa de número 22, pois é um dos lugares onde Franz Kafka morou. Para acessar a Rua do Ouro, você deve adquirir o ingresso de visitação do castelo.

Ainda dentro dos muros do Castelo de Praga está a Catedral de São Vito. Observar sua enorme construção gótica rica em detalhes é como viajar na história e no tempo. É uma das catedrais mais importantes do país e você pode subir uma das torres para observar a cidade de cima. A entrada também está inclusa no ingresso de visitação ao castelo.

Rua Nerudova

Saindo do complexo do castelo, vá até a Rua Nerudova, uma rua pitoresca de Praga. Observe que não há numeração nas casas e, sim, desenhos nos topos das portas. Cada casa tem um desenho específico, que geralmente se referia à profissão da família que morava ali. Há muitas lendas sobrenaturais sobre esta rua e hoje em dia as casas funcionam como comércio.

Muro de Lennon

Visite o Muro de Lennon, muro com grafites que celebram a paz e a liberdade. É um local muito visitado por turistas e ganhou notoriedade quando recebeu o nome de John Lennon, após o cantor ser assassinado em 1980.

É considerado um local de resistência da juventude tcheca daquela época e, até hoje, recebe muitos turistas que gostam de apreciar a arte do grafite e procuram um bom lugar para fotografar.

Kampa

Caminhe pelo Parque Kampa, localizado na Ilha Kampa que é cercada pelo Rio Moldava. É um passeio gostoso, com muitos restaurantes e pubs que podem ser aproveitados durante todo o dia. Destaque para a obra intrigante dos Dez Bebês Engatinhando, do artista local David Černý.

Petřín

Finalize o dia no Parque Petřín e tenha a melhor vista de Praga e, de quebra, quem sabe, um belíssimo pôr do sol também. Como o parque fica numa colina homônima, sugiro que você suba e desça de funicular, que é uma espécie de trenzinho feito especialmente para subir e descer morros.

Vista aérea de Praga a partir do Parque Petrin
O Parque Petrin oferece uma das melhores vistas de Praga

Ao chegar no Parque Petřín, aprecie seus belos jardins e explore as atrações como a Torre Petřín, para ter uma visão ainda mais exclusiva de Praga, e o Mirror Maze, um divertido labirinto de espelhos do século XIX.

Caso ainda esteja com pique para passear depois de tudo isso, vá novamente à Ponte Carlos, agora pela noite. Aproveite a beleza gótica da ponte com um toque especial do encantamento noturno de Praga.

O que fazer em 3 dias em Praga?

Agora que chegamos ao terceiro e último dia, é hora de explorar a Cidade Nova (Nové Město):

Praça Venceslau

Vá até a histórica Praça Venceslau em Nové Město e observe a pequena miscelânea arquitetônica que ali se encontra. A praça, que já foi palco de revoluções e comércio de cavalos, hoje abriga lojas e restaurantes, além do importante Museu de Praga.

Museu Nacional de Praga

Entre no Museu Nacional de Praga e conheça mais sobre a história do antigo Reino da Boêmia (que mais tarde se tornou o território da ex-Tchecoslováquia), além de outras exposições, até mesmo com foco em paleontologia e zoologia. O edifício neo-renascentista é impressionante por sua beleza, interna e externa.

Estátua Franz Kafka

Próximo ao museu, encontra-se a Estátua Franz Kafka. É uma obra moderna e lúdica, além de muito fascinante, por suas placas de aço que se movimentam em rotação, “montando e desmontando” a figura do rosto de Kafka continuamente, uma verdadeira metamorfose. É mais uma obra do intrigante escultor David Černý.

Klementinum

Agora vamos desviar um pouco da rota da Nové Město e voltar para a Cidade Velha: não perca a chance de conhecer a Biblioteca Nacional da República Tcheca.

A biblioteca está abrigada em um dos edifícios do complexo Klementinum. Com certeza, é uma das mais belas bibliotecas do mundo, com sua extensa coleção de enormes globos terrestres e arquitetura barroca, além de, claro, sua vasta coleção de livros.

