Floresta Negra na Alemanha: um cenário de contos de fadas

Visitar Alemanha  / 

Se você já viu histórias da Branca de Neve, da Bela Adormecida, da Cinderela, da Chapeuzinho Vermelho, João e Maria e outras escritas pelos irmãos Grimm, provavelmente já ouviu falar sobre a Floresta Negra na Alemanha, cenário onde elas acontecem.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Apenas no primeiro trimestre de 2018, a Floresta Negra na Alemanha registrou mais de 1,5 milhão de visitas. E, se você quer saber mais sobre o que é este local, o que visitar ali, como ir até ela e onde se hospedar na sua visita à Floresta Negra na Alemanha, nos acompanhe neste artigo, pois vamos falar, ainda, dicas do lugar e sobre seguro viagem.

O que é a Floresta Negra na Alemanha

Em alemão, der Schwarzwald, a Floresta Negra na Alemanha é uma cordilheira, uma cadeia montanhosa de baixa altitude, coberta em grande parte por uma vegetação densa.

A região ficou famosa por ser a “terra dos relógios Cuco”, da torta de chocolate, cereja e chantilly, que tem o seu nome, e por ter sido cenário dos clássicos contos de fadas, como Chapeuzinho Vermelho e João e Maria, por exemplo.

O local é composto por vales, florestas, montanhas e cidades históricas, e tem extensão de, aproximadamente, 200 quilômetros de norte a sul e 50 quilômetros de leste a oeste. O ponto mais alto da floresta é o Feldberg, com 1.493 metros.

Rota romântica na Alemanha: dicas sobre como ir e cidades para visitar.

floresta negra na alemanha

Por que a região tem este nome

A região leva este nome por causa da penumbra em sua vegetação densa. A Floresta Negra na Alemanha, assim como o restante da Europa, perdeu grande parte de sua vegetação no decorrer dos séculos. A madeira era destinada à construção, à calefação e à fabricação de navios.

Erosão e enchentes surgiram com o desmatamento. Além disso, o reflorestamento com árvores coníferas (abetos), do século XIX em diante, fez com que a floresta ficasse ainda mais escura. No entanto, atualmente a região possui, também, árvores de folhas caducas.

Antes, só havia assentamentos em suas margens e somente na Idade Média, a Floresta Negra na Alemanha passou a ser, aos poucos, habitada.

Com o passar dos anos, surgiu uma mistura de edifícios charmosos, igrejas barrocas, casas, jardins e praças e a produção dos relógios em madeira deu lugar ao turismo como uma das mais importantes atividades econômicas locais.

Como ir até a Floresta Negra na Alemanha

A Floresta Negra na Alemanha fica localizada no sudeste do país, no estado (Land) de Baden-Württemberg.

Uma das maneiras de chegar à Floresta Negra na Alemanha é por meio da cidade de Baden-Baden. Saindo do Brasil, você pode pegar um avião para Frankfurt, na Alemanha, e da cidade pegar um trem ou ir de carro até Baden-Baden.

Você também pode chegar por Offenburg e Freiburg, as duas ficam quase na fronteira com a França e são indicadas para quem vai de Estrasburgo, na França.

Saiba tudo sobre planejamento, passagens e rotas do trem na Europa.

Onde se hospedar

Quando vamos viajar para algum local, é muito importante escolhermos o local ideal para nos hospedarmos. Nossa acomodação deve ser perto dos pontos onde queremos conhecer, para não perdermos tanto tempo com locomoção, além de ser em um local onde nos sintamos bem e confortáveis.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Para te ajudar na hora de escolher um local para ficar quando você programar sua viagem para a Floresta Negra na Alemanha, fizemos uma pesquisa no Booking sobre acomodações com bom custo-benefício e boas avaliações, de acordo com os usuários da plataforma.

Observação: a pesquisa foi feita em março de 2019 e foram pesquisadas acomodações duplas de um sábado para um domingo de maio de 2019 com banheiro privativo em Baden-Baden.

Confira neste artigo quais são os 10 hotéis mais originais da Europa.

