Seguro viagem familiar: como funciona e como contratar

Seguro Viagem  / 

Planejando uma viagem em família? Confira tudo o que você precisa saber sobre seguro viagem familiar: porque é importante, como escolher e contratar, quanto custa e dicas essenciais.

COMPARADOR SEGURO VIAGEM EUROPA

Faça uma cotação sem compromissos e conheça todas as opções disponíveis e preços de seguro para a sua viagem. Garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

Viajar em família pode ser sinônimo de descanso, lazer e muita diversão. Conhecer novos lugares com os filhos, pais e outros parentes ajuda a fortalecer o vínculo entre todos e proporciona experiências únicas, que se transformarão em muitas histórias para contar.

Mas, ao mesmo tempo, viajar com crianças e idosos tem o potencial de trazer também surpresas desagradáveis — cujos efeitos podem ser diminuídos com a contratação de um seguro viagem familiar.

Porque é tão importante contratar um seguro viagem familiar?

Se o seguro viagem já é importante para quem viaja sozinho, quando há crianças, idosos e gestantes envolvidos, esse item passa a ser mais do que fundamental.

Os pequenos, por exemplo, são mais sensíveis a mudanças bruscas do clima, a comidas diferentes e a grandes alterações na rotina, o que pode fazer com que eles precisem de uma consulta médica de emergência. Isso sem falar nos riscos de acidentes.

De uma simples gripe a um incidente mais grave, imprevistos com crianças, idosos ou outros familiares podem estragar qualquer viagem — e causar sérios danos às finanças da família.

Saiba como um seguro viagem familiar pode ajudar você a ter mais tranquilidade e segurança para curtir as férias onde quiser e com quem você mais ama.

Confira nossas dicas para planejar sua viagem em família na Europa.

Entenda como funciona o seguro viagem familiar

Um seguro de viagem familiar funciona da mesma forma que um seguro viagem individual, com a diferença de que os benefícios se estendem a todos os membros da família que estiverem na ocasião, conforme informado no momento da contratação.

A vantagem é que o serviço sairá mais em conta do que se o seguro for contratado individualmente para cada membro da família.

De maneira geral, esse tipo de seguro cobre despesas médicas, hospitalares e odontológicas, além de seguro bagagem e cobertura por morte e invalidez (total ou parcial) por acidente em viagem.

viajar para londres com crianças

Veja nossa lista dos melhores lugares para viajar com crianças.

Seguro viagem familiar nacional

Viajar para o exterior costuma trazer mais riscos e inseguranças, uma vez que não estamos tão familiarizados com o sistema de saúde e outras questões práticas do país de destino.

No entanto, mesmo para quem estiver viajando dentro do Brasil, a contratação de um seguro viagem, apesar de não ser obrigatória como para alguns destinos internacionais, pode ser essencial para garantir a segurança e bem-estar da sua família.

O extravio de bagagem ou acidentes, por exemplo, são situações cobertas pelas seguradoras e que podem ocorrer também em território nacional.

É preciso ainda se atentar para possíveis emergências médicas. Mesmo que você tenha um plano de saúde, deve avaliar a possibilidade de garantir seu seguro viagem familiar.

Isso porque, nos dias de hoje, as operadoras de planos de saúde dificilmente oferecem uma cobertura ampla em todo o território nacional.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Dessa forma, se quiser garantir seu atendimento na rede particular em caso de qualquer emergência médica com a sua família — seja pela rapidez ou pela qualidade do serviço, contratar um seguro viagem é fundamental.

Seguro viagem familiar internacional

Se em território nacional, como explicamos acima, já é importante se precaver, em viagens internacionais a necessidade é ainda maior.

Se a sua aventura em família for para a Europa, por exemplo, é importante que você saiba que em muitos países, mais precisamente aqueles signatários do Tratado de Schengen, é obrigatório contratar um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros para cada um dos viajantes.

Isso significa que, mais do que correr o risco de não ter a assistência adequada em caso de qualquer incidente, você corre o risco de não entrar no país se não tiver contratado seguro viagem para toda a família.

Os países que assinaram esse acordo são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça.

Além disso, em muitos países não é possível comprar nenhum tipo de medicamento sem receita médica, portanto para adquirir um simples analgésico será necessário passar por uma consulta com um médico local, o que pode custar pequenas fortunas para o turista que não tem um seguro viagem contratado.

Confira nosso top 5 dos melhores seguros viagem Europa.

Saiba como escolher melhor e contratar seguro viagem familiar

Hoje é muito fácil contratar um seguro viagem familiar. Se preferir, você pode fazer o trâmite via agência de viagens, porém as seguradoras de maneira geral oferecem a praticidade de fazer toda a contratação online.

Também é possível fechar o negócio bem próximo da viagem — até mesmo no dia anterior —, mas é recomendável que você contrate o seguro cerca de uma semana antes, para ler todas as condições do contrato com calma e garantir que não terá nenhum problema.

Veja a seguir algumas dicas para escolher a melhor opção de seguro viagem para você e sua família.

