Praga: a Cidade Dourada é destino certo para uma viagem de encantos

Visitar Praga  / 

Dizem que conhecer Praga é como entrar em um mundo de conto de fadas. Sua arquitetura medieval faz com que os visitantes viajem no tempo e se encantem a cada esquina.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Suas torres mágicas fazem com que a capital da República Tcheca seja conhecida como “A Cidade das Cem Torres”. Suas cores, que contrastam sempre com o nascer e o pôr do sol, dão o outro apelido, de “Cidade Dourada”.

Junte a tudo isso se envolver por uma cultura diferente da nossa. Sim, essa junção faz Praga ser uma dessas viagens especiais. Vamos conhecer mais sobre ela aqui.

Praga: guia de visita em 1 minuto

Antes de ler todas as informações que você precisa para turistar em Praga, veja nosso Guia de Visita em 1 Minuto e inspire-se!

Onde fica a cidade de Praga

Capital da República Tcheca, a cidade de Praga é a mais importante da região chamada de Boêmia. Fica localizada bem no centro do continente europeu e, por isso, é conhecida também como “O Coração da Europa”.

Conectada aos países vizinhos, com boa facilidade de locomoção entre eles, Praga é formada pela união de cinco antigas cidades. Banhada pelo rio Moldava, é hoje o centro cultural, econômico e político do país.

A coroa tcheca (CZK) é a moeda oficial do país. Você pode ver especificado como CZK ou Kč. Um euro (1€) equivale a uma média de 25 CZK.

A população chega a 1,3 milhão de habitantes e os idiomas falados na cidade são o tcheco e eslovaco, o que não chega a ser um problema nesse guia para visitar Praga, já que o inglês é amplamente difundido devido ao turismo.

Se estiver planejando sua próxima viagem e quiser fugir dos destinos turísticos convencionais, aposte na cidade de Praga. A maior cidade do país é um paraíso arquitetônico e cultural e reúne alguns dos mais belos pontos turísticos da Europa.

Como ir à Praga

A melhor forma de chegar à Praga talvez seja por terra, saindo de trem de alguma outra capital do Leste Europeu.

Cidades como Viena, Budapeste e Berlim possuem saídas com duração mínima de 4 horas de viagem. Você pode conferir os trechos, horários e tarifas no site da CD.

Se desejar ir direto à Praga de avião, saindo do Brasil não existem voos diretos, apenas com escalas. O Aeroporto Internacional de Praga fica a 15 quilômetros da cidade. Companhias aéreas como TAP, Air France e KLM fazem o trecho, com paradas em Lisboa, Paris e Amsterdam.

Faça uma busca utilizando comparadores de passagens aéreas. Assim, você terá acesso aos melhores preços na época da sua viagem.

Sugerimos fazer uma comparação utilizando o comparador do site Kayak. Ainda é possível colocar alertas de passagens, para receber sempre a baixa ou o aumento dos preços.

Como se locomover em Praga

A cidade de Praga conta com uma rede de transporte público eficiente, incluindo metrô, bonde e ônibus. Porém, sugerimos que você utilize sempre o melhor meio de locomoção em viagens: a caminhada. Assim, o turista consegue ver a cidade com outros olhos e aproveitar ainda mais o que Praga oferece.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Para longas distâncias, no entanto, é possível utilizar o transporte público. Veja os principais:

Metrô

Mesmo com poucas linhas, apenas 3, o metrô de Praga leva aos principais pontos de interesse na cidade. É fácil, também, combiná-lo com bondes para chegar em demais locais.

O metrô funciona todos os dias, das 5 horas da manhã até meia-noite.

Ônibus

Uma outra alternativa, caso você se hospede fora do centro, por exemplo, é utilizar ônibus para se locomover em Praga. Eles foram feitos especialmente para trafegar nos arredores da cidade, principalmente do aeroporto ao centro, ou vice-versa.

Circulam de dia, das 4h30 à meia-noite, e os noturnos durante o período em que os diurnos não estão funcionando.

Bondes

A cidade de Praga também tem os clássicos bondinhos, com mais de 142 quilômetros de percurso. São 22 linhas diurnas e 9 noturnas. Funcionam desde 1875, quando ainda eram puxados por cavalos.

