AirHelp vale a pena? Como viajantes podem conseguir seus direitos

Dicas e Planejamento  / 

Imagine que 87% dos passageiros aéreos não conhecem seus direitos ao embarcar. Além disso, muita gente não sabe como reclamar nem tem tempo de correr atrás de compensações e indenizações quando afetados. Para ajudar tantas pessoas, a AirHelp se posicionou no mercado como um serviços que ajuda estes consumidores a obterem seus direitos, diante de situações comuns como atrasos, cancelamentos e embarque impedido.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Descubra a seguir como funciona este serviço e se vale a pena.

O que é a AirHelp?

A AirHelp é uma empresa que atua no Brasil e no exterior, e já ajudou mais de 16 milhões de passageiros para resolver seus problemas ao viajar de avião.

Eles se comprometem a informar e auxiliar os clientes a conseguir as compensações que eles buscam, se alguma companhia aérea infringir seus direitos.

A empresa surgiu em 2013 e desde então já ajudou mais de 6 milhões de pessoas afetadas por perturbações de viagem, simplificando os processos de indenizações.

Na prática, a AirHelp procura derrubar recursos em tribunais, por meio de órgãos nacionais competentes, ou online, mostrando o quanto as companhias aéreas não informam adequadamente os clientes sobre seus direitos.

Aproveite e conheça melhor a diferença entre seguro saúde e seguro viagem.

Passo a passo no site da AirHelp

Primeiramente, você só pode pedir uma compensação se o problema no voo tiver ocorrido há menos de dois anos (voos internacionais) ou cinco anos (voos nacionais).

1. Analise a situação

Antes de tudo, avalie se você passou por algum dos seguintes problemas com sua companhia aérea e ela não prestou a assistência adequada nestes casos abaixo, que são os resolvidos pela Airhelp:

  • Atraso de voo;
  • Cancelamento de voo;
  • Perda de voo de conexão;
  • Embarque negado;
  • Atraso, perda ou dano de bagagem.

As regras e as condições de cada processo variam de acordo com a região do mundo, variando entre União Europeia, Estados Unidos, voos nacionais ou para outros destinos.

Aproveite e dê uma olhada neste artigo sobre melhores malas de viagem, como escolher e outras dicas.

2. Acesse o site da Air Help

Uma vez confirmado que você passou por algum dos contratempos acima, é hora de entrar na página da AirHelp e seguir o passo a passo.

Airhelp homepage

1. Informe o ponto de partida do seu voo e o destino final. Aperte o botão “Verificar Indenização”;

2. Indique se houve algum voo de conexão, selecionando “Sim” ou “Não”;

3. Selecione qual o problema com o voo, se ele foi atrasado, cancelado ou superlotado;

4. Detalhe quantas horas de atraso levou até chegar ao seu destino;

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

5. Confirme em “Sim” ou “Não” se você aceitou no momento algum benefício da companhia aérea, como viajar em um voo posterior;

6. Detalhe mais informações do seu itinerário, como a companhia aérea, o número do voo e a data de partida;

7. Digite o seu email para continuar e, antes de confirmar, leia os Termos e Condições e Declaração de Privacidade. Se aceitar, clique em continuar para ver os resultados do seu pedido de compensação;

8. A AirHelp vai informar se você pode ou não ter direito a uma indenização e uma previsão de valor;

9. Informe seu nome e sobrenome. Se tiver acompanhantes, poderá fornecer as informações sobre ele(s), o que é opcional;

10. Complemente suas informações como endereço residencial, número do passaporte, a referência da sua reserva de voo;

11. Depois de concluir este processo, basta esperar o contato por e-mail da Equipe da AirHelp. Se a indenização for aprovada, você receberá o valor por transferência bancária.

Como o problema é solucionado?

O passageiro entrega toda a documentação do caso, e a AirHelp providencia tudo junto à companhia aérea. É possível que tudo se resolva rápido, mas também pode ser que o processo avance para o tribunal.

Neste cenário, a AirHelp trata de todo o processo de reclamação em nome do passageiro e absorve todos os custos de honorários de advogados e custas judiciais.

Se não conseguirem vencer o caso, o cliente não paga. Caso a indenização seja aprovada, todas as taxas serão descontadas do valor recebido. Veja mais informações na Lista de Preços da AirHelp.

O prazo para receber a indenização nem sempre é o mais ágil. Isso porque há diversos fatores que nem dependem da AirHelp diretamente. Entre eles, o tipo de indenização pedida, se a companhia aérea vai responder com agilidade, a velocidade do julgamento do processo e outros fatores.

Por isso, o prazo médio para concluir o processo e receber a indenização é de 3 a 4 meses, como o próprio site informa, mas pode chegar a quase 300 dias.

Como comprar passagens aéreas baratas? Veja todas as dicas.

