Seguro Viagem Europa: como funciona e como escolher o seu

Seguro Viagem  / 

O continente europeu é formado por 50 países e, em mais da metade deles, o Seguro Viagem Europa é exigido. Para quem planeja uma Eurotrip ou um roteiro que passe por vários lugares, é fundamental contar com esta tranquilidade. Assim, você não perde nenhuma experiência e garante uma estada sem preocupações.

Neste artigo, você fica sabendo o que é este seguro, onde é obrigatório, quais coberturas são recomendadas, quanto custa e como contratar.

Por quê é necessário um Seguro Viagem Europa?

O Seguro Viagem Europa é como um plano de saúde durante o período que irá passar no velho continente. Mais precisamente, ele garante a cobertura de gastos com emergências médicas, odontológicas e até o reembolso de medicamentos receitados.

Na prática, se o viajante fica doente ou sofre um acidente e precisa de exames, remédios e até mesmo de uma cirurgia ou internação, o Seguro Viagem Europa vai cuidar de tudo, até o limite dos valores informados na apólice.

Isso sem contar casos graves em que ele pode ser acionado, como traslado médico no retorno ao país de origem e até casos de falecimento e invalidez.

Outro ponto importante é que o Seguro Viagem Europa oferece outras assistências importantes. A cobertura se estende a casos de extravio de bagagens, malas danificadas, perda de documentos, atrasos e cancelamentos de voos e muito mais.

É obrigatório contratar um Seguro Viagem Europa?

Sim. Os 26 países que integram o Tratado de Schengen exigem um Seguro Viagem Europa na entrada. Para ser considerado válido, é preciso que ele garanta uma cobertura de, no mínimo, 30 mil euros.

O seguro pode ser solicitado pelo agente de imigração que autoriza a entrada em um dos países participantes. Nem sempre este pedido acontece – mas, caso ocorra e o viajante não tenha o Seguro Viagem Europa, a entrada na Europa pode ser impedida.

Com o Tratado de Schengen, em vigor desde 1997, tornou-se possível a livre circulação entre os países que o assinaram. Na prática, este acordo gerou a obrigatoriedade do Seguro Viagem Europa e também definiu o período máximo de permanência de turistas neste território por até 90 dias.

Seguro de viagem Europa

Veja os países que fazem parte do Espaço Schengen e que exigem o Seguro Viagem Europa:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Espanha;
  • Estônia;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Holanda;
  • Hungria;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Liechtenstein;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • República Tcheca;
  • Suécia;
  • Suíça.

E nos países fora do Tratado de Schengen?

Chipre, Romênia e Bulgária estão no processo de entrada no Espaço Schengen. Mesmo para estes países e todos os outros do continente, a recomendação é fazer um Seguro Viagem Europa.

O principal motivo é que, como dissemos acima, ele garante atendimento de saúde emergencial. O sistema de saúde dos países europeus nem sempre é gratuito e nem sempre os turistas têm acesso aos serviços básicos dos hospitais.

Falamos mais aqui sobre as diferenças entre viajar pela Europa e viajar pela União Europeia.

Como funciona o Seguro Viagem Europa na prática

Contratação com antecedência

Primeiro, é preciso contratar o seguro com a antecedência necessária de sua viagem. O ideal é já sair do Brasil com o Seguro Viagem Europa vigente, para que ele possa ser acionado caso existam problemas relacionados a cancelamento e atraso de voo, para citar só alguns exemplos. Algumas seguradoras, vale lembrar, levam de 48 a 72 horas para ativar a proteção do plano.

Antes de contratar um seguro viagem, faça uma cotação online para conhecer as várias opções à disposição. Você pode usar o nosso comparador de seguro viagem sem complicações e sem compromissos para descobrir qual a proteção mais barata e adequada para sua viagem.

Voucher

Imprima o voucher do Seguro Viagem Europa para levá-lo sempre com você. Ele pode ser solicitado na entrada do país, atendendo à exigência do Espaço Schengen.

