Transporte em Londres: como se locomover pela cidade sem problemas

Visitar Londres  / 

O sistema de transporte em Londres é um dos mais eficientes de todo o mundo. Existem várias alternativas práticas para os turistas e moradores explorarem a capital da Inglaterra.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Descubra aqui quais são os principais meios de transporte da cidade e como eles funcionam.

Como funcionam os transportes em Londres

O transporte público de Londres é muito eficiente. Os visitantes e moradores da capital podem se deslocar para os principais pontos da cidade através do trem, metrô e ônibus.

Confira abaixo como funciona o sistema de transporte em Londres e escolha a melhor opção para você.

Trem em Londres

A maioria das linhas de trem da Grã Bretanha saem de Londres, onde estão localizados os sete maiores terminais ferroviários da ilha.

Ao utilizar o sistema de transporte ferroviário você pode visitar qualquer cidade da Inglaterra, além de diversos países da Europa.

Saiba mais quais são as principais linhas, horários e valores dos tickets dos trens de Londres.

Linhas

As principais estações localizadas ao sul do Rio Tâmisa são Waterloo e London Bridge. Também existem estações no norte do rio que são a Victoria, Paddington, Stratford, Marylebone e Liverpool e St-Pancras. Essa última estação é o ponto de partida e chegada dos trens da Europa.

Confira abaixo as principais linhas de trem dessas estações:

  • Londres para Manchester;
  • Londres para Edimburgo;
  • Leeds para Londres;
  • Londres para Birmingham;
  • Londres para Brighton;
  • Manchester para Londres;
  • Edimburgo para Londres;
  • Londres para Newcastle.

Horários

As estações de Londres funcionam durante toda a semana e cada empresa ferroviária possui os seus próprios horários. No entanto, a maioria das linhas de trem no Reino Unido param entre a 1h e as 5h.

Por via das dúvidas, fique atento aos horários da sua passagem. Outra boa dica é acessar plataformas como a Trainline que informa em tempo real os horários dos trens na cidade.

Passe geral e bilhetes

Os bilhetes de trem para um adulto custam entre £4.90 a £6.00 para as zonas da cidade. No entanto, o ticket pode ser comprado a partir de £2.40 quando você usa o cartão de transporte Oyster.

transporte em londres metrô

Mapa de linhas de trem da Europa: principais rotas do Velho Continente.

Metrô de Londres

O metrô é outra alternativa de transporte em Londres ágil e eficiente. O sistema do metrô está dividido em 9 zonas com diferentes destinos.

A zona 1 tem linhas para os bairros próximos do centro e a 9 para os arredores da capital da Inglaterra.

Linhas

Existem cerca de 9 linhas de metrô circulando entre as 270 estações localizadas em Londres. Confira abaixo quais são as maiores linhas da cidade:

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »
  • Bakerloo;
  • Central;
  • Circle;
  • District;
  • Hammersmith & City;
  • Jubilee;
  • Metropolitan;
  • Northern;
  • Piccadilly;
  • Victoria;
  • Waterloo & City.

Horários

O horário do metrô de Londres funciona aproximadamente das 5h às 24h. Mas esse horário de funcionamento varia entre sexta e sábado, quando funcionam por 24 horas por dia.

Passe geral e bilhetes

O valor do ticket do metrô varia de acordo a zona que você vai percorrer e o número de vezes que for viajar durante o dia. Os valores das passagens simples por áreas são:

  • Zona 1 até 3: £4,90;
  • Zona 1 até 6: £5,90;
  • Zona 1 até 9: £6,00.

Para reduzir os preços, recomendamos que você use os cartões da Travelcard e Oyster para pagar taxas menores.

Como economizar em Londres: dicas para gastar menos na cidade.

Ônibus em Londres

Andar nos famosos ônibus de dois andares é muito prático. Além de ser um meio de transporte em Londres muito pontual e eficiente.

Nas paradas existem quadros eletrônicos que indicam o horário de partida e chegada de cada ônibus. Ainda, as linhas circulam nos bairros de Londres.

Linhas

O sistema de ônibus londrino é composto por cerca de 400 linhas e 15.000 paradas, por isso pegar ônibus pela primeira vez pode não ser tão simples.

A melhor alternativa é acessar aplicativos, o site oficial do sistema de transporte de Londres e as informações nas paradas de ônibus. Mas, as principais linhas turísticas são:

  • Linha 9;
  • Linha 11;
  • Linha 24;
  • Linha 74;
  • Linha RV1.

