Porto: tudo sobre a mística cidade do norte de Portugal

Visitar Porto  / 

Uma das cidades mais interessantes de Portugal, o Porto tem se tornado, a cada ano, a capital cultural do país. Atualmente, tem sido um destino bastante procurado por estudantes, principalmente brasileiros.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

Porém, além disso, recebe turistas de todo o mundo que querem conhecer mais a cidade com nome de vinho, com uma gastronomia impecável e com diversas atrações turísticas imperdíveis.

Na sua próxima ida à Portugal, inclua a cidade no roteiro. E se delicie com a principal cidade do norte do país.

Onde fica a cidade do Porto

Sede da Área Metropolitana do Porto, que agrupa 17 municípios, o Porto é segunda cidade mais populosa de Portugal. Fica situada no Norte do país, a noroeste.

O Porto e sua área metropolitana constituem o núcleo estrutural da Região Norte. Juntamente com os concelhos vizinhos de Vila Nova de Gaia e Matosinhos, formam a Frente Atlântica do Porto.

Além disso, a cidade ainda tem uma área margeada pelo Rio Douro e fica próxima à costa, com algumas cidades praianas em sua área total metropolitana.

Como ir ao Porto

Atualmente, já existem voos diretos para o Porto saindo do Brasil, de algumas cidades. Ou com escalas, especialmente em Lisboa e Madri. A companhia aérea mais usada para viagens com destino à Portugal é a TAP. Mas outras também fazem o percurso.

Saindo do Brasil, chega-se à cidade através do Aeroporto do Porto Francisco Sá Carneiro, situado a 13 quilômetros de distância ao norte da cidade, que é facilmente alcançada de metrô.

Para encontrar passagens com os melhores preços, sugerimos fazer uma comparação utilizando o comparador do site Kayak, que apresenta diversas opções, de acordo com as datas possíveis. Ainda é possível colocar alertas de passagens, para receber sempre a baixa ou o aumento dos preços.

Se já estiver na Europa, especialmente em outras cidades de Portugal, é possível chegar ao Porto de trem. A cidade conta com duas estações: Campanhã e São Bento. E, claro, os acessos à cidade também podem acontecer de carro e ônibus.

Como se locomover no Porto

A cidade do Porto é daqueles destinos ideais para se fazer a pé, pois muitas das principais atrações ficam próximas umas das outras.

Além disso, é muito bem servida de transporte público. Se escolher andar a pé, não tome um susto com as ladeiras. Elas fazem parte da experiência.

Porém, para distâncias maiores, metrô e ônibus são ideais. Uma dica é adquirir o Porto Card, válido de 1 a 4 dias. Além de poder utilizá-lo nos transportes públicos, ainda dá mais de 150 tipos de descontos e benefícios. Custa a partir de 13€, por pessoa.

Veja tudo sobre o Porto Card em nosso artigo.

Veja os principais meios de transporte:

Metrô

No total, são 6 linhas de metrô na cidade, com 81 estações, sendo sua principal Trindade, no centro da cidade, onde é possível fazer várias baldeações.

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

A linha E, lilás, é a que leva até o Aeroporto Sá Carneiro. O metrô funciona das 6h da manhã até 1h da madrugada.

Ônibus

Não é possível ir a toda parte de metrô e, nesses casos, o ideal é se locomover de ônibus. Algumas linhas mais úteis são as que vão para a Praça da Batalha ou Praça da Liberdade.

Para ir à Vila Nova de Gaia, por exemplo, é possível ir de ônibus. A tarifa custa 1,85€, mas também pode ser paga com o Porto Card. A cidade ainda oferece ônibus diurnos e noturnos.

Bonde

Os famosos bondes amarelos portugueses também estão no Porto, mas em menos quantidade que em Lisboa. São seis deles e poucas linhas, que passam pelo centro da cidade. Elas vão para locais como Carmo, Massarelos e Passeio Alegre.

Funicular

Outra maneira de ir à Vila Nova de Gaia é usando o funicular do Porto. Ele conecta a parte mais alta da cidade à Ribeira. No trajeto, é possível ter uma vista bonita da Ponte Dom Luís I e da muralha medieval do Porto.

Desça o funicular e atravesse pela ponte até chegar às caves. O Funicular dos Guindais custa 1,50€.