O horário de funcionamento vai das 4h30 à meia-noite, das linhas diurnas, e de meia-noite às 4h30, nas noturnas.

Outros meios de transporte em Praga

A cidade de Praga também é bem servida de táxis, porém não custam barato. Uma boa forma de conhecer a cidade é aproveitando as excursões a pé. Se quiser entrar nos segredos da cidade, faça a Excursão a Pé Lendas e Fantasmas, por 400CZK (16€).

Os ônibus turísticos também são boas opções. Dentre as oferecidas na cidade, estão o Ônibus Hop-On Hop-Off de 24 ou 48 Horas, que custa a partir de 572CZK (22€), por pessoa, dependendo da quantidade de dias que for utilizar.

Ou o Prague City, com duração de 1 hora. Custa a partir de 249CZK (9,60€), por pessoa.

Conheça mais a história de Praga

A história da cidade de Praga é antiga e nos remonta aos Boios, um povo celta, de onde vem a origem da palavra Boêmia. Fora os primeiros habitantes da zona onde fica Praga nos dias de hoje.

Com o rei Carlos IV da Alemanha e o primeiro da Boêmia, foi quando a cidade tornou-se a capital do Império Sacro Romano.

A partir de 1848, com a revolução contra a Áustria, os tchecos se tornaram autônomos, mas acabaram sendo bombardeados pelas tropas imperiais.

Com a depressão do império austro-húngaro, na Primeira Guerra Mundial, que foi criado o novo estado da Tchecoslováquia, sendo Praga a sua capital.

Em 1989, com a crise soviética, a Revolução de Veludo trouxe a sua independência da União Soviética. Logo depois, em 1993, a Tchecoslováquia se dividiu em dois estados, sendo Praga a capital da República Tcheca.

Cidade Velha Praga

Praga é um dos lugares românticos para viajar na Europa. Veja outros.

Lista de 10 passeios que devem estar no seu roteiro em Praga

São muitas as atrações da cidade, principalmente a parte histórica da República Tcheca. Separamos aqui 10 das principais atrações, para que você preste atenção, ou conheça em mais detalhes, quando estiver nas suas caminhadas pela cidade.

1. Praça da Cidade Velha

A Praça da Cidade Velha é considerada o grande centro de Praga. É onde a vida pública acontece, desde a Idade Média. Suas edificações foram se estendendo, desde o Castelo até a margem do rio Moldava, durante todo o século XI.

Acolhedora, a antiga praça é um dos lugares mais charmosos da cidade. Rodeada por pequenas ruelas, preste especial atenção na Igreja de Nossa Senhora de Týn, a Igreja de São Nicolau e a Prefeitura da Cidade Velha.

Igreja de Nossa Senhora de Týn é uma das mais impressionantes construções em estilo gótico da cidade. Foi feita em cima de uma antiga igreja românica, e conta com duas torres, um clássico do cartão postal de Praga.

Já no prédio da prefeitura, você poderá ver o Relógio Astronômico de Praga.

Localização: Praça da Cidade Velha
Como chegar: Metrô: Staroměstská, linha A. Bonde: Staroměstská, linhas 17 e 18
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

Principais pontos turísticos em Praga

2. Ponte Carlos

A Ponte Carlos é o cartão postal mais simbólico de Praga. O monumento mais famoso da cidade conecta a Cidade Velha à Cidade Pequena e possui mais de 500 metros de comprimento e 10 de largura.

No passeio, veja as famosas estátuas da Ponte Carlos. São 30 ao longo da ponte, dos dois lados. A primeira, a de São José Nepomuceno, foi posta em 1638. A homenagem aconteceu pois, conta a história, o mesmo foi jogado no rio em 1393, por ordem de Venceslau IV.

A dica é fazer um pedido ao santo. Diz a lenda que quem faz um pedido colocando a mão esquerda na base da estátua em representação ao seu martírio, terá o desejo realizado. Não custa tentar.

Para admirar ainda mais a beleza da Ponte Carlos, faça um Cruzeiro de 3h com Jantar. A partir de 1.155CZK, ou 49€, por pessoa.