Além do mais, este documento também traz os telefones de contato para acionar a central de emergência e o número de segurado, que será exigido para iniciar o atendimento.

Como acionar

No momento em que acontecer algum imprevisto coberto pelo seguro, o viajante aciona o canal de atendimento. O contato mais comum e rápido é por telefone, mas há empresas que disponibilizam aplicativo, número de Whatsapp ou outros meios. O atendimento, na maior parte das empresas, é realizado em português.

Como utilizar

Por exemplo: você teve um grande mal-estar depois de consumir um determinado alimento. Telefone para o seguro, informe o caso, onde você se encontra e o número do voucher. A equipe irá informar qual o hospital ou clínica mais próximo que poderá prestar o melhor atendimento para aquela situação. Ou poderá, dependendo do caso e do tipo de seguro, até enviar um médico até o hotel do viajante.

Reembolso

Em casos de extravio de bagagem, compra de medicamentos receitados pelo médico do seguro e outras situações, é possível pedir de volta o dinheiro gasto.

Atente apenas para o valor máximo estipulado no contrato. Se a despesa com atraso de voo foi de 350€ e o limite da apólice para estas situações é de 200€, o viajante deverá arcar com os 150 excedentes, do próprio bolso.

Para solicitar reembolso, é preciso reunir e enviar ao seguro toda a documentação que comprove o atendimento médico ou outras despesas. Os recibos, receitas médicas e faturas devem ser originais, detalhando os valores de cada item.

Veja também: 7 dicas para economizar na Europa e aproveitar ao máximo.

O atendimento do Seguro Viagem Europa é gratuito?

Depende do plano que você contratar e do momento em que o seguro foi acionado, mas no geral o seguro cobre todas as despesas médicas. Há duas situações:

  • O Seguro Viagem Europa pode funcionar como prestação de serviço – você se dirige a um estabelecimento da rede conveniada sem precisar pagar nada a mais por isso;
  • Ou oferece o reembolso das despesas – você paga o valor da despesa emergencial e a seguradora devolve o dinheiro gasto após o fim da viagem.

Se você ligou para o seguro e eles informaram para qual hospital se dirigir, normalmente ele faz parte de uma rede credenciada que não exigirá nenhum pagamento na hora.

No entanto, pode ser que o plano oriente o cliente a procurar atendimento por conta própria. Ou, em uma situação grave, o segurado esteve impossibilitado de entrar em contato com a seguradora e foi atendido. Neste caso, o viajante segue as orientações para pedido de reembolso.

seguro viagem França turista

Vai viajar para França? Descubra tudo o que você precisa saber para escolher o seu Seguro Viagem França.

Tipos de Seguro Viagem Europa: aventura, gestantes e idosos

Você sabia que existem diversos tipos de seguros com coberturas diferenciadas? Isso mesmo. Viajantes com estes perfis – gestantes, idosos ou em busca de turismo de aventura – podem (e devem) contratar planos que atendam a suas necessidades específicas.

Turismo de aventura

Acampar, fazer trilha, mochilão ou esportes que ofereçam risco – esqui, surf, paraquedas, mergulho e outros. Todas essas escolhas exigem uma proteção extra.

Alguns tipos de Seguro Viagem Europa garantem despesas médicas e hospitalares decorrentes da prática de esportes. Outros exigem a contratação de um seguro específico ou de uma cobertura adicional para quem vai fazer esportes de alto risco ou atividades como acampamento.

Mesmo que estes extras custem caro, vale a pena contratar se for o seu caso. Normalmente, são os seguros com a palavra Sports no nome do plano.

Gestantes

Muitos planos de Seguro Viagem Europa já incluem uma cobertura básica de despesas médicas e hospitalares para gestantes e nem sempre custam mais caro. Aqui a atenção é para os limites que eles colocam em relação às semanas de gestação e à idade da mãe. Algumas apólices esclarecem que a cobertura vai até a 30ª semana e a grávida pode ter no máximo 40 anos, por exemplo.

