Se está planejando uma viagem para a Cidade Eterna, não deixe de incluir no seu roteiro os principais museus de Roma. Cada um deles guarda tesouros importantes da história e da arte. Selecionamos uma lista com os mais visitados e incríveis museus para conhecer ainda mais sobre a história dessa cidade milenar. Acompanhe!

Precisa comprar ingressos para os museus de Roma com antecedência?

Sim!

Planejar o seu roteiro em Roma é essencial para ter uma viagem tranquila e garantir que você conhecerá todas as atrações que escolher. Comprar os ingressos para os museus de Roma com antecedência pode auxiliar muito nisso.

Faça uma lista de museus que pretende visitar e adquira os ingressos para evitar perder tempo em filas. Alguns desses museus também vão exigir que você escolha o horário da sua visita.

Principais museus de Roma para visitar

São muitos os Museus de Roma extraordinários para visitar, afinal, uma cidade que surgiu no século VIII a.C. tem muita história para contar. Para todos os lados que você olhar, vai se deparar com vestígios da trajetória dessa cidade fascinante, contada nas ruas, nos antigos prédios e praças bem conservados e, claro, nos seus museus.

Selecionar apenas alguns dos tantos museus de Roma quando estiver decidindo o que fazer pela Cidade Eterna não é uma tarefa fácil. Mas vamos te ajudar com uma lista de 7 museus imperdíveis para visitar. Confira.

1. Museu Capitolino

Nossa lista inicia com aquele que pode ser considerado o primeiro museu do mundo! O Museu Capitolino é um complexo de antigos palácios construídos para abrigar importantes obras. Localizado no alto do Monte Capitolino, a praça onde se encontra foi desenhada por Michelangelo em 1536.

A criação dos Museus Capitolinos remonta a 1471, quando o Papa Sisto IV doou um conjunto de estátuas de bronze de grande valor simbólico ao povo de Roma. É hoje dividido em seis espaços abrigando obras de diferentes períodos da história da arte.

Em um museu com seis prédios, muitas são as obras imperdíveis para ver. O destaque é a estátua da Loba Romana com Rômulo e Remo mamando.

Réplica da estátua equestre de Marco Aurélio na Praça do Museu Capitolino
Réplica da estátua equestre de Marco Aurélio está em meio a Praça do Museu Capitolino. Foto: Fê Fassina

A estátua equestre de Marco Aurélio também é imperdível. Há uma réplica em meio à praça dos prédios que compõem os Museus Capitolinos, mas é possível ver também a original, esculpida em bronze, dentro do Palácio dos Conservadores.

Além disso, há também uma infinidade de outras estátuas de mármore e bronze, pinturas, coleções de vasos gregos e etruscos e obras de Caravaggio. E do alto dos prédios é possível ter uma vista incrível para o Fórum Romano, que era o centro de Roma.

Quanto custa o ingresso para o Museu Capitolino?

Existem diversos tipos de ingressos e também é possível combinar a visita ao Museu Capitolino com outras atividades. Veja a seguir:

Tipo de ingresso Valor a partir de
Museus Capitolinos com vídeo multimídia 32€
Tour privado de 2,5 horas pelos Museus do Capitolinos 159,60€
Museus Capitolinos e Centrale Montemartini 34€

2. Museu do Vaticano e Capela Sistina

“O Vaticano, o Museu dos Museus”, não só abriga as extensas coleções de arte, arqueologia e etnoantropologia reunidas pelos Papas ao longo dos séculos, mas também contém algumas das salas mais extraordinárias e artisticamente significativas do Palácio Apostólico. O Museu do Vaticano é ainda considerado um dos melhores museus da Europa.

O Museu do Vaticano foi fundado em 1506 pelo Papa Júlio II e hoje bate o recorde de quantidade de galerias. São 54 galerias no complexo e aproximadamente 19 milhões de peças, fazendo com que o conjunto seja considerado um dos maiores do mundo.

