Quanto custa viajar para Londres: aéreo, hospedagem, refeições e tours

Visitar Londres  / 

Uma cidade moderna, que une badalação, cultura e diversas opções de entretenimento, tudo isso em um só lugar, só poderia ser Londres. Mesmo ela estando longe de ser um destino barato, o viajante não precisa se assustar ao planejar quanto custa viajar para Londres, pois vai depender principalmente do estilo de viagem que o visitante pretende fazer.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

Quanto custa viajar para Londres: passagens aéreas

Na hora de pesquisar quanto custa viajar para Londres, consulte os sites comparativos de preços como o Kayak, Decolar, Melhores Destinos, dentre outros.

Origem Destino Cia Aérea Mês Preço
São Paulo Londres Latam Outubro R$2.879
Rio de Janeiro Londres Norwegian Novembro R$2.790
Brasília (DF)* Londres Latam Novembro R$3.144
Fortaleza ** Londres KLM Novembro R$2.932

* Conexão em São Paulo;
** Conexão em Amsterdã;

Obs: lembre-se que neste período é outono/inverno no Reino Unido.

Quanto custa viajar para Londres: Seguro Viagem

O Reino Unido não faz parte do acordo conhecido como Tratado de Schengen, logo não é obrigatório fazer o seguro viagem internacional (e nem será solicitado pelos agentes de imigração).

Entretanto, sempre recomendamos fazer um seguro viagem, pois imprevistos de modo geral podem acontecer em qualquer lugar e a qualquer momento. Ninguém está livre de comer algo estragado ou mesmo levar um tombo, e na ausência de um seguro viagem, acredite qualquer consulta ou tratamento será muito mais caro.

Dentre tantas opções de seguro viagem disponíveis, uma boa dica é recorrer aos simuladores online, dessa forma o cliente pode escolher o mais em conta e que preencha suas necessidades.

Sugerimos que faça uma simulação no comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo para conferir as várias opções de seguro para a sua viagem à Europa.

Quanto custa viajar para Londres: hospedagem

A hospedagem representa um dos gastos mais altos em uma viagem, sendo assim, ao cotar quanto custa viajar para Londres, tenha em mente que existem acomodações para todos os bolsos e estilos.

Sendo uma cidade grande, é melhor gastar um pouco mais na hospedagem e escolher uma localização melhor, isto é próxima de algumas atrações londrinas imperdíveis.

Hotéis perto de estações de metrô são uma boa alternativa para economizar tempo, se a estadia na cidade for curta, sem contar que o transporte público é muito eficiente.

Hotel Categoria Bairro Diária (casal)
Hotel 41 Luxo (5 estrelas) Westminster £1.327
The Fox & Goose Custo-benefício (3 estrelas) Hanger Lane £264
Seven Dials Hotel Simples Seven Dials (região) £105
Sohostel Hostel Soho £20 (quarto compartilhado)
Chelsea Guesthouse Alojamento Lambeth £84 (p/pessoa)

 

Obs: valor médio baseado nos meses de agosto e setembro 2019.

Antes de reservar uma acomodação, leve em consideração estas dicas:

  • Hotéis próximos de estação de metrô;
  • Opte por hotéis com café da manhã incluído (os mais simples cobram a parte);
  • Condições do quarto (de modo geral, eles são pequenos, exceto os de luxo);
  • Localização (preferência zonas 1 e 2);
  • Leia as opiniões dos leitores sobre o hotel em sites como Booking, TripAdvisor, etc.

Quanto custa viajar para Londres: alimentação na rua

Alimentação também corresponde a uma das despesas mais caras durante uma viagem (e fundamentais). Sendo assim, é bom ter uma noção de quanto custa comer fora em Londres para não ter surpresas desagradáveis.

Alimento e bebida Preço
Cerveja (570ml) £4-5
Sanduíche (bacon, alface e tomate) £7,95
Sanduíche de frango £3,25
Framboesa (caixinha de 200g) £1,50-3
Jantar italiano para 2 (entrada, 2 refeições e vinho da casa) £59
Yakisoba (frango ou carne) £5,45
Pizza marguerita £9,95
Coca cola (330ml) £2,80
Almoço executivo (massa, refrigerante e café) £16,62
Big Mac Deal £4
Capuccino £2,75

 

Obs: os valores são apenas uma referência baseado no mês de julho, alguns itens podem ser mais caros ou baratos, dependendo do tipo de estabelecimento e bairro.

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

onde comer bem e barato em londres

Quanto custa viajar para Londres: supermercado

Sem sombra de dúvida, a melhor forma de economizar em uma viagem a Londres é cozinhar na acomodação (se for hostel ou mesmo alojamento/studio), e para isso, vai ter que reservar um tempinho para fazer uma visita ao supermercado.