Localização: Ponte Carlos
Como chegar: Metrô: Staroměstská, linha A. Bonde: Karlovy lázně , linhas 17 e 18; Malostranské náměstí , linhas 12, 20, 22
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

3. Relógio Astronômico de Praga

Como já falamos, o Relógio Astronômico de Praga fica localizado no edifício da Prefeitura, na Praça da Cidade Velha. É o relógio medieval mais famoso do mundo.

Construído em 1410 pelo mestre relojoeiro Hanus, ele tem uma esfera interior da Torre do Relógio que representa os meses do ano através de pinturas feitas por Manés.

Ali, também é possível ver os signos do zodíaco, o Estudo das Armas da Cidade Velha e um calendário com quatro pequenas esculturas.

O que atrai, principalmente os turistas, é o desfile dos doze apóstolos, que acontece toda vez que o relógio marca as horas. É possível subir até a torre para ter uma vista bonita da Praça da Cidade Velha e de Praga.

Adquira os ingressos para a Antiga Câmara Municipal junto com o Relógio Astronômico por 10€, por pessoa, ou 260 CZK.

Localização: Praça da Cidade Velha
Como chegar: Metrô: Staroměstská, linha A. Bonde: Staroměstská, linhas 17 e 18
Horário: Todas as horas em ponto, entre as 8h e às 20h
Ingresso:
Tarifa básica: 250 CZK
Tarifa reduzida: 150 CZK

4. Torre da Pólvora

E seguindo as famosas torres de Praga, a Torre da Pólvora é uma das mais famosas da cidade. É outro dos símbolos representativos da capital tcheca.

A Torre da Pólvora é uma escura torre gótica e fica localizada bem na entrada da Cidade Velha. Foi construída em 1475 como uma das 13 portas da muralha que dava acesso à cidade na época.

Chegou a ser destruída em um incêndio em 1571, porém reconstruída logo depois. Ao longo do século XVII, começou a ser usada como local de armazenamento de pólvora, o que deu a ela esse nome.

É possível conhecer o seu interior para ter acesso a mais uma das vistas da cidade.

Localização: nám. Republiky 5, 110 00 Staré Město
Como chegar: Metrô: Náměstí Republiky, linha B. Bonde: Náměstí Republiky, linhas 5, 8, 24 e 26
Horário:
De novembro a fevereiro: todos os dias, das 10h às 18h
Março: todos os dias, das 10h às 20h
Abril a setembro: todos os dias, das 10 às 22h
Outubro: todos os dias, das 10h às 20h
Ingresso:
Adultos: 100 CZK
Crianças entre 6 e 15 anos, estudantes menores de 26 e maiores de 65 anos: 70CZK
Menores de 3 anos: entrada gratuita

5. Casa Municipal

Localizada bem ao lado da Torre da Pólvora está a Casa Municipal, edifício construído em estilo Art Nouveau onde antes funcionava a Corte Real.

A Casa Municipal é, também, o ponto onde a parte antiga da cidade se une à sua zona mais nova e moderna. A história por trás do edifício é de um local com grande importância no país: foi ali, em 1918, que foi proclamada a independência da República Tcheca da Tchecoslováquia.

É possível entrar para conhecer melhor seu interior. E o que é melhor: ainda desfrutar de um Almoço Típico com 3 Pratos na Casa Municipal. Preços a partir de 624 CZK (24€).

Localização: nám. Republiky 5, 111 21 Staré Město
Como chegar: Metrô: Náměstí Republiky, linha B. Bonde: Náměstí Republiky, linhas 5, 8, 14, 24 e 26
Horário: Os horários mudam bastante em função dos tours do dia. O melhor é sempre verificar no site oficial
Ingresso:
Adultos: 290 CZK
Crianças entre 10 e 18 anos e estudantes menores de 26: 240CZK
Menores de 10 anos: entrada gratuita

6. Museu do Comunismo

Passeio certo para quem gosta de história. O Museu do Comunismo narra os anos de regime comunista que o país viveu. Desde a implantação do regime político em 1848, até a sua queda, em 1989, com a chamada Revolução de Veludo.

É um museu pequeno, porém interessante do ponto de vista histórico da República Tcheca, com fotografias de cenas da época comunista e muitos painéis informativos.

Fica bem próximo à Casa Municipal, em uma caminhada de apenas 3 minutos.

