Castelo de Bran: saiba tudo sobre o famoso Castelo do Drácula

Viajar pela Europa  / 

Conhecido popularmente como Castelo do Drácula, o Castelo de Bran é o monumento mais popular da Romênia. Quer saber tudo sobre esse lendário ponto turístico? Então confira este artigo!

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Informações sobre o Castelo de Bran

Endereço: General Traian Mosoiu, nr. 24, 507025 Bran – Romênia

Horário: alta temporada (de 1 de abril a 30 de setembro): segundas-feiras, de 12h às 18h e de terça a domingo, das 9h às 18h / baixa temporada (de 1 de outubro a 31 de março): segunda-feira, de 12h às 16h e de terça a domingo, das 9h às 16h

Como chegar: excursão organizada ou veículo privado

Ingresso:
Adultos: 40Lei (8,5€);
Idosos (65+): 30Lei (6,5€);
Estudantes: 25Lei (5,5€);
Crianças: 10Lei (2€);
Grupos escolares (> 20pax): 5Lei (1€);
Entrada gratuita para pessoas com deficiência e/ou institucionalizados e crianças menores de 7 anos de idade.
[Comprar online]

História do Castelo de Bran

O Castelo de Bran foi construído entre 1377 e 1388. O importante monumento nacional romeno serviu de inspiração para o famoso escritor Bram Stoker para a criação de um dos filmes mais populares de todos os tempos: Drácula.

Durante anos, o local serviu como um centro comercial, por estar situado na fronteira entre a Transilvânia e a Valáquia, e ser uma fortaleza. Foi atacado várias vezes até que começou a perder importância no século XIX, devido à destruição e à mudança estratégica das fronteiras romenas.

Com a unificação da Romênia, em 1920, Bran se tornou uma das residências oficiais, um presente do povo de Brasov para a Rainha Maria da Romênia, que a restaurou e providenciou para ser usada como residência da família real. Em 1956, passou ao poder dos comunistas e se tornou um museu.

Castelo de Bran interno

Em 2009, o castelo voltou a entrar na posse de seus herdeiros legais, o arquiduque Dominic, a arquiduquesa Maria Magdalena e a arquiduquesa Elisabeth.

Atualmente, o castelo possui aproximadamente 60 quartos, conectados por passagens e escadas, com muita arte, decoração e armas da realeza.

O Castelo de Bran está entre os castelos mais bonitos da Europa. Confira nosso artigo e saiba os outros que entraram na lista.

O que ver no Castelo de Bran

  • Estreitos corredores do castelo e diferentes cômodos;
  • Peças de mobiliário medieval;
  • Sala dedicada à lenda de Vlad, o Empalador, e ao mito de Drácula;
  • Sala dedicada aos imaginativos instrumentos de tortura que estavam na moda na época;
  • Pátio central onde eram feitos os julgamentos contra os acusados de heresia;
  • Loggia da rainha no 3º andar com vista para o pátio;
  • Terraço no 4º andar com uma visão espetacular da parte Sothern do complexo e das montanhas no horizonte;
  • Quarto do guarda;
  • Apartamento da rainha e apartamento do rei;
  • Escritório do Catellan;
  • Sala de música;
  • Apartamentos da Princesa Ileana e do Príncipe Nicolae;
  • Túnel do tempo;
  • Restaurante do Castelo, aberto na Casa de Chá da Rainha Marie.

Onde fica

O Castelo de Bran fica no seguinte endereço: Str. General Traian Mosoiu, nr. 24, Bran, Romênia, na entrada da passagem Rucăr – Bran, na estrada que liga Braşov a Câmpulung, dominada pelos picos das montanhas Bucegi e Piatra Craiului.

Bran fica a menos de 30 km de Brasov, quando segue a rota nacional 73, que sai de Brasov por seu extremo oeste, através do distrito de Bartolomeu. A distância para Bucareste é menor que 200 km.

Confira sua localização no mapa.

Como chegar ao Castelo de Bran

As melhores formas para chegar ao Castelo de Bran são de excursão ou de veículo próprio, partindo de Bucareste até Bran (rota DN1 / E60 160 km, cerca de 2 horas e meia de viagem).

Acesse o comparador de preços RentCars e verifique as condições para locação.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Mas é possível chegar até Brasov também de trem (cerca de 3 horas e meia de viagem, partindo de Bucareste até Brasov) e de ônibus – terminal rodoviário nº2 Brasov oferece viagens regulares entre Brasov e Bran – Moeciu e ida e volta, com partidas a cada 30 minutos e a cada hora nos fins de semana (tempo de viagem: cerca de 45 minutos).

Clique no site oficial do Castelo para ver detalhadamente como chegar ao Castelo de Bran.

Ingressos para o Castelo de Bran

Os ingressos para o Castelo de Bran variam de acordo com o público:

  • Adultos: 40Lei (8,5€);
  • Idosos (65+): 30Lei (6,5€), quando apresentarem sua identidade;
  • Estudantes: 25Lei (5,5€);
  • Crianças: 10Lei (2€);
  • Grupos escolares (mais de 20 pessoas): 5Lei (1€);
  • Entrada gratuita para pessoas com deficiência e/ou institucionalizados e crianças menores de 7 anos de idade.