Outros meios de transporte no Porto

Se quiser dar um passeio com ônibus turístico, o Porto oferece o Ônibus Hop-On Hop-Off, Cruzeiro e Adega de Vinho. Além de acesso a 2 dias de passeio no ônibus, inclui um cruzeiro no Rio Douro e uma visita às adegas de Vinhos do Porto da Casa Calém. Custa a partir de 25,20€, por pessoa.

A cidade também é bem servida de táxis que, no geral, custam barato.

Ribeira do Porto

Confira o que fazer no Porto e tudo o que você não pode perder na cidade.

Conheça mais a história da cidade

A cidade que deu nome ao país. O Porto foi uma pequena aldeia celta e, por estar localizada próximo ao Rio Douro, teve um porto construído pelos romanos chamado de Portus Cale, que deu origem ao nome Portugal.

Por conta de seu porto, virou uma parada obrigatória na rota entre Braga e Lisboa. Teve dominação árabe até ser conquistada pelo rei Afonso I, de Astúrias. Isso lá nos idos dos anos 700, 800.

Sua história ainda passa pela batalha de Ourique, onde portugueses venceram muçulmanos em 1138 e deu a independência ao país.

A partir do século XX, com a chegada da República, a cidade viu sua transformação. O marco foi a construção de sua principal avenida, a dos Aliados.

Em 2001, o Porto se tornou a capital cultural da Europa, atraindo turistas de todo o mundo.

Lista de 10 passeios no Porto que devem estar no seu roteiro

O Porto é uma cidade boa para se apreciar e curtir o melhor das férias. Separamos aqui as 10 principais atrações turísticas da cidade.

Mas, não se prenda só a elas: durante o passeio, principalmente quanto estiver “à beira da Ribeira”, aproveite momentos de contemplação.

Veja o que é imperdível na cidade:

1. Ribeira

Um dos bairros mais importantes do centro histórico, a Ribeira do Porto já virou um símbolo da cidade. Situada na beira do Rio Douro, é lá que ficam aquelas famosas casas coloridas, com fachadas decoradas, que atraem turistas todos os anos. Até para quem mora na cidade, o local é uma atração para um fim de tarde.

ponte dom luis ribeira porto

A melhor maneira de apreciar a vista é do outro lado da ponte. Fica ainda mais bonita vista de Vila Nova de Gaia. Diversos restaurantes e bares, com terraços, são opções para um jantar no início da noite.

Para conhecer mais a cidade e a região do rio, faça uma Excursão Particular a Pé no Porto.

Localização: Ribeira, Porto, Portugal
Como chegar: Elétrico: linha 1; Ônibus: RBRI 1 e RBRI2; carro; a pé
Horário de funcionamento: todos os dias, 24 horas
Ingressos: gratuito

Vale muito a pena fazer um cruzeiro no Rio Douro. Saiba tudo em nosso artigo.

2. Caves de Vinho do Porto

Na sua primeira ida à Ribeira, não deixe de visitar as caves de Vinho do Porto, outro dos principais pontos turísticos do Porto. Fica bem em frente, na região de Vila Nova de Gaia.

Há centenas de anos funcionando, algumas, hoje em dia, só abrem para visitação. Em outras, ainda é envelhecido o vinho mais famoso do mundo. Em cada uma delas, um guia acompanha e explica a história, contando a fabricação e o seu comércio.

Dentre as mais famosas vinícolas do Porto estão a Cave Ramos Pinto, a Sandeman, a Cave Ferreira e a Cave Cálem. Em algumas, a visita é paga, em outras gratuitas. Também é possível reservar no idioma escolhido.

Se quiser conhecer mais a fundo, faça um Tour Gastronômico e Degustação de Vinhos no Porto, com duração de 4 horas. Custa a partir de 59,90€, por pessoa.

Localização: Logo depois da ponte, na beira do Rio Douro, em Vila Nova de Gaia

3. Catedral da Sé

Como toda cidade grande da Europa, o Porto também tem a sua Catedral. Situada na parte mais alta da cidade, próxima à Praça da Batalha, está a Catedral da Sé do Porto.

A igreja é o edifício religioso mais importante da cidade. Ao lado, é possível ver as muralhas que já protegeram a cidade em outros tempos.

A Catedral da Sé, ou Catedral do Porto, foi feita em estilo barroco e começou a ser construída no século XII. Sua fachada, o corpo da igreja são em estilo românico, enquanto que o claustro e a capela de São João Evangelista em estilo gótico.

