Igrejas em Portugal: conheça as 17 mais famosas para visitar

Visitar Portugal  / 

Se você ainda não teve a oportunidade de conhecer o país europeu, saiba que vai encontrar muitas igrejas em Portugal. Sim, os monumentos mais imponentes e visitados no país da Europa são igrejas e templos religiosos.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

Hoje vamos falar mais sobre as igrejas em Portugal e quais que valem conhecer e que você deve incluir no seu roteiro de viagem para Portugal.

Igrejas em Portugal: marcos de história

igreja de sao francisco igrejas mais bonitas do porto

A religião católica predomina em Portugal (80%), seguida pela protestante e evangélica (2,8%) e Testemunhas de Jeová (1,5%).

Outras religiões minoritárias somam 6% da população, ou seja, você encontra diversas igrejas em Portugal. Aliás, algumas das igrejas e dos templos existentes no país europeu possuem uma arquitetura fantástica e impressionante.

As 17 igrejas mais famosas em Portugal

Se você está pensando em visitar o país europeu e fazer turismo em Portugal, veja a lista que criamos com as 17 igrejas em Portugal que você precisa conhecer.

17. Igreja de São Martinho de Soalhães no Algarve

A Igreja de Soalhães, também chamada de Igreja de São Martinho, é parada obrigatória entre as principais igrejas para visitar em Portugal.

Considerada uma das mais belas igrejas de Portugal, a Igreja de Soalhães se iniciou em um mosteiro do século XII, e se tornou a sede do poder religioso numa área muito importante e cobiçada pela nobreza medieval.

A Igreja de Soalhães passou por uma grande transformação e, atualmente, o seu interior é farto no estilo barroco com detalhes da talha dourada e painéis de azulejo.

Conserva-se da época medieval apenas o portal principal a moldura com pérolas do interior do óculo que o eleva e o túmulo na capela-mor. No Algarve, este é um dos mais belos monumentos e recantos da Rota do Românico no Vale do Tâmega e que vale a pena ser visitado.

16. Santuário de Nossa Senhora D’Aires no Alentejo

O Santuário de Nossa Senhora D’Aires está localizado em Viana, na Praceta de Nossa Senhora de Aires, no Alentejo. Nossa Senhora da Piedade é venerada como a padroeira, antigamente era conhecida como Ançã, uma santa em pedra, cuja tradição nunca deixou de socorrer os crentes.

A edificação possui estilo barroco, construído entre 1743 e 1804. Sua planta arquitetônica tem formato de cruz latina, composta por uma única nave, com cobertura em abóbada de berço. No interior, destaca-se o altar de talha em estilo rococó.

Fazem parte da história do santuário duas comemorações emblemáticas de Viana do Alentejo e que estão relacionados com o local: a feira franca de Nossa Senhora D’Aires, que desde 1751 decorre no quarto fim-de-semana de setembro; e a Romaria a Cavalo, que percorre os 120 kms do antigo caminho real.

15. Igreja de Santa Engrácia em Lisboa

Igreja de Santa Engrácia, também conhecida como Panteão Nacional, está localizada nos distrito de São Vicente de Fora, em Lisboa desde 26 de Setembro de 1836.

É um elemento referencial da cidade, já que está em um ponto bem localizado e possui vista privilegiada sobre a zona histórica da cidade e sobre o rio Tejo.

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

Considerada como monumento nacional desde 1910, em 1916 também foi decretada como Panteão Nacional, mas continua a exercer função paroquial e recebendo missas normalmente.

O Panteão Nacional é onde são conservados os restos mortais de personalidades notáveis, utilizado para dignificar e fazer homenagens póstumas aos que contribuíram com o país, como militares, artistas e cientistas de grande importância, por exemplo heróis da Revolução de 1820, Almeida Garrett, Pedro Álvares Cabral, Vasco da Gama, Luís de Camões, entre outros.

O monumento foi remodelado pelo arquiteto João Antunes, por volta de 1600, e o seu estilo predominante é maneirista, barroco e neobarroco. Sem dúvida alguma, o Panteão Nacional não poderia deixar de entrar para a lista das 17 igrejas para Visitar em Portugal.

Roteiro em Lisboa: 3, 4 e 5 dias para se encantar pela capital.

14. Igreja de São Domingos em Lisboa

Localizada entre o Rossio e a Praça da Figueira, a Igreja de São Domingos é uma das igrejas mais importantes de Lisboa e de beleza extraordinária.

Construída no século XIII, a mando de D. Sancho II, sua estrutura medieval acabou mudando por completo, devido a reformas, terremotos e incêndios.

A igreja é tão emblemática porque ao longo da história todas as solenidades nacionais e reais foram celebradas nela: de funerais a batizados e casamentos.

