Montar um roteiro em Londres não é fácil, são tantas as atrações para conhecer e é por isso que é preciso se organizar para conhecer a cidade e não perder os pontos turísticos mais importantes. Em uma única viagem você pode se conectar com a Londres de quase 10 séculos atrás ao explorar sua a fascinante arquitetura. Ao mesmo tempo, abraçar a Londres contemporânea, onde mais de 300 línguas são faladas e os mercados de rua são verdadeiros reflexos dessa rica pluralidade cultural.

Descubra que a metrópole mais tradicional do mundo também é a mais diversa de todas. Abra-se para essa diversidade e deixe que ela enriqueça sua experiência na cidade. Para explorar o que há de melhor na cidade, separamos um guia completo com tudo que você precisa saber para montar o seu próprio roteiro em Londres. Confira algumas opções de roteiros que preparamos para quem vai ficar 1, 2, 3, 4 ou 5 dias. Boa leitura!

Roteiro de 1 dia em Londres

Londres é uma cidade enorme com diversos pontos turísticos. A arquitetura rica e antiga em meio às construções modernas são, por si só, uma atração.

Porém, se você vai passar somente um dia na cidade, deve fazer escolhas importantes e práticas, de forma que o acesso seja próximo e conectados por uma linha de metro.

Separamos um roteiro para quem vai passar somente um dia na cidade. Contudo, saiba que você não precisa seguir exatamente a ordem apresentada: ela foi pensada para otimizar o seu tempo, mas existem diversas combinações diferentes que podem ser feitas.

Westminster e Southbank

A primeira parada será a Abadia de Westminster. A igreja de arquitetura gótica é um dos ícones mais importantes da cidade, onde já foram celebrados casamentos reais e coroações, como a mais recente coroação do Rei Charles III.

Siga para o Palácio de Westminster (também conhecido como Westminster Hall). Este edifício é o mais icônico de Londres, e a parte mais famosa é o Big Ben na Torre Elizabethan.

Queen’s walk, “O caminho da Rainha”

Aqui se inicia “O Caminho da Rainha”. Neste caminho você passará por diversos pontos turísticos em uma caminhada deliciosa com vista para vários ícones da cidade.

Este caminho junto às margens do Rio Tâmisa é um verdadeiro cartão postal dos lugares mais movimentados na metrópole europeia, abrangendo toda a região ao sul do rio Tâmisa, entre a Lambeth Bridge e a Tower Bridge. Diariamente, milhares de pessoas são atraídas para esse local devido à sua proximidade com os principais pontos turísticos de Londres, oferecendo uma agradável caminhada em meio a um cenário deslumbrante.

Cruze a Ponte de Westminster e depois desça as escadas próximas ao quiosque de presentes no lado oposto da ponte. No final das escadas, você poderá apreciar uma vista espetacular de Westminster.

London Eye

Reserve com antecedência o ticket para o London Eye. O passeio dura 30 minutos, onde você terá vistas épicas de toda a cidade. Se é a sua primeira vez na cidade, saiba que vale a pena enfrentar as filas e os custos, apesar de toda a agitação turística.

Se estiver com crianças poderá visitar o aquário de Londres (Sea Life London Aquarium). Não é muito grande, mas gasta umas 3 horas. Lembre-se que é necessário comprar os ingressos com antecedência.

Caminhada de Southbank ao centro de Londres pela Tower Bridge

Siga caminhando pela calçada de pedestres às margens do rio. Você passará pelo Centro de Artes de Southbank, pelo Tate Modern, pelo The Globe – Teatro de Shakespeare. Você irá apreciar uma das vistas mais famosas do mundo, que é o centro de Londres, como o The Gherkin (Edifício em forma de Pepino), o Walkie talkie Building (Edifício em forma de Walkie Talkie). E o The Shard, no lado sul do rio mesmo.

Neste ponto você tem duas opções: Atravesse a Millenium Bridge para conhecer a Catedral de St. Paul ou siga para o Borought Market – mercado com várias barraquinhas de comidas de vários lugares do mundo, e atravesse pela Tower Bridge para o centro de Londres.