Na visita, entre na Catedral e visite o claustro, decorado com azulejos em desenhos de cenas religiosas. O tesouro da catedral está na Casa do Cabido: uma coleção de objetos de ourivesaria religiosa.

Endereço: Terreiro da Sé, 4050-573 Porto, Portugal
Como chegar: Metrô: estação São Bento (Linha D)
Horário de funcionamento:
De abril a outubro: das 9h às 12h30 / 14h30 às 19h (claustro até 18h30)
De novembro a março: das 9h às 12h30 / 14h30 às 18h (claustro até 17h30)
Fechada aos domingos e em dias de festividades religiosas
Ingressos:
Catedral: entrada gratuita
Claustro: 3€

Conheça outras igrejas do Porto que merecem sua visita.

4. Igreja e Torre dos Clérigos

Outra atração simbólica da cidade é a Torre dos Clérigos. A Torre mais alta de Portugal, com 76 metros de altura e mais de 200 degraus, está junto à Igreja de mesmo nome. Lá de cima, é possível ter uma visão privilegiada da cidade.

O monumento data do século XVIII e foi construído pela irmandade chamada Clérigos Pobres. Situada no centro do Porto, o lugar também é conhecido como a Colina dos Enforcados, já que também foi lugar de enterrar executados.

A entrada para a Igreja é gratuita, mas é preciso adquirir ingressos para a Torre dos Clérigos. Se você gosta de grandes vistas, a subida vale a pena.

Endereço: R. de São Filipe de Nery, 4050-546 Porto, Portugal
Como chegar: Metrô: estação Aliados, linha D. Bonde: Carmo, linha 22. Ônibus: linhas 6, 20, 35, 37, 52 e 78
Horário de funcionamento: Diariamente, das 9h às 19h
Ingressos:
Igreja: Entrada gratuita
Torre e Museu da Irmandade dos Clérigos: 5€
Gratuito para menores de 10 anos

5. Estação São Bento

Parada obrigatória, mesmo que não vá fazer nenhuma viagem de trem: Estação São Bento. Construída no início do século IX em cima dos restos do antigo convento São Bento de Ave Maria, a Estação São Bento possui, na área interna, um verdadeiro tesouro. Seu hall é totalmente decorado com mais de 20 mil azulejos que retratam a história de Portugal.

Você pode, ainda, usar a estação para ir de comboio (trem, em português de Portugal) para outras cidades como Braga, Guimarães, Coimbra e Lisboa.

Porto Estação São Bento

Caso não vá viajar, aproveite a ida para a Ribeira e passe antes na estação. De lá, também sai a linha D do metrô, de mesmo nome.

Endereço: Av. Dom Afonso Henriques, 4000-069 Porto, Portugal
Como chegar: Metrô: estação São Bento (linha D)
Horário de funcionamento: todos os dias, 24 horas
Ingressos: gratuito

6. Mercado do Bolhão

Durante o passeio pela Baixa do Porto, está o tradicional Mercado do Bolhão, bem no centro histórico do Porto. Autêntico, ele foi inaugurado em 1941 e fica na região da Avenida dos Aliados.

Ali se vende de tudo, desde carne e peixes, até frutas e flores. Com vários andares, é possível passear pelo local, que não tem uma construção muito moderna. Dizem que ali está a essência dos portuenses.

No entanto, confira no site oficial do Bolhão se ele já estará em funcionamento quando for ao Porto. Atualmente, ele encontra-se fechado para obras de restauração.

Endereço: R. Formosa, 4000-214 Porto, Portugal
Como chegar: Metrô: estação Bolhão, linhas A, B, C, E
Horário de funcionamento:
Segunda a sexta, das 8h às 20h
Sábado, das 8h às 18h
Fecha aos domingos
Ingressos: gratuito

7. Rua Santa Catarina

Também na região da Baixa do Porto, a Rua Santa Catarina é a zona comercial mais importante da cidade. Caminhe pela rua, recheada de lojas, shopping e terminando na Praça Marquês de Pombal.

Destaque para o famoso Café Majestic, que fica na rua. Inaugurado nos anos 20, o café foi ponto de encontro de personagens ilustres da época. Apesar de caro, se você quiser, entre para tirar uma foto do interior.