Nos contratos, é claramente sinalizado se há cobertura de despesas médico-hospitalares para gestantes, com o valor máximo que pode ser reembolsado. Às vezes, é uma quantia menor que o estipulado para as despesas médicas totais.

Vale ler com cuidado a apólice e checar o que de fato é coberto. Há planos que sequer aceitam gestantes e outros bastante completos, que cobrem parto e até a hospitalização da mãe e do bebê por até 30 dias, em caso de complicação durante a viagem.

Dependendo do contexto, vale considerar uma cobertura adicional do Seguro Viagem Europa ou planos especiais para este perfil de viajante.

Idosos

Cada vez mais, as seguradoras investem em seguros de viagem específicos para idosos, que compõem uma fatia importante no mercado de viagens. Para este perfil, o Seguro Viagem Europa deve contar com limites maiores de reembolso para compra de medicamentos, atendimentos hospitalares especiais, sessões de fisioterapia e cobertura de doenças e condições preexistentes.

Um ponto importante é analisar os valores dos seguros. A partir de 65 anos, alguns planos passam a custar mais caro, com acréscimo médio de 50% no preço quando comparado ao oferecido para um viajante mais jovem. Afinal, considera-se que a possibilidade de acionar o seguro seja maior para um idoso.

Também há seguradoras que trabalham com uma idade limite para utilização do serviço. Algumas atendem clientes de até 75 anos; mas há várias empresas que estendem esta faixa etária e atendem de 0 a 120 anos – isso mesmo.

seguro viagem europa

Confira tudo sobre Seguro Viagem Itália: como escolher e quanto custa.

Coberturas do Seguro Viagem Europa

Já comentamos que o Seguro Viagem Europa, mesmo nos países em que não é obrigatório, é um dos itens mais importantes para garantir sua proteção e solucionar vários problemas.

Se for possível, contrate um Seguro Viagem Europa completo. A seguir, repare que ele oferece auxílios dos mais variados, desde coberturas ligadas a emergências de saúde até benefícios que podem ser acionados em outros momentos da viagem.

Um Seguro Viagem Europa completo pode conter os seguintes benefícios:

  • Reembolso de despesas médicas e hospitalares até o limite contratado;
  • Atendimento emergencial 24h;
  • Central de atendimento em português 24h;
  • Reembolso das despesas com medicamentos;
  • Visita ao segurado hospitalizado;
  • Fisioterapia;
  • Organização do traslado para a consulta médica;
  • Acompanhante (em caso de hospitalização prolongada);
  • Hospedagem após alta hospitalar;
  • Repatriação médica (caso o segurado precise retornar ao Brasil devido a um acidente ou doença) e repatriação funerária (em caso de falecimento);
  • Indenização em caso de invalidez total ou permanente;
  • Indenização em caso de falecimento do segurado;
  • Cancelamento da viagem;
  • Garantia de viagem de regresso;
  • Regresso de menor ou idoso desacompanhado;
  • Acompanhamento da localização de bagagem extraviada;
  • Indenização por perda ou extravio de bagagem;
  • Atraso de bagagem para voos de ida;
  • Assistência em caso de perda de documentos.

Isso só para ficar em alguns itens, pois há muitos planos de Seguro Viagem Europa que incluem cerca de 35 benefícios ao viajante.

Descubra a diferença entre seguro de saúde e seguro viagem e como escolher o melhor.

Quanto custa um Seguro Viagem Europa?

A partir de R$10 por dia de viagem, por pessoa, já é possível contratar um bom Seguro Viagem Europa. Os planos mais caros podem chegar a R$90 por dia.

Quando avaliamos o custo de um tratamento de saúde na Europa, concluímos que o investimento em um seguro viagem, mesmo que seja um mais simples, vale a pena.

