Dresden na Alemanha: um guia completo para visitar a cidade

Visitar Alemanha  / 

Uma cidade cheia de história e que encanta pela beleza de sua arquitetura barroca, assim é Dresden, na Alemanha. Nesse artigo você vai saber tudo sobre Dresden, a cidade que quase sumiu do mapa após a Segunda Guerra Mundial e que hoje é um dos destinos mais visitados na Alemanha.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Tudo sobre Dresden, na Alemanha

Dresden fica na Alemanha e é a capital da Saxônia, um dos 16 estados federados do país. A cidade está localizada no leste do país, as margens do Rio Elba e está entre as cidades de Berlim, capital da Alemanha e de Praga, capital da República Tcheca.

Uma cidade no meio do roteiro pelo Leste Europeu

A cidade de Dresden fica exatamente na metade do caminho entre Praga e Berlim, o que a deu a fama de “cidade de passagem” para Dresden. Então, se você está fazendo um roteiro por países do Leste Europeu, vale a pena incluir Dresden.

Seja em uma parada, em um pernoite ou até mesmo em um bate-e-volta partindo de Berlim ou Praga, Dresden merece ser visitada.

Principais pontos turísticos de Dresden, na Alemanha

Dresden é um destino cultural muito forte na Alemanha, concentrando ótimos museus, palácios, igrejas e um centro histórico rico em histórias.

A cidade está dividida pelo Rio Elba, de um lado fica a cidade velha, Altstadt, e do outro a cidade nova, Neustadt. A maioria das atrações de Dresden estão em Altstadt, a cidade antiga, e seus principais pontos turísticos são:

Palácio Zwinger

Um lindo palácio barroco, cartão postal da cidade. O palácio foi construído em 1710 para abrigar a corte do Rei Augusto II da Polônia, mais conhecido como Augusto, o Forte.

Durante Segunda Guerra Mundial o palácio foi destruído, assim como quase toda a cidade, e reconstruído posteriormente.

Palácio Zwinger em Dresden

O Zwinger oferece um jardim aberto ao público e três museus em seu interior, que são pagos. O mais visitado é a Galeria dos Grandes Mestres, que possui uma importante coleção de obras, incluindo aí a Madona Sistina, do pintor italiano Rafael, que contém imagem de dois querubins muito famosos em postais e cartões de natal. Os outros dois museus são o Museu de Matemática e Física e a Coleção de Porcelanas.

Os ingressos custam 6€ para cada museu, mas há a opção que contempla todo o complexo do palácio e seus museus por 12€. A Get Your Guide oferece ingressos para Concerto de Gala no Dresden Zwinger, com preços a partir de 29€ por pessoa.

Residenzschloss

O Palácio Real de Dresden, onde nasceu o Rei Augusto II da Polônia, já foi sede do governo e a Casa Real da Saxônia até 1918. Hoje, após as reconstruções, o palácio abriga importantes museus em seu interior e que merecem uma visita.

O ingresso do Residenzschloss custa 12€ e inclui acesso para as seguintes atrações:

  • A Câmara Turca, com arte do império otomano;
  • A imperdível sala do tesouro Neues Grünes Gewölbe;
  • A ala de pinturas, desenhos e fotografias, Kupferstich-Kabinett;
  • A coleção de moedas, Münzkabinett;
  • O Arsenal de Dresden, Rüstkammer;
  • Os aposentos reais, State Apartments.

Duas atrações do Palácio merecem uma atenção especial, as coleções de joias e tesouros reais.

Neues Grünes Gewölbe – As joias e tesouros reais

Uma importante e belíssima coleção de joias e tesouros, sendo a maior coleção de tesouros da Europa. A visita impressiona pela riqueza e pela beleza das peças raras e preciosas, com mais de mil itens em suas vitrines. A entrada está incluída no ingresso do palácio.

Historisches Grünes Gewölbe – Atração paga a parte

Um passeio que surpreende e fascina é conhecer a Historisches Grünes Gewölbe, uma ala do palácio com joias e tesouros históricos. É de deixar qualquer um boquiaberto.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

A visita é restrita a 100 pessoas por hora e possui bilhete cobrado a parte, de 12€ ou 21€ no ingresso combinado com as demais atrações do palácio.

Semperoper

Uma das óperas mais importantes da Alemanha, a Ópera de Dresden é um dos prédios mais famosos da cidade velha, situada na Theaterplatz, bem perto do palácio Zwinger. A casa abriga não só concertos e peças musicais mas também bailes da gala.

