Museus em Roma: quando e como visitar, preços e outras atrações

Visitar Roma  / 

Roma já é um museu a céu aberto, vocês não concordam? Cheia de monumentos e ruas históricas, passear pela cidade é, com certeza, uma aula de história e cultura. Porém, algumas obras estão guardadas dentro dos museus em Roma, só esperando serem descobertas pelos visitantes de uma das cidades mais bonitas da Europa.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Se você ficou curioso, então venha conosco neste delicioso passeio pelos Museus de Roma.

Principais museus em Roma

Para quem não sabe, a cidade de Roma, uma das cidades mais bonitas da Europa, abriga alguns dos museus e galerias de arte mais importantes do mundo. São pelo menos 10 museus em Roma que merecem a sua visita, mas se o tempo da viagem for curto, vamos sugerir os principais:

Museus do Vaticano

Com certeza, estes são os museus mais conhecidos mundialmente. Ir até Roma e não visitar o Vaticano – menor país do mundo – é como ir ao Rio de Janeiro e não conhecer o Cristo Redentor.

A origem destes museus em Roma data o século XVI, quando o Papa Julio II começou a colecionar esculturas. Desde então, a enorme coleção de obras foi se acumulando ao longo dos séculos pelos próprios papas.

O que começou com uma pequena coleção de esculturas, ao longo dos séculos, o Museu do Vaticano tornou-se uma das maiores coleções do mundo. Aliás, está entre os mais ricos museus do mundo por possuír coleções com valores históricos inigualáveis.

Quer saber mais detalhes? Então acompanhe o nosso artigo completo com tudo sobre o Vaticano.

museus em roma, museu do vaticano

Hoje os Museus do Vaticano – em italiano Museus Vaticanos – são um complexo de treze museus localizado no interior do Estado da Cidade do Vaticano.

Todos os ambientes e corredores são decorados com mármore e obras, e todas as rotas terminam na Capela Sistina, um dos mais famosos tesouros culturais e artísticos do Vaticano e do Mundo.

Informações úteis

Valor do Ingresso: 17€;
Horário: aberto das 09h00 as 16h00 (fecha aos domingos);
Localização: Viale Vaticano.

O tour nos Museus está disponível em inglês, espanhol, italiano, alemão, francês e russo.

Saiba mais sobre como comprar ingressos para os museus do Vaticano e para a Capela Sistina.

Musei Capitolini

Os Museus Capitolinos – ou em Italiano, Musei Capitolini – na verdade são um complexo de museus cívicos, estruturados por palácios antigos.

O museu começou a tomar forma em 1471, quando o Papa Sixto VI doou ao povo de Roma uma coleção de estátuas em bronze. E por este motivo muitos acreditam que esse é o museu público mais antigo do mundo. Mesmo recebendo esta coleção, o museu só abriu as portas ao público em 1734.

O complexo é composto por dois museus: o Palácio dos Conservadores (Palazzo dei Conservatori) e o Palácio Novo (Palazzo Nuevo), reúnem obras que nos fazem entender a história de Roma, transformando a visita em uma maravilhosa viagem no tempo.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Confira como comprar ingressos para os Museus Capitolinos.

Informações úteis

Valor do Ingresso: 15€;
Horário: aberto diariamente das 09h30 às 19h30;
Localização: Piazza del Campidoglio.

Não deixe de ler a nossa lista especial com as cidades italianas mais bonitas.

Galleria Borghese

A Galleria Borghese está instalada entre os jardins da Villa Borghese, em um lindo palácio construído entre 1613 e 1616. A galeria leva o sobrenome de uma das famílias mais nobres e renomadas da Europa, por ter membros que foram Papas e Cardeais.

O local expõe parte da coleção iniciada pelo sobrinho do Papa Paulo V, o cardeal Scipione Borghese, entre 1576 e 1633.

O acervo da galeria reúne pinturas e esculturas de mestres como Leonardo da Vinci, Rafael Sanzio, Ticiano Rubens, Bernini, Caravaggio, Raffaello e Antonio Canova. Por isso, é um dos locais mais importantes do mundo, apesar de pequeno, se comparado com outros museus.

Devido à grande quantidade de visitantes, só é possível visitá-lo com reserva prévia, que pode ser efetuada via telefone ou internet.

