York na Inglaterra: atrações, como chegar, onde ficar e dicas

Visitar Inglaterra  / 

Eleita diversas vezes uma das melhores cidades para se viver, York na Inglaterra oferece mais atrações por quilômetro quadrado do que qualquer outro lugar do Reino Unido. Suas ruas medievais são ricas em história, atraindo centenas de turistas em busca de experiências tipicamente britânicas. Então, se você está em busca de ruas de paralelepípedos, cafés pitorescos, edifícios góticos e evidências de uma história um pouco obscura, esta é a cidade certa para você visitar.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Onde fica York na Inglaterra?

York está localizada no coração da Inglaterra, no condado de North Yorkshire, a meio caminho entre Londres (280km) e Edimburgo (296km), e possui excelentes ligações ferroviárias e rodoviárias com o restante do país, o que a torna um dos destinos mais acessíveis do Reino Unido.

Como chegar em York

A Inglaterra possui um excelente sistema de transporte, o que torna a locomoção dentro do país muito fácil. Para chegar em York, por exemplo, há duas formas principais: trem e ônibus.

  • Trem: o tempo médio de uma viagem de trem entre Londres e York é de 2h. Diariamente circulam em média 30 trens entre Londres e York, saindo a cada 15 minutos. Os bilhetes individuais custam a partir de R$ 100;
  • Ônibus: a maneira mais barata de ir de Londres para York é de ônibus que custa entre R$ 90 e R$ 290 e dura 5h30.

Outras cidades também possuem serviços de trem direto para York, como Liverpool, Newcastle, Leeds e Hull. Essas cidades estão todas mais próximas, com tempos de viagem inferiores a 2 horas.

Cidades da Inglaterra: as 10 melhores e maiores do país para visitar.

Como se locomover em York na Inglaterra

York é uma cidade pequena e com muitas coisas para fazer. E o melhor de tudo é que é fácil chegar de um lado ao outro em apenas 20 minutos de caminhada. Mas, se você precisar se locomover através de transportes públicos, veja como a seguir.

Transporte público

First Bus York é a principal empresa de ônibus da cidade e opera cerca de 30 rotas de ônibus que circulam regularmente por York e arredores. Você pode comprar os bilhetes no aplicativo First Bus e geralmente são mais baratas do que pagando diretamente ao motorista.

Táxis

Existem pontos de táxi na Estação Ferroviária de York e também na Estação Rodoviária. Você pode pré-reservar táxis de empresas como Fleetways e Streamline Taxis.

De carro

Como já falamos, é muito fácil caminhar por York, mas se você optar por dirigir, saiba que essa é uma cidade pequena, mas movimentada, então as ruas podem ficar congestionadas, especialmente durante o horário de pico. Se optar por alugar um carro, veja as opções no Rentcars.

Bicicleta

Andar de bicicleta por York é um prazer, já que existem mais de 100km de ciclovias no centro da cidade e nos arredores. Você pode alugar bicicletas na Cycle Heaven na estação ferroviária.

Walk Tours em York na Inglaterra

Apesar de ser uma cidade rica histórica e culturalmente, não é muito fácil identificar os principais pontos turísticos para quem chega em York pela primeira vez. Sem perceber, você pode acabar deixando de observar monumentos seculares presentes pelas ruas da cidade.

The Shambles Street

Por isso, uma boa dica é contratar um serviço de passeio guiado assim que chegar à cidade. Em média, os passeios duram cerca de 3h e você passa pelos locais mais significativos da cidade ao mesmo tempo em que a história vai sendo narrada em detalhes. Para garantir o seu ingresso com antecedência, é só entrar na plataforma Get Your Guide.

História de York na Inglaterra

Os romanos fundaram York como uma fortaleza no ano 71 d.C. Em meados do século II, uma pequena cidade cresceu junto a essas muralhas, graças à chegada de artesãos e comerciantes que forneciam bens para soldados e embarcações no Rio Ouse. Anos depois, a civilização romana começou a desmoronar e York só voltou a ser próspera em meados do século IX. Foi quando, em 866, os vikings conquistaram o norte da Inglaterra e York se tornou a capital de um novo reino viking.

Nos séculos XVI e XVII, York ainda era a cidade mais importante do norte da Inglaterra, mas isso foi mudando à medida que outras cidades do norte cresciam rapidamente. Hoje York ainda é uma cidade próspera, com mais de 210 mil habitantes e que preserva os muros erguidos pelos romanos há mais de 2 mil anos.

Atrações imperdíveis em York na Inglaterra

Conhecida por sua variedade empolgante e distinta de atrações turísticas históricas, culturais e cênicas, York na Inglaterra tem muito a oferecer aos seus visitantes. Abaixo está uma lista com cinco atrações imperdíveis neste destino.

Catedral de York

Descrita como uma das maiores catedrais do mundo, a Catedral de York é uma atração turística imensamente popular. Um local que recebe visitantes de todo o mundo interessados na obra-prima dos seus vitrais e pedras, além das belas vistas da cidade. A catedral de York é a maior igreja gótica do norte da Europa.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Há muito para ver, como a Janela Oriental do século XV, considerada a maior extensão de vitrais medievais do mundo e a encantadora Grande Janela Gótica do Oeste, com o traçado formando um coração conhecido como “Coração de Yorkshire”. Já a Torre Central Gótica Perpendicular é a estrutura mais alta de York, com 72 metros. Você pode subir seus 275 degraus para ter uma vista emocionante sobre os telhados da cidade.

