Estrasburgo: roteiro turístico na charmosa cidade francesa

Visitar França  / 

Capital da região de Alsácia, pertencente à França e próxima à fronteira com a Alemanha, Estrasburgo reúne o melhor dos dois países com toques medievais e a segunda maior população estudantil da França.

Ao longo da história, Strasbourg foi alvo de disputas entre o território alemão e francês, o que explica a forte influência das nações em todos os cantos da cidade.

Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil.


Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem. Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para a sua viagem.

FAZER COTAÇÃO »

Conheça Estrasburgo

A cidade foi incorporada ao Império Franco no século V e anexada à França em 1681, quando Louis XIV mandou destruir parte das fortificações da cidade para marcar a submissão ao poder real. Até então, Estrasburgo era livre e autônoma, pertencente ao Sacro Império Romano-Germânico. Foi nesse período que foram construídas as fortificações de Vauban, que incluíam uma proteção sobre o rio III face às Pontes Cobertas.

Essa barragem fazia parte do sistema de defesa da cidade e permitia inundar algumas áreas em caso de ataque. Hoje é um dos pontos de interesse de Estrasburgo mais belos, cuja varanda no último andar oferece uma vista das três torres refletidas no rio III e da Catedral.

Uma cidadela à sudeste, junto da Alemanha, também foi construída nesse período. Após a Guerra Franco-Prussiana, em 1871, Strasbourg foi anexada ao recém estabelecido Império Alemão, período que marcou o apogeu da dominação política e territorial da cidade.

conheca estrasburgo

O Palácio do Imperador (atual Palácio do Reino), o Parlamento da Alsácia-Lorrena e o Palácio Universitário datam desse período, assim como a planificação da extensão urbana.

Mas o Tratado de Versalhes, assinado após a Primeira Guerra Mundial em 1919, trouxe a cidade de volta para a França e, depois, novamente para a Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial, de 1940 a 1945.

Finalmente, no final da guerra, Estrasburgo voltou para França, país a qual pertence até hoje.

Que tal viajar de trem pela França? Veja quanto custa viajar de Ouigo, trem low cost.

O que fazer em Estrasburgo

A cidade pode ser dividida em três pontos principais, e todos valem a visita:

Grand Île

Ou Grande Ilha, que recebe esse nome por ser todo cercado pelo rio III.

É o centro urbano local e Patrimônio Mundial da UNESCO e concentra ruas estreitas, construções histórias e monumentos de vários períodos, como a estátua de Gutemberg, inventor da imprensa que viveu na cidade por dez anos, na praça de mesmo nome.

A Praça Kleber (ou Place Kleber) também está na Grand Île e é a principal praça pública de Estrasburgo, onde ocorrem grandes eventos culturais e esportivos. Na Praça Broglie, a alguns passos dali, ocorre o tradicional Mercado de Natal (ou Christkindelsmärik).

Petit France

O cartão de visita da cidade e, ironicamente, tem arquitetura predominantemente alemã. Fica entre os canais do rio III e reúne casas charmosas de enxaimel e ruas de paralelepípedos perfeitas para uma boa caminhada.

Os restaurantes mais tradicionais estão nesse bairro, com gastronomia alemã. Experimente chucrute, flambée pie, baeckeof e kougelhopf. Mas você também encontra locais que servem o famoso queijo francês Munster e vinhos da região, principalmente os brancos, com destaque para os Riesleings.

o que fazer em estrasburgo

Bairro europeu

Com edifícios da União Europeia, como o Conselho da Europeu, a Corte Europeia dos Direitos Humanos e até uma parte do Muro de Berlin.

Saiba quais são os documentos obrigatórios para viajar para a Europa

Receba grátis nosso CHECKLISTcom todos os documentos obrigatórios e outras dicas para viajar para a Europa com toda segurança e conforto.

RECEBER GRÁTIS »

Uma ótima forma de começar seu passeio por Strasbourg é fazer um passeio de barco pelos canais, com duração entre 45 minutos e uma hora e meia. Segundo o Quanto Custa Viajar, o custo médio é R$ 55 para adultos e R$ 32 para crianças.

Cidades perto de Paris: descubra 6 destinos que parecem sair de contos de fadas.

Pontos turísticos de Estrasburgo

Às margens do rio Reno, Strasbourg é uma cidade pequena, mas que oferece pontos turísticos belíssimos e marcantes.

Catedral de Estrasburgo (Cathédrale Notre Dame de Strasbourg)

O monumento mais famoso da cidade é uma catedral de arquitetura gótica e que reúne a maior torre do cristianismo, com 142 metros de altura, uma belíssima e enorme janela rosa na fachada principal e um relógio astronômico que, diariamente às 12h30, apresenta animações aos visitantes.

Além disso, após 332 degraus (haja fôlego!) você pode contemplar a cidade do telhado da catedral por uma vista privilegiadíssima. A entrada é gratuita e a praça ao redor é um ótimo ponto de interesse para quem busca cafés, restaurantes e lojas de souvenirs.

Aubette

Na Praça Kleber, um edifício de arenito rosa chama atenção. Construído por Jacques-François Blondel entre os anos de 1765 e 1772 e redecorado por Sophie Taeuber-Arp, Jean Arp & De Stijl e Theo van Doesburg, recebeu esse nome devido ao fato dos soldados de antigamente irem ao local todos os dias de manhã buscar suas ordens de serviço.

O trabalho de redecoração dos três artistas foi chamado de “Capela Sistina da Arte Abstrata”. A entrada é gratuita e você encontra mais informações pelo site.