Casa Dançante

Voltando à Nové Město, confira a Casa Dançante: um curioso prédio com duas partes distintas, uma revestida de vidro e outra de concreto, que parecem estar dançando entre eles, formando assim um par. Foi inspirado nos astros de filmes musicais, Fred Astaire e Ginger Rogers, e é um ponto turístico para se observar.

prédios, casa dançante, praga, céu azul, dia
A Casa Dançante é um dos monumentos pitorescos de Praga. Foto: Cecilia Odainai

Cruzeiro no Rio Moldava

Finalizando o terceiro e último dia do nosso roteiro, que tal fazer um cruzeiro noturno e apreciar a noite de Praga pelo ângulo Rio Moldava? Existem diversas opções deste passeio, tanto de dia quanto de noite.

Quantos dias são suficientes em Praga?

Três ou quatro dias são suficientes para conhecer Praga. A cidade tem vários distritos a serem explorados, cada qual com suas particularidades. Desde a história do Reino da Boêmia até sua importância para a comunidade judaica, Praga oferece uma pluralidade de experiências e atrações que são realmente imperdíveis para quem a visita.

Caso não disponha de muitos dias para se dedicar à capital tcheca, fizemos roteiros enxutos de 1 a 3 dias para que você possa aproveitar o que há de melhor na cidade. Mas tenho quase certeza de que você terá vontade de voltar para Praga para conhecê-la mais a fundo!

O que não pode deixar de conhecer em Praga?

Por mais óbvio que seja repetir esta informação, ao estar em Praga não deixe de conhecer a Ponte Carlos. Mas conhecer mesmo: ir e vir diversas vezes, experimentar caminhar de dia, tarde e noite. Cada momento na ponte pode ser único e especial, com novas percepções e descobertas!

O Castelo de Praga também é um ponto turístico imperdível. A região do castelo é rica em atrações além do próprio castelo. É possível visitá-lo de forma gratuita, mas para ter acesso ao interior dos prédios e à Rua do Ouro, você deve comprar um ingresso, ter um cartão Prague CoolPass ou optar por um tour guiado.

No canal Par de Malas você conhece um pouco mais sobre o castelo:

Também é impossível ir à Praga e não visitar a Praça da Cidade Velha, que guarda monumentos e prédios históricos como o mágico Relógio Astronômico. Tente assistir ao menos uma apresentação do relógio a cada hora cheia, é imperdível!

O que fazer a noite em Praga?

A vida noturna da capital tcheca vai lhe surpreender! As regiões mais famosas para se divertir à noite são a Praça Venceslau e a Praça da Cidade Velha, que estão repletas de atrações, desde bares e pubs a casas noturnas. Veja algumas opções do que fazer na noite de Praga:

Casas noturnas

Duplex é uma das casas noturnas mais disputada de Praga. O som é de música eletrônica e por lá passam os DJs mais famosos da atualidade. A vista do terraço para a cidade é de tirar o fôlego.

Você também pode ir ao M1 Lounge, que é a balada preferida das estrelas locais e até internacionais. A casa toca hip hop e R&B, para quem gosta do estilo é um prato cheio!

Bares, pubs e pub crawl

Para bom cervejeiro, Praga é o paraíso! Lá estão as cervejarias mais antigas do mundo, que usam até as receitas originais da época de suas fundações.

Para degustar a variedade de cervejas e, por que não, outros drinks, você pode optar pelo Golden Tyger (U Zlateho Tygra) que fica aberto até 22h30. O Golden Tyger é um dos pubs mais queridos da cidade e aceita reservas por telefone.

Caso você queira explorar mais pubs na sua noite, faça um pub crawl por Praga.

Casas de jazz

Há muitas casas de jazz espalhadas por Praga. Se essa é sua praia, aproveite! O destaque vai para a casa Reduta Jazz Club, que existe na cidade desde 1957.

Tours e passeios

Praga, assim como Edimburgo, tem uma grande tradição de histórias fantasmagóricas. Para desbravar esse lado da cidade, opte pelos tours que são oferecidas especialmente à noite.

Para os menos corajosos, indico os cruzeiros noturnos no Rio Moldava ou mesmo flanar pela região da Cidade Velha, que é ainda mais encantadora depois que o sol se põe.

Qual a melhor época para conhecer Praga?

A melhor época para conhecer Praga é na primavera ou outono. A temperatura é amena e os pontos turísticos menos concorridos que no verão, por exemplo. Também é uma época em que os valores de hospedagem, passagem, entre outros gastos são mais baixos que na temporada de verão.

O que fazer em Praga no inverno?

Praga no inverno é um cartão-postal a olhos nus. Além da extrema beleza da cidade coberta de neve, é nesta época do ano que as pistas de patinação de gelo abrem e os mercados de Natal aparecem nos quatro cantos da cidade.