Entenda a diferença entre seguro e assistência

Um dos primeiros pontos a verificar na hora de levantar informações é se o serviço está no formato de seguro ou de assistência.

A diferença é que, na modalidade de seguro, você pode procurar atendimento em qualquer hospital, médico ou dentista, por exemplo, mas terá que arcar com as despesas na hora. Somente quando voltar ao Brasil você poderá pedir reembolso, e a seguradora fará a você o pagamento, dentro dos valores contratados no plano.

Já nos serviços em formato de assistência você não precisa desembolsar nenhum centavo na hora da consulta, internação ou o que mais precisar. A diferença é que, antes de qualquer coisa, precisará entrar em contato com a central de atendimento, que indicará o melhor estabelecimento para você procurar naquele momento.

Há vantagens e desvantagens nos dois modelos, por isso é importante que você se informe com antecedência e avalie qual deles atende melhor às suas necessidades.

Veja também qual a diferença entre seguro de saúde e seguro viagem em nosso artigo.

Informe-se sobre coberturas especiais do seguro viagem familiar

Se entre os familiares que vão viajar com você estão idosos ou gestantes, é importante verificar as condições de cobertura nesses casos. Muitas seguradoras têm valores diferentes para pessoas acima de 70 ou 75 anos.

Já em relação às mulheres grávidas, normalmente existe um limite de tempo de gestação e/ou idade da viajante. Portanto, além de perguntar ao médico que a acompanha no pré-natal se ela pode viajar, a gestante deve verificar quais são as condições da seguradora.

Também é importante ressaltar que os bebês precisam de um seguro viagem próprio. É um engano comum das pessoas que viajam com crianças muito pequenas achar que elas estarão cobertas com o seguro dos pais.

Cada viajante, independentemente da idade – inclusive bebês, precisa ter seu próprio seguro para ter seu atendimento garantido, principalmente em casos de emergências.

Isso é especialmente importante quando o país de destino exige seguro viagem dos turistas, como os signatários do Tratado de Schengen.

Outro caso específico é quando a viagem envolve esportes radicais. É preciso informar esse detalhe na hora da contratação, para que o plano tenha cobertura para eventuais acidentes que possam ocorrer durante a prática desses esportes.

documentos de viagem

Veja como funciona o Seguro Viagem Europa e como escolher o seu.

Pesquise e compare

Parece óbvio, mas nunca é demais reforçar: pesquise o máximo possível, sempre. Faça cotações nos sites das seguradoras e, se preferir, fale como seu agente de viagens. Leia atentamente as condições e coberturas oferecidas antes de contratar o serviço.

Às vezes o seguro de viagem familiar de valor mais alto não é necessariamente o que atenderá melhor ao que você precisa. Mas, se for, talvez valha a pena você desembolsar um pouco mais para garantir a segurança da sua família. Por isso é fundamental que você se informe ao máximo antes de tomar sua decisão.

Os planos com franquia, por exemplo, normalmente não são indicados, pois a cada acionamento você deverá pagar uma taxa à seguradora, o que pode acabar não valendo a pena.

Para facilitar a sua pesquisa e processo de compra, existem comparadores online, como o do Euro Dicas Turismo e da Seguros Promo, que indicam inclusive os planos com melhor custo-benefício.

Ganhe desconto

Ganhe 5% de desconto ao inserir o cupom de desconto EURODICASTURISMO. E para conseguir mais 5% de desconto, pague por boleto bancário. Os descontos são cumulativos.

Exemplo de cotação e comparação

Um seguro viagem famliar pode ser muito mais barato do que você pensa. É possível, por exemplo, contratar um plano para a Europa por menos de R$ 10 por dia.

Em uma simulação rápida realizada no comparador do Seguros Promo, comparamos os planos de três seguradoras para uma viagem de dez dias à Europa.

O plano Affinity 60 Mundo (exceto EUA), da Affinity, e ITA 60 Smart Inter, da Ita Seguro Viagem oferecem os maiores valores para despesas médicas hospitalares (60 mil dólares), além de terem cobertura para fisioterapia, o que nem sempre ocorre nos planos mais básicos. No entanto, nenhuma das duas tem cobertura para gestantes.

Já o plano TA 40 Especial – Internacional, da Travel Ace Assistance, que é o mais barato de todos, conta com um valor um pouco menor para despesas médicas (40 mil dólares). No entanto, prevê cobertura para gestantes de até 34 semanas e 40 anos de idade.

Com base nessa breve comparação já é possível perceber que há uma série de detalhes a serem avaliados e comparados entre as propostas de diferentes empresas antes de fechar o seu seguro viagem familiar.

O importante é que você tenha em mente a importância desse serviço para trazer mais segurança à sua família, garantindo uma viagem tranquila e sem preocupações.

Continue planejando sua viagem conosco. Além do seguro viagem, saiba quais são os documentos para viajar para Europa.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Natural de Florianópolis e radicada em São Paulo, Laura é jornalista, especializada em Comunicação Integrada, e trabalha com produção de conteúdo para diversas mídias. Já morou na Inglaterra, na Espanha e na França, adora conhecer novos lugares e compartilhar dicas com outros viajantes.