Igrejas medievais

Não dá para falar de Strasbourg sem mencionar a arquitetura medieval presente nas igrejas, em especial:

  • Igreja de São Tomás, que abriga o túmulo barroco do Marechal da Saxônia;
  • Igreja de Saint-Pierre le Vieux, primeiro grande edifício cristão em Estrasburgo antes da Catedral;• Igreja de Saint Pierre le Jeune, com
  • belíssimos afrescos do século XIV;
  • Igreja de Saint Etienne, considerada monumento histórico da humanidade.

Além delas, você pode visitar a Igreja Protestante de São Paulo, em estilo neogótico. Todas têm entrada gratuita.

igrejas medievais em estrasburgo

Palais Rohan (Palácio Rohan)

Construído às margens do rio III em 1742 para servir de habitação à realeza, foi o lar de quatro príncipes da família Rohan. Também foi residência de cardeais e sede da prefeitura, e hoje abriga três museus:

Os valores da entrada e horários de funcionamento variam de museu para museu. O Palácio fecha às terças-feiras.

Belezas naturais na França: listamos as 10 paisagens de tirar o fôlego.

Cave des Hospices

Essa é uma atração imperdível e muito interessante! No bairro de Petite France fica a Cave des Hospices, uma adega com séculos de idade localizada no subsolo do hospital.

A cave data de 1395, quando o hospital aceitava terras com vinhedos ou vinhos como pagamento daqueles que não podia arcar com as despesas. Os monges carmelitas eram responsáveis arrendavam essas terras e recebiam como pagamento uma parte do vinho produzido.

É claro que os tempos mudaram e não fazia mais sentido um hospital fabricar bebida alcoólica, mas proprietários de vinhedos, cooperativas e apaixonados pelo vinho decidiram salvar a cave.

Foram restaurados 52 barris e os produtores têm uma cota de vinhos que podem envelhecer no local, além de utilizar o rótulo histórico e pagar uma comissão que é revertida para o hospital.

Dizem que os tonéis produzem um vinho de amplitude e untuosidade únicos e maravilhosos. Você pode comprovar adquirindo a bebida na loja da cave. Saiba mais pelo site.

Outros pontos de interesse de Estrasburgo

Se sobrar tempo, não deixe de conhecer essas atrações em Estrasburgo:

  • Parc de L’Orangerie, no Bairro Europeu, com mini zoológico, parques, áreas verdes e um lago belíssimo;
  • Ponts Couverts, na Petite France, que se estendem pelo rio III e abrange três pontes conectadas, além de várias torres de pedra;
  • Praça da Estação, de arquitetura moderna e com toques futuristas, ao lado da Estação de Strasbourg;
  • Vilas de Colmar, Eguishem, Riquewíhr, Obernai e Saverne Castle, típicas da Alsácia e localizadas nas proximidades de Estrasburgo;
  • Rota do Vinho da Alsálcia, a mais antiga da França, com mais de 300 vinícolas e 67 munícipios produtores. No Get Your Guide você encontra pacotes a partir de 80€ por pessoa.

Custo médio na cidade

Após pesquisas fizemos uma média de custo para visitar Estrasburgo.

Hospedagem

O preço da hospedagem e alimentação não variam muito de região para região. A média de gasto diário é alta, segundo o Quanto Custa Viajar: R$ 415 por dia, com a passagem aérea saindo de São Paulo por uma média de R$ 9.180.

Ainda segundo o site, você pode encontrar apartamentos entre R$ 133,53 e R$ 2 mil, albergues por uma média de R$ 272 e hotéis entre R$ 209 e R$ 1.069 a diária.

Sugestão de hospedagens

Comfort Hotel Strasbourg – Montagne Verte – hotel 2 estrelas com diárias a partir de 58€;
Hôtel ORIGAMI – hotel 3 estrelas com diárias a partir de 58€;
Okko Hotels Strasbourg Centre – hotel 4 estrelas com diárias a partir de 95€;
Hôtel Régent Petite France & Spa – hotel 5 estrelas com diárias a partir de 200€.

Alimentação

A alimentação, que é um misto de culinária alemã e francesa, custa entre oito euros e 14 euros no almoço e 13 euros e 22 euros no jantar. O café da manhã sai por, no máximo, oito euros.

Explorando a cidade

No Get Your Guide, uma tour de duas horas pela Petite France, Bairro Europeu e imediações sai a partir de 55€ por pessoa. Já o City Pass de três dias permite explorar pontos turísticos como museus, terraço da catedral e passeios de barco com desconto e sai a partir de 19,50€ por pessoa.

Em até três dias é possível explorar tudo que Estrasburgo tem de melhor. A melhor época para visitar a cidade é entre Abril e Maio, durante a Primavera, ou de Julho a Agosto, quando a temperatura está nas alturas! Nesses meses, a média é de 22ºC, nos meses mais quentes chega a 26ºC.

Melhor época para visitar a França: descubra a sua.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai viajar em breve? Tenha sempre internet no celular

    Viajar com internet é fundamental para acessar o Google Maps, para chamar um Uber, para ver o horário do transporte público ou para tirar qualquer dúvida. Nós recomendamos o chip SIMPREMIUM. Basta encomendar e você recebe em sua casa antes de viajar.

    PEDIR CHIP »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
COMPARTILHE
Autor

Clara é natural do interior de São Paulo e tem muito orgulho do sotaque caipira. Jornalista que adora gatos, tatuagens e livros, vê o mundo de cabeça para baixo e tem como vícios memes da internet e soltar piadas inesperadas no meio de uma conversa.