Se você for apaixonado por velocidade, não deixe de visitar o museu da Ferrari na Itália.

Informações úteis

Valor do Ingresso: 20€;
Horário: aberto das 9h00 as 19h00 (fecha às segundas-feiras);
Localização: Piazzale del Museo Borghese, 5.

Confira como comprar ingressos para a Galleria Borghese.

Museo Nazionale Romano

O Museu Nacional Romano – em italiano, Museo Nazionale Romano – é considerado um dos museus em Roma mais famosos da Itália. A história do museu começa em uma única sede, porém, por conta da grande variedade do acervo, ele precisou de outros espaços.

obras em roma

Hoje, está divido em quatro sedes: Cripta Balbi, Palazzo Altemps, Termas de Diocleciano e Palazzo Massimo.

O local conta a história de Roma de 500 a.C até aproximadamente 300 d.C e cada museu do complexo possui uma abordagem diferente. As peças provêm de coleções privadas e também de inúmeras escavações feitas no subsolo de Roma.

Como este museu está divido em quatro sedes, o ingresso pode ser utilizado por até três dias, dando tempo suficiente para visitar os quatro espaços.

Informações úteis

Valor do Ingresso: 12€;
Horário: aberto das 09h00 as 19h45 (fecha às segundas-feiras);
Localização: Largo di Villa Peretti, 2.

Vai viajar para Madrid? Então encante-se com o museu Rainha Sofia.

Palazzo Barberini

Esse é um incrível edifício barroco que abriga a Galeria Nacional de Arte Antiga. O palácio foi construído sob as ordens do Papa Urbano VIII e foi capaz de superar as residências mais luxuosas que pertenciam à nobreza romana da época.

O local é um magnífico museu e abriga mais de 1.400 obras de grandes artistas italianos e internacionais. Entre os quais destacam-se El Greco, Tintoretto, Tiziano e Caravaggio, além de o edifício em si ser uma obra de arte.

Informações úteis

Valor do Ingresso: 12€;
Horário: aberto das 08h00 as 19h00 (fecha às segundas-feiras);
Localização: Via delle Quattro Fontane, 13.

Aproveite as nossas dicas de roteiro pela Itália em uma viagem de sete dias.

La Galleria Nazionale

A Galeria Nacional de Arte Moderna de Roma foi criada em 1883 para abrigar obras de arte contemporânea. O acervo da galeria conta com mais de 4.000 obras entre as quais estão obras de arte que vão desde o período Neoclássico até o ano de 1960.

No local você encontra obras de Claude Monet, Vicent Van Gogh, Paul Cézanne e Antonio Canova.

Saiba quais são os principais pontos turísticos da Itália e sabia como visitá-los.

Informações úteis

Valor do Ingresso: 10€;
Horário: aberto das 08h30 as 19h30 (fecha às segundas-feiras);
Localização: Viale delle Belle Arti, 131.

Museo Nazionale Etrusco di Villa Giulia

O edifício Villa Giulia é um pequeno palácio renascentista, construído entre 1550 e 1555. Criado em 1899, o museu se destaca por sua extensa coleção de obras da era pré-romana italiana, além da beleza do edifício e seus incríveis jardins que chamam a atenção dos visitantes.

As obras estão organizadas de acordo com sua época que vai desde a atividade até o século XIX e incluem cerâmicas, pecas de bronze e ouro e esculturas. Entre os objetos mais importantes do Museu Nacional Etrusco, está um sarcófago do ano 520 a.C.

Descubra quais são os monumentos italianos mais famosos.

Informações úteis

Valor do Ingresso: 8€;
Horário: aberto das 09h00 as 20h00 (fecha às segundas-feiras);
Localização: A noroeste da Villa Borghese.

Saiba onde comprar os ingressos para museu em Florença.

Como adquirir seu ingresso

Todos os ingressos podem ser comprados diretamente em cada um dos museus em Roma. Porém, para evitar filas nós recomendamos que a compra seja feita com antecedência e online.

Um site que recomendamos para ingressos online é o Get Your Guide. Além de você evitar filas nas atrações, o site é totalmente em português – facilitando você entender melhor o que está incluso em cada ingresso.