A História mostra também o seu lado obscuro. Da Igreja de São Domingos saíam os condenados por heresia, no vizinho Palácio da Inquisição, para serem executados em praça pública, no Rossio.

O estilo arquitetônico da Igreja de São Domingos é bem diversificado, principalmente pelas remodelações após o terremoto de 1755 e do grande incêndio de 1959. Porém, a capela-mor projetada pelo arquiteto Ludovice encontra-se conservada, mas com os vestígios do calor nas pedras partidas do chão.

Experimente fazer uma tour guiada em Lisboa e conheça as principais igrejas e monumentos imperdíveis.

13. Igreja Paroquial de Válega em Ovar

Não é à toa que a Igreja Paroquial de Válega é uma das igrejas para visitar em Portugal. A obra religiosa é referência quando se trata de edifícios religiosos, originalmente em estilo barroco.

A Igreja da Válega é considerada uma obra de arte com pintura do azulejo e uma das mais igrejas mais procuradas de Portugal.

A fachada da igreja tem uma bela vista para o pôr do sol e seu interior é igualmente exuberante. Os tetos em madeiras exóticas, revestimentos em azulejos, trabalhos em mármore nas paredes interiores da capela-mor, do côro baixo e dos ladris gerais impressionam.

Localizada no mesmo local desde meados do século XVIII, a Válega está a 6,5 km da cidade de Ovar e vale muito a visita. Sem dúvida, uma das 17 igrejas para visitar em Portugal.

12. Igreja dos Lóios em Évora

Também na lista de igrejas para visitar em Portugal temos a Igreja dos Lóios. Pertencente ao Convento dos Lóios, também é conhecida como Igreja de São João Evangelista, e foi construída em 1485, sob o que restava de um castelo medieval, a mando do Conde de Olivença.

A edificação de beleza extraordinária tem uma planta retangular e distribuiu-se em volta de um belo convento de dois pisos. O inferior tem influências do estilo gótico-manuelino, de influência árabe; já o piso superior mostra características renascentistas. Na fachada da Igreja elementos góticos e neoclássicos são predominantes.

Monumento nacional desde 1910, a Igreja dos Lóios possui localização privilegiada no Palácio Cadaval, em Évora. Nas proximidades, podem ser visitadas a gótica Catedral de Évora, o Jardim de Diana, a Biblioteca Pública e o Museu de Évora. Conheça mais detalhes sobre a Igreja dos Lóios.

11. Igreja de Santo Ildefonso

A Igreja de Santo Ildefonso está localizada no centro da cidade do Porto, no Norte de Portugal. A construção terminou em 1739 e seu estilo neo-clássico une o barroco e o rococó.

 

O órgão no coro alto da igreja é datado de 1811 e vale a visita, pois a arquitetura da igreja impressiona e deixa os visitantes boquiabertos. A entrada na igreja é gratuita e funciona nos seguintes horários:

Segunda-feira: 15h às 18h30;
Terça a Sábado: 9h às 12h e das 15h às 18h30;
Domingo: 9h às 13h e das 18h às 20h.

10. Capela de São Miguel

Localizada na cidade de Coimbra, no centro do país, a Capela de São Miguel teve sua construção iniciada no século XI. A capela fica na Universidade de Coimbra e a decoração da igreja foi finalizada entre os séculos XVII e XVIII.

As cerimônias são restritas aos funcionários e estudantes da Universidade de Coimbra, porém aos domingos se realiza missa entre 12h e 13h.

9. Capela dos Ossos

A Capela dos Ossos é uma das igrejas em Portugal que você precisa conhecer. Localizada na cidade de Évora, logo na porta de entrada você encontra a frase: “Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos”.

Muito além de parecer assustadora, visitar a Capela dos Ossos ajudará você a compreender que a vida é limitada e entender mais da História de Portugal.

 

A Capela dos Ossos fica dentro da Igreja de São Francisco e funciona nos seguintes dias e horários:

1 junho a 30 setembro: das 9h às 18h30;
1 outubro a 31 maio: das 9h às 17h;
Aberto todos os dias exceto: 1 de janeiro; Domingo de Páscoa; 24 de dezembro à tarde; 25 de dezembro.

Valor dos ingressos:

Adulto: 4€ | Maiores de 65 anos: 3€ | Jovens até 25 anos: 3€ | Família (dois adultos e jovens): 10€. O bilhete dá acesso à Capela dos Ossos, Núcleo Museológico, Galeria de Presépios e Terraço Panorâmico. A igreja tem entrada gratuita.

8. Capela do Senhor da Pedra

Quando for visitar Portugal, inclua uma passadinha na praia de Miramar na cidade de Gaia. Nessa praia você irá se deparar com a Capela do Senhor da Pedra que, simplesmente, está dentro do mar. Sim, ela está em cima de rochas e, apesar de pequena, as ondas do mar quebram nas pedras ao redor da capela.

