Mesquita Azul em Istambul: história e como visitar essa maravilha

Visitar Turquia  / 

Sonha visitar a Mesquita Azul em Istambul? A Turquia é um país bastante privilegiado com o tamanho e a localização do seu território. Parte do Estado fica no continente europeu e outro pedaço fica na Ásia. A consequência disso é a formação de um território e cultura muito ricos e bem diferente do que nós brasileiros estamos acostumados.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

É praticamente unanimidade: quem conhece esse país ama e quer voltar a fazer turismo na Turquia. Um dos lugares mais visitados é a Mesquita Azul em Istambul. Além dele, as paisagens, os pratos típicos, a cultura e os próprios turcos são atrativos que fazem valer a pena visitá-lo.

Mesquita Azul em Istambul: o principal ponto turístico turco

Ao contrário do que muitos visitantes – não só brasileiros – pensam, Istambul não é a capital da Turquia. Na verdade, a capital é Ancara.

Mas, não se preocupe, pois é muito fácil de se confundir em relação a isso, justamente porque a cidade é a mais visitada do país e possui uma localização privilegiada. Istambul é literalmente partida em dois: um pedaço fica na Europa e outro na Ásia, separados pelo Estreito de Bósforo.

Um pouco da história da Turquia

Além de ser um verdadeiro elo entre o ocidente e o oriente, a cidade foi por muitos anos a capital do Império Bizantino e também do Império Romano, até 1493.

Já ouviu falar em Constantinopla? Pois bem, era assim que os romanos denominavam Istambul, que só recebeu esse nome em 1493, com o início do Império Otomano.

Foi nesse momento que os turcos tomaram conta do território e o que era uma referência do cristianismo passou a ser um território muçulmano. Essa mistura ajudou a formar Istambul como é hoje: cosmopolita, agitada e lar de cristãos, muçulmanos e judeus, um verdadeiro mix cultural, religioso e histórico.

Com a queda do Império Otomano, em 1923, Istambul deu lugar à cidade de Ancara como capital. Entretanto, continua sendo um ponto turístico muito visitado no país, por conta da sua herança cultural muito forte e por ser a única cidade bicontinental do mundo.

A Mesquita Azul – ou Sultanahmed Camiii em turco – é o local mais popular entre os turistas que visitam Istambul todos os dias. Essa fama se deve à importância da construção e também devido à sua história. Vamos conhecer um pouco mais sobre ela.

Arquitetura diferenciada da Mesquita Azul em Istambul

De longe, desde alguns pontos da cidade de Istambul, já é possível ver observar a Mesquita Azul, por causa da sua enorme construção. Somente a cúpula central mede 23 metros de diâmetro e 43 metros de altura. Toda essa opulência levou sete anos para ser construída – de 1609 a 1616 – durante o sultanato do sultão Ahmed I.

interior da mesquita azul em istambul

Ela fica localizada nas margens do mar de Mármara, em cima de uma colina de frente à igreja Hagia Sofia. O nome de Mesquita Azul se dá por conta dos mosaicos com azulejos azuis da cidade de Iznik que possui no interior.

Entretanto, é interessante destacar que a cor azul só foi inserida durante o seu período de restauração e, por isso, originalmente a construção se chamava Mesquita do Sultão Ahmed.

A cúpula principal da Mesquita Azul é rodeada por janelas, bem como são as semi-cúpulas que sustentam a principal. Dessa forma, grande parte da luz natural é aproveitada para a iluminação interior.

Pinturas decoram as paredes de dentro, assim como inscrições do livro sagrado Corão. Já o chão é coberto por tapetes doados por fiéis e peregrinos que lotam a mesquita todos os dias.

Construção da Mesquita Azul em Istambul

A história da construção da Mesquita Azul envolve um episódio, no mínimo, inusitado. Em 1609, o sultão Ahmed I se reuniu com o arquiteto e pediu a ele que fosse construída a maior mesquita de toda a Istambul.

Segundo contam as histórias, o sultão ordenou que o minarete fosse coberto de ouro – altin, em turco – para que fosse possível destacar ainda mais a grandiosidade da construção.