Uma curiosidade sobre a Tower Bridge é que ela foi projetada para que suas duas seções se levantem verticalmente para a passagem de alguma embarcação de grande porte. O processo de abertura da ponte é um espetáculo impressionante, com suas grandes torres e enormes contrapesos que são levantados para abrir o caminho para os navios.

Hoje em dia, a abertura da Tower Bridge é um evento menos frequente, pois a maioria das embarcações que navegam pelo rio Tâmisa têm altura suficiente para passar por baixo da ponte sem a necessidade de sua abertura. No entanto, ainda é uma cena emocionante e uma das atrações mais icônicas de Londres, especialmente para os turistas que visitam a cidade.

Roteiro de 2 dias em Londres

Se vai ficar mais um dia na capital inglesa, saiba que há muito mais o que fazer na cidade. Após a programação do primeiro dia, no segundo você pode conhecer:

Hyde Park, Green Park e St. James Park

Prepare-se para caminhar bastante! Londres é repleta de parques maravilhosos, chamados de “Royal Parks”, que são de propriedade da família real. Esta manhã é dedicada a explorar esses parques, incluindo um passeio pelo Hyde Park, Green Park e St. James’s Park. Esses enormes espaços verdes são um refúgio maravilhoso da agitação da cidade.

Comece no Hyde Park, passe em frente ao Palácio de Kensington (onde vivem os jovens membros da realeza) e visite o Memorial em homenagem à Princesa Diana. Em seguida, caminhe em direção ao Green Park.

Você pode caminhar pelo Green Park em direção ao Palácio de Buckingham e ao St. James’s Park. No entorno do Palácio de Buckingham sempre há multidões do lado de fora do portão, e a fachada é linda para tirar fotos. Se você programar corretamente, poderá visitar o Palácio e ajustar sua visita para ver a Troca da Guarda, que costuma ocorrer às 11 horas.

Se preferir afaça uma excursão de bike com guia pelos parques da cidade, o passeio tem duração de quase 4 horas e é uma experiência única para quem deseja fazer um roteiro em Londres mais autêntico.

Descubra o Centro de Londres

De Buckingham, siga pela The Mall até o Admiralty Arch e vá caminhando em direção a Trafalgar Square. A Trafalgar Square dá a sensação de ser o coração de Londres, o epicentro a partir do qual todas as ruas se espalham como raios.

Não se canse! Se precisar, vá descansar e volte a noite para conhecer o centro.

Caminhe por Picadilly Circus, um dos cruzamentos mais conhecidos do mundo, muitas vezes comparado a Times Square, em função de seu letreiro gigante. Passeie por Covent Garden e suas lojas, restaurantes e artistas de rua.

Picadilly Circus com pessoas andando
Picadilly Circus é o equivalente a Times Square londrina

Em seguida vá para Leicester Square, região super lotada de turistas, onde acontecem as pré-estreias de filmes mais famosas do mundo, recentemente palco da pré-estreia do filme da Barbie. Você irá encontrar muitas lojinhas de souvenirs.

Não deixe de caminhar pela Chinatown, repleta de restaurantes e pubs, é um local vivo e movimentado. Se preferir vá ao Soho para finalizar sua noite com um belo jantar.

Roteiro de 3 dias em Londres

Temos mais um dia em Londres? Que maravilha, assim é possível fazer um roteiro bem mais completo. Saiba o que incluir no terceiro dia.

Camdem Town

Vá a Camdem Town, bairro que carrega uma história hipster e punk, que já foi a casa de Amy Winehouse, hoje se tornou ponto turístico, menos alternativo e mais comercial. Não deixe de visitar a estátua da roqueira Amy Winehouse, localizada em North Yard, mais próximo à estação de Chalk Farm.

Visite o Camdem Market com inúmeras opções de barraquinhas de comida, bem ao lado do mais novo fast food americano Shake Shak, inaugurado recentemente. No mercado você encontra na barraquinha italiana, aquele espaguete feito dentro de uma peça de queijo de Grana Padano, sabe? Além de comida mexicana e outros.