 

Diz a lenda que um sobrevivente de uma tragédia em alto mar construiu a capela como gratidão por estar vivo.

7. Igreja de Santa Engrácia

Fundada em 1568, a Igreja de Santa Engrácia é uma das primeiras obras barrocas de Portugal. Localizada em Lisboa, da igreja é possível ver o Rio Tejo e, em 1916, a ela foi atribuída a função de Panteão Nacional. Basicamente, é onde os cidadãos ilustres de Portugal são homenageados pelos serviços prestados ao país.

 

O ingresso ao templo custa 4€ e os horários e dias de funcionamento podem ser encontrados no site do Panteão Nacional.

6. Santuário do Sameiro

Deixe o Santuário do Sameiro em Braga, norte do país, para o fim de tarde. Especialmente se o dia estiver limpo, apreciar o pôr-do-sol do escadório do templo católico será inesquecível.

Com estacionamento amplo, não existe cobrança de ingresso e na igreja você encontra relíquias e objetos até de João Paulo II.

 

Os horários de funcionamento são:

Inverno: Segunda a sábado das 7h30 às 17h30. Domingos das 06h30 às 17h30;
Verão: Segunda a sábado das 07h30 às 19h. Domingos das 06h30 às 19h.

Veja outros pontos turísticos da cidade e saiba o que fazer em Braga.

5. Igreja Paroquial de Válega

Sabe daquelas igrejas que “vale a foto”? Pois é, uma das igrejas de Portugal que você precisa conhecer é a que fica na cidade de Ovar. Ela pode, sem medo, ser considerada uma obra-prima, isso porque os azulejos coloridos pintados são de cair o queixo.

 

Se por sorte você chegar no final da tarde, poderá ver o sol refletido na parede da Igreja Paroquial de Válega e isso dificilmente sairá da sua mente. Ela fica aberta todos os dias até às 18h.

4. Igreja de São Francisco

Outra das igrejas de Portugal que valem a visita é a Igreja de São Francisco, na cidade do Porto. Com uma arquitetura gótica, teve sua construção iniciada no século XIV e, apesar de ser particular, pode ser visitada. Ela fica próxima da Ribeira (local de visita obrigatória no Porto) e o ingresso custa 4€ para os adultos.

 

O horário de funcionamento é:

De novembro a fevereiro, das 9h às 17h30;
De março a junho e outubro, das 9h às 19h;
De julho a setembro: das 9h às 20h.

3. Igreja Matriz de Santa Marinha de Cortegaça

A beleza da fachada, toda em azulejo pintado, já faz valer a visita. Construída no século XII, a Igreja Matriz de Santa Marinha de Cortegaça se localiza na cidade de Ovar, distrito de Aveiro. Ao visitar a igreja, é possível acessar os jazigos do Cemitério Velho.

 

Horário de funcionamento:

Terça a quinta-feira: das 18h às 20h;
Sexta-feira: das 8h às 10h;
Sábado: das 14h30 às 16h30 e entre 18h e 20h;
Domingo: das 8h às 12h.

Pode lhe interessar os melhores destinos de Portugal.

2. Igreja de São Roque

Localizada na capital portuguesa Lisboa, a Igreja de São Roque começou a ser construída em 1506. A construção foi dedicada ao Santo Roque por ele ser considerado o protetor da peste que assolava a Europa na época.

 

No site do museu da Igreja de São Roque você encontra diversas informações.

1. Catedral da Sé no Porto

Não podíamos deixar de citar a tão linda Catedral da Sé. Localizada no Terreiro da Sé, no distrito do Porto, a Catedral da Sé é um dos exemplos em que a construção se prolongou por um longo período, do século XXI ao século XVIII. A edificação possui estruturas e influências romano-góticas, porém passou por modificações durante o período barroco, no século XVIII.

A Catedral do Porto, nasceu no século XII. O templo também é chamado de Igreja de Santa Maria do Porto, de Nossa Senhora da Vandoma ou de Nossa Senhora do Porto da Eterna Salvação – que deixa bem claro a relevância que tem o culto mariano.

Faz parte do conjunto arquitetônico da Sé, o grandioso edifício do Paço Episcopal, cuja construção remonta também ao século XII.

E por que não fazer uma city tour e descobrir os encantos do Porto?

Vale a pena visitar igrejas em Portugal?

Todas as igrejas de Portugal que foram citadas no texto valem a visita. Viajar é ter a oportunidade de conhecer e vivenciar culturas diferentes.

Quando adentramos em um templo religioso, podemos aprender mais sobre a História e isso nos ajuda a compreender o hoje e, principalmente, o amanhã. Inclua as igrejas de Portugal no seu roteiro pelo país europeu e boa viagem!

Descubra também como encontrar voos baratos para Portugal.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.