Seja você viajante de primeira viagem ou um turista experiente, é sempre bom estar por dentro de tudo, não é mesmo? Para isso juntamos neste artigo 26 dicas para viajar de avião. É uma leitura mais que obrigatória para quem quer dicas imperdíveis, desde orientações para compra da passagem aérea até macetes para aproveitar melhor seu voo.

Organize agora mesmo seus preparativos para a viagem e tenha uma ótima leitura!

Dicas pré-viagem de avião

Uma das primeiras dicas para viajar de avião é fazer uma boa pesquisa antes de comprar a passagem aérea. Confira a seguir como fazer para conseguir o melhor custo-benefício e garantir que tudo saia conforme o planejado.

1. Compra de passagem aérea

Para comprar passagens aéreas, você pode optar por agências de turismo e até mesmo comprar em sites das companhias aéreas. Porém, o melhor maneira de pesquisar e comprar com o maior custo-benefício é acessando sites específicos de busca.

Um deles é o buscador Vai de Promo, site que oferece opções de voo, exibindo preços, companhias aéreas, classes (econômica, business ou 1ª classe), entre outras especificações.

Ao acessar o Vai de Promo, basta inserir a origem e o destino, as datas de ida e de volta e realizar sua busca. Nos resultados oferecidos, você terá a opção de selecionar por voos diretos ou com até uma escala, além de outras variáveis, como: preferência por voo que inclua bagagem de porão e de mão (ou apenas de mão); a classe do seu assento; a faixa de horário desejada (manhã, tarde, noite), entre outros interesses.

Depois que selecionar o voo desejado, você deve inserir seus dados pessoais e a forma de pagamento. Por fim, sua compra será confirmada e você receberá todas as informações da transação e detalhes da viagem via e-mail.

2. Escolha do assento

Uma das dicas para viajar de avião mais importantes é que nas companhias aéreas que operam voos internacionais, é possível escolher assentos com antecedência. Ao pagar uma taxa adicional por este serviço, você pode garantir o lugar que deseja viajar.

Essa taxa varia para cada empresa aérea e o pagamento é feito durante ou após a compra do bilhete aéreo.

Ao garantir o assento de sua preferência, como na janela ou no corredor, a reserva de lugar também é uma forma de organizar suas viagens em dupla ou em grupo, garantindo que todos estejam próximos uns dos outros nos voos.

Assim que se fecha a compra da passagem, é possível reservar o assento. Quanto antes você o fizer, mais opções terá. Uma dica é usar o SeatGuru, ele reúne a avaliação de milhares de viajantes sobre cada poltrona nos aviões, assim, você escolhe o assento mais adequado para você e foge daquelas com avaliação ruim.

Para quem não quer gastar com esse serviço, é possível escolher os assentos restantes gratuitamente na hora do check-in, que pode ser feito pelo site ou aplicativo da companhia aérea, e presencialmente no guichê da empresa no aeroporto.

3. Informe se tem alguma restrição alimentar

Para aqueles que seguem dietas ou possuem restrições alimentares, é recomendado verificar se a companhia aérea oferece opções para atender as limitações dos passageiros – a maioria oferece.

Caso seja possível optar por refeições especiais, você deve fazê-lo com antecedência, acessando o site da companhia ou ligando para a mesma. Não há custo para solicitar suas refeições alternativas.

Eu, como vegetariana, já solicitei refeições restritas à minha dieta. Deu tudo certo e o preparo da refeição é bem cuidadoso para cada caso!

4. Escolha a mala correta

Uma das melhores dicas para viajar de avião é como escolher a mala certa.

Para isso, tenha em mente alguns requisitos, como a duração da viagem; as dimensões aceitas pela companhia aérea escolhida; o tipo de material da bagagem, a segurança que ela oferece, entre outros.

Dois homens jovens embarcando no avião, eles olham um para o outro e estão de casacos.
Consulte a sua companhia aérea para saber quais são as dimensões e peso aceitos para sua mala de mão

No Portal das Malas há uma grande variedade de malas e marcas e certamente sua bagagem ideal estará lá. Confira quais são alternativas e faça a melhor escolha:

  • Mala rígida ou flexível? Se você procura durabilidade e resistência, opte pela mala rígida. As de policarbonato são as melhores, porém o custo é alto. Já as de ABS possuem melhor custo-benefício. Se quiser uma mala mais versátil na organização de seus pertences, opte pela mala flexível de tecido;
  • Com cadeado ou sem cadeado? Em uma viagem internacional, opte por mala com cadeado embutido TSA. Esse tipo de cadeado foi desenvolvido exclusivamente para viagens e somente oficiais dos aeroportos podem abri-lo para vistoriar os itens da mala. Assim, sua mala ficará intacta, sem sinais de cortes ou arrombamentos;
  • Mala de mão ou de porão? Esta resposta depende de alguns fatores, como: se sua passagem inclui despache de mala ou somente mala de mão; quantos dias pretende viajar e se você é mais econômico ou não na hora de arrumar a mala.