Localização: V Celnici 1031/4, 118 00 Nové Město
Como chegar: Metrô: Můstek, linhas A e B
Horário:
Todos os dias, das 9h às 21h
Fechado no dia 24 de dezembro
Ingresso:
Adultos: 290CZK
Maiores de 65 anos: 270CZK
Estudantes: 250CZK
Menores de 10 anos: entrada gratuita

7. Staré Město

A Praça da Cidade Velha fica em Staré Město e é a zona mais turística de Praga. No mesmo local ficam, além do Relógio Astronômico e da Prefeitura, a Torre da Pólvora, a Capela de Belém e as Igrejas de Nossa Senhora de Týn e de São Nicolau.

É, também, a zona perfeita para passeios à pé e para buscar hospedagens, caso queira ficar no centro histórico da cidade.

Localização: Staré Město
Como chegar: Metrô: Staroměstská, linha A; Můstek, linhas A e B
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

8. Castelo de Praga

O Castelo de Praga é especial: construído no século IX, é o maior castelo do mundo e um dos importantes monumentos de toda a República Tcheca. É onde, também, se inicia a história da cidade.

Ele é composto por um conjunto de belos palácios, além de edifícios conectados por pequenas vielas. Em 1918, o Castelo de Praga tornou-se a residência do presidente do país e é ali onde o próprio tem um escritório.

castelo de praga

Mas é possível visitá-lo. Reserve algumas horas para ver algumas de suas principais atrações: a Catedral de São Vito, a Rua do Ouro com suas casinhas coloridas, o Antigo Palácio Real.

Também estão ali por perto a Basílica e Convento de São Jorge e as Torres Daliborka, Negra, Branca e da Pólvora.

Compre o ingresso antecipado para o Castelo de Praga, com uma breve introdução sobre o complexo. Se preferir, faça um tour com um pequeno grupo e guia especializado, com preços a partir de 850 CZK (34€).

Localização: Hradčany, 119 08 Prague 1
Como chegar: Bonde: Prazsky Hrad, linha 22
Horário:
De novembro a março, todos os dias, das 6h às 22h. Monumentos das 9h às 16h
De abril a outubro, todos os dias, das 5h às meia-noite. Monumentos das 9h às 17h
Ingresso:
Circuito A: (Inclui a Catedral de São Vito; Palácio Real, Basílica, Mosteiro de São Jorge; Rua do Ouro e o Palácio Rosenberg)
Adultos: 350CKZ
Jovens de 6 a 16 anos: 175CKZ
Menores de 6 anos e pessoas com mobilidade reduzida: entrada gratuita
Circuito B: (Inclui Palácio Real, Basílica de São Jorge, Rua do Ouro e Catedral de São Vito)
Adultos: 250CKZ
Jovens de 6 a 16 anos: 125CKZ
Menores de 6 anos e pessoas com mobilidade reduzida: entrada gratuita
Circuito C: (Inclui a exposição do tesouro de São Vito e a Pinacoteca do Castelo de Praga)
Adultos: 350CKZ
Jovens de 6 a 16 anos: 175CKZ
Menores de 6 anos e pessoas com mobilidade reduzida: entrada gratuita

9. Catedral de São Vito

E como não poderia deixar de faltar em toda grande cidade do continente europeu, a Catedral de São Vito é a catedral da cidade de Praga e a mais importante.

Sua construção começou por ordem de João de Luxemburgo, em 1344, e seguiu por várias épocas passando por diversos arquitetos. Abriu suas portas ao público apenas em 1929. É lá que está a tumba de Venceslau IV e as Jóias da Coroa.

A Catedral de São Vito fica dentro do Castelo de Praga, e você pode adquirir o ingresso do circuito que inclua a visita à igreja. Ao entrar, o mais interessante é subir em mais uma das torres da cidade: a mais alta tem 99 metros.

Localização: Hradčany, 119 08 Prague 1
Como chegar: Bonde: Prazsky Hrad, linha 22
Horário:
Março a outubro: de segunda a sábados, das 9h às 18h
Domingos, das 12h às 18h
Novembro a fevereiro: de segunda a sábado, das 9h às 16h
Domingos, das 12h às 16h
Ingresso: São os mesmos para o Castelo de Praga

10. Mosteiro Strahov

A história do Mosteiro Strahov passa por várias reformas, necessárias para consertar problemas agravados com incursões inimigas.