Visite o mercado de roupas fashions e alternativas com várias opções e jaquetas de couro vintage e t-shirts estilizadas. Fique atento aos produtos falsificados.

Regents Park e London Zoo

De lá vá para o Regents Park, mais um dos Royal Parques de Londres. Um dos mais lindos, onde fica o London Zoo. Aqui também tem Queen’s Mary’s Rose Garden (jardim de rosas) que fica florido em julho e o jardim repleto de tulipas, que fica florido em maio. No lago você tem a opção de alugar um pedalinho para passear.

Marylebone e Oxford Street

Caminhe pela Marylebone High Street em direção a Oxford Street. Você passará por várias lojas e restaurantes super charmosos, antes de chegar na movimentada Oxford Street.

Você tem algumas opções aqui, como: visitar a loja de departamentos Selfridges, a Liberty, visitar o Market Halls Oxford Street, a loja infantil Hamleys e por fim, ir a Carnaby Street, e comer algo na Kingly Court.

Roteiro de 4 dias em Londres

O quarto dia no roteiro em Londres ainda guarda muito o que fazer, confira:

Notting Hill

Comece o dia em Notting Hill, com suas casas coloridas e pitorescas, cenário do filme de Julia Roberts e Hugh Grant – Um Lugar Chamado Notting Hill. Comece em Notting Hill Gate e vá a pé pela Portobello Road Market.

As ruas são compostas por lojas de antiguidades e produtos vintage, nelas você irá encontrar produtos de garimpo para casa, como puxadores e fechaduras antigas, jaquetas de couro, bolsas feita a mão em pedrarias ou metal.

Mais adiante você irá encontrar comidas de rua típicas de várias nacionalidades, como crepe de chocolate e Paella. O mercado de rua acontece às sextas e sábados, portanto se programe.

South Kensington

Mais tarde, siga em direção à South Kensington e aproveite os museus gratuitos. Se estiver com crianças, explore o Museu de História Natural ou o Museu de Ciências para uma experiência educativa e divertida.

Outra opção é o Victoria and Albert Museum, que é um renomado museu de arte e design, dedicado a exibir uma ampla gama de artefatos e obras de arte relacionadas às áreas de moda, design, arquitetura, joias, cerâmica e muito mais.

Fachada do Victoria and Albert Museum
Londres tem alguns dos melhores museus do mundo, o Victoria and Albert Museum é um deles

O museu possui uma coleção impressionante de objetos históricos e contemporâneos, abrangendo várias culturas e períodos, tornando-se uma das principais atrações culturais da cidade.

Knightsbridge

Se quiser faça uma refeição no restaurante do museu, ou siga o passeio em direção a Knightsbridge, para conhecer a famosa loja de departamentos Harrods. São vários andares de marcas de design famosas como Dior, Chanel, um andar dedicado a brinquedos e roupas infantis, decoração, peças de design, mobiliário e até eletrônicos.

Chelsea

Se ainda tiver fôlego vá a Chelsea, passeie pela Sloane Square e na renomada Duke of York Square com pubs e restaurantes ou até mesmo na Saatchi Galery (entrada franca). Aqui você encontra a Zara preferida da mulherada!

Roteiro de 5 dias em Londres

Chegamos ao último dia do nosso roteiro em Londres, para este dia reservamos alguns passeios fora de Londres em Greenwich.

No quinto dia você pode fazer um passeio bem divertido até Greenwich. Pegue um Uber Boat em algum dos píeres ao longo do Rio Tamisa. Pode ser o mais próximo do seu hotel ou vá até o St. George Warf Píer em Vauxhall ou o Millbank Píer em Westminster. O trajeto deve durar em média 30 minutos.