Localização: Rua Santa Catarina, Porto, Portugal
Como chegar: Metrô: estação Bolhão, linhas A, B, C e E
Horário de funcionamento: todos os dias, 24 horas
Ingressos: gratuito

8. Palácio da Bolsa

Construído em cima de ruínas de um convento de franciscanos, o Palácio da Bolsa foi inaugurado apenas em 1891, após quase meio século de construção.

O Palácio da Bolsa do Porto é classificado como Monumento Nacional. Em seu interior, todo feito em estilo neoclássico, está o Pátio das Nações e sua estrutura de vidro.

É possível fazer uma visita guiada para conhecer, em detalhes, suas salas. Em especial das salas Dourada, coberta com pão de ouro, e a Sala Árabe, de 300 metros quadrados em estilo mouro.

Endereço: R. de Ferreira Borges, 4050-253 Porto, Portugal
Como chegar: Ônibus: linhas 1, 57, 91, 23 e 49
Horário de funcionamento:
Abril a outubro: das 9h às 18h30
Novembro a março: das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30
Ingressos:
Adultos: 10€
Carteirinha de estudante e terceira idade: 6,50€
Menores de 12 anos: entrada gratuita

9. Jardins do Palácio de Cristal

Já na parte alta da cidade, com uma impressionante vista para o Rio Douro, estão os Jardins do Palácio de Cristal.

palacio cristal

Para além dos jardins e relaxar tendo uma bonita visão da cidade, ainda é possível visitar o Museu Romântico, pequeno e charmoso, dentro da área. O local foi a casa do Rei Carlos Alberto de Sardenha em seus últimos dias de exílio, em 1843.

Endereço: R. de Dom Manuel II, 4050-346 Porto, Portugal
Como chegar: Ônibus: linhas 3, 20, 35, 37, 52 e 78
Horário de funcionamento: Todos os dias, das 8h às 19h
Ingressos:
Museu Romântico: 2,20€
Entrada gratuita aos finais de semana

10. Museu Soares dos Reis

O Museu Soares dos Reis é o museu público mais antigo de Portugal. Localizado próximo aos Jardins do Palácio de Cristal, ele fica no palácio mais antigo do país, o conhecido Palácio das Carrancas.

Foi ali que residiram figuras ilustres da história portuguesa, como o General Soult, Duque de Wellington e Dom Pedro IV.

Dentre suas obras expostas estão gravuras, mobiliário e cerâmica, além de coleções de pintura e escultura, com destaque à obra do artista português Antônio Soares dos Reis.

Endereço: R. de Dom Manuel II 44, 4050-342 Porto, Portugal
Como chegar: Ônibus – linhas 3, 6, 20, 35, 36, 37, 41, 44, 50 e 52
Horário de funcionamento:
De terça a domingo: das 10h às 18h
Fechado às segundas, 1º de janeiro, Domingo de Ressurreição, 1º de maio e 25 de dezembro
Ingressos:
Adultos: 5€
Cartão jovem: 2,50€
Menores de 12 anos: entrada gratuita
Entrada gratuita aos domingos e feriados, até as 14h

Mini roteiro no Porto: o que fazer em 2 dias

Passar apenas 2 dias em cidades grandes na Europa é sempre pouco. Porém, no Porto dá para conhecer bastante coisa e aproveitar os principais pontos turísticos da cidade.

Por isso, separamos o que de melhor tem a se fazer em 2 dias na principal cidade do norte de Portugal:

Primeiro dia no Porto

Comece o seu primeiro dia conhecendo a parte mais histórica do Porto. Vá até a Igreja e Torre dos Clérigos logo pela manhã e suba para ter uma vista privilegiada da cidade.

Logo depois, siga para a Livraria Lello e Irmão, na Rua das Carmelitas. Fica bem ao lado dos Clérigos, apenas 4 minutos de caminhada. Situada em um edifício de estilo neogótico é considerada a livraria mais bonita de toda a Europa.

Construída em 1906, o interior tem enormes estantes de madeira, um vitral no teto e a famosa escada de madeira talhada bem no centro da loja. E, se você for fã de Harry Potter, vai ver de onde saiu parte da inspiração da autora.

Dica: para conhecer mais, faça a Excursão Inspirações de Harry Potter, que passa por outros monumentos do Porto que inspiraram a história.

Seguindo o passeio, siga para a Praça da Batalha, que é o início da Rua Santa Catarina e onde fica a Igreja de São Ildefonso, com a clássica fachada decorada de azulejos. Continue pela Santa Catarina, uma das principais vias comerciais da cidade.