É no interior do mosteiro que está a Igreja da Assunção da Virgem Maria, que guarda os restos mortais de São Norberto, o fundador da ordem Mostense, responsável pela sua construção.

Mas o mais importante da visita é conhecer a Biblioteca, que conserva livros e manuscritos da Idade Média, e a sua pinacoteca (galeria de arte). Esta é considerada uma das mais importantes da Europa Central.

Localização: Strahovské nádvoří 1/132, 118 00 Praha 1-Strahov
Como chegar: Bonde: Pohořelec, linha 22
Horário:
Galeria de arte:
Das 9h às 17h (fechado das 11h30 às 12h para o almoço, e nos dias 25 de dezembro, Domingo de Páscoa e 20 de abril)
Biblioteca:
Das 9h às 17h (fechada das 12h às 13h para o almoço, além dos dias 25 de dezembro, Domingo de Páscoa e 20 de abril
Ingresso:
Biblioteca
Adultos: 100CZK
Estudantes até 27 anos: 50CZK
Galeria de arte

Adultos: 120CZK
Crianças de 6 a 15 anos e maiores de 65 anos: 60CZK

Outras atrações turísticas de Praga

Igreja de São Nicolau

A Igreja de São Nicolau representa a arquitetura barroca. Localizada na Cidade Pequena, sua Torre possui 65 metros de altura e diversas salas com exposições históricas.

Curiosidade: ela já foi usada pelas forças secretas comunistas para vigiar embaixadas estrangeiras.

Igreja de São Nicolau, Praga

Castelo Vysehrad

O Castelo Vysehrad fica nas montanhas de Praga e abrigou os membros da realeza Boêmia até 1140.

O complexo é considerado um monumento cultural e, além das ruínas da construção, conta ainda com um museu e uma galeria de arte, além de restaurantes ao redor e o Cemitério Nacional com os túmulos de acadêmicos importantes de Praga.

Museu Nacional Tcheco

O seu roteiro na cidade deve incluir o Museu Nacional Tcheco, no centro da cidade. O complexo reúne museus que apresentam os vários aspectos da cultura tcheca, desde o folclore até exposições de arte e a arquitetura dos edifícios.

O valor, para adultos, é 150 CZK, enquanto estudantes, idosos com mais de 60 anos e crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos pagam 100 CZK.

Bairro de Josefov

Um bairro judeu a cinco minutos da Praça Central, que reúne seis das sinagogas mais antigas da Europa e onde predomina a arquitetura em estilo Art Noveau.

Jardim Vrtba

Perto da Praça da Cidade Pequena, o Jardim Vrtba oferece boa vista do Castelo de Praga e é um dos jardins barrocos mais bonitos da Europa.

Nem só de arquitetura, arte e história é feita Praga

A vida noturna local é agitada, principalmente nas praças mais famosas, que reúnem uma centena de bares e restaurantes que servem a deliciosa e famosa cerveja tcheca de trigo.

Países do Leste Europeu para visitar de ônibus: roteiros econômicos.

Mini roteiro de Praga: o que fazer em 2 dias

Praga é praticamente um museu a céu aberto. Passear caminhando pela cidade é encantar-se a cada esquina. Ou melhor: a cada torre. Veja um mini-roteiro de 2 dias pela Cidade Dourada.

Primeiro dia em Praga

No seu primeiro dia pela cidade, comece pelo início de tudo. Faça um passeio pela Staré Město e vá até à Praça da Cidade Velha (Staroměstské náměstí). É lá que estão algumas das atrações mais disputadas de Praga.

Vá até à Prefeitura da cidade e entre na Torre do Relógio para ver de perto o Relógio Astronômico de Praga. Confira o desfile dos doze apóstolos, que acontece toda vez que o relógio marca as horas e suba na torre para ter uma vista da Praça.

Depois, continue o circuito turístico de Staré Město, Malá Strana (Pequeno Bairro) e Nové Mesto (Centro Novo). Se quiser, conheça ainda a Torre da Pólvora e as Igrejas de Nossa Senhora de Týn e de São Nicolau.

Siga andando por volta de 9 minutos e conheça o Museu do Comunismo. Aproveite o almoço na Casa Municipal. No final do dia, passe pela Ponte Carlos para ver pôr-do-sol. É a foto que irá completar o seu álbum de fotografia.