Nos Museus do Vaticano você encontrará a história do mundo, como a Estátua de Hércules, a Estátua de Laocoonte e filhos, os bustos de deuses da Roma Antiga, o sarcófago de Santa Helena e múmias. Também inclua uma visita à estátua de O Apolo Belvedere, a primeira obra incorporada aos Museus Vaticanos.

Na Pinacoteca Vaticana, uma galeria especial para o acervo de pinturas. Dezoito salas compreendem obras de mestres como Rafael, Leonardo da Vinci, Botticelli e Caravaggio. Não deixe ainda de reparar no teto de todas as salas: um mais incrível que o outro!

E a Capela Sistina tem como ponto principal o teto, claro. Pintado por Michelangelo a pedido do Papa Júlio II, o centro da obra retrata a pintura mais icônica de todas, a criação de Adão, em que Deus e Adão quase tocam os dedos.

Quanto custa o ingresso para o Museu do Vaticano e Capela Sistina?

Os ingressos para os Museus do Vaticano e Capela Sistina custam a partir de 17€ para adultos no site oficial. Mas é possível combinar as atrações com outras atividades, veja as opções mais procuradas do GetYourGuide:

Tipo de ingresso Valor a partir de
Bilhete de entrada para os museus e a Capela Sistina 20€
Excursão aos Museus Vaticanos, Capela Sistina e Basílica 37,70€
Vaticano, Capela Sistina, Basílica e Tumbas Papais 149€

3. Galleria Borghese

A Galleria Borghese é um museu em Roma distinguido por sua coleção de pintura barroca italiana e escultura antiga. A Galeria está localizada entre os jardins da Villa Borghese, e expõe grande parte da coleção iniciada pelo cardeal Scipione Borghese, sobrinho do papa Paulo V, entre 1576 e 1633.

A Galleria Borghese é um dos principais museus de arte de Roma com uma coleção de diversas esculturas e pinturas de valor inestimável de artistas como Leonardo da Vinci, Raffaello, Bernini, Caravaggio e Botticelli.

A Galleria Borghese é dividida em dois andares. O andar principal é dedicado às exposições de antiguidades clássicas. Peças do século I ao III d.C., mosaicos e impressionantes esculturas, além dos afrescos que decoram tetos e paredes.

Listamos a seguir algumas das obras mais famosas da Galleria, confira:

  • Apolo e Dafne, escultura de Bernini;
  • Davi, de Bernini;
  • Madonna con Bambino San Giovannino e Angeli, de Boticelli;
  • Ragazzo con Canestro di Frutta, de Caravaggio;
  • Venus Victrix, escultura de Antonio Canova;
  • Leda e o Cisne, de Leonardo Da Vinci.

Quanto custa o ingresso para a Galleria Borghese?

Existem diferentes modalidades de ingressos para visitar a Galleria Borghese. Veja as opções mais procuradas para a atração no GetYourGuide:

Tipo de ingresso Valor a partir de:
Ingresso sem fila para a Galeria Borghese  30€
Tour Guiado Galleria Borghese 48,60€
Tour Particular Galleria Borghese de 2 Horas 129€

4. Castelo de Santo Ângelo

Com quase dois mil anos de história, o Castelo de Santo Ângelo teve sua construção iniciada em 135 a mando do imperador Adriano. O castelo foi utilizado ao longo dos anos como base militar italiana. Durante a Idade Média, serviu como a mais importante das fortalezas pertencentes aos Papas e como prisão durante a unificação da Itália no final do século XIX.

Localizado na margem direita do Rio Tibre, está bem próximo ao Vaticano e possui um estilo renascentista. Atualmente, são 58 salas para serem visitadas em um dos principais museus de Roma.

Dia ensolarado em Roma e vista da entrada do Castelo de Santo Angelo
Castelo de Santo Angelo ficou ainda mais famoso após citação na obra “Anjos e Demônios”, de Dan Brown

O Castelo de Santo Ângelo é dividido em cinco andares e o seu terraço tem uma vista incrível do Rio Tibre, da Basílica de São Pedro e de parte da cidade de Roma. No seu interior, é possível ver as antigas prisões. Além disso, é possível ver obras de arte e muitos afrescos preservados nos aposentos papais, com tetos belíssimos.

