Salamanca: guia de visita à cidade Patrimônio da Humanidade

Visitar Espanha  / 

Uma das cidades mais ricas da Espanha em termo de monumentos históricos, Salamanca pode ser considerada um verdadeiro museu a céu aberto, o que lhe concedeu o título de Patrimônio da Humanidade declarado pela UNESCO.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

A diversidade da população e os estudantes universitários acabam por proporcionar um ambiente alegre e descontraído, que fará da sua visita ainda mais interessante. A gastronomia, rica em produtos artesanais e ao mesmo tempo com pratos bem elaborados, também é um ponto que merece destaque.

Apelidada como La Dorada, Salamanca fica ainda mais incrível ao entardecer, quando a luz do sol reflete sobre a cidade, evidenciado seu tom dourado.

Onde fica Salamanca?

Fica próximo a Madrid, mais especificamente a 214 km da capital espanhola. E bem pertinho de Portugal – cerca de 160 km de Guarda, município onde se encontra a Serra da Estrela, e a 350 km do Porto.

Como chegar?

Não é difícil de chegar até Salamanca. O aeroporto internacional mais próximo é o Barajas, em Madrid. Da capital espanhola, poderá ir de carro pegando a estrada A-50; de ônibus pela empresa Avanza Bus; ou de trem pela empresa Renfe. Tanto o ônibus, quanto o trem têm horários frequentes. A viagem de Madrid até Salamanca dura, em média, 2 horas.

Em Portugal, saindo do Porto, poderá ir de carro pelas estradas A-25 ou A-62. De ônibus, a empresa responsável pelo trajeto é a Alsa. Não existe nenhuma linha de trem para esse trajeto. A viagem dura em média 3 horas (de carro) e 6 horas (de ônibus).

Salamanca também possui aeroporto, no entanto, ele não opera voos internacionais. É possível pegar o voo de outras cidades da Europa para ele, mas geralmente não são as melhores opções, pois os voos costumam ter um preço bem alto. As principais vias aéreas que operam no aeroporto de Salamanca (SLM) são a Air Europa e Iberia.

Clima de Salamanca

A cidade espanhola tem um clima mediterrâneo, que é bem característico nessa região da Europa, pegando a Espanha, Portugal, Itália, Grécia, entre outros.

O verão costuma ser muito quente e seco, chegando a ultrapassar os 30 graus. Já o inverno é frio e chuvoso, chegando a zero grau ou até mesmo temperaturas abaixo disso. Portanto, se for visitar no verão, roupas leves e protetor solar são indispensáveis na mala. Agora se pretende visitá-la no inverno, prepare-se!

Quando visitar?

A melhor época para visitar é no verão. Com o clima quente e o sol forte refletindo o tom dourado da cidade, Salamanca fique ainda mais bonita e surpreendente. E com uma luz incrivelmente natural, eu garanto que as fotos da viagem vão ficar incríveis.

Durante essa época, a cidade ainda recebe muitos estudantes estrangeiros que vão em busca dos cursos de verão e de língua castelhana oferecidos pela Universidade de Salamanca.

Veja também nosso guia sobre a região sul da Espanha.

Um pouquinho da história

Salamanca guarda um baú de acontecimentos. Durante sua viagem vai conseguir passar por vários lugares que estão marcados na memória da cidade. Para explicar um pouquinho dessa história, vamos precisar viajar no tempo.

No século III a.C, os romanos ocupavam a cidade e utilizavam o Rio Tormes para desenvolver o comércio. Inclusive, a Puente Mayor del Tormes ou Ponte Romano, que se tornou um ponto turístico, foi construída nessa época. Os romanos a ocuparam até a queda do Império, em 476 d.C.

Após a Conquista Árabe, em 726, a cidade passou a ser ocupada por muçulmanos. Desde então, Salamanca passou a ser palco de confrontos constantes entre muçulmanos e cristãos.

Após inúmeros confrontos, já nos séculos X a XIII, os Cristãos conquistaram a cidade, e começaram um processo de repovoamento com portugueses, castelhanos, judeus e outros povos. Foi nessa época que a Catedral Velha e a Escola Geral – e que depois passaria a se chamar Universidade de Salamanca – foram construídas.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

A cidade viveu um grande crescimento econômico e cultural devido à importância adquirida por sua universidade entre os séculos XVI e XVIII. Nessa época, foi construída a Catedral Nova e a Plaza Mayor em estilo barroco.