Antes de adquirir malas novas, atente-se para as regras da companhia aérea escolhida sobre número de bagagens e as dimensões aceitas para cada tipo de mala.

5. Remédios para viajar

Para viajar com medicamentos, é necessário tomar alguns cuidados, principalmente em voos internacionais.

A dica principal é estar atento ao que carregará na mala de mão: os remédios em creme, spray, pomada, entre outras versões líquidas, são somente permitidos se cada embalagem tiver até 100 ml. Além desta regra, deve-se colocar todos os líquidos em sacos transparentes fechados para inspeção e segurança.

Quanto às pílulas e comprimidos dentro da bagagem de mão, a inspeção costuma ser mais tranquila, desde que a quantidade seja para uso pessoal. Caso seu medicamento em forma líquida ultrapasse o peso de 100 ml, o indicado é despachá-lo na sua mala de porão. O limite de peso no porão geralmente é de 500 g ou 500 ml para cada medicamento, não podendo ultrapassar 2 kg ou 2 L no total.

Normalmente não há necessidade de traduzir receitas médicas. No entanto, caso você tenha a receita de algum dos medicamentos, leve-a junto por garantia. Há exceção para passageiro diabético e usuário de insulina: é obrigatório carregar a receita médica para apresentar na inspeção da bagagem de mão.

Se você tiver alguma dúvida específica sobre algum medicamento, entre em contato com a companhia aérea contratada para que você possa ter tranquilidade e segurança ao levar seus remédios na viagem.

6. Faça o seguro viagem

Aqui vamos falar de uma das mais importantes dicas para viajar de avião: fazer um seguro viagem não é só altamente recomendado, como obrigatório para todos os países que compõem a União Europeia!

Isto significa que, se você não puder provar que possui um seguro viagem Europa, eles têm o direito de não lhe deixar entrar no país.

Para contratar a sua proteção, recomendamos o comparador Seguros Promo. No Seguros Promo você encontra o seguro que mais se encaixa no seu perfil e ainda garante um desconto na compra por ser nosso leitor. Para isso, insira na área de cupom EUDTURISMO5 e ganhe 5% de desconto na contratação do seguro viagem!

7. Prepare a sua documentação

Organizar seus documentos para apresentar na hora do embarque e na imigração é essencial. A seguir vamos listar todos que você deve levar na sua viagem para Europa.

  • Passaporte válido: o passaporte deve ter validade mínima de 3 meses após a data do regresso ao país de origem;
  • Visto: o visto é um documento exigido para quem pretende ficar mais de 90 dias na Europa. Também pode ser exigido em países europeus que não fazem parte do Tratado de Schengen;
  • Comprovante de hospedagem: seja impresso ou no celular, é importante ter em mãos as reservas dos hotéis do país que você irá visitar;
  • Passagens de ida e volta: assim como os comprovantes de hospedagem, é importante que você tenha suas passagens em mãos, seja impresso ou no celular;
  • Seguro viagem: o seguro viagem deve ser apresentado na imigração de cada país.

Se for sua primeira vez emitindo o passaporte ou se seu passaporte estiver com data perto da validade, organize-se para emiti-lo com bastante antecedência. A depender da época, a emissão de passaportes brasileiros pode levar mais tempo que o normal.

8. Vai viajar com seu pet?

Viajar com pet pode parecer complicado a princípio, mas ao tomar os devidos cuidados com a documentação e saúde do animal, pode ficar menos custoso.

No entanto, são processos muito demorados e burocráticos, por isso se planeje bem para levar seu bichinho com você na sua viagem!

Uma mulher jovem, dentro do avião, de cabelos coloridos, sorri para seu cachorro que está em seu colo, dentro de uma mala.
Dicas para viajar de avião: leva 4 meses ou mais para ter autorização para viajar com seu pet

Uma das dicas para viajar de avião com seu pet é que existem empresas especializadas para tais exigências, tanto para turismo quanto para mudança para o exterior, poupando e oferecendo mais conforto nesse processo, tanto para o tutor, quanto para o pet.