Por ser muito frio, o inverno é considerado baixa temporada, por isso, tem ainda menos turistas que na primavera e outono, além disso, os preços costumam ser mais baixos que no resto do ano. Verifique as principais atrações no inverno de Praga:

  • Pistas de patinação no gelo: as mais populares pistas de gelo em Praga estão na região da Torre da TV, no bairro de Žižkov, e na Cidade Velha, na Praça Ovocný trh (Mercado das Frutas);
  • Mercados de Natal: até o começo de janeiro é possível visitar os belos mercados de Natal de Praga. Eles estão por toda a cidade e os mais famosos são os da Praça da Cidade Velha, Praça de Venceslau e o de Castelo de Praga. Experimente o tradicional vinho quente (svařák), chocolate quente, trudels e os biscoitinhos natalinos;
  • O Dia de Mikuláš: em 5 de dezembro é celebrado o dia de uma versão de Papai Noel da República Tcheca, o Mikuláš (São Nicolau). Nesse dia, muitas pessoas saem vestidas como São Nicolau, acompanhadas de outras fantasiadas de anjos e demônios. É uma grande comemoração pelas ruas de Praga;
  • As lamparinas da Ponte Carlos: do dia 1º ao dia 23 de dezembro, as lamparinas a gás são acesas manualmente por volta das 16h por uma pessoa vestida com trajes de época. Uma tradição para relembrar os tempos antigos.

O que fazer em Praga no verão?

Praga tem muitas atrações no verão para seus turistas e moradores. Quem tem a oportunidade de vivenciar um verão na Europa sabe como eles aproveitam bem essa época do ano! Venha conferir o que há de melhor nessa temporada que é disputadíssima:

  • Beer gardens: as beer gardens são é um belo convite para saborear uma cerveja tcheca em dias de calor. A mais recomendada é a Letná Beer Garden, que fica localizada no parque Letná;
  • Pedalinho no Rio Moldava: é uma cena comum no verão praguense ver os locais pedalando seus pedalinhos pelo Rio Moldava no verão. Faça o mesmo e divirta-se;
  • Náplavka: percorra Náplavka, a calçada que está às margens do Rio Moldava. Lá você encontrará aquela aura de verão, com pessoas passando o tempo conversando, bebendo ou apreciando uma apresentação musical;
  • Cinema a Céu Aberto: no verão (mais precisamente entre junho e setembro), começam a pipocar cinemas em espaços abertos da cidade, como em parques e praças. Alguns desses cinemas são gratuitos, e os filmes podem ser bem variados, considerando que também podem não ter legenda em inglês.

O que fazer além do óbvio em Praga?

Há muitas coisas a se fazer além do óbvio em Praga. Uma delas é assistir ao nascer do sol na Ponte Carlos, um espetáculo aos olhos, mesmo em dias nublados. As cores do céu vão compondo uma bela aquarela e você terá uma sensação mais intimista ao encontrar a ponte quase vazia, ouvindo o som do Rio Moldava a correr por debaixo dos seus pés.

Para relaxar mais ainda, que tal ir a um spa de cerveja? Em Praga existem alguns spas dessa modalidade, onde você pode literalmente se deitar em uma banheira de cerveja, além de fazer outros tratamentos. Sim, isso é tratamento, pois o banho de cerveja tem poderes antienvelhecimento e antiestresse.

Você também pode comprar um ingresso para o Teatro Negro de Praga, onde os atores não são vistos, mas sim as cores de suas vestimentas refletidas pela luz negra. São representações em formato de mímica e movimentos corporais, com trilha sonora e sem falas. Uma experiência incomum e especial ao mesmo tempo!

Praga está na nossa lista das melhores cidades para uma escapadinha na Europa. Não deixe de conferir o guia completo!

Quanto custa viajar para Praga?

Praga é conhecida como um destino barato na Europa, então se você viajar para outro destino na Europa sentirá que vai economizar bastante na capital da República Tcheca. Em uma média geral (entre alta e baixa temporada), você deverá gastar em torno de R$ 1.642 na cidade, ou seja, sem considerar o deslocamento para chegar na cidade.