Imagine que uma simples extração de dente em Portugal pode chegar a 400€, um parto normal na Espanha fica em 2000€ e uma cirurgia de apêndice na Suíça ultrapassa os 6000€. Convertendo em reais, são custos altos e que poderiam ser facilmente evitados com a contratação de um Seguro Viagem Europa.

Planos

Para que você tenha uma base, veja a cotação de um Seguro Viagem Europa para 10 dias. Utilizamos o nosso comparador de seguro viagem e escolhemos os planos que atendem às exigências do Tratado de Schengen, indicados com melhor custo-benefício:

Esta cotação foi realizada em agosto de 2019 e não aplicamos qualquer desconto.

Travel Ace 40 Especial Internacional Assist Card 35 Europa + Telemedicina ITA 60 Smart Inter Affinity 60
Despesas médico-hospitalares USD40 mil EUR35 mil USD60 mil USD60 mil
Seguro Bagagem Extraviada USD1 mil complementar USD1 mil complementar USD1 mil complementar USD1 mil complementar
Diferencial Cobertura médica para gestante com até 40 anos de idade e 34 semanas de gravidez Cobertura para cancelamento total de viagem ou plus reason de USD500 Cobre até USD100 por danos à mala Cobertura odontológica de USD800
Preço para 10 dias de viagem R$103,60 (R$155,50 para maiores de 70 anos) R$123,10 (R$215,40 para maiores de 69 anos) R$124,10 R$135

Como escolher o Seguro Viagem Europa?

Existem muitas seguradoras e um número enorme de planos disponíveis. Assim, é necessário alinhar seu perfil e suas prioridades ao Seguro Viagem Europa. Sua escolha vai definir o valor que você irá pagar e deve considerar fatores como:

  • Quantos dias vai durar a viagem;
  • Os valores de cobertura que você deseja contratar;
  • Perfil do viajante (idosos, gestantes e pessoas com condições preexistentes eventualmente pagam mais);
  • Custos da saúde dos países visitados (compatíveis com o valor das despesas médicas hospitalares cobertas na apólice);
  • Atividades realizadas na viagem (se a intenção for praticar esportes radicais, o seguro pode custar mais caro);
  • Faixa de preço de cada seguradora, com variações que fazem a diferença no orçamento.

Por isso, nosso conselho é que você pesquise sempre qual plano contempla melhor suas necessidades, avalie a confiabilidade da empresa no mercado e leia com atenção todos os itens do contrato.

Outra sugestão é não focar apenas no preço – às vezes, o barato pode sair caro; ou uma empresa com um nome forte pode cobrar um valor maior sem oferecer o melhor serviço.

Como contratar

Há várias formas de adquirir o Seguro Viagem Europa. As mais comuns são a compra direta no site das empresas ou por meio dos comparadores de seguros viagem. Nos dois, basta inserir os dados de sua viagem e eles irão mostrar várias opções nos resultados.

Nossa recomendação é que você utilize o nosso comparador de seguro viagem. O motivo principal? Ele permite encontrar de forma mais rápida o plano mais adequado à sua necessidade e ao seu bolso.

Ele compara em dezenas de empresas confiáveis, lista os resultados de acordo com o melhor custo-benefício e mostra claramente o que cada um oferece. Além do mais, oferece preços mais vantajosos que os próprios sites das seguradoras e até das agências de seguro, porque realiza um grande volume de vendas.

Como economizar no Seguro Viagem Europa

O Seguros Promo é nosso parceiro e oferece seguros de viagens com excelente custo-benefício. Veja no site da Seguros Promo como contratar o seu, insira o nosso código EURODICAS5 (tudo junto e maiúsculo) na hora do pagamento e pague por boleto bancário. Assim, você consegue pagar menos 10% do valor do seu plano de seguro viagem.

Inspire-se no nosso top 10 de cidades mais bonitas da Europa e boa viagem!

COMPARTILHE
Autor

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.