Outros benefícios

Algumas das vantagens de comprar o seu ingresso pelo Get Your Guide:

  • Pague na sua moeda;
  • Reembolso integral em caso de cancelamento – verificar data limite;
  • Seu ingresso chega diretamente no seu e-mail.

Está viajando pela Itália?  Que tal fazer turismo em Verona?

Como aproveitar gratuitamente os museus?

Sim, você pode visitar os museus em Roma gratuitamente, além de outros monumentos históricos, galerias, ruínas arqueológicas, jardins e parques.

coliseu em roma

Os Museus do Vaticano são gratuitos no último domingo do mês, enquanto atrações como Coliseo, Galleria Borghese e o Museo Nazionale Romano são gratuitos no primeiro domingo de cada mês.

Confira a lista completa dos locais e dias que são gratuitos neste site.

Qual é a melhor época para visitar Roma?

Sempre quando visitamos algum lugar, queremos evitar filas e aquele amontoado de turistas, não é? Eu sei que pode parecer impossível, mas acredite que é possível visitar Roma em uma época mais tranquila.

Descubra aqui qual é a melhor época para viajar para a Itália.

Vá na Primavera

Que tal um clima mais ameno, com dias um pouco mais longos e nada de chuva? Essa é a melhor época para conhecer a capital da Itália, especialmente no mês de abril, quando é o aniversário da cidade.

Durante o dia os termômetros ficam na casa dos 20ºC, enquanto a noite por volta dos 10ºC. Além da temperatura, os dias nesta época do ano ficam claros até as 19h30, o que é maravilhoso para poder explorar ainda mais a cidade.

Aproveite o Outono

Essa é a segunda melhor época para desbravar a cidade de Roma. Setembro é o melhor mês porque o calor já está suportável com temperaturas entre 15ºC e 25ºC e as chuvas nessa altura já não serão um problema.

Outra vantagem de conhecer Roma entre setembro e outubro, é que a cidade estará mais vazia, ajudando bastante a evitar filas quilométricas nos principais pontos turísticos. Além disso, o preços dos hotéis estarão mais acessíveis.

Também conheça as principais fontes de Roma.

Conheça outros pontos turísticos

Mas é claro que Roma não é feita apenas de museus! Se você estiver na cidade também não deve deixar de visitar:

Coliseu de Roma

Uma construção com quase 2 mil anos de idade. Por mais de 500 anos o Coliseu de Roma recebia  em média 50 mil pessoas em dias de exibições.  Os eventos exibiam animais, execuções de prisioneiros e lutas de gladiadores.

Após os últimos jogos, no século VI, o local sofreu diversas catástrofes, como um bombardeio durante a Segunda Guerra Mundial. Ele também já foi utilizado como igreja, cemitério, armazém e até como castelo para nobreza romana.

Basílica de São Pedro

Este é o edifício mais importante do catolicismo, afinal é aqui que acontece a missa do Papa no Vaticano.

A construção data o ano de 1506, terminando apenas em 1626. Diversos arquitetos participaram da sua construção, entre eles Michelangelo, Bramante e Carlo Moderno. O nome do local se deve ao primeiro Papa de Roma, São Pedro, cujo corpo está enterrado dentro da basílica.

O local tem capacidade para 200 mil pessoas e a entrada na Basílica de São Pedro é gratuita.

fontana di trevi roma

Acompanhe as nossas dicas para conhecer a Fontana di Trevi.

Forum Romano

É aqui onde acontecia a vida pública da Roma antiga, além da vida religiosa. O Fórum Romano, junto com o Coliseu de Roma é a maior mostra de grandeza do antigo Império Romano.

Além de você poder visitar os templos de Saturno, Vênus e Rômulo, vale a pena você visitar outros pontos turísticos como:

  • Via Sacra (antigamente foi a principal rua de Roma);
  • Arco de Tito (construção que comemora a vitoria de Roma sobre Jerusalém);
  • A Cúria (antigo Senado de Roma).

Os museus em Roma são certamente uma atração que deve ser incluída na sua visita à cidade. No entanto, com tanta coisa para ver e fazer, nossa indicação é que você reserve pelo menos uma semana em Roma para dar tempo de conhecer os principais pontos turísticos sem pressa.

Conheça a nossa lista com os melhores museus da Europa.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.