Horários

Os horários dos ônibus variam de acordo com a linha e dia da semana. De maneira geral, as linhas circulam entre as 5h e as 24h.

Durante a madrugada, circulam as linhas noturnas e em noites de sexta e sábado, o intervalo entre os ônibus podem ser de até 15 minutos.

Passe geral e bilhetes

A passagem de ônibus custa £1,50 pelos cartões Travelcard, Oyster Card, Visitor Oyster ou cartão contactless. Usando esse mesmo cartão várias vezes ao dia, o valor máximo cobrado é de £4,50. É importante destacar que o pagamento em dinheiro não é permitido nos ônibus.

Conheça as vantagens do ônibus de turismo em Londres.

como funciona o transporte em Londres

London Pass: saiba como funciona e se vale a pena comprar.

Outros transportes em Londres: táxi, Uber e bicicleta

Outras alternativas de transporte em Londres são táxis, Uber e bicicletas, cada um com seu sistema de funcionamento e tarifas diferentes.

Táxi

Os tradicionais Black Cabs da cidade transportam cinco passageiros e circulam em toda a cidade. No entanto, as tarifas não são baratas.

Um trajeto de 1,5 quilômetro pode custar até £8,80. O traslado do aeroporto de Heathrow até o centro varia entre £45 e £85.

Uber

Para driblar os preços altos dos táxis, você pode usar o Uber. Os carros percorrem toda cidade e você ainda garante o conforto na sua viagem, sem pagar tanto. O trajeto do aeroporto de Heathrow até o centro, com o Uber X, pode custar entre £42 e £51.

Bicicleta

Apesar de Londres ser uma cidade chuvosa, vale a pena usar o sistema público de bicicletas para fazer deslocamentos curtos. Atualmente, existem mais de 6.000 bikes e 400 estações distribuídas na capital inglesa.

As bicicletas podem ser alugadas pelo próprio ciclista durante 24 horas por dia e após o pagamento de uma tarifa barata. Os preços variam entre £1 após a primeira meia hora gratuita e £2 por 24 horas.

Saiba o que não pode ficar de fora do seu roteiro em Londres.

Condução em Londres

Alugar um carro em Londres é uma opção barata para se deslocar pela capital e outras cidades da Inglaterra. Os valores da reserva costumam ser econômicos e os estacionamentos e preço do combustível costumam ser baratos. Além disso, geralmente os carros são a diesel o que ajuda a economizar.

Na Rentcars há muitas opções de carros disponíveis e você pode escolher devolver seu veículo em outro local, sem ser onde você alugou. Confira o site e saiba mais.

As estradas da Inglaterra possuem uma boa infraestrutura e dirigir por elas é tranquilo. Durante o caminho, você irá encontrar pedágios nas principais rotas de Londres e do país.

O pagamento deve ser feito em dinheiro, mas se você preferir as maiores locadoras contam com um sistema inteligente para a cobrança do pedágio.

Ao alugar o veículo é colocado um adesivo com o aviso “Sem Parar” e você não precisa fazer o pagamento após passar pelo pedágio. As taxas serão pagas apenas no momento de devolver o carro para a locadora.

Confira nossas dicas e saiba como alugar um carro na Europa.

Recomendações para se locomover em Londres

Como você pode perceber, existem várias opções de transporte em Londres. Todos os meios contam com um sistema eficiente, pontual e com rotas para as principais áreas da capital.

E para que você aproveite todas as vantagens do sistema, separamos algumas dicas práticas e úteis de como se locomover em Londres.

1. Contrate o cartão Oyster para pagar tarifas de ônibus, metrô e trem mais baratas;

2. Use o cartão de crédito se pegar um ônibus, pois não são aceitos pagamento em dinheiro;

3. Instale um aplicativo de mobilidade para visualizar os horários de chegada e partida de cada meio de transporte;

4. Alugue carro com antecedência e compare os valores do aluguel em sites de comparação.

Planejando sua viagem para Londres

Agora que você conhece as diferentes opções de transporte em Londres, escolha aquele que oferece mais vantagens para você e explore a terra da rainha.

Para aproveitar a estadia em Londres, não esqueça de contratar um seguro viagem. Essa assistência vai oferecer a cobertura médica e de viagem que você precisa caso aconteça algum imprevisto com você no exterior.

Para contratar o melhor plano, nós recomendamos que você utilize o nosso comparador de seguro viagem. Na plataforma, você irá visualizar os planos das maiores seguradoras do mercado e com os melhores preços.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.