The Shambles

Provavelmente o lugar mais famoso de York na Inglaterra, a rua The Shambles é uma das ruas medievais mais bem preservadas do mundo e abriga uma variedade de lojas, cafés, restaurantes e outras atrações. A rua faz parte do conjunto de ruas estreitas e sinuosas da cidade, e a maioria dos seus edifícios datam dos séculos XIV e XV. A rua The Shambles é tão estreita que, ao andar por ela, é possível esticar os braços e tocar os prédios dos dois lados. Definitivamente um passeio imperdível.

The Dungeons

Levando os visitantes a uma viagem de 75 minutos pelos incríveis 2 mil anos da história de York na Inglaterra, o The Dungeons cria uma experiência espetacular para os turistas, com seu elenco de atores aterrorizantes, shows ao vivo, efeitos especiais e cenários verdadeiramente horríveis. Definitivamente não é para os fracos de coração.

Tendo sido premiado com o Certificado de Excelência e o Hall da Fama no TripAdvisor, esta atração turística possui uma grande reputação. Um ambiente passo-a-passo com narrativa dramática, o The Dungeons é um lugar essencial para uma emocionante e imersiva jornada pelo passado sombrio e sombrio de York.

Museu Ferroviário Nacional

Descrito como o maior museu ferroviário do mundo, o Museu Ferroviário Nacional de York exibe orgulhosamente mais de 300 anos de história e mais de um milhão de objetos diferentes. Lar do único trem-bala japonês fora do Japão e com mais de um milhão de visitantes por ano, o museu também oferece atividades ao ar livre para crianças e uma loja, o que o torna uma excelente atração para toda a família.

Torre de Clifford

Uma antiga atração turística construída há nove séculos, a Torre de Clifford é composta por uma variedade de castelos, prisões, tribunais e uma seleção de outros edifícios requintados. Oferecendo vistas maravilhosas da cidade de York na Inglaterra do alto da torre, o edifício histórico foi construído no reinado de Henrique II e também mostra os restos do Castelo de York, que foi originalmente construído por Guilherme, o Conquistador.

Localização: Tower Street, York.

Mini roteiro de 2 dias em York na Inglaterra

A cidade de York na Inglaterra tem uma história rica e está cheia de coisas maravilhosas para fazer. Com esse roteiro de dois dias em York, você terá a oportunidade de realmente ver muito do que torna essa cidade inglesa tão especial.

Dia 1

  • Catedral de York;
  • Torre de Clifford;
  • York Chocolate Story;
  • Centro Viking Jorvik.

Dia 2

  • Museu Ferroviário Nacional;
  • The Shambles;
  • Museu do Castelo de York;
  • Calabouço de York.

Melhor época para visitar York na Inglaterra

A melhor época para visitar York na Inglaterra é durante os meses de primavera, de março a maio. O clima é maravilhoso a cidade fica toda florida. A primavera é a segunda época mais movimentada do turismo, o que a torna um bom momento para quem procura coisas para fazer.

Onde ficar em York

Embora York seja altamente reconhecida por sua grande variedade de atrações turísticas, a cidade cênica também mantém uma reputação impressionante de alguns dos melhores hotéis da Inglaterra. Abaixo está uma tabela com cinco acomodações em York para você se hospedar.

Nome Tower Guest House Grosvenor Hotel Best Western Burn Hall Hotel Safestay York Crown Cottage
Bairro Centro histórico Whitby Centro Centro Haxby
Estrelas 4 estrelas 3 estrelas 3 estrelas 2 estrelas
Categoria Melhores hotéis Melhor custo-benefício Hotéis mais baratos Hostel Hospedagem domiciliar
Preço da diária £100 £60 £48 £50 £45

Onde comer em York

York é uma das cidades mais bonitas e populares da Inglaterra, com sua rica história e cultura atraindo milhões de turistas todos os anos. Se você está indo para um passeio ao longo do rio, visitando a Catedral de York ou apenas apreciando a arquitetura medieval, aqui estão os melhores restaurantes para visitar enquanto explora a cidade.

Dica imperdível

É possível comprar no centro turístico da cidade o York Pass, que permite acesso em mais de 30 atrações turísticas da cidade. Além disso, você terá um mapa turístico da cidade e também contará com diversos vouchers com descontos em muitos estabelecimentos e serviços locais. Garanta o seu York Pass com a Get Your Guide.

Catedral de York na Inglaterra

E não esqueça: se visitar York na Inglaterra está nos seus planos, saiba que o seguro viagem é essencial. Recomendamos que você utilize o nosso comparador de seguro viagem. Ele apresenta planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas Turismo.

Se preferir, pode também utilizar o portal Seguros Promo, comparador online que nós recomendamos e utilizamos para realizar cotações aqui no Portal.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autores

Andréia é brasileira, jornalista e consultora de viagens. O seu interesse por lugares, culturas, comidas locais, cafés alternativos e cidades antigas beira ao vício, e por isso ela resolveu unir suas duas paixões: viagens e escrita, para inspirar, ensinar e informar que o mundo é mais acessível e seguro do que a gente pensa, e muito mais maravilhoso do que a gente jamais poderia imaginar!

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.