2 dias em Paris: veja o que visitar, onde comer e onde ficar

Visitar Paris  / 

Sim, 2 dia em Paris é muito pouco. A cidade é vasta, recheada de cultura, arte e história e merece ser vista com calma, apreciada.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

No entanto, se 2 dias é o que você tem, aproveite para conhecer os principais pontos turísticos da cidade. Se não for a sua primeira vez, priorize os locais menos visitados. E lembre-se: sempre é tempo de voltar a Paris. Não dando tempo de ver tudo, deixe para a próxima viagem.

Como circular por Paris

Não é exagero: Paris é encantadora. A cidade respira história e cultura, basta olhar para o céu. Sair de um metrô é dar de cara com a imponência de alguns monumentos, como Les Invalides e a Torre Eiffel.

Caminhar pelas ruas é se deparar com a modernidade, mas com prédios históricos, como os que hoje abrigam os museus Louvre ou D’Orsay.

Você pode aproveitar a cidade de várias maneiras:

A primeira delas é por conta própria. Bem servida de transporte público, Paris tem estação de metrô em praticamente todas as esquinas. Apesar da grande quantidade de linhas, é fácil se entender com o mapa, anotar quais são as paradas mais próximas das atrações, comprar os bilhetes na maquininha e sair por aí.

Além das estações de metrô, Paris conta com o RER, que são os trens que tanto circulam internamente pela cidade, como faz passeios nos arredores. Para ir ao Palácio de Versailles, por exemplo, você pode ir de RER. Tenha atenção ao comprar os bilhetes: dependendo da estação, eles são diferentes para RER e metrô.

Uma segunda opção é aproveitar os ônibus de turismo. A cidade oferece diversos tipos, como:

  • Bilhete de 1, 2 ou 3 dias para ônibus hop-on hop-off: ônibus que circula pela cidade parando em pontos turísticos. A partir de 34€, por pessoa;
  • Paris à la Carte – circuitos de ônibus hop-on hop-off e barco: bilhetes de 1, 2 ou 3 dias, explore os principais pontos da cidade e ainda faça um passeio de barco pelo Rio Sena. A partir de 47€, por pessoa;
  • Paris City Pass – entradas gratuitas e bilhete de transporte: entrada gratuita em 60 museus e atrações. E passe para metrô, ônibus e trem gratuitamente, com validade de 2 a 6 dias. Ainda inclui descontos para atrações adicionais e na Galeries Lafayette. É uma boa dica para quem tem pouco tempo na cidade A partir de 104,90€, por pessoa.

E, uma terceira opção, pode ser aproveitar os tours guiados e temáticos pela cidade. O Paris Inesperada: Excursão Particular de 2 Horas, por exemplo, oferece um passeio, com guia especializado, pelo bairro de Le Marais.

Roteiro de 2 dias em Paris: quais as principais atrações?

Como já dissemos, 2 dias é pouco tempo em Paris. No entanto, separamos aqui o melhor da cidade, para que você possa aproveitar ao máximo a Cidade Luz.

Primeiro de 2 dias em Paris

Manhã: Caminhe pela cidade e suba na Torre Eiffel

No seu roteiro de 2 dias em Paris, aproveite a sua primeira manhã para ver a cidade. Vá conhecer um dos pontos turísticos mais simbólicos de Paris: a Torre Eiffel. Subindo ou não, dê uma caminhada ao redor, conheça a Champ de Mars, os Jardins do Trocadero.

Se quiser, suba ao primeiro ou até o topo da Torre. As filas de acesso para subir em um dos andares da Torre e ver, assim, uma incrível vista da cidade, costumam ser enormes. É possível ter acesso de elevador e por escadas (até o segundo andar). Desta forma, costuma ser mais barato. O porém é que você terá que subir 1665 degraus.

É possível adquirir o acesso até o segundo andar ou até o topo, de elevador. Se quiser conhecer mais a história com um guia especializado, recomendamos o tour ao topo da Torre Eiffel de elevador por 60€, por pessoa.

