Coronavírus: companhia aérea Latam adia voos para Milão

Dicas e Planejamento  / 

O número de casos de coronavírus vem aumentado a cada dia pelo mundo. O resultado é que não apenas as pessoas estão preocupadas, mas também diversas companhias aéreas já estão tomando medidas para evitar que o vírus se espalhe ainda mais. Por isso, muitas empresas estão cancelando voos para as regiões mais afetadas, como a Companhia Latam, que adiou seus voos entre São Paulo e Milão até 16 de abril.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Coronavírus: Latam adia voos

Na segunda-feira, 2 de março de 2020, foi a vez da Latam anunciar o cancelamento temporário de todos os seus voos entre São Paulo e a cidade de Milão, na Itália. Estão suspensos tanto os voos de ida quanto de volta.

De acordo com a companhia aérea, o cancelamento foi devido à propagação do coronavírus e da baixa procura pelo destino. Por enquanto, foram cancelados os voos entre os dias 2 de março e 16 de abril.

A Latam divulgou ainda que todos os passageiros que foram diretamente afetados pelos cancelamentos, e que desejarem, poderão remarcar a sua viagem sem nenhum custo adicional.

Ainda, caso o passageiro prefira, ele poderá solicitar o reembolso total da passagem, sem multa, ou mesmo alterar a origem/destino, também sem a cobrança de multa, mas sujeito à diferença de tarifas.

Já para os passageiros que se encontram em Milão e que possuem passagem de volta para o Brasil no período, a Latam garantiu que irá embarcar todos de volta para os seus destinos de origem no país. Isso ocorrerá através de voos da própria Latam ou de companhias aéreas parceiras. Quem tiver dúvidas, poderá entrar em contato diretamente com a Latam através do número 0300 5705700.

Voo cancelado? Conheça quais são os seus direitos e como reclamar.

Outras companhias aéreas também cancelam voos

Além da Latam, outras companhias aéreas também começaram a cancelar os seus voos à medida que a demanda por viagens caiu drasticamente devido ao temor sobre a disseminação do vírus. Entre as principais empresas internacionais destacam-se a British Airways e a rival Ryanair.

A British Airways está cancelando 216 voos de 16 a 28 de março de Londres para destinos como Nova York, Itália, França, Áustria, Bélgica, Alemanha e Irlanda. A Ryanair cortará até 25% dos voos dentro e fora da Itália de 17 de março a 8 de abril.

Em entrevista à britânica BBC, o chefe da Ryanair, Michael O’Leary, afirmou que o principal foco no momento é minimizar qualquer risco para os funcionários e passageiros. “Faz sentido alterar seletivamente nossa programação de e para os aeroportos onde as viagens foram mais afetadas pelo surto de Covid-19“.

A British Airways disse que entraria em contato com os clientes em voos cancelados para oferecer nova reserva a outras companhias aéreas, reembolsos ou outro voo com a BA para uma data posterior da viagem.

Latam adia voos para Milão devido ao coronavirus

Conheça os seus direitos em relação à indenização por atraso de voo.

Histórico do Coronavírus

O novo vírus que vem se disseminando pelo mundo foi identificado como pertencente à família Coronavírus. Os primeiros vírus dessa família foram descobertos ainda em 1960. Esse novo vírus recebeu o nome temporário de 2019-nCOV, e o seu nome oficial agora é Covid-19.

O primeiro alerta sobre o Covid-19 foi emitido pela OMS (Organização Mundial da Saúde) no dia 31 de dezembro de 2019. Isso aconteceu depois que as autoridades chinesas notificaram casos de uma pneumonia misteriosa na cidade de Wuhan, o epicentro da doença.

Por mais que os primeiros casos tenham surgido em pessoas que tiveram algum tipo de contato com o mercado de peixes da cidade, a verdadeira fonte de transmissão ainda é desconhecida.

Apesar disso, o que se sabe é que a doença é originária de algum animal e que foi transmitida para os seres humanos. E mesmo que os indícios iniciais estejam apontando para os animais marinhos, algumas pesquisas apontam que cobras e/ou morcegos possam estar envolvidos com a disseminação da doença.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Vai viajar? Entenda como se proteger do Coronavírus e evitar o contágio.

Quais os países mais afetados?

De acordo com o último relatório da OMS, publicado dia 2 de março, a China é sem dúvida alguma o local mais afetado até o momento. O país registrou mais de 80 mil casos da doença, sendo que quase 3 mil pessoas já morreram.

Logo atrás estão a Coreia do Sul, com mais de 4 mil casos, a Itália com quase 1.700 casos e o Irã, com quase 1 mil casos.

Acompanhe o panorama atual do coronavírus na Europa em nosso artigo com países afetados, restrições e orientaçõesde viagens.

Qual o estado atual no Brasil e no mundo?

No Brasil, somente dois casos foram confirmados até o momento. Entretanto, outras 433 pessoas estão sob suspeita e aguardando o resultado de exames.

No total, são 80 países que já registraram casos de doença, dentre eles importantes destinos turísticos de brasileiros como é o caso da Itália, Bélgica, Holanda, Alemanha, Espanha, Portugal, França, Reino Unido, Estados Unidos, Canadá e México.

De acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA em inglês), em entrevista ao jornal The Brussels Times, muitas pessoas estão desistindo de suas viagens por medo de uma possível epidemia de Coronavírus (Covid-19).

Segundo a Associação, as companhias aéreas afirmaram que metade dos passageiros não compareceram aos voos e uma grande transportadora relatou uma queda de 108% nas reservas de passagens aéreas para a Itália. As reservas estavam sendo canceladas e houve um aumento nos pedidos de reembolso.

O que fazer caso seu voo seja cancelado?

De acordo com o Procon, os passageiros que já tiverem adquirido passagens aéreas e que desejem remarcar ou mesmo cancelar os voos devem procurar a companhia aérea para um acordo. O mesmo é válido para quem comprou pacotes turísticos.

A situação com o coronavírus é atípica e não há previsão legal de como as empresas devem lidar com isso. Mesmo assim, a lei reconhece que o consumidor é a parte mais vulnerável desta relação e garante a ele o direito de negociar com a empresa. Já a empresa, deverá oferecer alternativas ao consumidor.

Portanto, se você quiser adiar a sua viagem por medo do coronavírus, procure a empresa em que você comprou as passagens áreas ou o pacote de viagem.

Se essa negociação não acontecer, aconselhamos utilizar o serviço da AirHelp para verificar se você tem direito à indenização. Basta entrar no site e preencher alguns dados pessoais e dados do voo. Se a resposta for positiva, é só aguardar o processo correr.

Seguros Promo: nota sobre seguro viagem

Todas as seguradoras presentes no Seguros Promo cobrem atendimento emergencial até o diagnóstico da doença.

A partir do momento que for confirmado que o cliente possui Coronavírus, o tratamento deixa de ser coberto, uma vez que epidemias e pandemias são riscos excluídos do seguro viagem.

Caso o passageiro identifique algum sintoma do coronavírus, deve entrar em contato com a seguradora contratada para receber as orientações necessárias e o encaminhamento médico. Tire aqui as suas dúvidas sobre o seguro viagem internacional e como contratar.

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.