É possível confiar na AirHelp?

Sim, a AirHelp é confiável. Confira uma visão geral de certificações e da avaliação que os consumidores registraram sobre a AirHelp.

Certificações no site

A empresa é bastante conhecida no mercado e seu site é de confiança, uma vez que possui selos como o Norton Secured e o Truste Certified Privacy. Significa que a página oferece proteção aos dados.

Ela também aplica o Regulamento CE 201, 4, que estabelece regras comuns para a indenização e a assistência aos passageiros dos transportes aéreos em caso de recusa de embarque e de cancelamento ou atraso considerável dos voos.

Avaliação dos clientes da AirHelp no Trust Pilot

A classificação no Trustpilot é Excelente. Cerca de 83% dos clientes consideram a empresa excelente, 12% classificam como muito boa, 2% apontam uma indicação boa, 1% das pessoas avalia como ruim e 2%, muito ruim.

Em geral, os mais de 81 mil elogios dos clientes se concentram na eficiência, na agilidade e no bom trabalho da AirHelp.

Airhelp Trustpilot

AirHelp no Reclame Aqui

Já no portal de queixas Reclame Aqui, a AirHelp não alcançou um índice, mesmo estando cadastrada há 2 anos. Isso acontece quando o número de volume de reclamações sobre a empresa ainda é insuficiente para compor a avaliação.

Embora não exista uma nota, a percepção é positiva, uma vez que a empresa respondeu todas as 16 reclamações recebidas neste período.

Boas notas no aplicativo

Uma das bases de usuários mais numerosas da AirHelp está nos aplicativos, que são muito bem avaliados pelos usuários.

Na App Store, o aplicativo da AirHelp conquistou nota 4,9 em 5 estrelas, com 166 avaliações. Já na Play Store, alcançou 4,5 estrelas de 5, com 1.928 avaliações. Esta percepção mostra que os usuários dos apps estão satisfeitos com o serviço prestado com esta ferramenta.

Quais as vantagens e desvantagens da AirHelp?

Como qualquer serviço, a AirHelp possui seus prós e contras. Listamos alguns deles para você ter uma referência.

Vantagens

  • Boas avaliações dos clientes nos portais de opinião e nos aplicativos;
  • Todos os passos podem ser realizados online;
  • Facilidade extra no aplicativo, incluindo o recurso de escanear o cartão de embarque para não precisar escrever todos os detalhes, como nome da companhia, número do voo, aeroporto de origem e de destino e horário do voo;
  • O serviço oferecido em si, de assessorar o passageiro no pedido de indenização por algum imprevisto que tenha ocorrido no seu voo. A própria AirHelp, depois que você envia para ela os documentos solicitados, faz o serviço para você;
  • Se não ganhar a causa, não é cobrado nenhum valor.

Desvantagens

  • Há reclamações frequentes sobre a demora para receber a indenização ou de informações da AirHelp sobre o processo judicial;
  • Existe uma taxa cobrada pela empresa e ela é considerada alta, de 35% do valor da indenização. Calculando este desconto, a cobrança de IOF e a conversão do dinheiro, o valor a ser recebido pode diminuir bastante. Vale informar que há outras empresas que atuam no mesmo setor e cobram taxas semelhantes.

O ideal, para minimizar a maioria dos contratempos, é contratar um seguro viagem. Você pode usar a plataforma Seguros Promo para fazer uma cotação. Confira no artigo como fazer.

Também no comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo é possível cotar e ter em mãos a lista das melhores seguradoras e o preço dos pacotes, de acordo com a sua necessidade.

Dica: obtenha 5% de desconto na que escolher, aplicando o cupom EURODICASTURISMO e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%).

Quais são os direitos dos passageiros aéreos?

Os direitos dos clientes que utilizam os serviços de companhias aéreas são definidos em parâmetros nacionais e internacionais, que estabelecem o que deve ser feito em casos de atraso, cancelamentos e overbooking (mais passageiros que assentos no avião).

Em todos os casos, o mais básico é o direito à informação. Em caso de atraso de voo no aeroporto, a companhia aérea é obrigada a informá-lo imediatamente, incluindo o novo horário de partida previsto e atualizações sobre a confirmação deste horário. Vamos resumir os principais direitos em cada região a seguir.

No Brasil

Todos os passageiros voando no Brasil são protegidos especialmente pela Resolução n° 400 da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

Ela garante vários direitos aos passageiros, especificando exatamente os tipos de assistência que as companhias aéreas são obrigadas a prestar e quando. E se uma companhia aérea deixa de prestar assistência, o Código de Defesa do Consumidor brasileiro também permite reivindicar indenização. As principais compensações são:

  • Atraso de voo: até R$5.000 por pessoa;
  • Cancelamento de voo: até R$5.000 por pessoa;
  • Embarque negado: de R$1.300 (voo domestico) a R$2.600 (voo internacional) por pessoa.