Torre Eiffel

Endereço: Champ de Mars, 5 Avenue Anatole France, 75007 Paris;
Como chegar: de Metrô na estações Trocadero, linhas 6 e 9; Ecole militaire, linha 8; Bir Hakeim. Ônibus: linhas 42, 69, 72, 82 e 87. RER: Champ de Mars – Tour Eiffel, linha C;
Horário de funcionamento:
De 14 de junho a 31 de agosto: das 9h às 00h45
Resto do ano: das 9h30 às 23h45
Ingressos:
Adultos:
Elevador ao 2º andar: 16,30€;
Elevador ao andar superior: 25,50€;
Subir por escadas ao 2º andar: 10,20€;

Jovens entre 12 e 24 anos:
Elevador ao 2º andar: 8,10€;
Elevador ao andar superior: 12,70€;
Subir por escadas ao 2º andar: 5,10€;

Crianças de 4 a 11 anos:
Elevador ao 2º andar: 4,10€;
Elevador ao andar superior: 6,40€;
Subir por escadas ao 2º andar: 2,50€.

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

Menores de 4 anos: entrada gratuita.

Ingresso sem fila com acesso ao topo da Torre Eiffel: 51,19€

Museu do Louvre

Depois, você pode ir caminhando pelas margens do Rio Sena até chegar ao Museu do Louvre. A caminhada dura cerca de 40 minutos. Se preferir, pegue o ônibus de turismo ou metrô. Porém, se tiver um tempo bom, sugerimos ir a pé: Paris merece ser vista de todos os ângulos.

Sendo um dos maiores museus do mundo, em tamanho, o Museu do Louvre merece tanto ser visitado por fora como um passeio, nem que seja curto, no seu interior. Confira no guia quais obras mais interessam e vá direto vê-las. Não demore, pois com 2 dias em Paris, o tempo urge.

É lá que ficam algumas das mais importantes obras de arte do mundo, como a Mona Lisa, de Leonardo da Vinci e a Vênus, de Milo, além de obras egípcias.

Endereço: Rue de Rivoli, 75001;
Como chegar: estações de metrô Louvre/Rivoli ou Palais Royal/Musée du Louvre.
Horário de funcionamento: quarta à segunda, das 9h às 18h. Nas quartas e sextas funciona até mais tarde, às 21h45. Fechado às terças;
Ingresso: 17€;
– Comprando online no site oficial é preciso marcar dia/hora de visita;
– Entrada gratuita para menores de 18 anos e cidadãos europeus de até 25 anos;
Museu do Louvre – Acesso Prioritário com Guia de Áudio: 39€;
Tour Guiado Sem Fila: 65€.

principais atrações turísticas em paris torre eiffel

Tarde: Conheça o Quartier Latin

O almoço parisiense tem horário. Ele é servido das 12h às 14h ou, no máximo, até às 15h. Se quer uma dica, aqui é o melhor momento para uma refeição mais completa. No almoço é servido o menu do dia que, normalmente, inclui entrada, prato principal e sobremesa.

Vá se encaminhando para o Quartier Latin e aproveite para almoçar por lá. A região é muito bem servida de restaurantes, além de ter muitas atrações para você conhecer.

É nessa área que estão as famosas vias Saint Michel, Saint Germain e a tradicional Universidade de Sorbonne. Tem o seu ponto central na Sorbonne, situada na Boulevard Saint-Michel.

Comece o passeio na região pelo Jardim de Luxemburgo. Sua construção data entre 1615 e 1617, quando Maria de Médicis, que ainda vivia no Louvre enquanto era Palácio Real, decidiu construir um palácio de estilo italiano.

Jardim de Luxemburgo

Endereço: 75006 Paris, France;
Como chegar: de metrô, estações Odéon e Notre-Dame-des-Champs. RER: estação Luxembourg
Horário de Funcionamento: das 8h às 17h.
No verão, entre julho e agosto, funciona até mais às 21 horas.