Veja 12 dicas imperdíveis de como economizar em viagem.

Segundo dia em Praga

Reserve o segundo dia para conhecer o Castelo de Praga e todas as atrações que ele oferece. O castelo é dividido em duas partes: uma área aberta, que onde é possível passear gratuitamente.

E a segunda, onde ficam as salas históricas, os museus, as igrejas e as torres, além da Rua de Ouro. Conheça, particularmente, a Catedral de São Vito, a principal da cidade. E, claro, suba na maior torre, do alto de seus 99 metros.

Quando sair do castelo, já na parte da tarde, siga até o Mosteiro de Strahov. Não deixe de conhecer a Biblioteca e a Galeria de Arte, uma das pinacotecas mais importantes da cidade.

No seu último dia na cidade, aproveite a noite na Praça da Cidade Velha, com sua iluminação noturna e toda a boemia da região.

Quando ir à Praga?

O verão e o inverno são as estações com temperaturas mais altas e baixas na cidade. Na estação mais fria, as temperaturas médias chegam a menos zero graus.

Como no restante da Europa, Praga recebe um grande número de visitantes durante os meses mais quentes, em julho e agosto. Se puder escolher, a melhor época para ir à Praga são nas meias-estações, na primavera e outono, especialmente entre os meses de maio e junho.

Quantos dias ficar em Praga?

É preciso passar pelo menos três dias em Praga para conhecer a cidade em todo seu esplendor.

Quanto custa uma viagem para Praga?

Os preços em Praga costumam ser mais baixos, se comparados com outras capitais europeias. Lembre-se que a moeda oficial são as coroas tchecas. O ideal, é levar Euro e trocar na cidade, ou ainda sacar nos caixas eletrônicos.

Para termos uma média dos custos, separamos aqui os valores dos principais itens para uma viagem à Praga.

Veja ainda um artigo especial com as despesas detalhadas de quanto custa viajar para Praga.

Passagens aéreas

Como mencionamos, não existem voos diretos para a cidade saindo do Brasil. No entanto, fizemos uma simulação de passagens aéreas, utilizando a área de voos do site Kayak, mesmo com escalas. Colocamos o mês de junho de 2020 como previsão, por ser uma das épocas indicadas para conhecer a cidade.

A melhor passagem, com menos paradas no caminho, seria com a Air France. Saindo de São Paulo, com escala em Paris na ida e da volta, está saindo por R$ 3.845.

Seguro Viagem

A República Tcheca é um dos países parte do Tratado de Schengen. Por isso, é obrigatório ter um seguro viagem em mãos, com cobertura mínima de 30 mil euros, quando for entrar em Praga.

Em uma simulação de custos, utilizamos o nosso comparador seguro viagem, uma parceria com o portal Seguros Promo. É possível encontrar planos com valores desde R$12 a R$60, por dia.

Hospedagem

É possível encontrar hospedagem em Praga desde 13 euros até hotéis de luxo custando mais de 100 euros a diária. Compare preços de hospedagem na área de hotéis do site Kayak.

Alimentação de rua

A alimentação de rua em Praga costuma ter preços mais acessíveis. Veja o custo de alguns itens, tanto na moeda local, como eu Euro:

Alimentação de rua Preço
Cerveja (570ml) 1.96€ | 40 CZK
Almoço em restaurante barato 5,88€ | 150 CZK
Refeição para 2 pessoas, em restaurante mediano, com 3 pratos 30€ | 765,92 CZK
Cappuccino 2,09€ | 53,24 CZK
Água 0,90€ | 22,92 CZK

Supermercado

Sempre que quiser economizar, vá aos supermercados locais e adquira itens básicos, como água e até garrafa de vinho e pequenos lanches para o dia. Veja o preço médio de alguns produtos:

Item Preço
Garrafa de vinho 5,09€ | 130 CZK
Água (garrafa de 1,5 litro) 0,52€ | 13,35 CZK
Sanduíche de frango 6,12€ | 153,33 CZK
Cerveja local 0,66€ | 16,93 CZK

Transporte

As passagens para utilizar bondes, ônibus e metrô podem ser compradas nas estações de metrô ou em bancas. É preciso validar antes de entrar no transporte.