Mas para aqueles que irão fazer tudo por contra própria, fizemos um checklist para que seu pet possa desembarcar tranquilamente nos países da União Europeia, Irlanda do Norte, Noruega e Suíça.

Dicas para viajar de avião com cães e gatos para a União Europeia, Irlanda do Norte, Noruega e Suíça

Para levar seu cão ou gato para esses países, o mínimo de tempo para esta preparação é entre 4 e 6 meses. Confira os passos:

  1. Microchipagem: seu animal de estimação deve ser microchipado com chip nos padrões ISO 11784 ou ISO 11785. O médico veterinário particular deve emitir um comprovante carimbado e assinado, com a data de aplicação do microchip;
  2. Vacinação antirrábica: é exigido o comprovante da vacinação antirrábica atual do seu animal. A vacina deve ter data posterior ao da microchipagem;
  3. Coleta de amostra para sorologia: deve-se colher amostra para sorologia animal e enviar para um dos laboratórios brasileiros aprovados pela União Europeia. A coleta deve ser feita 30 dias depois da vacinação antirrábica;
  4. Certificado Veterinário Internacional (CVI): após 3 meses da coleta para sorologia, e em posse de todos os documentos acima, o tutor pode solicitar gratuitamente o CVI (também conhecido por CZI – Certificado Zoossanitário Internacional) pelo site do Ministério da Agricultura e Pecuária. São 72 horas para o certificado ser emitido e ele deve ser impresso para ser levado ao embarque. O CVI é válido por 10 dias para ingresso na Europa e por 60 dias para retorno ao Brasil (a partir da data de emissão).

Além do CVI, tenha em mãos a carteira de vacinação do animal e atestado do veterinário com a confirmação de que seu animal pode viajar, emitido no máximo 7 dias antes do embarque.

No vídeo a seguir, a youtuber Sara Dias conta como conseguiu entrar na Europa com sua pet Kiara:

Para aqueles que pretendem desembarcar nos países da Grã-Bretanha, Ilhas do Canal e Ilha de Man, recomendamos que visite o site do Ministério da Agricultura e Pecuária para verificar as exigências.

Além disso, saiba que cada companhia aérea tem suas próprias regras em transporte de animais. O que você precisa saber:

  • O limite de animais por passageiro (geralmente são até dois);
  • Qual tipo de caixa de transporte usar (estrutura e dimensões podem ser específicas);
  • Qual o peso limite para transportar o animal na cabine (geralmente até 8 kg, somando o peso do animal e o da caixa).

Dicas para o dia de viajar de avião

Chegou o grande dia e as dicas para viajar de avião aqui são muitas. Seja um profissional na arte de voar conferindo todas as orientações que separamos para você!

9. Faça o check-in com antecedência

É recomendado fazer o check-in com antecedência pela internet para economizar tempo e evitar filas. Com o check-in feito, você também evita o overbooking, um erro comum das companhias aéreas.

Ao fazer o check-in, você será alertado em casos de alteração, cancelamento ou reagendamento do voo. Além disso, você poderá escolher o assento com antecedência.

Informe-se com a companhia aérea quando estará liberado o check-in online do seu voo e faça-o o quanto antes. É um grande benefício para o viajante e fará com que sua experiência de voo seja ainda mais confortável.

10. Chegue cedo ao aeroporto

Costumo dizer que prefiro perder tempo no aeroporto do que tentar chegar na hora prevista, pois as chances de dar errado são grandes!

Mesmo que você tenha feito seu check-in online, mesmo que não vá despachar mala, não importa: chegue cedo e tenha uma experiência mais tranquila, sem corre-corre.

Uma das melhores dicas para viajar de avião é que os aeroportos internacionais geralmente possuem salas vips na área de embarque, o que está ficando cada vez mais acessível para muitos passageiros. Esses espaços costumam oferecer lugares para relaxar, snacks, bebidas e refeições, sendo ótimos locais para “matar” o tempo.

Se você não tiver acesso a essas salas, pode encontrar um lugar para sentar no aeroporto, tomar um café ou comer em restaurantes… as opções são inúmeras para quem previne ao invés de remediar, ou seja, para aqueles que chegam mais cedo para viajar!

11. Etiquetas e cadeados nas bagagens

Segurança nunca é demais. E quando falamos de bagagens, isso inclui etiqueta de identificação e cadeados.