Panthéon

Dê uma caminhada no parque e saia caminhando em direção a outro ponto turístico famoso na região: o Panthéon (ou Panteão de Paris). Construído entre 1764 e 1790 para ser uma igreja, ele agora guarda as tumbas de famosos nomes franceses como Voltaire, Rousseau, Victor Hugo, Marie Curie, Louis Braille e Jean Monnet.

Foi o primeiro lugar de onde era possível se ver Paris do alto. É possível entrar e visitar o interior do edifício, além de poder entrar a cripta.

Endereço: Place du Panthéon, 75005 Paris;
Como chegar: metrô – estação Cardinal Lemoine (linha 10); RER: Luxembourg (linha B); ônibus: linhas 21, 27, 38, 82, 84, 85 e 89;
Horário de funcionamento:
De 2 de janeiro a 31 de março: das 10h às 18h;
De 1º de abril a 30 de setembro: das 10h às 18h30;
De 1º de outubro a 31 de dezembro: das 10h às 18h;
Ingressos:
Adultos: 9€;
Menores de 18 anos: entrada gratuita;
Cidadãos entre 18 e 25 anos: 7€;
Tour Autoguiado pelo Panthéon de 1 hora: 19€.

Após a visita ao Panthéon, siga caminhando em direção à Boulevard Saint-Michel e vá andando até a beira do Rio Sena. Aqui também é possível ir de metrô ou ônibus, mas recomendamos que faça o percurso a pé.

Além da cidade ser plana, essa é uma das regiões mais agradáveis para fazer a caminhada. Ao chegar às margens do Sena, siga à direita e vá até a Catedral de Notre Dame.

Mais um símbolo da capital francesa, a Notre Dame é uma das catedrais góticas mais antigas do mundo. Foi construída na Île de la Cité, região da cidade, entre 1163 e 1245. Mesmo fechada após o incêndio de abril de 2019, é impossível ir à cidade e, mesmo com apenas 2 dias em Paris, não ir conferir sua imponência, mesmo que de fora.

Notre Dame

Endereço: 6 Parvis Notre-Dame – Pl. Jean-Paul II, 75004 Paris;
Como chegar: Metrô, estação Cité, linha 4; RER: Saint-Michel – Notre-Dame (linhas B e C); Ônibus: 21, 38, 47, 85 e 96.

Noite: Veja a Torre Eiffel iluminada

E, que tal voltar para a região da Torre Eiffel e vê-la iluminada? O monumento de noite é tão bonito quanto de dia, e merece um retorno. Aproveite para jantar na região. Não costuma ser barato, mas a vista merece pelo seu pouco tempo na cidade.

O restaurante Les Ombres é bastante recomendado: além de servir pratos típicos franceses, tem uma super vista da Torre. Porém, faça a reserva antes. Ele costuma ter uma fila grande de espera.

Endereço: 27 quai Branly, 75007 Paris, França.

Segundo de 2 dias em Paris

Manhã: Vá à Montmartre

Comece o seu segundo dia indo conhecer o bairro de Montmartre, um dos mais famosos de Paris. Situado no alto de uma colina, e apesar de algumas ruas íngremes, é um dos pontos turísticos de Paris mais visitados.

Conhecido como o bairro dos pintores e artistas, é aqui que Paris mais respira arte. Você irá perceber ao ver os pintores de rua, as pequenas lojas e galerias.

Montmartre foi, no passado, um povoado independente, até o ano de 1860. Só tornou-se parte de Paris no século XVIII. Acabou por adquirir uma fama nada boa: parte da boêmia também estavam os cabarés e bordéis. Sabe o Moulin Rouge? É uma casa de shows do bairro, onde é possível assistir a um espetáculo que remonta à época.

Suba de escadas, ou através de um funicular, até a Place du Tertre, a parte mais alta da colina. Lá, você verá artistas pintando quadros, lojinhas de arte e bons restaurantes.

Se preferir, entre em uma excursão a pé em Montmartre para conhecer melhor o bairro.

Você pode ir a Montmartre tanto nos ônibus de turismo como, facilmente, de metrô:

Localização: Montmartre;
Como chegar: Metrô: estações Abbesses (linha 12); Anvers (linha 2); Pigalle (linhas 2 e 12); Blanche (linha 12).