Um destaque de lá é o famoso Café Majestic Inaugurado nos anos 20, o café foi ponto de encontro de personagens ilustres da época. Apesar de caro, se você quiser, entre para tirar uma foto do interior e tomar algo.

Continue e você chegará no Mercado do Bolhão. Se já estiver aberto, conheça o clássico mercado portuense. Siga pela Rua Formosa e chegue até a Avenida dos Aliados e a Praça da Liberdade.

Siga descendo até chegar à Estação São Bento. Entre para ver a área interna, toda de azulejos. Próximo à estação está a Catedral da Sé.

No final de tarde, início de noite, vá até à Ribeira e tome um Vinho do Porto. Para ter uma vista mais privilegiada, em Vila Nova de Gaia, atravesse a Ponte Dom Luís I e veja a iluminação noturna.

Segundo dia no Porto

Comece o seu segundo dia na cidade visitando os Jardins do Palácio de Cristal. Se quiser conhecer o museu público mais antigo de Portugal, entre no Museu Soares dos Reis.

De lá, siga novamente para a região do Rio Douro, para ver a área da Ribeira durante o dia. Sugerimos que desça a partir do Funicular dos Guindais, para ter mais uma vista da cidade. Você ainda pode fazer um passeio de barco no Rio Douro, com duração de 150 minutos.

Depois, atravesse a Ponte Dom Luís em direção a Vila Nova de Gaia e vá conhecer alguma das caves de Vinho do Porto. Recomendamos 3 das principais, a Ferreira, a Sandeman ou a Ramos Pinto, mas você pode escolher qualquer uma delas. Estão situadas uma ao lado da outra.

À noite, dê uma volta na rua da Galeria de Paris, na região da Baixa. Restaurantes, barzinhos e uma vida noturna agitada fazem da rua uma das mais interessantes da cidade.

Se for passar mais tempo na cidade e quiser explorar a região do Norte de Portugal, faça uma Excursão Braga e Guimarães com Almoço saindo do Porto.

Confira nossos roteiros de 2 e 5 dias no Porto em detalhe.

Quando ir ao Porto?

Qualquer época do ano é indicada para visitar Portugal. Diferente de outros países europeus, o frio não é tão intenso. Porém, diferente de Lisboa, o Porto é mais úmido. Ou seja: costuma fazer frio nos meses de inverno, com temperaturas próximas a 0ºC. Mas não se preocupe, não passa muito disso.

Já o verão tem temperaturas mais quentes. Entre junho, julho e agosto, podem chegar a mais de 30ºC.

Nossa sugestão para viajar à Europa, e ao Porto, são as meias estações, primavera e outono, entre os meses de abril e outubro. Além de climas mais amenos, os preços costumam ser melhores.

Se viajar em junho, aproveite para curtir o São João no Porto. É uma das festas mais conhecidas de Portugal.

Quanto custa uma viagem para o Porto?

A parte boa de viajar para o Porto são, sim, os preços. Portugal já costuma ser menos salgada do que outros países da Europa. O Porto, principalmente, tem valores bem melhores.

Para termos uma ideia, separamos aqui os principais gastos que você teria em uma viagem à cidade.

Veja, ainda, os gastos detalhados de quanto custa viajar para o Porto.

Passagens aéreas

Para encontrar as melhores passagens, confira sempre os comparadores de viagem. Utilizamos a área de voos do comparador Kayak para fazer uma de viagem para abril de 2020. Essa é uma boa época para conhecer a cidade.

Saindo de São Paulo a passagem mais barata é da companhia aérea TAP, com 1 escala em Lisboa, por R$2.899.

Seguro Viagem

O seguro viagem para Portugal é obrigatório. Por fazer parte do Tratado de Schengen, turistas que entram no país precisam ter um seguro com cobertura mínima de 30 mil euros.

Para ter uma ideia de custo, utilizamos o nosso comparador seguro viagem, uma parceria com o portal Seguros Promo. Os planos com melhor custo benefício custam uma média de R$12 a R$18, por dia.

Hospedagem

É possível encontrar hospedagem no Porto desde 10€ a 200€, dependendo do tipo de hotel e da localização. Compare preços de hospedagem na área de hotéis do site Kayak.