Facilmente você pode encontrar tags de identificação de mala em lojas de malas de viagem. Anote na tag seu nome, endereço, número de celular e e-mail para ser localizado em caso de eventuais extravios.

Quando for escolher um cadeado para proteger sua mala, prefira os do padrão internacional TSA. Esse tipo de cadeado foi desenvolvido exclusivamente para viagens e somente oficiais dos aeroportos podem abri-lo para vistoriar os itens da mala. Assim, sua mala ficará intacta, sem sinais de cortes ou arrombamentos.

12. Documentos na bagagem de item pessoal

Guardar bem os documentos que você irá levar para Europa – ou o destino que for –, é essencial para sua própria segurança.

Por isso, uma das mais importantes dicas para viajar de avião é que você coloque seus documentos protegidos em uma bolsa, mochila, pochete ou doleira, com acesso difícil para que terceiros não possam extraviá-los.

Não coloque jamais seus documentos e papéis impressos importantes na bagagem de mão! Se sua mala for escolhida para ser despachada, você ficará sem documentos e terá grandes problemas na imigração.

12. Roupas confortáveis para viajar

Sou do time “aerolook” bem confortável, ainda mais quando se trata de viagem para a Europa, o que significa passar muitas horas dentro do avião.

Calça com tecido mole ou legging, abrigo de moletom. camiseta e tênis compõem o meu estilo de roupa para viajar. Dentro da mochila, levo um chinelo de dedo e troco o tênis por ele dentro do avião.

Se você é uma pessoa que gosta de andar na moda, conforto não quer dizer roupas feias e sem graça. Faça suas combinações de acordo com seu estilo!

13. Evite uso de objetos de metal

O raio-x do aeroporto é implacável com peças de metal. Para evitar perder tempo com apitos e revistas corporais, uma das dicas para viajar de avião é não usar objetos de metal como cintos, brincos e colares na sua viagem.

14. Líquidos em embalagens de transparentes

Para levar líquidos em sua mala de mão, as embalagens não devem ultrapassar o volume de 100 ml cada e devem ser armazenadas em embalagens transparentes, como sacos da marca Ziploc.

Caso não estejam dentro desse padrão, você pode ficar sem seus produtos líquidos. Por isso, é necessário seguir essas normas, principalmente para voos internacionais.

15. Itens para deixar a viagem confortável

Um voo do Brasil para a Europa é cansativo, não vamos negar. Isso quando não há conexões, o que estende ainda mais o tempo de percurso.

Por isso, separamos algumas dicas para viajar de avião da maneira mais confortável. Confira a lista abaixo:

  • Almofada de pescoço: item indispensável, principalmente para quem viaja de classe econômica. A almofada auxilia a acomodar pescoço e cabeça, ideal para tirar um soninho durante o voo;
  • Fone de ouvido: as empresas aéreas geralmente fornecem seus próprios fones de ouvido, porém a entrada deles é exclusivo para a mídia do avião. Por isso, levar seu próprio fone de ouvido é uma garantia para usar suas próprias mídias;
  • Protetor auricular: se os ruídos que existem em um voo incomodam, a saída é levar um protetor auricular para poder descansar melhor durante a viagem;
  • Máscara para dormir: junto com o protetor auricular, a máscara para olhos é excelente para te deixar mais relaxado e dormir melhor no voo!

Cabe aqui lembrar de um item importante para ter com você na viagem: uma caneta que funcione bem. Em alguns países o comissários de bordo, antes mesmo do avião pousar, dão formulários de entrada no país de destino, seja para entregar na alfândega e/ou imigração. Como isso é preenchido à mão, ter uma caneta é essencial!

Não sabe como se deslocar do aeroporto para a sua acomodação? Conheça as opções de transfer na Europa.

Dicas imprescindíveis durante o voo

Para quem viaja pela primeira vez ou até mesmo para quem está acostumado a voar, há dicas essenciais para viajar de avião durante o voo. Fique atento a todos os macetes e hacks para que você tenha o melhor voo (até agora)!

16. Atenção aos comunicados dos comissários de bordo

Uma das dicas para viajar de avião é prestar atenção aos comunicados dos comissários de bordo, desde às instruções iniciais quanto aos avisos por microfone.

Seja um passageiro gentil e obedeça aos pedidos dos comissários, seja quando pedem para subir o encosto ou afivelar o cinto de segurança, por exemplo.