Quando chegar, vá caminhando, ou pegue o Funicular de Montmartre e suba até a Basílica de Sacré-Coeur. Uma das principais atrações do bairro de Montmartre e um dos pontos turísticos de Paris mais visitados. É uma visita que não pode faltar nos seus 2 dias em Paris.

Sua enorme cúpula, que pode ser vista de vários locais da cidade: a Basílica do Sagrado Coração está no alto de uma colina, a 130 metros de altura. Suba as escadas até chegar nela e veja uma bonita vista da cidade.

Se tiver sorte e chegar em hora de missa, poderá ouvir os cânticos da igreja. A entrada é gratuita, então não deixe de ver todos os detalhes internos da basílica.

Basílica de Sacré-Coeur

Endereço: 35 Rue du Chevalier de la Barre, 75018 Paris;
Como chegar: através do Funicular de Montmartre ou desça nas estações de metrô Abbesses (linha 12) e Anvers (linha 2) e suba até ela;
Horário de funcionamento: todos os dias, das 6h às 22h30.

Aproveite algum dos restaurantes com mesinhas do lado de fora e almoce apreciando a arte de Montmartre. Depois, siga o seu passeio para outro dos símbolos da cidade de Paris: a Champs-Élysées.

2 dias em Paris Montmartre

Tarde: Um passeio pela avenida mais famosa de Paris

A melhor maneira de conhecer a Champs-Élysées é a partir do Jardim de Tuileries, na Place de La Concorde. Construído para ser o jardim de um palácio, que não existe mais, o Jardim acabou virando um dos mais bonitos da cidade.

Além de sua beleza, ele está localizado estrategicamente no passeio ao longo da tarde: entre as margens do Sena e o Arco do Triunfo, bem no início da Champs-Élysées. Aproveite para conhecer a Place de La Concorde (Praça da Concórdia), com seu obelisco e as belas fontes, e a Ponte Alexandre III, considerada a mais bonita de Paris.

Jardim de Tuileries

Endereço: Place de la Concorde, 75001 Paris, França;
Como chegar: metrô – estações: Concorde (linhas 1, 8 e 12); Pyramides (linhas 7 e 14); RER C – Gare Musée d’Orsay: RER C; Ônibus – Assemblée Nationale: linha 12.
Horário de funcionamento:
Das 7h30 às 19h30: do último domingo de setembro até o último sábado de março;
Das 7h às 21h: do último domingo de março até o último sábado de setembro;
Das 7h às 23h: todos os dias de junho, julho e agosto.

Siga a Champs-Élysées. Andar pela avenida já é o próprio passeio: lojas famosas em um calçadão largo, ela tem uma extensão de quase dois quilômetros. É tida como a via mais bonita da cidade, além de ser uma das mais famosas do mundo.

Desde 1640, a Champs começou por ser um grande alinhamento de plantação de árvores, o que se transformaria depois na imensa avenida. O nome, que traduzido para o português significa Campos Elíseos, vem da mitologia grega e quer dizer “paraíso cristão”.

Passeando nela você irá passar pela Place de la Concorde, rodeada por jardins e edifícios como o Palácio do Descobrimento, o Petit Palais e o Grand Palais.

Arco do Triunfo

A Champs-Élysées só termina no bairro de La Défense. Mas a parada, nesses 2 dias em Paris, vai ser antes: no Arco do Triunfo. Provavelmente, você chegará ao arco no final do dia e poderá ver o pôr do sol na cidade.

O monumento foi testemunha de vários momentos históricos da cidade de Paris. Ele representa as vitórias do exército francês sob as ordens de Napoleão Bonaparte. Que foi, inclusive, o nome que ordenou a construção do monumento.

São 50 metros de altura que teve duração de 30 anos de construção. Alguns dos momentos históricos que a atração foi testemunha estão a passagem dos restos mortais de Napoleão, em dezembro de 1840, e os desfiles militares das duas guerras mundiais, em 1919 e 1944.