Já nos dias atuais, Salamanca ganhou o título de Capital Europeia da Cultura em 2012.

Salamanca, na Espanha

O que visitar em Salamanca?

A cidade tem inúmeros pontos turísticos, destacamos cinco deles para você:

Casa das Conchas

Uma das atrações mais populares. A Casa das Conchas é um palácio que mistura arquitetura gótica com renascentista, e possui mais de 300 conchas na sua fachada exterior.

Não se sabe ao certo o porquê das conchas, já que Salamanca não tem mar. Alguns historiadores dizem que D. Rodrigo Arias Maldonado, cavaleiro da Ordem de Santiago e dono do palácio, as colocou como prova de amor à sua esposa. A Casa das Conchas abriga uma biblioteca pública e uma sala de exposições.

Catedrais

São duas. A Velha data o século XIII, e a Nova data o século XVI. Para conhecer a Velha é preciso passar por dentro da Nova, pois ao contrário do que se fazia antigamente – derrubavam a igreja antiga para construir uma nova -, em Salamanca as duas foram construídas lado a lado.

As torres das Catedrais são abertas para visitação. São 110 metros de altura e o percurso passa por uma exposição que documenta a construção de Ieronimus – nome dado às torres.

Plaza Mayor

Uma das praças mais bonitas da Espanha, e poderia dizer que da Europa também. Sua arquitetura barroca conta com 88 arcos e diversos medalhões com efígies. Um dos locais mais animados de Salamanca, onde acontecem shows, feiras de livros, entre outros eventos culturais. Além disso, é um ótimo lugar para encontrar restaurantes e comer umas tapas.

Torres da Clerezia

Uma das vistas mais bonitas da cidade. Do alto das torres barrocas é possível contemplar toda a arquitetura de Salamanca. Além disso, a atração conta com três salas de visita, onde estão expostos os retratos da família real e a documentação das etapas de construção das torres.

Universidade de Salamanca

Ter uma universidade como ponto turístico pode soar um pouco estranho, mas na Europa isso é bem comum. Afinal, muitas delas construções extremamente antigas. A Universidade de Salamanca foi fundada em 1218, pelo rei Leão Afonso IX, sendo a mais antiga da Espanha e a quarta mais antiga da Europa.

A biblioteca da universidade guarda manuscritos e incunábulos – livro impresso nos primeiros tempos da imprensa – que possuem um valor imensurável para a história. No pátio da Universidade, é possível ver o céu de Salamanca, o que significa que antigamente havia ensino sobre a astrologia.

Outros pontos turísticos que valem a pena conhecer são:

  • Convento das Dueñas;
  • Convento das Úrsulas;
  • Convento de San Esteban;
  • Palácio de Anaya;
  • Ponte Romano;
  • Museu de Art Nouveau Art Decó;
  • Todas as 23 igrejas de Salamanca.

Descubra um roteiro pela Espanha: 15 dias de paisagens, monumentos e gastronomia.

Onde ficar em Salamanca

Existem vários hotéis para se hospedar em Salamanca e com preços bem variados. Em uma cotação no Booking realizada para um casal durante o um final de semana de julho (alta temporada), verificamos que as tarifas vão de 60€ a 220€.

Dica: está planejando viajar para Espanha? É importante saber que é obrigatório ter um seguro viagem. Faça uma cotação no nosso comparador de seguro viagem e descubra qual o melhor e mais barato para você. Confira todos os detalhes sobre o Seguro Viagem Espanha.

Morar em Salamanca

Além da tradicional Universidade de Salamanca, que é pública, há também a Universidade Pontifícia, que juntas, somam mais de 32 mil alunos. Podemos dizer que Salamanca é uma cidade universitária. A excelência no ensino da língua castelhana tem atraído cada vez mais estudantes estrangeiros, que só têm elogios quando o assunto é morar e estudar na cidade.

Já para quem deseja trabalhar é necessário avaliar bem, pois a economia da cidade gira muito entorno da Universidade. Portanto, Salamanca pode não ser tão atrativa para quem busca uma experiência profissional.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Lívia Tostes é jornalista e vive em Portugal, onde cursa o Mestrado em Comunicação Política pela Universidade do Porto. É apaixonada por gastronomia, fotografia e cinema - especialmente o cinema brasileiro. Viajar sozinha para conhecer novas culturas é seu hobby favorito.