Um dos mais célebres compositores que atuou bastante na Semperope foi Richard Wagner, e posteriormente foi condutor principal e diretor da casa. Se você tiver tempo na cidade vale a pena fazer uma visita guiada ou até mesmo assistir uma ópera por lá.

O ingresso para visita guiada na Ópera Semper custa a partir de 23€ por pessoa, com a Get Your Guide.

Frauenkirche e Neumarkt

A igreja de Nossa Senhora de Dresden, ou Frauenkirche, é o símbolo da reconstrução da cidade e possui um lindo interior. Quando Dresden foi bombardeada, em 1945, só sobraram ruínas da igreja, que foi restaurada após a reunificação alemã, nos anos 1990, com doações vindas do mundo todo.

A conclusão da igreja foi em 2005 e a visita ao seu interior já atraiu milhões de visitantes. Do alto de seu domo é possível ter uma das melhores vistas da cidade

A entrada na igreja é gratuita, somente a subida ao domo é paga, ao custo de 8€.

A igreja fica na praça do mercado, a Neumarkt, que reúne um conjunto arquitetônico muito interessante e tem uma boa oferta de restaurantes. Na praça você ainda encontra a famosa estátua de Martinho Lutero.

Hofkirche, a Catedral de Dresden

A Catedral de Dresden, ou Catedral da Santíssima Trindade, é a maior igreja do estado da Saxônia e possui uma torre de 90 metros de altura. Em estilo barroco, seu interior é simples e sóbrio e abriga os túmulos de vários integrantes da família real.

Uma curiosidade é que lá está enterrado somente o coração de Augusto II, o Rei da Polônia, que nasceu em Dresden e tem seu corpo sepultado em Varsóvia.

Furztenzug, o imponente mural de Dresden

O Furztenzug retrata a Procissão dos Príncipes e  foi construído entre 1871 e 1876,  em comemoração aos 800 anos da dinastia Wetten, a família real que dominava a Saxônia.

O mural tem 102 metros de comprimento, sendo considerado o maior mosaico do mundo, com 23 mil azulejos de porcelana, um dos materiais produzidos na Saxônia e que fizeram a fama da região.

O mural está localizado na parede externa do estábulo do Palácio Real e é uma atração gratuita na cidade velha.

Brühlsche Terrasse, um passeio com vista pro Elba

Um conhecido passeio em Dresden é visitar o Brühlsche Terrasse, na beira do Rio Elba. O terraço foi feito na reconstrução da cidade, no alto da antiga muralha de Altstadt.

Por lá é possível apreciar o Rio Elba, a ponte antiga, o prédio da Academia de Belas Artes de Dresden (que tem uma bela cúpula apelidada de espremedor de limão) e caminhar pelos seus jardins, que lotam no verão.

Augustusbrücke, a antiga ponte da cidade

A Ponte Augusto liga Altstadt a Neustatd e foi construída a pedido do Rei Augusto II. A ponte, de estilo barroco, é caminho para quem quer conhecer a parte nova da cidade. Cruzar a ponte oferece uma bela vista para Altstadt e rende boas fotos.

Dresdner Striezelmarkt, o Mercado de Natal mais famoso da Alemanha

Um dos mercados de natal mais importantes da Alemanha e mais antigos da Europa é o Dresdner Striezelmarkt, que acontece de 28 de novembro e vai até o dia 24 de dezembro.

Com quase 500 anos de existência o mercado, oferece ótimos produtos artesanais, como brinquedos, souvenirs, doces e muitas opções de barraquinhas de comida. É uma atração imperdível e encantadora!

Confira a lista de mercados de Natal na Europa a não perder.

Neustatd, além da cidade antiga

Atravessando a Ponte Augusto está Neustadt, a cidade moderna. A área não é muito visitada por turistas que passam por Dresden, mas vale a pena conhecer algumas atrações do outro lado do Elba, como:

A queijaria mais bonita da Europa: inaugurada em 1892 e restaurada em 1995, a Pfunds Molkerei é uma boutique de queijos e laticínios, considerada pelo Guiness Book como a mais bonita do mundo. Uma degustação de queijos na loja custa 15€ e inclui uma taça de vinho;

A rua dos arquitetos e designers modernos: a Kunsthofpassage possui casas com fachadas decoradas e pintadas, que são verdadeiras obras de arte. Por lá você também encontrará lojas e pequenos cafés, que dão um charme especial no passeio;

O bairro dos bares: The Bermuda Triangle, ou o Triângulo das Bermudas, é uma área de Dresden que concentra nada mais, nada menos que 160 bares, de todos os tipos, para todos os bolsos e gostos. É a região boêmia da cidade que merece ser visitada se você tiver tempo.