É possível subir no Arco do Triunfo para conferir a vista da cidade, principalmente da Champs-Élysées e do Bairro de La Défense. No interior, embaixo do Arco, é possível ver um pequeno museu, com a história da construção. Veja como comprar ingressos para o Arco do Triunfo.

Endereço: Place Charles de Gaulle, 75008 Paris;
Como chegar: Metrô e RER estação Charles de Gaulle – Etoile.
Horário de funcionamento:
De 2 de janeiro a 31 de março: das 10h às 22h30;
De 1º de abril a 30 de setembro: das 10h às 23h;
De 1º de outubro a 31 de dezembro: das 10h às 22h;
Ingressos:
Adultos: 12€;
Menores de 18 anos: entrada gratuita;
Cidadãos entre 18 e 25 anos: 10€;
Entrada Sem Fila Terraço do Arco do Triunfo: 12€.

Noite: Veja um espetáculo francês ou jante no Rio Sena

E, já que estará pelas redondezas, você tem duas opções para este final de viagem: jantar ou jantar e um espetáculo.

Se quiser aproveitar um bistrô próximo à Champs-Élysées, nossa sugestão é o ótimo Morny, na 99 Rue la Boétie, 75008.

E, se quiser ver um clássico parisiense, volte à Montmartre e confira o Espetáculo no Moulin Rouge. O ingresso ainda dá direito a um champagne. A partir de 87€, por pessoa.

cruzeiro no rio sena vale a pena a noite

Se tiver em busca de um programa mais romântico, outro clássico de Paris pode ser uma boa opção: cruzeiro pelo Rio Sena com jantar no Bateaux Parisiens. Como vista, a cidade completamente iluminada. A partir de 169€, por pessoa.

Onde ficar nos seus 2 dias em Paris

A parte boa de Paris ser grande são os diversos locais onde é possível se hospedar. Além disso, a cidade é muito bem servida de transporte público, principalmente metrô. O que facilita a locomoção, mesmo que você fique em um bairro mais afastado.

No entanto, separamos aqui alguns que são boas sugestões de hospedagem nos principais bairros de Paris. São locais próximos a pontos turísticos, com opções de refeição e transporte por perto.

Saint-Germain-des-Prés

Considerado um dos bairros mais antigos de Paris, com arquitetura gótica e cheio de cafés, livrarias e galerias de arte, Saint Germain é uma boa localização para hospedagem. Fica na margem esquerda do Rio Sena e, dentre as atrações próximas, estão o Museu D’Orsay, a Catedral de Notre Dame e o Café de Flore. Bem próximo também está o Jardim de Luxemburgo.

Veja opções de hotéis na região:

Hotel Estrelas Endereço Preço médio da diária
Hôtel Vaneau Saint Germain 3 estrelas 86 Rue Vaneau, 7º arr., 75007 Paris, França 216€
Hotel Odéon Saint Germain 4 estrelas 13, rue Saint Sulpice, 6º arr., 75006 Paris, França 208€

Bastille

Bairro histórico em Paris, muito ligado à política francesa. Era na Bastille, ou Bastilha, onde ficava a prisão de mesmo nome. É, hoje, uma região muito popular e movimentada. São vários os restaurantes e bares da região, principalmente os frequentados por locais.

Por ficar fora da rota turística, é um lugar com bons preços de hospedagem. É lá que fica a clássica Ópera Bastille e o Zoológico de Paris.

Veja opções de hotéis na região:

Hotel Estrelas Endereço Preço médio da diária
Hotel Petit Bastille 1 estrela 16, rue de La Roquette, 11º arr., 75011 Paris, França 96€
Hôtel de France Gare de Lyon Bastille 3 estrela 12, rue de Lyon, 75012 Paris, France 191€

Le Marais

O Marais sempre figura como o bairro mais charmoso de Paris. Feito para quem ama arte, o bairro é recheado de galerias, bares e restaurantes. É, também, considerado um dos bairros mais descolados: é aqui onde vive a maior comunidade gay da cidade. E, também, a comunidade judaica.

O Centro Pompidou, grande museu de arte moderna, e a Place des Vosges, ficam no bairro.