Direito à assistência

Se o voo estiver atrasado ou cancelado, a companhia aérea precisa prestar assistência material aos passageiros.

  • Mais de 1 hora: oferecer acesso a comunicação (telefonema ou acesso Wi-Fi para troca de e-mails);
  • Mais de 2 horas: refeições apropriadas para o horário em questão, seja fornecendo alimentos ou vouchers de alimentação para os passageiros em espera;
  • Mais de 4 horas: considerado um atraso de voo grave, o que dá margem ao direito de reembolso: nova reserva ou acomodação adequada, com transporte providenciado pela companhia aérea.

Confira nossas sugestões de como viajar mais barato e mais seguro neste artigo.

Na União Europeia

Os direitos dos passageiros aéreos na União Europeia são regulados pelo documento CE nº 261/2004 (conhecido como CE261), aprovado no Parlamento Europeu em 11 de fevereiro de 2004. Ele cobre situações específicas de:

  • Embarque recusado;
  • Cancelamentos;
  • Atrasos: valores de até R$1.100 a 2.700, dependendo da distância do destino e da duração do atraso. No caso de atrasos em voos de conexão, você terá direito a indenização se todos os voos estiverem registados sob a mesma reserva, e se o voo que está atrasado estiver coberto pelo CE 261.

Nestes três casos, eles orientam não aceitar trocar de assento, vouchers ou benefícios, caso contrário terá que abrir mão de qualquer ressarcimento depois.

Direito à assistência

Para qualquer destes imprevisto com o voo, a companhia aérea deve fornecer assistência de:

  • Refeições;
  • Bebidas;
  • Duas comunicações por chamada telefónica, fax ou e-mail;
  • Alojamento, caso o voo alternativo não seja no mesmo dia;
  • Transporte de ida e volta entre o aeroporto e o local de alojamento.

Saiba quanto custa seguro viagem para Europa neste artigo.

Voos nos Estados Unidos

Cancelamento de voo, atraso de voo e perda de conexão

Viajantes de voos domésticos nos Estados Unidos não têm muitos direitos quando se tratam destas situações. Basicamente, é preciso guardar todos os documentos que comprovem a situação, solicitar um voo alternativo e negociar com a empresa aérea para obter uma compensação pelo transtorno causado.

Site Airhelp

Embarque recusado

O viajante pode pedir para ser incluído em um voo alternativo e pedir uma indenização, que ficará a critério da empresa aérea. Pode ser, além disso, que o próprio motivo da recusa ainda seja elegível para compensação, por exemplo, se envolver algum tipo de discriminação.

Bagagem danificada

É possível apresentar reclamação junto à companhia aérea pelos artigos danificados nas malas. A empresa pode negar qualquer responsabilidade, então é preciso ser convincente.

Confira as principais atitudes e as melhores dicas de segurança para viagem.

Perguntas frequentes sobre a AirHelp

1. Quando o pedido de indenização do passageiro já foi recusado pela companhia aérea, é possível tentar novamente com a AirHelp?

Sim. Basta entrar no site e indicar os dados do seu voo, junto com todas as informações que tenha recebido da companhia aérea.

A equipe da AirHelp pode investigar se a recusa foi justa ou se você tem hipóteses de ganhar – neste caso, eles avançam com o seu pedido de reclamação.

2. A AirHelp ajuda em caso de bagagem extraviada?

A empresa afirma que não pode auxiliar diretamente, como em situações de atrasos ou cancelamentos. No entanto, eles orientam sobre como proceder do modo correto, considerando mala perdida, atrasada ou danificada.

Consulte a seção Conheça os Seus Direitos no site da AirHelp.

3. Em que moedas a indenização é paga?

Quando a indenização é aprovada, é enviado pela AirHelp um e-mail em que o cliente seleciona a sua moeda e a forma de pagamento entre as opções disponíveis.

As mais utilizadas são Euros e Dólares, mas também é possível escolher o Real brasileiro, Dólar australiano e Libra Esterlina, entre outras. Elas podem ser utilizadas pelos clientes que residam nesses países.

Dica: veja também como funcionam as salas VIP dos aeroportos. Estes espaços oferecem maior conforto e comodidade aos passageiros em casos de atrasos nos voos, cancelamentos ou conexões demoradas. Veja como aceder com a Priority Pass.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Luciana Andrade é jornalista, doutora em história, cursa especialização em marketing digital e não cansa de aprender coisas novas. À frente da Flows Conteúdo & Comunicação, escreve para diversos sites e clientes corporativos. Já morou em cinco cidades - no Brasil e na França - e está sempre planejando a próxima viagem.