Para o padrão português, o visitante provavelmente vai achar os produtos caros, tendo em vista que itens alimentícios nos supermercados de Portugal têm ótimos preços, já comparado ao Brasil, pouca diferença será notada.

As principais redes de supermercados em Londres são Tesco, Asda e Iceland, sendo o Asda a opção mais em conta. Porém, as unidades dele, geralmente, estão situadas em áreas mais distantes (periféricas) de Londres.

Alimento/ bebida Preço
Cerveja (330ml) £1,84
Bananas (1kg) £1,07
Maçã (1kg) £1,79
Queijo fresco (1kg) £5,50
1 dúzia de ovos £1,86
Leite (1L) £0,91
Barra de chocolate £1
Lasanha (individual) £2,40
Pão (1kg) £0,99

 

Fonte: Precious Mundi.

Quanto custa viajar para Londres: transporte público

Esqueça a ideia de alugar um automóvel em Londres, levando em consideração que o transporte público londrino é rápido, eficiente e abrange a cidade inteira. Além disso, existe uma variedade de opções, desde metrô, trem, ônibus e barco, mas a grande maioria acaba optando pelo metrô.

Sendo assim, na hora de por na planilha quanto custa viajar para Londres em se tratando de aluguel de carro, pode cortar esse item e escolher o transporte público, até porque o trânsito pode ser bastante complicado.

Uma forma fácil de como se locomover na cidade sem medo de se perder é acessando o site oficial dos transportes de Londres. Basta colocar nos campos indicados (from/to) onde está e para onde deseja ir e em seguida selecionar Plan My Journey.

Infelizmente, o site dos transportes da região metropolitana de Londres não possui um aplicativo para celular. A alternativa, neste caso, é baixar o app chamado CityMapper que é muito usado pelos londrinos.

Importante lembrar que a cidade está dividida em zonas de transporte, dessa forma os preços são calculados de acordo com a localização dessas zonas. Quanto mais distante ela for, mais caro será o valor do transporte (não se aplica ao ônibus). A título de referência, podemos dizer que em média o preço do bilhete unitário custa £2,41.

As zonas 1 e 2 são as mais centrais, sendo 9 no total, contudo as zonas 7, 8 e 9 são consideradas zonas especiais, estando localizadas a noroeste de Londres.

cidade de londres

Veja abaixo algumas opções de pagamento no que se refere ao transporte público na cidade:

Passagem avulsa (1 trajeto somente): o ticket pode ser adquirido nas máquinas de venda situadas nas estações de metrô. Para saber com exatidão o preço do transporte, consulte o site Transport for London, no item Single Fare Finder e preencha os campos com as estações de partida e chegada;

Cartão Oyster: é um cartão eletrônico para facilitar o pagamento dos transportes, sendo que o Oyster possui 2 modalidades: pré-pago (recarregável com um valor X em libras) e o Travel Card (passe semanal, mensal e anual);

Day Travelcard: é um passe de 1 dia, sendo descartável após o fim da validade;

Visitor Oyster Card: é um cartão especial para turistas, onde ele já vem pré-carregado com valores específicos (£10, £15, £20, £25…) se ocorrer dos créditos acabarem, é possível adicionar mais ao cartão.

Aviso: o Visitor Oyster Card não pode ser comprado em Londres, sendo necessário adquiri-lo online, no site do órgão oficial de turismo britânico, em seguida ele é enviado para a residência do cliente via courier (DHL).

Dica: o transporte mais barato é o ônibus, pois ao contrário do metrô, não possui um sistema de valores diferentes de acordo com a zona como ocorre no transporte ferroviário.

Quanto custa viajar para Londres: atrações turísticas

Durante qualquer viagem, dá aquela vontade de visitar todas as atrações turísticas de uma só vez, porém isso é quase impossível devido ao fator tempo. Se deslocar de um lugar para o outro, enfrentar filas enormes e depender de transporte público pode resultar em perder um longo e precioso tempo.

Por isso mesmo, o ideal é reservar passeios, atividades e ingressos para as atrações turísticas através do Get Your Guide. Assim, o visitante não enfrenta fila, conta com guias locais especializados e otimiza algo essencial – tempo.

Confira algumas atrações imperdíveis em Londres!

Museu Britânico

O Museu Britânico está para Londres assim como o Louvre está para Paris, isto quer dizer que além dele ser importantíssimo, é também enorme.