Chegando no Píer de Greenwich vá caminhando para o parque em direção ao Royal Observatory. Saiba que o parque é uma subida, portanto se prepare para a caminhada, mas garanto que vale a pena, pois a vista do skyline de Londres é espetacular. Você irá encontrar o meridiano 0º, que nada mais é que uma linha imaginária que divide verticalmente o planeta entre leste e oeste. Aproveite para conhecer o Observatório Real, antigo centro de astronomia que foi transformado em museu e planetário.

observatório de Greenwich com o marco que divide o mundo ao meio
No Observatório Real de Greenwich está o marco que divide o mundo em leste e oeste

Retorne em direção ao ponto de partida para conhecer o Greenwich Market. Um mercado pequeno, mas bem completo e eclético, onde você encontrará desde antiguidades até comidas típicas. Não deixe de visitar a barraquinha “Steak & Chips” e experimentar o peito de pato grelhado com batatas fritas. Se preferir pode caminhar mais um pouco e almoçar no pub Trafalgar Tavern.

De Uber boat, Uber, táxi ou ônibus vá para o The O2 Arena. A Arena The O2 é um local para shows e eventos, mas você também encontra um outlet, não tão grande, mas com algumas lojas interessantes, além de pubs e restaurantes.

Caminhe por apenas 5 minutos para pegar o teleférico “IFS Cloud Cable Car” que cruza o Rio Tâmisa entre a Greenwich Península e os Royal Docks. Enquanto você atravessa a 90 metros acima do Rio Tâmisa, poderá desfrutar de vistas espetaculares da Capital, incluindo: Catedral de St. Paul,The Gherkin (Arranha-céu ” O Pepino”), Queen Elizabeth Olympic Park, entre outros.

Do lado norte do Rio pegue um trem de volta para o centro de Londres ou para onde esteja hospedado. Experimente pegar linha novinha e recém inaugurada, a roxinha Elizabeth line.

Ficar conectado na Europa nunca foi tão fácil

Com a America Chip você tem internet 4G ilimitada durante toda a viagem. Escolha entre o chip e o eSIM e aproveite a Europa com a melhor conexão a partir de USD 40.

Ver Planos →

Planejando seu roteiro em Londres

Para garantir uma estadia inesquecível em Londres, é essencial realizar um planejamento cuidadoso, levando em consideração diversos aspectos. Desde o funcionamento do transporte público, incluindo metrô e ônibus, até a localização estratégica das atrações, cada detalhe é importante.

Baixe aplicativos para se locomover

Existem aplicativos indispensáveis que facilitam a navegação pela cidade, como o Citymapper e o Google Maps. Com eles, você terá acesso a informações precisas sobre rotas, horários e conexões, garantindo uma experiência mais fluída e aproveitando ao máximo cada momento na capital britânica.

Faça download também do aplicativo TFL Go que nada mais é que o mapa detalhado do metro, onde você pode simular as viagens e ver os horários dos trens e ainda pode pesquisar pontos de ônibus próximos a você. O bom desse aplicativo é que mesmo offline você poderá consultar o mapa. Saiba que dentro dos metrôs você ficará sem sinal de internet.

Escolha a hospedagem com base no tempo que vai ficar na cidade

Seu roteiro e passeios, além do seu orçamento, irão influenciar na escolha de onde se hospedar em Londres. Escolha locais próximos a estações de metro que facilitem o acesso às atrações que irá visitar.

Londres é dividido por zonas, e o ideal para turismo é que se hospede o mais perto do centro (zona 1) possível, pois é lá que estão a maioria das atrações principais, como a Trafalgar Square, Covent Garden, Hyde Park, Palácio de Buckingham, Torre de Londres e Tower Bridge. Por isso, ficar dentro desta zona ou a poucos minutos de distância de ônibus ou metrô é sempre a opção mais conveniente ao procurar onde se hospedar em Londres, mas nem sempre o preço é convidativo.

Aqui selecionamos diferentes bairros de Londres para sua hospedagem:

  • Southbank e Borough, ao sul do rio Tâmisa, é ideal para quem quer se locomover a pé pela cidade;
  • Westminster, Pimlico e Victoria, são bairros mais centrais de Londres, uma região atraente e exclusiva de Londres, com muitos restaurantes e lojas;
  • South Kensington, Knightsbridge e Chelsea, no oeste de Londres, embora não esteja no centro turístico típico, tem ruas autênticas e casas vitorianas lindas;
  • Notting Hill, Bayswater e Paddington, ao norte do Hyde Park, tende a ser um pouco mais barato e tem muitos restaurantes e lojas;
  • Centro de Londres.