Fique atento às instruções de segurança antes da partida, mesmo que já saiba de cor e salteado. Isso trará mais segurança a você e seus vizinhos de voo.

17. Atente-se às sinalizações

Acima dos assentos, normalmente existem sinalizações luminosas para alertar quando se deve afivelar o cinto e, também, alertar que é proibido fumar à bordo. Obedeça sempre essas sinalizações para garantir um voo seguro.

Próximo aos banheiros também existem sinalizações, indicando se o local está ocupado ou livre. Se estiver ocupado, basta esperar do lado de fora ou procurar outro banheiro que esteja livre.

18. Tente dormir

Descansar em voos longos como os do Brasil para os países da Europa é uma das dicas para viajar de avião. Ao tentar dormir na sua viagem, você estará mais descansado caso tenha planos de passear na cidade de destino naquele mesmo dia.

Vista lateral para uma mulher dormindo no avião.
Além de ajudar o tempo passar, dormir no voo é uma maneira de começar a adaptação ao novo fuso horário.

As horas dentro do avião se baseiam no horário local da cidade de destino. Aproveite já na ida para ir se acostumando com o fuso horário. Caso seja necessário fechar as janelas do avião para todos descansarem, tente dormir também.

19. Tenha educação com as pessoas ao redor

Tudo o que desejamos para um começo de férias (e também para o retorno delas) é paz! Por isso, contribua para que seus voos sejam um ambiente de civilidade e bom senso.

Ser cordial e nutrir o sentimento de comunidade pode ser contagiante e, convenhamos, é o mínimo que devemos oferecer para que nossos vizinhos de voo e os funcionários da companhia aérea se sintam confortáveis com a nossa presença.

Por ser um voo comercial e não particular, lembre-se daquela máxima que diz “a liberdade de cada um termina onde começa a liberdade do outro”.

Caso tenha algum incômodo com um vizinho de voo, chame um comissário de bordo para que ele sugira uma solução sem atrito entre os passageiros.

20. Dicas para viajar de avião se a fome bater

Se estiver com fome no avião e a próxima refeição demorar, você pode solicitar ao comissário de bordo algum lanche ou snack, funcionando da mesma forma para bebidas.

Uma dica boa é que algumas companhias aéreas também dispõem de lanches ou snacks livres na copa do avião para pegar quando quiser. Agora, se você pretende levar sua própria refeição ou lanche no voo, informe-se sobre as regras gerais e as da companhia aérea escolhida.

Dicas para lidar com o medo ao viajar de avião

É bem comum ter medo de voar, tanto que para este medo se tem um nome na medicina: aerofobia. Para lidar ou superar essa barreira e até, quem sabe, curtir esse momento da viagem, existem algumas dicas para viajar de avião. Confira abaixo.

21. Recorra à terapia

Procure ajuda profissional! A psicoterapia, entre outras terapias, é uma chave importante na superação de uma fobia, como o medo de avião. Há psicólogos especializados nesse tipo de comportamento e o tratamento deve ser iniciado a partir do momento que o paciente reconhecer que esta fobia está limitando sua vida e bem-estar.

22. Saiba mais sobre aviões

Uma dessas dicas é saber mais sobre aviões. Você sabia que estatisticamente voar é menos perigoso do que estar a bordo de um carro? Além disso, segundo dados da empresa Estat – Consultoria Estatística, “é mais provável ser atingido por um raio do que um avião cair” e “ser atacado por um cão também é muito mais possível” do que estar em um acidente aéreo fatal.

Segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), o risco de fatalidade na aviação em 2022 foi de 0,11, significando que, em média, seria necessário voar todos os dias durante 25.214 anos para sofrer um acidente com 100% de fatalidades.

23. Use protetores auriculares

Caso sua fobia esteja vinculada aos ruídos de turbina de avião, por exemplo, recorra à proteção de protetores auriculares.

24. Respire e medite

Praticar a meditação e respiração consciente é um grande escape para a maioria das pessoas que esteja passando por situações difíceis, como o medo de avião. Aprenda técnicas antes de viajar e use-as quando estiver no voo, mesmo antes de ter sintomas de medo ou pânico.

Esperamos que nossas dicas para viajar de avião tenham sido valiosas para a sua próxima viagem. Seja o seu primeiro voo ou mesmo seja um viajante experiente, reunimos aqui dicas essenciais para que sua jornada seja mais confortável e segura possível.

Senhores passageiros, por gentileza afivelem os cintos e tenham todos uma ótima viagem!