Assim como ocorre na Cidade Luz, o visitante levará alguns dias se quiser conhecer todas as obras do Museu Britânico, sendo assim, melhor uma visita guiada e sem fila.

Preço: gratuito.

visitar o museu britânico

Palácio de Westminster (Big Ben)

O Palácio, além de abrigar o Parlamento do Reino Unido, tem em sua torre um dos mais famosos símbolos da Inglaterra, o icônico Big Ben. Uma boa opção é fazer uma visita guiada a pé e ficar por dentro das inúmeras histórias sobre o local.

Preço: tour no Parlamento £25,50 (valores diferenciados para crianças e adolescentes).

Curiosidade: o Big Ben, na verdade, é um sino e não um relógio como muita gente imagina.

Palácio de Buckingham

Não é um local qualquer, é a residência oficial da Rainha Elizabeth II, é onde ocorre a troca de guarda, mas o legal mesmo é poder visitar as salas majestosas do Palácio de Buckingham (somente alguns cômodos e durante o verão), ou mesmo fazer uma excursão panorâmica com um guia e transporte.

Preço: £23 (valores diferenciados para crianças e adolescentes).

Curiosidade: se quiser observar a troca de guardar, melhor consultar antes o site Royal Collection Trust e ficar por dentro do horário e a frequência que pode variar dependendo da época.

National Gallery

A galeria reúne uma quantidade tão grande de quadros e com tantas informações interessantes que fazer uma visita guiada acaba se tornando fundamental para conhecer melhor as histórias dessas obras primas, mesmo a entrada sendo gratuita.

London Eye

Considerada a terceira maior roda gigante do mundo, o London Eye é um dos cartões postais da cidade, onde o visitante tem uma vista fantástica do Big Ben, Rio Tâmisa e outros lugares incríveis de Londres. Uma boa dica é reservar o ingresso para o London Eye com antecedência. Você pode escolher entrada prioritária e evitar esperas na fila.

Preço: £22,45 (valores diferenciados para crianças e adolescentes).

Tower Bridge

Também considerado um dos símbolos londrino, a Tower Bridge foi construída em 1894 sobre o Tâmisa. Difícil ir a Londres e não tirar uma bela foto desse monumento tão conhecido da cidade.

Uma das vantagens de se reservar um passeio pela Tower Bridge é a chance de não pegar filas e conhecer a Sala de Máquinas.

Preço: £8 (valores diferenciados para crianças e adolescentes).

Curiosidade: muitos visitantes confundem a Tower Bridge com a London Bridge.

Abbey Road

Certamente, é o único local no mundo onde as pessoas vão para ver exclusivamente uma faixa de pedestre, mas não é uma faixa qualquer. O lugar serviu de locação para a clássica foto dos Beatles que foi capa do 12° álbum, impossível não reproduzir a pose do quarteto.

Uma excursão de 2 horas a pé pelas ruas onde eles tocavam e trabalhavam é uma experiência fascinante principalmente para os fãs.

Museu de Cera Madame Tussauds

Museus de cera existem centenas no mundo inteiro, mas a rede de museus Madame Tussauds é, sem sombra de dúvida, a mais conhecida. São mais de 300 personalidades de cera, cuja as recriações são super realistas, um passeio imperdível.

Preço: £29 (valores diferenciados para crianças e adolescentes). Confira todos os detalhes sobre os ingressos para museu Madame Tussauds.

Museu de História Natural

Um tour que agrada adultos e crianças (principalmente), onde revela a origem e extinção dos dinossauros do planeta. O Museu de História Natural possui a maior coleção do mundo quando o assunto envolve estes seres pré-históricos.

Uma dica legal é fazer um tour familiar com um guia, que poderá dar uma aula divertida sobre o tema, sem contar a arquitetura do local que é espetacular.

Preço: gratuito para exposições permanentes e pago quando ocorre exposições temporárias.

Estúdios do Harry Potter

Mesmo quem não é fã das aventuras do bruxinho, vai curtir esse passeio nos estúdios da Warner Bros, onde foram rodados os filmes.

O tour nos estúdios do Harry Potter de um dia inteiro leva o visitante para conhecer os segredos dos bastidores das filmagens, o figurino dos personagens e outras curiosidades dos filmes do Harry Potter.

Preço: £39 (valores diferenciados para crianças e adolescentes). Confira todos os detalhes sobre os Ingressos para os estúdios Harry Potter.