Veja a tabela com quanto custa viajar para Praga a perspectiva de gastos:

Item Preço médio para 1 pessoa por 3 dias
Hospedagem R$ 918
Atrações e Passeios R$ 200
Transporte R$ 111
Alimentação R$ 413
Total R$ 1.642

Lembrando que o valor da viagem depende totalmente do seu estilo de vida e de viajante, além da temporada que preferir ir. Por isso, a tabela é para você ter uma noção do quanto, em média, poderá gastar na capital tcheca.

Quantos euros levar para Praga?

Você precisa levar, em média, 40 a 60 euros por dia, isso sem contar os gastos de passagens aéreas e hospedagem. Mas atente-se que na República Tcheca a moeda não é euro e sim, coroa tcheca.

Como você deve imaginar, é desvantajoso e muito difícil trocar seu dinheiro local (no caso, o real) para coroa tcheca aqui no Brasil. Então vamos nos basear no euro, ok?

Caso você leve dinheiro em espécie (euro/dólar), troque por coroas tchecas em casas de câmbio confiáveis já na República Tcheca. As casas de câmbio de aeroportos e estações de trem de viagens são confiáveis, porém, as taxas são mais altas que trocar o dinheiro pelos câmbios espalhados na cidade.

Para simplificar, eu gosto de indicar a Wise, que é um facilitador de câmbio para o viajante. É super fácil abrir uma conta gratuita na Wise e solicitar o cartão de débito multimoedas, que tem a bandeira Visa. Com este serviço, você fará transações da sua conta em reais e poderá comprar euros ou coroas tchecas com as melhores taxas cambiais e menor IOF que um banco comum.

O cartão de débito Wise é aceito praticamente no mundo todo, então você poderá usá-lo em toda sua viagem, não somente em Praga.

Qual o gasto diário em Praga?

Para um viajante sem alguma ostentação, até 45€ por dia seriam suficientes. Esse valor é para gastos do dia a dia, por isso não colocamos valor de hospedagem nessa conta, por exemplo.

Porém, se você pretende se dar de presente alguns luxos, como jantar em restaurantes badalados ou fazer compras em boutiques e lojas famosas, aconselho a pensar em um valor maior, como 60€ a 90€ por dia.

O que não deixar de comer em Praga?

Existem muitos lugares onde comer em Praga! Com certeza você verá e sentirá o delicioso cheiro doce dos trudels pelas ruas de Praga. Nas barraquinhas e lojas espalhadas pela cidade, você pode experimentar este que é o doce mais tradicional de Praga.

O trudel, também conhecido como trdlo ou trdelnik, consiste em uma massa assada na hora, em formato de caracol, e coberta de açúcar cristal. Há releituras do trudel, com recheio de creme de avelã ou sorvete, por exemplo. De qualquer forma, espero que você experimente muitos trudels na sua viagem!

Para quem procura uma refeição típica tcheca, indico o svíčková: um delicioso contrafilé com molho de creme de leite, cozido com vegetais. Ele vem acompanhando dos também tradicionais houskové knedlíky, que são pãezinhos cozidos e fatiados. Você pode experimentar a iguaria no Café Imperial, um restaurante premiado pela Michelin.

Para viajantes mais modestos como eu, recomendo que vá até o U Fleků, que é considerada a cervejaria mais antiga do mundo em funcionamento, datada de 1499!

Mais uma dica que é sem erro é o smažený sýr: queijo empanado frito, com batatas fritas ou cozidas e molho tártaro. Ficou com água na boca? Pois é, eu também! É um prato simples, mas se for para recomendar algum lugar, eu diria o restaurante U Pinkasů.

Se você não come carne ou nenhum alimento de origem animal, em Praga há diversos restaurantes vegetarianos e veganos para você. Alguns oferecem até releituras dos pratos típicos da República Tcheca, como o Moment Bistro.

Onde se hospedar em Praga?

A Praga encantadora, mágica e impactante fica na Cidade Velha (Staré Město) ou na Cidade Pequena (Malá Strana). Eu, por exemplo, me hospedei no fim da Ponte Carlos, no lado de Malá Strana.

Não tem como errar ficando ali naquela região, mas um ponto negativo é que ela pode ser um pouco barulhenta por causa dos turistas, isto é, de dia e de noite!

torre, ponte carlos, céu azul, nuvem
Em Malá Strana há diversas opções de hospedagem. Foto: Cecilia Odainai

Se você pretende ficar em algum lugar mais calmo, mesmo que tenha que pegar transporte público para os pontos turísticos da cidade, ou mesmo alugar um carro, procure pelas regiões de Žižkov e Vinohrady. Esses são bairros localizados na Cidade Nova e, mesmo com agitada vida noturna, podem ser mais calmos para descansar e se hospedar em Praga.

