Missa do Papa no Vaticano: como conseguir os ingressos gratuitos

Visitar Vaticano  / 

Católicos da Itália e de outros países do mundo, pessoas que querem ver pessoalmente o Papa e milhares de turistas que desejam participar da cerimônia se programam com antecedência para assistir a uma missa do Papa no Vaticano.

Se você vai visitar Roma, não perca a oportunidade de assistir a essa belíssima e concorrida missa!

Neste artigo, vamos te contar tudo sobre a missa, como assisti-la e quais são os tipos de ingressos que podem ser adquiridos. Além disso, vamos falar um pouco sobre a história do Vaticano e do Papa Francisco.

A missa do Papa no Vaticano

No início da missa, o Papa Francisco fala em italiano a sua catequese e depois em outros idiomas, resumidamente. O Papa agradece os presentes e suas respectivas igrejas. No final, há um canto em italiano, que pode ser acompanhado pelo verso de seu ingresso.

Quando e onde acontece a missa do Papa no Vaticano?

A audiência papal, mais conhecida como Missa do Papa, é pública e geralmente acontece às quartas-feiras, às 10h, na famosa Praça de São Pedro (Piazza San Pietro) ou na Sala Paolo VI, um recinto fechado e climatizado para até 6 mil pessoas, com uma maravilhosa escultura em seu altar.

O local fica muito cheio e é necessário chegar com antecedência (pelo menos duas horas) para pegar um bom lugar. A missa do Papa no Vaticano dura, em média, duas horas. Aos domingos, é possível ver o pontífice no Ângelus, da janela do seu escritório.

Missa do Papa no Vaticano com guia turístico

Uma opção para assistir a missa do Papa no Vaticano com mais comodidade é com o serviço de guia turístico. Dessa forma, o guia ficará responsável pelos ingressos, ajudará você a garantir os melhores lugares para ver a missa de perto, você receberá um sistema de áudio disponível para português, inglês, espanhol, francês e alemão.

Além disso, antes da missa, o guia contará histórias fascinantes da igreja católica e do Papa Francisco. Você pode adquirir o serviço de guia para missa do Papa online.

Missas especiais

O papa celebra missas também em datas especiais (não necessariamente às quartas e aos domingos). Elas acontecem na Basílica de São Pedro, no Vaticano, ou mesmo em outras igrejas de Roma ou ao ar livre.

Algumas datas especiais são: sexta-feira Santa, quarta-feira de Cinzas, domingo de Páscoa, Dia de São Pedro e Paulo (os padroeiros de Roma, em 29 de junho), Missa do Galo (dia 24 de dezembro) e Missa Vespertina em 31 de dezembro.

No site da Prefeitura da Casa Pontifícia é possível saber as datas dos próximos eventos.

missa do papa no vaticano

Ingressos para a missa do Papa no Vaticano

De acordo com o site da Prefeitura da Casa Pontifícia, os convites para as audiências e as celebrações com o Papa são sempre gratuitos.

Porém, é preciso solicitá-los com bastante antecedência (no mínimo, dois meses). O site do Vaticano informa que você pode fazer a reserva por Correio, e-mail ou fax. Após isso, receberá uma confirmação do Vaticano do seu ingresso por correio ou e-mail.

Ângelus

Não é necessário ingresso.

Audiências Gerais

Os ingressos devem ser retirados no escritório localizado no Portão de Bronze (Praça de São Pedro, colunata do lado direito), a partir da terça-feira anterior à Audiência escolhida, das 15h até às 19h, ou no próprio dia do evento, de manhã, a partir das 7h30.

Celebrações Litúrgicas

Os ingressos para esses atos devem ser retirados no posto da Guarda Suíça Pontifícia, que fica no Portão de Bronze (Praça de São Pedro, colunata do lado direito), a partir do dia anterior à Celebração, das 9h às 19h.

Lembramos que você tem ainda a opção de assistir à audiência Papal com um guia especializado, que será responsável pelo seu ingresso e por selecionar um bom local.

Como se vestir para a missa do Papa no Vaticano

Como se trata de uma cerimônia religiosa, a igreja católica recomenda que as pessoas não usem decotes ou que deixem ombros ou joelhos à mostra.