Alimentação de rua

Os restaurantes no Porto costumam ter bons preços e pratos bem servidos. Veja o valor médio das refeições:

Alimentação de rua Preço
Cerveja (570ml) 1,90€
Almoço em restaurante barato 7,50€
Refeição para 2 pessoas em restaurante mediano 30€
Cappuccino 1,57€
Água 0,96€

Supermercado

Durante a viagem, você ainda pode aproveitar para comprar pequenos itens no supermercado, como vinhos, água e lanches. Veja o preço médio de alguns produtos:

Item Preço
Queijo português 7€
Garrafa de vinho 4€
Água (garrafa de 1,5 litro) 0,55€
Sanduíche de frango 5,37€
Cerveja local 0,97€

Transporte

Uma passagem simples custa 1,40€. O ideal, caso você vá utilizar bastante o transporte público, é adquirir o Porto Card, como falamos no início do artigo.

Uma outra opção é o Andante, cartão oficial dos transportes públicos. Nesse caso, você insere o valor no cartão e o gasto depende da zona em que vai circular. Ele ainda dá a opção de Andante Tour 1, que custa 7€ por 24 horas (1 dia) ou 15€ por 72 horas (3 dias).

É possível adquirir o Andante nas máquinas de venda em todas as estações da rede.

Porto Bike Tour: como conhecer a cidade Invicta de bicicleta.

Atrações

Caso queira ir em todas as atrações sugeridas aqui em nosso artigo, o preço médio de ingressos é 25€ (valores para visitantes adultos). Você ainda pode escolher ir em uma cave de Vinho do Porto gratuita, como a Croft, e ainda economizar.

Onde ficar no Porto?

A melhor região para ficar no Porto é no centro. Dali, é possível fazer vários passeios a pé. Nos arredores da Praça da Batalha e da Liberdade, são oferecidas várias opções de hospedagem.

Na Avenida da Boavista, parte mais nova da cidade, é possível ver uma variedade de grandes hotéis de rede.

Hotel Categoria Estrelas Localização Preço médio
Pestana Porto Luxo (melhor hotel) 5 estrelas Centro/Baixa 226€
Pão de Açúcar Hotel Melhor custo benefício 3 estrelas Centro/Baixa 123€
Boavista Class Inn Mais barato 3 estrelas Avenida da Boavista 80€
The Colony Guest House Hostel 3 estrelas Avenida da Boavista 69€
The Hostel Porto Albergue Paranhos 10€

Onde comer?

Que a gastronomia portuguesa é reconhecida mundialmente, você já deve saber. No Porto, inclusive, o bacalhau tem um preparo especial, e as sardinhas são servidas como prato principal.

Mas, quando for ao Porto, tem uma coisa que não pode deixar de experimentar: a francesinha. O prato típico da cidade é uma iguaria feita de sanduíche de presunto e queijo, incrementado com linguiça, salsicha e ovo. Vai acompanhado de um molho levemente picante. Vale por uma refeição completa.

Porto Clérigos

De entrada, experimente a sopa verde, principalmente se tiver mais frio. Não deixe também de tomar o Vinho do Porto, claro.

Se quiser uma experiência ainda mais aprofundada, faça o tour gastronômico privado Verdadeiros Sabores do Porto.

Veja alguns locais para experimentar pratos típicos na cidade:

  • Café Piolho: coma a francesinha, prato típico da casa e do Porto;
  • Restaurante Galeria de Paris: na badalada rua de mesmo nome. Vale a pena jantar e esticar a noite;
  • ÉLebê Baixa: opção de boa comida na Baixa do Porto;
  • O Paparico: para quando quiser ir a um restaurante mais sofisticado;
  • The Yeatman: do outro lado da ponte, em Vila Nova de Gaia. Tenha uma refeição com vista privilegiada do Porto, no restaurante com 2 estrelas Michelin.

E se quiser ver um show em um dos edifícios mais emblemáticos do Porto, veja a programação da Casa da Música, considerada uma das melhores casas de shows da Europa. Compre o ingresso antecipado no site oficial.

Veja, ainda, os 15 melhores restaurantes no Porto.

Planejando sua viagem ao Porto

Sugerimos que você confira os valores no comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo e escolha as melhores opções de seguro para a sua necessidade.

Ganhe desconto. Para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICAS5 (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%).

Encante-se com esta cidade mística. Conheça 10 cidades perto do Porto para se encantar também. Boa viagem!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.