Também não deixe de admirar a Ponte de Santo Ângelo, sobre o rio Tibre. Ela é ornada por doze estátuas de anjos esculpidas por Gian Lorenzo Bernini.

E se você é fã da obra “Anjos e Demônios”, de Dan Brown, decifre os mistérios e visite locais citados no romance dentro do Castelo.

Quanto custa o ingresso para o Castelo de Santo Ângelo?

Os ingressos para visitar o Castelo de Santo Ângelo custam entre 12€ e 69€. Veja algumas opções do site GetYourGuide:

Tipo de ingresso Valor (a partir de)
Tour e ingresso sem fila Castelo de Santo Ângelo 29,60€
Excursão “Anjos e Demônios” – O Caminho da Iluminação 69€
Castel Sant’Angelo entrada sem fila e audioguia opcional 12€

5. Museu Nacional Romano

O Museu Nacional Romano foi inaugurado em 1890, inicialmente instalado nas antigas Termas de Diocleciano. Com a progressiva expansão do acervo e com a necessidade de restauro das Termas, foi necessária a busca por mais espaço, sendo sua coleção dividida e espalhada em outras três sedes extras: Cripta de Balbo, Palazzo Massimo e Palazzo Altemps.

O Museu Nacional de Roma abriga seções de coleções nacionais, fundadas depois da Unificação Italiana para consolidar e reunir tesouros dispersos em vários locais. O acervo provem de escavações e de coleções particulares que foram doadas ao longo dos séculos.

Cada uma de suas sedes possui diferentes tipo de acervo, confira os destaques em cada uma delas:

  • Termas de Diocleciano: acervo de peças da antiguidade romana. O claustro foi projetado por Michelangelo, onde estão expostas cerca de 400 obras de escultura, desde itens de arte fúnebre, como sarcófagos, até material proveniente do sítio arqueológico das Termas;
  • Palazzo Massimo: abriga arte da Roma Antiga de escultura, pintura, numismática e joalheria. A seção de numismática é a melhor do mundo em seu gênero, e foi formada com a reunião de coleções privadas e com achados de escavações em Roma e nas regiões vizinhas, ilustrando a história da moeda romana desde suas origens até a atualidade;
  • Palazzo Altemps: a coleção compreende rica estatuária romana e grega e peças renascentistas e barrocas. Dentre as obras-primas estão as estátuas do Gálata suicida, o Ares Ludovisi e a Afrodite de Cnido; e também o mosaico de Castelporziano, do século II, um dos maiores mosaicos romanos existentes;
  • Cripta de Balbo: é um museu de arqueologia urbana, que pesquisa e documenta a evolução do espaço urbano, desde o seu primeiro assentamento, passando por todas as suas diferentes distinções ao longo da história.

Quanto custa o ingresso para o Museu Nacional Romano?

Existem diversas opções de ingressos para visitar um dos principais museus de Roma. Confira algumas opções selecionadas no GetYourGuide:

Tipo de ingresso Valor a partir de
Tour no Museo Nazionale Romano e Terme di Diocleziano 109€
Experiência do Museu Nacional Romano com Vídeo Multimídia 32€
Museu Nacional do Palazzo Massimo: tour privado de 2 horas 100€

6. Museu Nacional de Arte Moderna de Roma

O Museu Nacional de Arte Moderna de Roma ou La Galleria Nazionale foi criada em 1883 para abrigar obras de arte contemporânea. O acervo da galeria conta principalmente com arte italiana dos séculos XIX a XXI, mas também possui uma seção de arte internacional.

Galleria Nazionale em Roma.
La Galleria Nazionale de Roma foi criada para abrigar obras contemporâneas

Atualmente, o acervo conta com mais de 4 mil obras, sendo constantemente ampliado através de doações e aquisições em grandes exposições e bienais.

O local está dividido em 55 salas de exposição onde você encontra obras de Claude Monet, Vicent Van Gogh, Paul Cézanne e Auguste Rodin.

