Sul da Espanha no inverno: saiba o que visitar no país europeu

Visitar Espanha  / 

A Espanha é o segundo país que mais recebe turistas no mundo. São mais de 80 milhões de visitantes todos os anos e o país europeu é realmente sensacional e cheio de cidades incríveis. Hoje vamos falar mais sobre o sul da Espanha no inverno e quais as melhores cidades, os melhores destinos, o que você deve visitar e uma sugestão de roteiro.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Tudo sobre o sul da Espanha no inverno

Os meses mais frios são uma boa pedida, principalmente se você não gosta de filas e quer economizar um dinheirinho. Confira o que fazer no sul da Espanha no inverno.

A região da Andaluzia, no sul da Espanha, tem importantes cidades europeias, são elas: Sevilha, Málaga e Granada. Você pode aproveitar e visitar Gibraltar também.

O que conhecer no sul da Espanha no inverno

Se o tempo for curto (menos de 5 dias), inclua na sua lista Sevilha, Granada, Málaga e Gibraltar. Isso porque ainda que existam outras cidades muito interessantes, com pouco tempo as que indiquei são essenciais.

Visitar o sul da Espanha no inverno pode ser uma experiência incrível. Isso porque as cidades não ficam tão cheias e as passagens ficam muito mais em conta nos meses de frio na Europa.

Já durante os meses de verão, as cidades europeias (principalmente da Espanha) ficam bem cheias, é a alta temporada de turismo no continente.

Sierra Nevada

Não esqueça que o seguro viagem na Espanha é obrigatório.

Sugestão de roteiro no sul da Espanha no inverno

Para visitar o sul da Espanha no inverno, vou deixar uma sugestão de roteiro de 3 ou 5 dias. Convém dizer que 3 dias pode ser pouco, por isso vou caprichar nas indicações.

Dia 1

Concentre sua visita na cidade de Sevilha, porém se você estiver de carro você conseguirá uma maior mobilidade e, com isso, conhecer mais em menos tempo.

No primeiro dia você pode conhecer o Metropol Parasol, a Plaza de España, os Alcáceres Reais de Sevilha e a Catedral de Sevilha.

Aproveite para tomar um vinho espanhol acompanhado de um prato típico da região: chipirones a la plancha (lula grelhada), huevos a la flamenca (ovos de flamenco), rabo de toro (rabo de boi ensopado), ou diversas tapas para experimentar um pouco de cada sabor.

Dica: explore Sevilha e seus monumentos com um guia oficial, aproveitando para visitar o histórico Alcázar, na La Giralda e a majestosa Catedral de Sevilha. A partir de 41,60€ no Get Your Guide.

Dia 2

No segundo dia você pode aproveitar mais a cidade de Sevilha ou, caso dê uma de turista que quer conhecer muito em pouco tempo, se jogar para Málaga. São apenas 220 quilômetros de distância.

Em Málaga você poderá visitar a Alcáçova, o Museu Picasso de Málaga, a catedral da cidade, o monte Gibralfaro, o teatro romano e o mercado central de Atarazanas.

Dia 3

Apesar da correria, você ainda consegue (se estiver de carro) rodar mais 150 quilômetros e visitar a espetacular cidade de Granada. Acorde cedinho, coloque roupas confortáveis e pegue as boas estradas do país para conhecer o Sul da Espanha no inverno.

Dê um presente aos seus olhos e contemple a arquitetura da belíssima cidade espanhola. Não deixe de visitar a Alhambra, a Capela Real de Granada, a Catedral, o Palácio Carlos V e os Nasrid Palaces.

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Dia 4

No extremo sul da Espanha está Gibraltar (254 quilômetros de Granada), um território britânico. Se você quiser visitar um local cheio de coisas interessantes e passar de carro pela pista do aeroporto internacional, vá até lá.

Dia 5

No último dia, retorne para Sevilha e curta a cidade. Além da beleza arquitetônica, existem vários restaurantes e bares onde você pode curtir uma boa cerveja, uma sangria e experimentar umas tapas.

Alcazar de Sevilha palacio

Se você tem um pouco mais de tempo para conhecer o país, o ideal seria 15 dias na Espanha.

Ver neve na Espanha

Agora, se você ama o inverno europeu e quer ver neve na Espanha, aproveite e estenda sua viagem, fique mais dias e visite o Parque Nacional de Sierra Nevada (Serra Nevada) na região de Granada.

Por lá existem diversas estações de ski, hotéis, passeios e diversos esportes de inverno para curtir a estação mais fria do ano. Se sonha ver neve na Europa, deixe sua visita para o final de janeiro para garantir que consiga ver a neve cair de pertinho.

Curtir o Natal na Espanha

No Natal, apesar das noites mais frias, as cidades do sul da Espanha ficam lindas. Além das decorações tradicionais, o horário estendido do comércio atrai centenas de pessoas para as ruas.

Sem contar com os eventos culturais e musicais que tomam conta e deixam as cidades mais vivas do que nunca. Vá bem agasalhado e não esqueça das luvas e touca para se proteger do frio.

Sevilha no inverno

Conheça também Jaén na Espanha.

Características e clima na Espanha

Os verões escaldantes com temperaturas altas da região da Andaluzia contrastam com as noites geladas do sul da Espanha no inverno.

Se no verão o calor chega com tudo e Sevilha registra 40ºC no termômetro, no inverno a cidade experimentar temperaturas muito baixas e até negativas.

No litoral o clima é mais temperado e as variações de temperatura não são tão evidentes, porém no interior a amplitude térmica é marca essencial e as temperaturas descem dos 15ºC a 0º em horas.

Preciso me preocupar com a segurança na Espanha? Confira aqui.

Planejando sua viagem para o sul de Espanha no inverno

Preço médio das viagens para a Espanha

Conhecer o sul da Espanha no inverno pode ser bem mais em conta do que no verão. As passagens aéreas ficam mais baratas e você pode encontrar boas promoções para a capital Madri.

Pesquise sempre voos para as grandes cidades, como Barcelona, Madrid ou Málaga (já no sul do país). Os preços médios das passagens no inverno ficam R$ 3.000, ida e volta, saindo de São Paulo. Compare os preços dos voos na Kayak antes de comprar.

Como locomover-se na região

Se você chegar pela capital do país, poderá pegar um trem, um carro ou ir de ônibus para o sul da Espanha no inverno. Eu aconselho, caso você não tenha muito tempo, que alugue um carro.

Na Rentcars há muitas opções de carros disponíveis e você pode escolher devolver seu veículo em outro local, sem ser onde você alugou. Você encontra veículos compactos com diárias a 10€ e pode conhecer a Espanha com o pé na estrada. Além de ser mais ágil, você consegue visitar mais cidades em menos tempo.

Além disso, o custo compensa. Mesmo que você faça o seguro total (que eu aconselho muito), os valores ficam acessíveis, principalmente se estiver em duas ou mais pessoas.

Não esqueça o seguro viagem

Se você está de viagem marcada para conhecer o sul da Espanha no inverno, saiba que o seguro viagem é essencial. Recomendamos que você utilize o nosso comparador de seguro viagem. Ele apresenta planos das principais seguradoras do mercado e ainda garantimos os melhores preços aos leitores do Euro Dicas Turismo.

Aproveite o melhor da Espanha e tenha uma boa viagem!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.