Mas as atrações em Londres vão muito além dessas 10 mencionadas acima. Se o visitante tiver tempo de sobra na cidade, poderá fazer diversos outros passeios sensacionais, confira as inúmeras opções:

  • Notting Hill: não perca a feira de rua que acontece aos sábados chamada PortoBello Market;
  • Camden Town: para quem quer sair dos programas clichês, este bairro punk mistura pubs diferentes, feiras de antiguidades e lojas exóticas nas ruas;
  • Covent Garden: uma região interessante com vários mercados, artistas de rua, pubs, teatros e outros tipos de cultura;
  • Leicester Square: a praça reúne os grandes cinemas onde ocorrem as premieres de filmes famosos, isso sem contar a vida noturna agitada;
  • Wimbledon: é possível visitar o museu e conhecer melhor o local e o esporte (tênis);
  • Museus gratuitos: Museu Imperial da Guerra, Tate Modern, Tate Britain, National Portrait Gallery, apenas para mencionar alguns.

Confira também quanto custa fazer um cruzeiro no Rio Tâmisa.

Quanto custa viajar para Londres: compras

Mesmo Londres não sendo uma cidade barata, ainda assim muitas pessoas gostam de fazer compras ou mesmo garimpar algum item em meio a tantas opções. As ruas mais famosas para quem gosta de levar presentes são:

  • Regent Street: variedade de lojas nas redondezas, tais como Apple, Zara, Levi’s, etc;
  • Oxford Street: algumas grandes lojas de departamento, como a Primark e Selfridges;
  • Carnaby Street: ateliês e nos arredores lojas como Samsung, Adidas e outras;
  • PortoBello Road: lojas de antiguidades e artesanato, brechós e uma feira com o nome da rua.

Dica: anualmente, na data de 26 de dezembro, ocorre a Boxing Day, que seria um tipo de Black Friday, onde os descontos podem chegar a 70%.

mercado portobello em notting hill em londres

Sugestão de lojas para fazer compras em Londres

  • Harrods: vende-se de tudo um pouco, cosméticos, bolsas, brinquedos, vestuário;
  • Liberty: peças de arte importadas, tecidos, móveis, etc.;
  • Harvey Nichols: roupas masculinas e femininas;
  • TK Maxx: produtos para a casa, roupas, sapatos, cosméticos;
  • Hema: artigos de decoração, itens de cama, mesa e banho, etc.

Quanto custa viajar para Londres: total

O gasto total de uma viagem a Londres é algo muito relativo, já que diversos fatores colaboram para a despesa diária ser mais alta ou mais baixa.

Um deles se refere ao período da viagem, se for na alta (julho-agosto) ou baixa temporada (abril-maio e setembro-outubro), mesmo no inverno (dezembro-janeiro) pode ser considerado uma época cara, em função do Natal e dos mercados natalinos.

No que se refere acomodação, mesmo sendo da mesma categoria pode haver diferença de tarifas de acordo com a localização do hotel. Já em relação a alimentação depende do nível do restaurante, etc.

Categoria da viagem Despesa diária Duração (7 dias)
Econômico £50 £350
Custo-benefício £85 £595
Luxo £365 £2.555

 

Observação importante:

  • Valor médio com acomodação, refeições, transporte e atrações;
  • Perfil turista econômico: fica em hostel, se desloca a pé ou de ônibus, cozinha ou compra lanches no mercado e não faz passeios/tours caros;
  • Perfil turista custo-benefício: fica em hotel de 2 ou 3 estrelas, usa metrô ou app de transporte, compra lanches ou restaurantes take away e faz poucos passeios caros;
  • Perfil turista luxo: fica em bons hotéis, usa app de transporte, refeições em bons restaurantes e visita todas as atrações.

Dicas importante para economizar em Londres

  • Use o Oyster card;
  • Ande de ônibus;
  • Ainda sobre transportes, alugue uma bike e conheça a cidade pedalando;
  • Prepare as refeições no hostel ou alojamento;
  • Escolha pratos executivos ou menu do dia (são mais em conta);
  • Pedir refeição para viagem (take away) é mais barato do que comer no restaurante;
  • Use cupons de desconto (há redes de restaurantes e lanchonetes que dão vouchers);
  • Ainda sobre restaurante, peça um tap water, que nada mais é que água filtrada da casa (gratuito);
  • Faça passeios gratuitos, existem diversos museus e galerias com entrada gratuita;
  • Se o tour for pago, opte por comprar o ingresso antecipadamente pela internet, dessa forma será mais em conta;
  • Faça passeios com o free walking tour, onde cada turista colaborar com a quantia que quiser no término do tour.
Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Jornalista, vive no Brasil e ama Portugal, tem passagens pela África, Europa e América do do Norte/Sul. Além da paixão por viagens, também adora animais e apoia projetos de conservação de vida selvagem na África do Sul e Brasil.