O que visitar na Floresta Negra na Alemanha

Como a Floresta Negra na Alemanha é bem extensa (cerca de 200 quilômetros de extensão), há muitos pontos turísticos imperdíveis a visitar. Confira alguns deles a seguir.

floresta negra na alemanha relogio

  • Lago Mummelsee, a quase mil metros de altitude;
  • Freudenstadt, cidade destruída na Segunda Guerra Mundial e uma das rotas panorâmicas mais belas da Floresta Negra;
  • Vales e vilarejos;
  • Forbach, um local de conto de fadas, cidade de “casinhas de bonecas” e uma ponte coberta com mais de 200 anos, que ainda é utilizada;
  • Balneário histórico de Baden-Baden;
  • Pico Hornisgrinde;
  • Parque Nacional da Floresta Negra;
  • Triberg, conhecida por suas cascatas;
  • Furtwangen, a “cidade dos relógios”;
  • Pforzheim, famosa por ser a cidade do ouro (Goldstadt), foi muito tempo o centro da indústria de ourivesaria alemão;
  • Museu Alemão do Relógio (Deutsches Uhrmuseum), com mais de 150 anos de história;
  • Rota dos Vinhos de Baden (Badische Weinstrasse). O local alia paisagens maravilhosas com viticultura e gastronomia da região de Baden;
  • Freiburg im Breisgau, cidade universitária;
  • Incríveis vilarejos, como St. Peter, e o museu ao ar livre Vogtsbauernhof;
  • Schwarzwaldbahn (Trem da Floresta Negra), entre outras atrações.

Veja também nosso artigo sobre os cruzeiros pela Europa, como são, rotas principais, preços e dicas.

Dicas sobre a Floresta Negra na Alemanha

É muito importante se programar adequadamente para qualquer viagem, principalmente quando é para outro país. Por isso, seguem algumas dicas sobre a Floresta Negra na Alemanha que podem lhe ajudar a montar o seu roteiro da melhor forma possível.

1. Destine pelo menos três dias para visitar a Floresta Negra na Alemanha

Como vimos, a região é bem extensa. Por isso, se você programar um bate-volta para a Floresta Negra talvez não consiga conhecer todos os pontos turísticos interessantes.

Nosso conselho é ficar três dias na região para conseguir explorar um pouco a natureza e conhecer os principais pontos turísticos da floresta.

2. Se possível, alugue um carro

Com carro, você tem mais possibilidade de conhecer mais pontos turísticos, fazer rotas com vistas deslumbrantes, trilhas e visitar mais lugares em menos tempo.

3. Evite viajar no verão europeu

A Floresta Negra na Alemanha é um dos locais mais procurados pelos alemães para passarem suas férias de verão.

Então, se quiser evitar “tumulto” para conseguir fazer seus passeios com mais tranquilidade e também pagar menos em hospedagem, por exemplo, visite a região no fim do verão ou meio do outono. São épocas boas, pois não vai estar frio e você poderá fazer programações ao ar livre tranquilamente, como andar de bicicleta e caminhar.

Confira neste artigo quais são as melhores épocas do ano para visitar cidades europeias e poupar dinheiro.

4. Leve um lanche e água na mochila

É aconselhável que você prepare um sanduíche de manhã antes de sair de sua hospedagem ou leve biscoitos, barras de cereais ou outro lanche na sua mochila para comer quando sentir fome. Algumas cidades fecham seus restaurantes após o almoço.

Além disso, é muito recomendável andar sempre com uma garrafa de água para se hidratar durante os passeios e as caminhadas.

5. Use tênis

Tênis é o calçado ideal para uma caminhada, uma trilha e para andar de bicicleta. Como a maioria da programação é ao ar livre, nada melhor do que colocar um tênis antiderrapante. Assim, você evita também de escorregar pelas trilhas.

Checklist de viagem: veja o que não pode faltar na sua mala.

6. Leve uma capa de chuva para os passeios

Como o clima muda de acordo com a altitude da região onde você esteja visitando na Floresta Negra na Alemanha, é sempre bom andar com uma capa de chuva na mochila. Assim, você fica precavido caso chova no meio de um passeio e não precisa ficar segurando um guarda-chuva que atrapalhe uma caminhada, por exemplo.

7. Seguro viagem para a Floresta Negra na Alemanha

É obrigatório e extremamente necessário contratar seguro viagem para a Alemanha, pois o país faz parte do Tratado Schengen, que exige que turistas entrem somente se tiverem seguro com cobertura mínima de 30 mil euros para despesas médicas e hospitalares.

O seguro viagem é recomendável para todos os destinos, mesmo quando não é obrigatório. No entanto, viagens para locais onde faremos trilhas e aventuras merecem a contratação de uma cobertura maior e mais específica, tendo em vista que os riscos de acidentes são maiores.

O Seguros Promo é nosso parceiro e oferece seguros de viagens com excelente custo-benefício. Veja no site da Seguros Promo como contratar o seu, insira o nosso código EURODICASTURISMO (tudo junto e maiúsculo) na hora do pagamento e pague por boleto bancário. Assim, você consegue pagar menos 10% do valor do seu plano de seguro viagem.

Siga nossas dicas e tenha uma boa viagem!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.