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

Entretanto, o arquiteto teria entendido que o sultão pedira seis – alti, em turco – minaretes. Isso a transformaria na única mesquita com esse número de minaretes na cidade.

Quando o número foi revelado à população, o sultão Ahmed I foi bastante criticado, visto que apenas a mesquita de Ka’aba na cidade sagrada de Meca, contava com esses 6 minaretes. A partir daí, o sultão ordenou a construção de mais um, transformando a Mesquita Azul a única com sete minaretes.

Como visitar a Mesquita Azul

Por conta da sua cultura, existem algumas regras para visitar a Mesquita Azul em Istambul – assim como para conhecer qualquer outra mesquita da cidade. Vamos saber mais detalhes sobre isso.

Regras de visitação

É preciso estar vestido de maneira apropriada e retirar os sapatos antes de entrar. As mulheres só poderão visitar o local se estiverem com ombros e cabelos cobertos. Chapéus e capuz não são aceitos.

O ideal é levar seu próprio lenço, mas se você esquecer, não tem problema, eles oferecem para os visitantes na entrada – o único porém é que já foi utilizado por outras pessoas antes. Saias curtas ou shorts também não são permitidos.

Horário de visitação

Durante os horários de culto, a Mesquita Azul fica fechada para os turistas. Assim, é possível visitar a mesquita nos seguintes horários: todos os dias, das 8h30 às 11h30, das 13h00 às 14h30 e das 15h30 às 16h45.

Busque se programar para conhecer o templo pela manhã, na hora que abre. Você irá enfrentar menos fila e, consequentemente, menos tempo de espera.

Como chegar

O ponto turístico mais famoso de Istambul fica localizado na praça Sultanahmet e a maneira mais indicada de chegar até lá é através das linhas de bonde. A estação mais próxima é a Sultanahmet, que pertence a T1.

A entrada na Mesquita Azul, em Istambul, é gratuita para todos e, por isso, sugerimos fortemente que você invista o dinheiro de um ingresso em um tour com um guia profissional.

Por ser uma cultura bastante diferente da nossa, entender cada detalhe transforma a visitação em uma experiência única. Você pode comprar o ingresso na Get Your Guide, com a vantagem de poder cancelar a reserva com até 24 horas de antecedência e contar com assistência 24 horas por dia, todos os dias.

Outros pontos turísticos em Istambul

Próximo à essa praça ou na própria, estão localizados outros pontos turísticos importantes da cidade de Istambul que valem a visita:

  • Museu de Arte Turca e Islâmica;
  • Cisterna Basílica;
  • Santa Sofia;
  • Hamam de Cemberlitas;
  • Museu Arqueológico de Istambul.

Através do site Get Your Guide é possível encontrar diversos passeios que se adequam ao seu estilo de turismo. Por exemplo, o site oferece uma visitação guiada pela Mesquita Azul e pela igreja Hagia Sofia em um grupo pequeno de turistas acompanhado de um guia profissional.

Experiências assim fazem a diferença na hora de conhecer uma nova cultura. Vale a pena dar uma olhada no Get Your Guide e buscar pela opção de tour que mais se adequa a você. Somente em Istambul, eles oferecem mais de 300 tipos, que variam de 3 horas de duração até 3 dias!

De qualquer jeito, a visitação à Mesquita Azul em Istambul não pode faltar na sua viagem a Turquia. Toda a sua opulência, história e significado se juntam em uma construção grandiosa que deixa todo mundo sem palavras!

Um recado importante para você que quer conhecer essa construção histórica. Além das regras de costumes turcos, as quais, você deve respeitar, também é obrigatório fazer um seguro saúde para visitar a Europa. Para isso, indicamos que você consulte o comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo e descubra aquele com melhor custo-benefício.

Agora, basta se programar e fazer uma boa viagem!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Alexandre Nogueira é brasileiro, jornalista e especialista em comunicação esportiva. Possui ainda pós-graduação em Jornalismo Esportivo e especialização em marketing digital. Tem prazer em dar dicas de roteiros turísticos europeus e recomendar os melhores passeios. Ama jornalismo, cinema, viajar, escrever, o futebol e o Santos, não necessariamente nessa ordem.