Quanto custa o ingresso para o Museu Nacional de Arte Moderna de Roma?

O valor do ingresso é de 11€ para adultos no site oficial da Galeria.

7. Museu dos Capuchinhos

O Museu e Cripta dos Capuchinhos nasceu com a intenção de apresentar uma realidade viva e orgânica, que, através da Igreja, do Cemitério e da exposição do Museu, se apresenta no seu devir histórico. Esta instituição traça a história, apresentando a vida exemplar de santos capuchinhos, uma ordem que nasceu em 1525.

São oito salas no itinerário expositivo que captam o estilo de vida simples, mas também a proximidade contínua com os mais pobres e o grande espírito de fraternidade que caracteriza a ordem religiosa dos Frades Menores Capuchinhos. Esse é um dos Museus de Roma mais bem avaliado do Trip Advisor.

No museu você verá inúmeros quadros com fotos de frades capuchinhos e diversos objetos que faziam parte da vida dos religiosos desde a Idade Média – incluindo objetos de penitência religiosa como chicotes e cinturas pontiagudas.

Na quinta seção encontra-se a famosa obra “São Francisco em meditação”, criada pelo grande artista Caravaggio, em 1605, especialmente para o Convento dos Frades Capuchinhos.

Por fim, a Cripta dos Capuchinhos conta com um ossuário, eleito um dos oito mais interessantes do mundo pelo Heritage Daily. São aproximadamente 3.700 ossos pertencentes a frades capuchinhos enterrados entre 1528 e 1870.

Quanto custa o ingresso para o Museu dos Capuchinhos

São diversas opções de ingressos para o Museu dos Capuchinhos oferecidas pelo GetYourGuide, confira:

Tipo de ingresso Valor a partir de
Criptas dos Capuchinhos sem fila e excursão guiada 38,25€
Excursão à cripta e museu dos Capuchinhos com concerto de coral 79€
Tour semi particular na Cripta dos Capuchinhos 45€
Excursão às Criptas e Catacumbas com Capela dos Ossos e traslados 59€
Dos Deuses aos Ossos: passeio a pé do Panteão à Cripta dos Capuchinhos 64,90€

Onde comprar ingressos para os museus de Roma?

Para comprar ingressos para os Museus de Roma você pode acessar o site oficial da atração ou usar sites de vendas de ingressos de atrações turísticas. As duas opções têm suas próprias vantagens e desvantagens.

Veja a seguir como e as vantagens de comprar ingressos para os Museus de Roma pelo GetYourGuide ou pelos sites oficiais e defina qual se encaixa melhor nas suas preferências.

Comprar ingressos para os Museus de Roma pelo GetYourGuide

O GetYourGuide é confiável e um dos principais sites de atrações turísticas para comprar seus ingressos antecipados para visitar os Museus de Roma. Basta acessar o site, digitar a atração que está procurando ou buscar diferentes atrações disponíveis na cidade para onde vai viajar.

Escolha dentre tantas alternativas de tours guiados ou combinados com outras atividades, defina as datas e horários, se necessário, e complete a compra.

Vantagens de comprar pelo GetYourGuide

Comprar ingressos para os Museus de Roma pelo site de atrações turísticas GetYourGuide é uma ótima alternativa para adquirir bilhetes antecipados e evitar as longas filas. Há ainda uma grande diversidade de opções de ingressos que incluem tours combinados com outras atrações e passeios; também tours guiados ou com audioguia.

E outra grande vantagem é o cancelamento grátis em até 48 ou 24 horas antes da atividade, dependendo da atração. O site disponibiliza serviço de atendimento ao cliente diariamente em diversas línguas, incluindo português, para qualquer auxílio necessário.

Comprar ingressos para os Museus de Roma pelos sites oficiais

Também é possível comprar os ingressos facilmente através dos sites oficiais dos Museus de Roma. Muitos deles oferecem diferentes bilhetes e variados preços para crianças, idosos, adultos ou estudantes e até um combo de ingressos para a família ou grupos.