Toda a rede utiliza as mesmas passagens. A simples tem duração de 90 minutos, que passam a contar a partir da validação. Elas custam:

  • Simples: 32 CZK (90 minutos);
  • Limitado: 24 CZK (30 minutos);
  • Passagem de bagagem: 16 CZK, por mala;
  • 24 horas: 110 CZK.

Atrações

Praga é o tipo de destino com atrações que fazem parte da própria arquitetura da cidade, mas com muita cultura. Grande parte delas faz valer a pena a visita.

Para conhecer as principais atrações, nossa dica é que você adquira o Prague City Card, que inclui o acesso às principais atrações, ou descontos. Você pode adquirir para 2, 3 ou 4 dias, com preços que vão desde:

  • 2 dias: 1.623 CZK, ou 62€;
  • 3 dias: 1.885 CZK, ou 72€;
  • 4 dias: 2.173 CZK, ou 83€.

Ponte Carlos Praga

Cidades da Europa mais baratas para viajar: confira nosso top 15.

Onde ficar em Praga?

Por ser uma cidade pequena, e com muitas atrações no centro, os distritos 1 e 2 são os mais recomendados para hospedagem. O ideal é procurar nas proximidades da Praça da Cidade Velha ou da Ponte Carlos: assim você fará muitos passeios a pé.

Se buscar opções mais baratas, busque nos distritos 3, 4, 5, 7 e 8. Separamos aqui algumas opções.

Os valores estão em Euros, pois é a moeda usual para quem vai à destinos europeus. Verifique o câmbio do dia da reserva para saber quanto fica o total em coroas tchecas.

Hotel Categoria Estrelas Localização Preço médio
Art Nouveau Palace Hotel Luxo (melhor hotel) 5 estrelas Praga 1 204€
The Emblem Hotel Melhor custo benefício 5 estrelas Praga 1 176€
Pentahotel Prague Mais barato 4 estrelas Praga 8 75€
Hostel Prague Tyn Hostel 2 estrelas Praga 1 72€
Safestay Prague Hostel mais barato 2 estrelas Praga 1 13€ | quarto compartilhado

Veja mais opções de onde ficar em Praga.

Onde comer?

Quando for à Praga, se prepare para experimentar a gastronomia tcheca. Baseada na carne de porco, tem como principal prato típico o goulash, um refogado de carne com vegetais.

Não deixe de fora a sopa cremosa de batatas, chamada de Kulajda, ou a cabeça de javali com cebola e pão chamada de Tlačenka. Além dos pratos, a bebida alcoólica de suco de ameixa, a Slivovice, também é uma iguaria da região.

Veja locais onde pode apreciar a boa gastronomia da República Tcheca em Praga:

  • Home Kitchen: um bistrô mais barato, com culinária local;
  • Field: para quem quer uma experiência gastronômica, o restaurante já recebeu uma estrela do Guia Michelin;
  • Restaurant Pepř a Sůl: um dos melhores de gastronomia típica da cidade, com opções vegetarianas;
  • Wine O’Clock Shop Prague: com opções de pratos de outros locais da Europa;
  • Iluze Bar: um dos bares mais bem avaliados da cidade.

Planejando sua viagem a Praga

Para entrar na República Tcheca, é obrigatório estar com um seguro viagem em mãos. Quando for cotar o seu seguro viagem Praga, recomendamos que confira os valores no comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo e escolha as melhores opções de seguro para a sua necessidade.

Ganhe desconto. Para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICASTURISMO (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%).

Dica: se o guia para visitar Praga despertou seu interesse, deixamos uma última dica: use sapatos confortáveis. A cidade deve ser conhecida a pé, para não perder nenhum detalhe e fazer paradas estratégicas pelos pontos de interesse. Se quiser ir mais longe, os bondes e metrô podem ajudar no trajeto.

Gostou das dicas? Não deixe de ver mais dicas de como comprar passagem aérea barata e como encontrar hotel barato na Europa.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autores

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.

Clara é natural do interior de São Paulo e tem muito orgulho do sotaque caipira. Jornalista que adora gatos, tatuagens e livros, vê o mundo de cabeça para baixo e tem como vícios memes da internet e soltar piadas inesperadas no meio de uma conversa.