Passeios além de Dresden

A fábrica de vidro da Volkswagen

A fábrica transparente da Volks pode ser visitada e você pode acompanhar a linha de montagem de carros elétricos. É um ótimo passeio para quem adora carros. A visita é guiada em inglês ou espanhol e dura aproximadamente 1h30.

Cruzeiro pelo Rio Elba

Os passeios de barco pelo Elba são famosos na cidade, e incluem vários destinos, os mais procurados vão até o Castelo Pillnitz, o palácio de verão ou Meissen, a cidade que produz a famosa porcelana alemã, também chamada de ouro branco.

Rio Elba em Dresden

Na Get Yout Guide, o passeio de barco pelo Rio Elba tem duração de 1h30 e o ingresso custa a partir de 19€ por pessoa.

Como ir a Dresden, na Alemanha

De avião

É possível chegar a Dresden de avião saindo do Rio de Janeiro ou São Paulo fazendo uma escala, via:

Você também pode chegar a Dresden partindo de outras cidades da Europa, com a Lufthansa, KLM, Aeroflot e as low cost Ryanair, Easyjet, e Eurowings.

O Aeroporto de Dresden fica a 8 km do centro da cidade e possui ônibus e bonde até o centro antigo da cidade, bem fácil de chegar

Veja nossas dicas para comprar passagens aéreas para a Alemanha.

De trem ou ônibus

O trem e o ônibus são os meios mais utilizados por quem visita Dresden, geralmente provenientes de Berlim ou Praga, cidades bem próximas.

De trem para Dresden

Se você está partindo de Berlim, Frankfurt ou Praga, a DB Deutsche Bahn oferece vários horários durante o dia, saindo das principais estações das cidades.

Os trajetos de Berlim a Dresden e de Praga a Dresden duram cerca de 2h, e de Frankfurt para Dresden cerca de 4h30.

De ônibus para Dresden

Ônibus é uma excelente opção para quem quer visitar Dresden. A Flixbus, a maior empresa de ônibus da Europa, oferece várias opções saindo de outras cidades alemãs além de Berlim, como Nuremberg, Stuttgart, Colônia e de cidades em outros países, como Praga, Copenhagen, Varsóvia, Bratislava, Viena entre outras.

De Berlim, há opções de saídas de ônibus dos aeroportos Tegel (TXL) e Schönefeld (SXF), todos da companhia Flixbus.

Dica:lockers (armários) na Estação Central de Dresden. Se você está chegando com mala e quer somente passar o dia na cidade é possível alugar um locker e passear sem bagagens. Há lockers de vários tamanhos e os valores vão de 3€ a 6€, dependendo do tamanho e do tempo de uso, não podendo exceder 24h.

Transporte público em Dresden, na Alemanha

A área turística da cidade é bem pequena, podendo ser feita toda a pé. Mas, se o seu tempo está curto é possível pegar um ônibus, ou bonde, do aeroporto ou da estação central e ir direto para o centro histórico.

Centro de Dresden na Alemanha

Os tickets em Dresden são por zonas e possibilitam pegar o ônibus e o bonde. A área turística de Altstadt e Neustadt está na mesma zona e os preços variam de 2,40€ para uma viagem a 6€ o passe diário.

Táxis são facilmente encontrados pela cidade, a tarifa começa em 3,90€ e o quilômetro rodado vai de 1,80€ a 2,20€.

Quando ir a Dresden, na Alemanha

Dresden pode ser visitada o ano inteiro, mas se você não gosta de frio prefira os meses entre maio e setembro, que são mais amenos. A alta temporada na cidade é o verão, que compreende os meses de junho a setembro.

No inverno a cidade fica mais charmosa, principalmente no período que antecede o Natal, quando Dresden é palco de um dos mercados de natal mais famosos da Europa, o Dresdner Striezelmarkt.

Você ainda pode fazer a excursão de luzes no jardim de Natal em Dresden, com a Get Your Guide, por ingressos que custam a partir de 34€.

Quanto tempo ficar em Dresden

Como o tempo de permanência é muito importante para definição do que fazer em Dresden, planeje bem sua visita.

É possível passar pelos principais pontos turísticos da cidade velha em poucas horas, mas se você quer uma experiência além do básico e conhecer os principais museus, fique pelo menos uma noite.