Obs.: a identificação do aluno é necessária para obter o desconto de criança ou aluno.

Você pode adquiri-los no local ou antecipadamente, pelo site do Castelo de Bran ou pelo Get Your Guide.

Nessa última opção, totalmente em português, você pode adquirir entradas para visitar o Castelo de Bran sem fila. Os ingressos custam a partir de 106,62 lei (22€) e dão direito a um guia de áudio.

Também pode optar por uma visita guiada ao Castelo de Bran, em que você vai aprender sobre a incrível história do edifício. A partir de 130,86 lei (27€).

Para tornar sua visita mais cômoda, você pode ainda fazer uma excursão de um dia ao Castelo de Bran saindo de Bucareste. Por 321,61 lei (66,36€), você conhece o Castelo de Bran, o Castelo de Peles, a cidade medieval de Brasov e as belas paisagens da Transilvânia.

Horário de funcionamento

A atração está aberta para visitação nos seguintes dias e horários:

  • Alta temporada (de 1 de abril a 30 de setembro): segundas-feiras, de 12h00 às 18h00 e de terça a domingo, das 9h às 18h;
  • Baixa temporada (de 1 de outubro a 31 de março): segunda-feira, de 12h00 às 16h00 e de terça a domingo, das 9h às 16h.

Dicas locais e curiosidades sobre o Castelo de Bran

Dicas

1. Além da visita ao Castelo de Bran, veja também o Museu Etnográfico ao ar livre nos arredores, com uma pequena vila construída em estilo medieval, depois da entrada nos domínios de Bran;

2. Opte por chegar ao Castelo de Bran de carro ou de excursão. Assim, você otimiza melhor seu tempo de passeio e conhece outros lugares no mesmo dia;

3. Compre seu ingresso com antecedência. Por ser a principal atração turística da Romênia, você pode enfrentar filas na porta, principalmente na alta temporada;

4. Não deixe de tomar um café no restaurante do Castelo; vale a pena;

5. Se possível, chegue cedo ao local e aproveite para tirar lindas fotos;

6. Reserve, pelo menos, duas horas para a visita;

7. Percorra os corredores, salões, assista aos vídeos e leia os murais, que contam as histórias dos vampiros;

8. Prepare-se para as escadarias;

9. Não entre para ver os instrumentos de tortura, se não tiver estômago para isso.

Cidades da Europa mais baratas para viajar: confira nosso top 15.

Curiosidades

1. O Castelo de Bran é conhecido como Castelo do Drácula pelo famoso livro do escritor irlandês Bram Stoker. O Drácula, personagem de Bram Stoker, é um conde que mora em um castelo no alto de um vale, fixado em uma rocha, com um rio abaixo e situado no Principado da Transilvânia. Esse castelo é o único em toda a Transilvânia que se encaixa na descrição feita por Stoker;

2. Bram Stoker nunca visitou o Castelo de Bran. Para descrevê-lo no livro, se baseou somente em relatos;

3. O endereço nunca foi residência oficial de Vlad III. Este possuía como refúgio a fortaleza de Poenari, localizada em Arefu, vilarejo a aproximadamente 125 quilômetros de Bran;

4. Não existem registros históricos que comprovem que Vlad tenha pisado no Castelo de Bran. Mas diz-se que em 1942, após ser capturado pelo exército do rei húngaro Matei Corvin, Vlad tenha sido prisioneiro no castelo por aproximadamente dois meses;

5. Existiu um Drácula de verdade, mas ele não era um vampiro. Bram Stoker se inspirou em Vlad Tepes, (Vlad, o Empalador), mas seu nome verdadeiro era “Vlad III, filho do Dragão”, para criar o personagem que bebia sangue das pessoas. Vlad Tepes foi Príncipe da Valáquia, região romena, e filho de Dracul (demônio, em romeno). Também em romeno, “son of Dracul”, ou filho do demônio, significa Drácula. Daí o nome do personagem;

6. Atualmente, cerca de 700 mil turistas visitam o local ao ano.

Sabe mais alguma curiosidade sobre o Castelo de Bran? Conte pra gente!

Confira o que fazer na Romênia e encante-se.

O que ver por perto

Você pode aproveitar o dia de visita ao Castelo de Bran para visitar lugares, como:

  • Transilvânia (vulcões e castelos);
  • Bran, a vila da Lenda do Drácula;
  • Cidade de Rasnov, entre Bran e Brasov, com centrinho e casas coloridas;
  • Feldioara, com um forte usado por cavaleiros teutônicos, recém-restaurado;
  • Lar do Castelo de Peles.

Gostou de saber sobre o Castelo de Bran e quer programar sua viagem para a Romênia? Então não se esqueça de contratar seu seguro viagem Europa!

Já sabemos que quando o assunto é seguro viagem, ofertas não faltam. A melhor forma de escolher é fazer uma cotação online. O nosso comparador de seguro viagem vai ajudá-lo a encontrar o melhor seguro de viagem ao melhor preço.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.