Veja opções de hotéis na região:

Hotel Estrelas Endereço Preço médio da diária
Le Relais du Marais 3 estrelas 76, rue de Turbigo, 3º arr., 75003 Paris, França 259€
Paris France Hotel 3 estrelas 72 Rue De Turbigo, 3º arr., 75003 Paris, França 128€

Montmartre

O bairro da boemia, morada de artistas, é um dos que oferece boas vistas da cidade. Além de ruas arborizadas, construções históricas, cafés e restaurantes. Montmartre ainda é considerado um bairro romântico de Paris.

Se quiser ficar próximo do famoso cabaré Moulin Rouge, ou da Basílica de Sacré-Coeur, Montmartre pode ser um bom lugar para se hospedar em seus 2 dias em Paris. Além disso, o bairro é muito bem servido de transporte público.

Recomendado para quem gosta de curtir a noite. Costuma ter preços mais acessíveis de hospedagem.

Veja opções de hotéis na região:

Hotel Estrelas Endereço Preço médio da diária
Hotel Montpellier Paris 1 estrela 64, boulevard de Rochechouart, 75018 Paris, France 66€
Hôtel Montmartre 1 estrela 16 rue Ramey, 18º arr., 75018 Paris, França 80€

Torre Eiffel

Se você quiser ficar próximo à Torre, terá sim uma vista incrível. No entanto, os arredores da atração parisiense costumam ter as hospedagens mais caras. O motivo é óbvio: quem não ama este clichê?

A localização acaba sendo, também, uma das mais centrais, já que a Torre Eiffel fica próxima de várias atrações. A região também é muito bem servida de transporte público.

Veja algumas opções:

Hotel Estrelas Endereço Preço médio da diária
Hotel Royal Phare 3 estrelas 40, Avenue De La Motte-Picquet, 7º arr., 75007 Paris, França 169€
Grand Powers Hotel 5 estrelas 2 rue Francois 1er, 8º arr., 75008 Paris, França 404€

 

Veja 10 dicas de hostel em Paris, caso queira economizar na hospedagem.

restaurantes em paris

Onde comer nos seus 2 dias em Paris

Além de ser uma das cidades mais encantadoras do mundo, Paris ainda tem um plus: sua gastronomia. São diversos os pratos típicos da cidade, mas alguns são imperdíveis.

Dentre eles, está o clássico crepe francês, seja doce ou salgado. O foie gras, servido normalmente como entrada, tem um gosto todo especial e é um dos pratos típicos franceses.

Não deixe de experimentar uma boa tábua de queijos com bons vinhos locais. Como lanche, ou até para jantar, o croque-monsier, o sanduíche de presunto e queijo gratinado, é sempre uma boa pedida.

Aproveite o café da manhã, ou o lanche durante o dia, para experimentar as padarias francesas. A cidade está cheia de boulangeries e patisseries, em todas as esquinas.

Veja sugestões de mais alguns restaurantes, além dos que já sugerimos aqui no roteiro:

  • Au Pied de Cochon: a sopa de cebola, outro clássico francês, é um dos pratos típicos da casa;
  • L’Epi Dupin: bistrô nas redondezas do Jardim de Luxemburgo, com preço honesto;
  • Les Ombres: chef renomado e pratos típicos franceses, com vista para a Torre Eiffel;
  • Kong: e se você tiver curiosidade de visitar um restaurante famoso, este foi cenário de um dos episódios franceses da série Sex and The City. Com incrível vista da cidade, a especialidade são os drinks;
  • Morny: bistrô próximo a Champs-Élysées com bom cardápio;
  • O’Sullivans Grands Boulevards: restaurante bar em Montmartre.

Leve um seguro viagem

A França faz parte do Tratado de Schengen. Por conta disso, para entrar no país é obrigatório estar com um seguro viagem em mãos.

Por isso, sugerimos que você confira os valores no nosso comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo e escolha as melhores opções de seguro para a sua necessidade.

Ganhe desconto. Para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICAS5 (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%).

Veja 8 dicas de como economizar em Paris e bon voyage!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.