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

Breve história do Vaticano

O Vaticano é uma cidade-estado situada no coração de Roma. A cidade do Vaticano é conhecida no mundo todo por ser o centro da Igreja Católica.

O Vaticano é o menor estado da Europa, com somente 0,44 km² e menos de 1000 moradores, entre eles, o Papa Francisco. Ele fica em um palácio, cercado por jardins e é possível visitá-lo mediante reserva antecipada.

Saiba o que fazer em Roma.

missa do papa no vaticano historia do vaticano

Mais informações sobre o Vaticano

A manutenção do Vaticano fica a cargo da Fábrica de São Pedro, que é um órgão parecido com uma prefeitura. O local é governado pelo bispo de Roma.

Sua a economia tem como base doações e sua moeda oficial é o euro. O sistema de governo no Vaticano é a monarquia absoluta, que é eleita de forma teocrática.

Em fevereiro de 1929, a independência da Santa Sé em relação à Itália foi declarada sob o Tratado de Latrão. Esse acordo criou um novo estado (o Vaticano), que tem o Papa como chefe soberano.

Conheça tudo sobre o Vaticano.

O que ver no Vaticano?

Além de assistir à missa do Papa no Vaticano, você não pode deixar de ir a três locais:

Localização e pontos de referência

O Vaticano faz divisa com o Bairro Prati, do rione Borgo (ruelas que ligam o Rio Tibre e o Castel Sant’Angelo à Praça São Pedro), e também dos bairros Clodio e Aurelio.

O pequeno país sagrado também está bem próximo do bairro Trastevere, e em dias de temperatura agradável, é possível chegar em cerca de 20 minutos de caminhada.

O meio mais fácil de chegar ao Vaticano é pela linha A do metrô de Roma. A parada é Ottaviano e você fica a cerca de 1 km (mais ou menos 10 minutos a pé) da Praça São Pedro.

missa do papa no vaticano basilica

De trem

Há linhas de trens urbanos e regionais, que geralmente fazem o percurso saindo da estação Ostiense, passando pelas Estações Trastevere e Quattro Venti e depois pela estação Roma San Pietro.

Para quem estiver hospedado próximo a Estação Trastevere ou no bairro Monteverde, a melhor opção é ir de trem. O trajeto leva menos de 10 minutos e os bilhetes custam a partir de 1€ (preço imbatível).

As linhas e horários podem ser consultados no site da Companhia Trenitalia.

Linhas de ônibus

De Roma, também há várias opções de ônibus com paradas no Vaticano. Os pontos finais das linhas 64 – Termini San Pietro, que deixa na estação de trem San Pietro; e a linha 40 – Termini San Pietro que para no Borgo Sant’Angelo, estão próximos da Praça São Pedro.

Importante: consulte previamente o site da ATAC com os percursos completos. A ATAC é uma empresa de transportes públicos de Roma. Coloque o número da linha em “trova linea”.

Bonde elétrico

O bonde elétrico – mais conhecido com “tram” – número 19 tem parada na Piazza Risorgimento, que dá apenas 5 minutos a pé até a Piazza San Pietro

Seguro de viagem para o Vaticano

Se está planejando viajar para a Europa, é importante saber que é obrigatório ter um seguro viagem. Faça uma cotação no nosso comparador de seguro viagem e descubra qual o melhor e mais barato para você.

Onde ficar no Vaticano

Se vai assistir à missa do Papa no Vaticano, saiba onde se hospedar. Veja as nossas sugestões de hotéis:

  • Ideal para viagem em dupla: Nido Degli Angeli (o preço ronda os 100€ por diária);
  • Preço mais baixo: Domus del Corso (o preço ronda os 69€ por diária).

Sobre o Papa Francisco

Jorge Mario Bergogli, conhecido como Papa Francisco, nasceu em Buenos Aires, na Argentina, e está no papado desde março de 2013. Ele foi eleito depois que o Papa Bento XVI abdicou, em fevereiro do mesmo ano, e é muito elogiado por seu carisma.

COMPARTILHE
Autor

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.