Para quem prefere lugares mais econômicos, recomendo o bairro de Karlin, a 20 minutos de ônibus da Cidade Velha. Antes considerado um bairro perigoso, hoje em dia tem uma aura descolada, com cafés e lojas diferentonas do resto da cidade.

Ficar conectado na Europa nunca foi tão fácil

Com a America Chip você tem internet 4G ilimitada durante toda a viagem. Escolha entre o chip e o eSIM e aproveite a Europa com a melhor conexão a partir de USD 40.

Ver Planos →

Qual o melhor transporte para aproveitar tudo que tem para fazer em Praga?

O transporte público em Praga é ótimo e barato! Sua extensa malha atende bem à população e aos turistas em qualquer ponto da cidade, por isso não há necessidade de alugar carro, a não ser que você queira ou vá fazer passeios fora de Praga.

Na capital tcheca contamos com metrô, ônibus, trams (bondes) e serviços noturnos de transporte, além de ferries (transporte aquático) e funicular em alguns pontos da cidade.

Para usar o transporte, é preciso comprar tickets (físicos, cashless ou virtuais, por um app no celular). Você pode comprar baseado no tempo que usará os transportes, sem necessidade de pagar valores avulsos caso use integração, por exemplo, pegar ônibus e depois metrô.

Os valores atuais são:

Ticket – 90 minutos CZK 40 (1,69€)
Ticket – 30 minutos CZK 30 (1,27€)
Ticket – 24 horas CZK 120 (5,07€)
Ticket – 72 horas CZK 330 (13,94€)

Atenção: não esqueça de validar seu ticket nas maquininhas amarelas do transporte que irá pegar primeiro. Caso seja pelo aplicativo, mostre ao fiscal caso seja solicitado. Não mostrar o ticket validado pode render uma multa e não queremos isso, não é?

Como se planejar para visitar Praga?

Planejar-se para visitar Praga é simples, mas precisamos de uma pequena organização aqui. Primeiro, verifique se seu passaporte está com data de expiração válida. Segundo, ainda não precisamos de visto para a República Tcheca, que faz parte do Espaço Schengen.

Porém, a partir do ano de 2024 isso irá mudar, por isso verifique as condições do chamado ETIAS, caso pretenda viajar depois de 2023.

Faça um seguro viagem

E seguro viagem Europa, é obrigatório em Praga? Com certeza! Todos os países que estão no Tratado de Schengen exigem que o viajante tenha um seguro-viagem. Isto significa que, se você não puder provar que possui um seguro, eles têm o direito de não lhe deixar entrar no país.

Para comprar o seu seguro-viagem, nós recomendamos que faça uma cotação com o Seguros Promo, lá com certeza você encontrará o seguro ideal para sua viagem. Utilize nosso cupom EUDTURISMO5 para ter 5% de desconto na sua contratação de seguro.

Chip internacional para celular

Outra facilidade que indicamos para nossos leitores é a America Chip, o serviço para quem quer ter seu celular sempre conectado em qualquer lugar, 100% livre da dependência de Wi-Fi dos lugares que for visitar.

O America Chip oferece um serviço de chip internacional que irá lhe acompanhar em todas as cidades que for visitar. No site deles você pode optar por um pacote com internet ilimitada e de alta velocidade, além de 100 minutos de ligações para o Brasil (opcional).

Compre ingressos com antecedência

Se você adora planejar e organizar com antecedência sua viagem, compre ingressos com antecedência para as atrações que você deseja visitar. O GetYourGuide tem inúmeros passeios, excursões e, se preferir, apenas venda de tickets para os lugares mais cobiçados pelos turistas.

Fique seguro com seu dinheiro

E para quem gosta de economizar e ficar seguro com o dinheiro, recomendamos o cartão de débito Wise. Como disse anteriormente, ele é aceito em diversos países, possui bandeira Visa e vai lhe ajudar a salvar dinheiro, porque suas taxas e câmbio são bem mais atrativas que um banco comum.

Chegamos ao fim das dicas sobre esta cidade de conto de fadas que é Praga. Está se sentindo mais preparado para explorar o melhor da capital tcheca? Então, arrume suas malas e boa viagem!