Vantagens de comprar os ingressos nos sites oficiais

A grande vantagem de comorar os ingressos para os Museus de Roma nos sites oficiais é que o valor dos ingressos pode, sim, ser um pouco mais barato.

Além disso, você terá e receberá todas as últimas atualizações sobre o funcionamento do local, como alterações nos horários, por exemplo. Ou informações sobre exposições temporárias.

Qual a melhor época para conhecer os Museus de Roma?

A melhor época para conhecer os Museus de Roma é nos meses de outono e primavera. Março e abril ou setembro e outubro, por exemplo. Os preços de acomodação na cidade e passagens aéreas também podem ser bem mais em conta nesse período.

É também possível afirmar que praticamente não existe baixa temporada em Roma, já que a cidade é uma das mais visitadas do mundo, durante o ano todo.

Turistas em frente a Capela Sistina, em Roma
Planeje a visita aos museus na primavera ou no outono, temperaturas são amenas e há menos turistas. Foto: Fê Fassina

Mas nos meses de férias de verão europeu, na alta temporada, entre maio e agosto, além de alcançar temperaturas altíssimas, o número de turistas também alcança ápices. Podendo ser até desconfortável a visita a alguns pontos turísticos de Roma durante esse período.

Entre final de novembro e início de janeiro, muitos são os turistas na cidade para passar o período de Natal e as festas de final de ano. Nos meses de inverno as baixas temperaturas que atingem o país podem dificultar os passeios, especialmente aqueles a céu aberto.

Vale a pena visitar os Museus de Roma?

Vale muito a pena visitar os Museus de Roma.

É possível dizer que sou suspeita para falar, já que Roma é uma das minhas cidades favoritas. Mas acredite: mesmo quem não gosta muito de visitar museus garanto que alguns dos de Roma são de fato imperdíveis.

Viajar pela história dessa cidade milenar é simplesmente extraordinário.

Roma Pass vale a pena?

O Roma Pass pode, sim, valer a pena já que Roma é uma cidade grande e o passe garante também o uso gratuito do sistema de transporte público. Além disso, você pode escolher uma ou duas das atrações da lista, incluindo alguns dos museus que citamos aqui no artigo, para acessar gratuitamente e sem fila.

Para as demais atrações e alguns serviços, o Roma Pass de 48 ou 72 horas com transporte ainda garante descontos. O valor para adquirir o passe é de 33€ para 48 horas ou 53€ para 72 horas.

Dicas para organizar o roteiro pelos Museus de Roma

Agora que você já sabe quais são os melhores Museus de Roma para visitar, é hora de começar a planejar a viagem.

Para isso, selecionamos algumas dicas para você começar a organizar o seu roteiro. Confira o nosso checklist de viagem para auxiliar seus preparativos:

  • O seguro viagem do Espaço Schengen é obrigatório em 27 países da Europa, incluindo a Itália. Faça uma cotação com o Seguros Promo, para saber mais sobre as diferentes coberturas e definir qual se encaixa melhor nas suas preferências. Você pode usar o comparador para comparar os benefícios de cada um dos planos oferecidos;
  • Atualmente, é imprescindível manter-se conectado, especialmente durante uma viagem para a Europa. Para maior comodidade, adquira um chip internacional antes mesmo de sair do Brasil. A nossa recomendação é a America Chip, que oferece cobertura por toda Europa e oferece internet ilimitada pelo melhor custo-benefício;
  • Preparar um roteiro com antecedência é o segredo para aproveitar ainda mais sua viagem. Programe seus passeios e adquira os ingressos para atrações turísticas online. Verifique sempre as opções para comprar outras atrações combinadas, já que pode ser bem vantajoso. Sites como o GetYourGuide oferecem ainda excursões guiadas ou audioguia para você aproveitar e conhecer ainda mais sobre a atração;
  • Adquirir um cartão de débito internacional é certamente a opção mais segura e econômica para sua viagem. Com o cartão Wise você faz a conversão do câmbio em poucos minutos e com as taxas mais econômicas e o câmbio comercial.

Dicas anotadas, Museus de Roma definidos, desejamos que tenha uma ótima viagem! Arrivederci!