Onde ficar em Dresden, na Alemanha

As melhores opções para se hospedar em Dresden são as seguintes:

Em Altstadt, no centro histórico: na região hoteleira de Dresden há opções de luxo, como o Kempinski Dresden, Hilton e o Meliá Dresden, perto da Neumarkt e opções intermediárias, como o Star Inn, Holiday Inn Express e o Hotel Indigo. Quem procura por estadias econômicas tem as opções do Ibis Budget Dresden City e Motel One Dresden Am Zwinger;

Prager Strasse: a rua de pedestres de Dresden tem ótimas opções de comércio, como lanchonetes e shoppings, e liga a Estação Central até a cidade antiga. Por lá você vai encontrar boas opções, como o Ibis Zentrum, o Pullman Dresden Newa e o IntercityHotel Dresden, que está na frente da Estação Central.

Neustadt: na cidade nova há opções de todos os tipos, dos luxuosos Hotel Bulow Palais e The Westin Bellevue aos intermediários NH Dresden Neustadt e Park Inn Dresden, passando pelos econômicos Motel One Palaisplatz e Super 8 Dresden.

O que comer em Dresden, na Alemanha

A culinária alemã está presente em toda parte de Dresden, mas na região da Saxônia é possível encontrar pratos típicos que vão além do eisben, curry wurst e aplfelstrudel.

Os restaurantes da praça Neumarkt são famosos e possuem pratos típicos da região, como o leipziger allerlei, um cozido com vegetais, feijão-verde, aspargos e cogumelos e o Dresdner Stollen, um bolo típico de natal, com frutas cristalizadas, mas que é encontrado o ano todo. Uma delícia!

Quanto custa viajar para Dresden, na Alemanha

Passagens aéreas

Origens  Valores
Partindo do Brasil, de São Paulo ou Rio de Janeiro  entre 800€ e 1.000€ (ida e volta)
Europa, de Londres ou Amsterdã  entre 60€ e 100€ (ida)

 

Você pode utilizar buscadores como o Kayak para ver todas as opções de voos para Dresden, na Alemanha.

Passagens de ônibus e trem

Ônibus para Dresden

Passagens de ônibus (trecho)  Valores
Saindo de Berlim 8€
Saindo de Praga 9€
Saindo de Frankfurt 12€

 

A companhia Flixbus tem os melhores preços e vários horários saindo de Berlim, Praga e de muitas outras cidades para Dresden, na Alemanha.

Trem para Dresden

Passagens de trem (trecho) Valores
Saindo de Berlim 20€
Saindo de Praga 20€
Saindo de Frankfurt 25€

 

Os trechos de trem são operados pela companhia alemã DB Deutsche Bahn, que possui bons preços e oferece inúmeros destinos na Europa.

Hospedagem em Dresden, na Alemanha

Dresden possui uma rede hoteleira grande, concentrada principalmente em seu centro histórico. É possível encontrar boas ofertas o ano todo, em todas as categorias de hotéis.

Diária em hotel categoria luxo A partir de 120€
Diária em hotel intermediário A partir de 60€
Diária em hotel econômico A partir de 40€
Dormitório em hostel A partir de 15€

Vale a pena visitar Dresden, na Alemanha?

Vale e muito! Dresden oferece uma imersão na história recente, com a superação e o ressurgimento da cidade no pós-guerra, além de reunir ótimos museus, com importantes coleções na Europa.

Para quem está de passagem pela região na época do Natal vale muito a pena, pois é quando acontece o famoso mercado de Natal de Dresden. Seja num bate e volta, numa parada ou em uma estadia mais longa, Dresden vai encantar e surpreender.

Informações úteis

  • Distâncias: Dresden está a 195 km de Berlim, no leste alemão. A cidade é a capital do estado da Saxônia;
  • Tamanho da população: 550.000 habitantes;
  • Moeda: Euro;
  • Horário: GMT + 2;
  • Código de telefone: +49 351, onde +49 é o código internacional da Alemanha e 351 o prefixo de Dresden;
  • Voltagem: 220 Volts;
  • Tipo de tomada: padrão tomada F.

Se viajar para conhecer Dresden estiver nos seus planos, saiba que o seguro viagem para Alemanha é obrigatório. Para fazer a cotação do seu seguro de forma personalizada, recomendamos que você utilize o nosso comparador de seguro viagem.

Ele apresenta planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas Turismo.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Willian é cidadão polaco-brasileiro, mas considera-se cidadão do mundo. Desde cedo desenvolveu uma paixão pelo universo do turismo, tendo se especializado em consultoria hoteleira depois de formado em administração. Já visitou mais de 35 países, passou longas temporadas em Nova York, Europa e no sudeste asiático e após muitas experiências criou o site Caderno de Viagem, onde reúne dicas práticas e econômicas para viajantes.