Escolha o melhor transporte para o período

Londres tem um dos melhores sistemas de transporte do mundo, portanto não há nada melhor para se locomover na cidade. Não há vendas a bordo dos ônibus e não é preciso comprar mais o Oyster Card. Você pode usar seu próprio cartão de débito, como o Wise, ou crédito por aproximação, tanto nos metrôs quanto nos ônibus. A aproximação do cartão pelo telefone celular também funciona.

Estação de metrô em Londres
Usar o transporte público para fazer o roteiro em Londres é bastante fácil

Além do transporte público vale utilizar em determinadas ocasiões os aplicativos de motorista. Saiba que não é caro, comparado ao transporte público, especialmente se você está em um grupo de pessoas. Existem inúmeros aplicativos como: Uber, Bolt, Freeway e Gett.

Programe os passeios com antecedência

Londres é uma cidade cheia de turistas, além dos próprios moradores! Uma dica de ouro é reserve ou compre com antecedência.

Tanto restaurantes, show ou peças de teatro, quanto atrações como o London Eye, por exemplo, é extremamente recomendado que seja feito a reserva e/ou a compra do ingresso online. Recomendamos o GetYourGuide para fazer as reservar de passeios e ingressos, é fácil de comprar e bastante seguro.

Fique conectado durante a viagem

Acesso à internet durante a sua estadia em Londres é essencial. A America Chip é uma das maiores empresas que comercializam chips internacionais aceitos em mais de 200 países e o melhor: é possível comprar um ainda estando no Brasil.

O que saber antes de viajar para Londres

Roteiro preparado? Saiba que antes de embarcar você precisa preparar algumas coisas para sua viagem:

Seguro viagem é recomendado

Ter um seguro viagem Londres não é obrigatório, mas certamente é recomendável para garantir segurança e tranquilidade durante a sua estadia. Já para os 26 países europeus que fazem parte do Espaço Schengen, o seguro é obrigatório e deve ter uma cobertura mínima de 30 mil euros.

Não esqueça de contratar um seguro viagem antes do embarque, recomendamos o comparador do Seguros Promo, que reúne uma infinidade de seguradoras com os melhores preços. Essa é uma dica fundamental para que a sua viagem seja segura e bem tranquila!

É preciso visto para entrar no Reino Unido?

No momento não. Mas o governo do Reino Unido confirmou a implementação da ETA (Eletronic Travel Authorisation) para 15 de novembro de 2023. Dessa forma, turistas que podem viajar sem visto precisarão emitir Autorização Eletrônica de Viagem para entrar na Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte.

Apesar do lançamento em novembro deste ano, viajantes brasileiros não precisarão da ETA até meados de 2024.

Documentos para viajar

É preciso ter um passaporte válido para entrar na Inglaterra. Seu passaporte deve ser válido durante toda a sua estadia no Reino Unido. O visto será concedido no próprio aeroporto pelo agente de imigração.

Algumas perguntas frequentes são feitas como: qual o motivo da viagem? Por exemplo, turismo. Se você possui meios financeiros para se sustentar e sustentar seus dependentes. Se tem acomodação e qual o endereço. Se irá deixar o Reino Unido após a visita, ou se irá seguir viagem para outro país.

Sugiro que tenha todos esses documentos e comprovantes impressos, e tenha também uma pasta digital no seu celular.

Precisa levar dinheiro para Londres?

Londres praticamente não aceita mais notas de papel. Não traga dinheiro ou traga bem pouco. Use um cartão de débito internacional. Usar um cartão de débito em Londres é a maneira mais prática para fazer compras e pagamentos em libras.

Dentre as opções existentes, o cartão Wise é o melhor cartão para usar na Europa, pois ele faz a conversão de reais em libras com a taxa média do mercado e tarifas econômicas. É possível fazer transferências de contas do Brasil imediatamente. Solicite o seu pelo site e receba em seu endereço do Brasil.

Gostou do roteiro em Londres? Agora que você já sabe como se programar confira também quanto custa viajar para Londres. Boa viagem!